O slideshow foi denunciado.

caderno de normas MEIBAD

143 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

caderno de normas MEIBAD

  1. 1. Caderno de Normas Logotipo Ana Ramalho - Outubro 2007
  2. 2. INTRODUÇÃO Este pequeno documento normativo tem por objectivo facultar as ferramentas de melhor utilização do logótipo, por forma a que toda a envolvente à imagem seja normalizada e respeitada. Sendo o logotipo a base da imagem gráfica da instituição, que pretende uma postura de integridade e qualidade académica e teológica, é consequente a sua utilização de acordo com as normas aqui estabelecidas. Assim, em poucas páginas resumimos tanto os itens base de não utilização como algumas possibilidades de utilização. Agradecemos o respeito destas normas por todos os seus utilizadores, tanto por enti,dades internas (tais como docentes, alunos, pessoal administrativo e direcção) como por entidades exter- nas (tais como agências de publicidade e comunicação, orgãos da Convenção, entre outros). A autora, Ana Ramalho ÍNDICE Este pequeno documento normativo tem por objectivo facultar as ferramentas de melhor utilização do logótipo, por forma a que toda a envolvente à imagem seja normalizada e respeita- da. Assim, em poucas páginas resumimos tanto os itens base de não utilização como algumas possibilidades de utilização. Agradecemos o respeito destas normas por todos os seus utilizadores, tanto por entidades internas (tais como docentes, alunos, pessoal administrativo e direcção) como por entidades ex- ternas (tais como agências de publicidade e comunicação, orgãos da Convenção, entre outros). A autora, Ana Ramalho
  3. 3. 2 VERSÕES PRINCIPAIS VERSÃO “AO ALTO” VERSÃO “AO BAIXO” Criaram-se duas soluções básicas de contrução lettring/simbolo, por forma a preencher o maior leque de utilizações possivel. CMYK 30% Magenta; 100% Amarelo RGB Vermelho 253; Verde 185; Azul 19 CMYK 50% Magenta; 100% Amarelo RGB Vermelho 247; Verde 147; Azul 29 CMYK 80% Cião; 100% Amarelo RGB Vermelho 13; Verde 177; Azul 75 CMYK 100% Preto RGB Vermelho 35; Verde 31; Azul 32
  4. 4. UTILIZAÇÃO - A CORES Se o fundo é branco ou tem uma cor clara, o logotipo deve ser utilizado na sua versão base, a cores, tanto “ao baixo” como “ao alto”. Deixamos alguns exemplos de utilização. Fundo branco ou claro Quando temos fundos escuros ou fotos com texturas em cores fortes, devemos utilizar o logotipo em branco. Este caso deve acontecer apenas quando os fundos permitem um grande contraste com o branco. Esta possibilidade é exequível em programas de edição apenas. Fundos com cores fortes ou texturas
  5. 5. UTILIZAÇÃO - A PRETO No caso de se imprimir ou fotocopiar o logotipo em papel branco ou de cores claras, deverá usar-se sempre a versão a preto do mesmo, conforme passamos a exemplificar. Se for necessário imprimir documentos numa gráfica a uma cor que não o preto, existe uma versão de logotipo a verde, com o Pantone 363 U. Apenas é possivel utilizar em fundos brancos. Esta possibilidade é exequível somente em programas de edição. UTILIZAÇÃO - A UMA COR
  6. 6. Caderno de Normas Logotipo Ana Ramalho Agosto 2007

×