Tipos de Agregadores -ESPM 2010

427 visualizações

Publicada em

Trabalho academico criado por Kei, Kim e Thales

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
427
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos de Agregadores -ESPM 2010

  1. 1. Agregadores<br />Como é que eu vivia sem isso? <br />
  2. 2. No mundo já são mais de 1 bilhão de internautas.<br />No Brasil, somos mais de 60 milhões<br />Link: Impacto das mídias sociais<br />
  3. 3. Diariamente bilhões de conteúdos são postados na grande rede<br /> em todo mundo.<br />
  4. 4. Todos os anos, milhares de novidades tecnológicas surgem a cada dia.<br />A maioria delas, relacionadas a internet<br />
  5. 5. De tempos em tempos, novos aplicativos são criados para facilitar a sua vida<br />Programas que te fazem pensar “Como eu vivia sem isso?”<br />
  6. 6. E um novo tempo chegou...<br />
  7. 7. E um bom exemplo disso são os AGREGADORES<br />
  8. 8. Basicamente...<br />Os agregadores são site que possibilitam a TROCA DE CONTEÚDO por usuários com interesses em comum<br />Parece que há ainda certa INDEFINIÇÃO ao chamar programas e sites de AGREGADORES. <br />Mais parece que a Internet 2.0 nos trouxe tantas NOVIDADES que ainda estamos nos acostumando com tudo, e precisaremos de mais algum tempo se quisermos CLASSIFICÁ-LAS ou agrupá-las. Ou, por outro lado, estamos APRENDENDO que é simplesmente impossível classificá-las em um grupo só, já que interagem e dependem umas das outras para obter SUCESSO.<br />Na prática...<br />
  9. 9. Podemos dividir os Agregadores em 2 grupos:<br />Agregadores sociais (social bookmarkings)<br />podem ser considerados “agregadores” por permitirem a submissão de notícias pelos seus utilizadores. Ou seja, qualquer membro pode “upar” as notícias que julgar mais interessantes e, posteriormente, elas poderão ser votadas por outros utilizadores.<br />Apenas Agregadores <br />refere-se a programas e sites que funcionam como uma espécie de “Disco Virtual” para que os usuários guardem os arquivos de seu interesse. <br />Alguns exemplos...<br />
  10. 10. O PUTPLACE, permite que o usuário faça uploads dos seus arquivos de inúmeras formas, podendo até mesmo copiar as fotos da sua conta do Flickr, além dos filmes que estiverem em seu canal do Youtube. Há, também, a possibilidade do usuário instalar backup automático na máquina que preferir. A lógica é simples: ele acessa a máquina, escolhe as pastas e arquivos que quer monitorar e, ao fazê-lo, garante que as futuras alterações nesses espaços serão salvas automaticamente online. <br />
  11. 11. O MAGMA baseia-se na mesma lógica para conquistar usuários, mas aceita somente arquivos de vídeo. Ao fazer o rápido registro no Site, o usuário pode escolher upar os vídeos de grandes sites, como Youtube e Vimeo, seja através do link do vídeo, seja pelo nome de usuário que cadastrou nos sites. <br />
  12. 12. O FILEBOX é um site pensado para armazenar, organizer e publicar todo e qualquer arquivo de mídia eletrônica que o usuário julgar importante, sejam eles documentos, fotos ou vídeos. Assim, com um simples acesso, ele pode compartilhar tudo isso com seus amigos e família. Há, também, a possibilidade do uso “comercial” do programa, já que o usuário pode lucrar com links patrocinados, nos moldes dos utilizados no Youtube. O site leopoldomoreira.com exalta a praticidade do Filebox e suas diversas funcionalidades, já que o programa permite até a criação de listas de reprodução próprias dos arquivos de mídia dos usuários. Além disso, os arquivos são armazenados por um ano e o usuário tem à disposição 488 GB de espaço para uso gratuito.<br />
  13. 13. Sendo assim:<br />Os Agregadores vêm ganhando o seu espaço graças à sua utilidade e o grande objetivo de poupar tempo e facilitar a vida de seus usuários.<br />
  14. 14. <ul><li>São, sem a menor sombra de dúvida, exemplos pontuais e certeiros do poder da Internet 2.0, pois trazem na sua essência a necessidade de compartilhar e interagir.
  15. 15. Tanto os chamados Bookmarkings quanto os Agregadores simplesmente cresceriam sem a adesão e a constante participação dos usuários envolvidos, o que, por si só, já justifica o surgimento de tais ferramentas, e nos faz afirmar que muitos aprimoramentos ainda virão, tornando os Agregadores verdadeiros braços direitos do Internauta 2.0.</li></li></ul><li>E VOCÊ..? <br />VAI FICAR FORA DESSA??!<br />

×