Colégio Estadual São José Biografia, vida, obra e poesia de Patativa do Assaré  Equipe:  Nomes:Pedro, Manoel, Mário, Bruno...
Biografia   <ul><ul><li>Uma das principais figuras da musica nordestina do século XX. Segundo filho de uma família pobre q...
Biografia   <ul><ul><li>Aos doze anos, freqüenta a escola local, em que é alfabetizado, por apenas alguns meses. À partir ...
Vida de Patativa do Assaré Antônio Gonçalves da Silva ,   conhecido como  Patativa do Assaré ,  nasceu numa pequena propri...
Vida de Patativa do Assaré Casou-se com D. Belinha, e foi pai de nove filhos. Publicou Inspiração Nordestina, em 1956. Can...
<ul><ul><ul><li>Livros de poesia </li></ul></ul></ul><ul><li>1967 - Inspiração Nordestina: Cantos do Patativa  </li></ul><...
Poemas de Patativa do Assaré <ul><li>A Triste Partida;  </li></ul><ul><li>Cante Lá que eu Canto Cá;  </li></ul><ul><li>Meu...
Poema de Patativa do Assaré A festa da natureza Tudo é amoroso e terno, Sentindo o Pai Eterno Sua bondade  sem fim. O noss...
Neste quadro de beleza Tudo é paz, tudo é carinho, A gente vê com certeza Que a musga da natureza Tem riqueza de incantá. ...
Chegando o tempo do inverno,  Na construção de seus ninho, Canta alegre os passarinho As mais sonora canção. E o camponês ...
Títulos e Prêmios de Patativa do Assaré 1979 - Homenageado pela programação cultural do encontro da Sociedade Brasileira p...
1995 - Fortaleza Ceará - Prêmio do Ministério da Cultura na categoria Cultura Popular entregue pelo Presidente da Repúblic...
2001 - Recebe o troféu “Sereia de Ouro”, do Grupo Edson Queiroz, no Memorial Patativa do Assaré, dia 28 de setembro  2002 ...
ESSE É O HOMEM QUE MUDOR ACULTURA CEARENCE! “ Senhor que eu nunca perca o equilibrio mesmo sabendo que inumeras forças que...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Patativa do Assaré

10.847 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre vida e obra de Patativa do Assaré, elaborado por alunos do 1º Ano D - Colégio São José - Granja - Ce.

Publicada em: Educação, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.847
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
117
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
126
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Patativa do Assaré

  1. 1. Colégio Estadual São José Biografia, vida, obra e poesia de Patativa do Assaré Equipe: Nomes:Pedro, Manoel, Mário, Bruno, Breno. Prof: Mirla Nº 39,27,40, 08, 16
  2. 2. Biografia <ul><ul><li>Uma das principais figuras da musica nordestina do século XX. Segundo filho de uma família pobre que vivia da agricultura de subsistência, cedo ficou cego de um olho por causa de uma doença. Com a morte de seu pai, quando tinha oito anos de idade, passa a ajudar sua família no cultivo das terras. </li></ul></ul>
  3. 3. Biografia <ul><ul><li>Aos doze anos, freqüenta a escola local, em que é alfabetizado, por apenas alguns meses. À partir dessa época, começa a fazer repentes e a se apresentar em festas e ocasiões importantes. Por volta dos vinte anos recebe o pseudônimo de Patativa, por ser sua poesia comparável à beleza do canto dessa ave. </li></ul></ul>
  4. 4. Vida de Patativa do Assaré Antônio Gonçalves da Silva , conhecido como Patativa do Assaré , nasceu numa pequena propriedade rural de seus pais em Serra de Santana, município de Assaré, no sul do Ceará, em 05-03-1909. Filho mais velho entre os cinco irmãos, começou a vida trabalhando na enxada. O fato de ter passado somente seis meses na escola não impediu que sua veia poética florescesse e o transformasse em um inspirado cantor de sua região, de sua vida e da vida de sua gente. Em reconhecimento a seu trabalho, que é admirado internacionalmente, foi agraciado, no Brasil, com o título de doutor &quot;honoris causa&quot; por universidades locais.
  5. 5. Vida de Patativa do Assaré Casou-se com D. Belinha, e foi pai de nove filhos. Publicou Inspiração Nordestina, em 1956. Cantos de Patativa, em 1966. Em 1970, Figueiredo Filho publicou seus poemas comentados Patativa do Assaré. Tem inúmeros folhetos de cordel e poemas publicados em revistas e jornais. Sua memória está preservada no centro da cidade de Assaré, num sobradão do século XIX que abriga o Memorial Patativa do Assaré. Em seu livro Cante lá que eu canto cá, Patativa afirma que o sertão enfrenta a fome, a dor e amisèria, è que ser poeta de vera è preciso ter sofrimento”. O POETA FALECEU NO DIA 08/07/2002!
  6. 6. <ul><ul><ul><li>Livros de poesia </li></ul></ul></ul><ul><li>1967 - Inspiração Nordestina: Cantos do Patativa </li></ul><ul><li>1978 - Cante Lá que Eu Canto Cá </li></ul><ul><li>1988 - Ispinho e Fulô (2005) </li></ul><ul><li>1991 - Balceiro. Patativa e Outros Poetas de Assaré (Org. com Geraldo Gonçalves de Alencar) </li></ul><ul><li>1993 - Cordéis (caixa com 13 folhetos) </li></ul><ul><li>1994 - Aqui Tem Coisa (2004) </li></ul><ul><li>2000 - Biblioteca de Cordel: Patativa do Assaré (Org. Sylvie Debs) </li></ul><ul><li>2001 - Digo e Não Peço Segredo (Org. Guirlanda de Castro e Danielli de Bernardi) </li></ul><ul><li>2001 - Balceiro 2. Patativa e Outros Poetas de Assaré (Org. Geraldo Gonçalves de Alencar) </li></ul><ul><li>2001 - Ao pé da mesa (co-autoria com Geraldo Gonçalves de Alencar) </li></ul><ul><li>2002 - Antologia Poética (Org. Gilmar de Carvalho) </li></ul>Obras de Patativa do Assaré
  7. 7. Poemas de Patativa do Assaré <ul><li>A Triste Partida; </li></ul><ul><li>Cante Lá que eu Canto Cá; </li></ul><ul><li>Meu Protesto; </li></ul><ul><li>Mote/Glosas; </li></ul><ul><li>O Poeta da Roça; </li></ul><ul><li>Apelo dum Agricultor; </li></ul><ul><li>Nordestino Sim, Nordestinado Não; </li></ul><ul><li>Se Existe Inferno; </li></ul><ul><li>Vaca estrela e Boi Fubá; </li></ul><ul><li>Você e Lembra?; </li></ul><ul><li>Vou Vorá; </li></ul><ul><li>A Terra é Natu rá. </li></ul>
  8. 8. Poema de Patativa do Assaré A festa da natureza Tudo é amoroso e terno, Sentindo o Pai Eterno Sua bondade sem fim. O nosso sertão amado, Estrumicado e pelado, Fica logo transformado No mais bonito jardim.  
  9. 9. Neste quadro de beleza Tudo é paz, tudo é carinho, A gente vê com certeza Que a musga da natureza Tem riqueza de incantá. Do campo até na floresta As ave se manifesta Compondo a sagrada orquesta Desta festa naturá.
  10. 10. Chegando o tempo do inverno, Na construção de seus ninho, Canta alegre os passarinho As mais sonora canção. E o camponês prazentero Vai prantá fejão ligero, Pois é o que vinga premero Nas terras do meu sertão.
  11. 11. Títulos e Prêmios de Patativa do Assaré 1979 - Homenageado pela programação cultural do encontro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, em Fortaleza 1982 - Recebe o diploma de “Amigo da Cultura”, outorgado pela Secretaria da Cultura do Estado, pela “decidida atuação a favor do aprimoramento cultural do Ceará” 1982 - Cidadão de Fortaleza, título aprovado pela Câmara Municipal 1987 - Recebe a “Medalha da Abolição”, pelos “relevantes serviços prestados ao Estado” 1989 - Cariri Ceará - Doutor Honoris Causa pela Universidade Regional de Cariri 1989 - Inauguração da rodovia “Patativa do Assaré”, com 17 km, ligando Assaré a Antonina do Norte 1991 - Enredo da Escola Acadêmicos do Samba, de Fortaleza[]
  12. 12. 1995 - Fortaleza Ceará - Prêmio do Ministério da Cultura na categoria Cultura Popular entregue pelo Presidente da República Fernando Henrique Cardoso no Teatro José de Alencar 1998 - Recebe, dia 22 de maio, a “Medalha Francisco Gonçalves de Aguiar”, do Governo do Estado do Ceará, outorgada pela Secretaria de Recursos Hídricos 1999 - Assaré Ceará - Inauguração do Memorial Patativa do Assaré 1999 - Título de Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual do Ceará - UECE 1999 - Título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal do Ceará - UFC 1999 - Prêmio Unipaz, VII Congresso Holístico Brasileiro, Fortaleza, dia 20 de outubro 2000 - Na festa dos 91 anos, recebe o título de Cidadão do Rio Grande do Norte 2000 - Título de Doutor Honoris Causa da Universidade Tiradentes, de Sergipe 2001 - Terceiro colocado na eleição do “Cearense do Século”, promovido pelo Sistema Verdes Mares de Comunicação (o vencedor foi Padre Cícero).
  13. 13. 2001 - Recebe o troféu “Sereia de Ouro”, do Grupo Edson Queiroz, no Memorial Patativa do Assaré, dia 28 de setembro 2002 - Prêmio FIEC, &quot;Artista do Turismo Cearense&quot;, Fortaleza 2003 - Prêmio UniPaz, V Congresso Holístico de Crianças e Jovens, Fortaleza 2005 - Inauguração da &quot;Biblioteca Pública Patativa do Assaré&quot;, Piauí 2004 - Título EFESO &quot;Cidadão Empreendedor&quot;(Escola de Formação de Empreendedores Sociais) 2004 - Troféu MST (Homenageado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) 2005 - Homenageado com Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa 2005 - Inauguração da &quot;Biblioteca Pública Patativa do Assaré&quot;, Vila Nova, Piauí­ 2005 - Título de Doutor Honoris Causa da Universidade (?), Mossoró, Rio Grande do Norte,
  14. 14. ESSE É O HOMEM QUE MUDOR ACULTURA CEARENCE! “ Senhor que eu nunca perca o equilibrio mesmo sabendo que inumeras forças querem que eu caia.”

×