SlideShare uma empresa Scribd logo

Projeto

Projeto pedagógico

1 de 4
Baixar para ler offline
Histórico da escola
A escola Estadual Waldemiro Peres Lustoza foi inaugurada em 02 de abril de 1986 como 1ᵃ
diretora e professora Maria Ferreira Reis.

A escola funciona com os ciclos básicos do ensino fundamental nos turnos matutino vespertino
e 6ᵃ 9ᵃ no turno noturno.
     ao ano

Quando foi construída tinha apenas um bloco com oito salas, após a 1ᵃ 1988, no governo
                                                                       em
do Sr. Amazonino Mendes e o secretário Jose Melo que a ampliou construindo quadra, pátio,
cozinha, mais 04 salas de aula e sala dos professores. Em 1996, fizeram serviços de pintura e
calçamento e em 2014 foram realizados pequenos reparos e instalações do sistemaem todas
as salas de aula.

O nome Waldemiro Peres Lustoza foi uma indicação e homenagem prestada pelo governo
Gilberto Mestrinho ao grande armador pelos serviços prestados ao Estado do Amazonas e em
vários governos.
A escola dos meus sonhos
A escola não cumpre seu papel a contento sem um projeto educativo que defina, entre outras
coisas, valores coletivos assumidos por ela. Isso deverá transparecer no seu relacionamento
com os funcionários, alunos, pais e comunidade onde está inclusa.

Conforme esses valores vão se tornando claros, todos os funcionários, e não apenas as equipes
pedagógicas, devem ser motivadas a segui-los.

Trabalhar em uma escola implica estar comprometida com seu objetivo maior: educar.

O projeto educativo é um processo contínuo, no qual professores, coordenadores e gestor (a)
discutem objetivos, conteúdos, estratégia e avaliação.

O trabalho pedagógico em grupo, sistemático, cria entre a equipe escolar um clima de
corresponsabilidade, um compromisso permanente com a qualidade do ensino.

Assim, a escola terá condições de encontrar sua personalidade cumprir seu papel informar e
formar, construindo o suporte para os alunos possam:

        Desenvolver suas capacidades;
        Desenvolver sua identidade pessoal e a socialização;
        Construir valores;

Ter acesso ao conhecimento que os preparam para uma atuação ética, crítica e a participativa
na sociedade, no âmbito cultural, social e político.

Valorizar a cultura de sua comunidade, a cultura brasileira e universal.

O professor continua a ser responsável pelo ensino em uma perspectiva mais ampla;

Ter consciência de que a aprendizagem deverá ser significativa para os alunos eles precisam
saber por que e para que estão aprendendo.

Propor problemas, desafios, que levam o aluno a elaborar hipóteses e experimentá-las.

Reconhecer as diferenças individuais e criar condições para que todos possam aprender.

Reconhecer que o erro faz parte do processo de aprendizagem. Intervir positivamente,
estimulando o aluno a reformular suas hipóteses até chegar ao resultado adequado.

Conhecer cada aluno, sua história de vida, seus conhecimentos prévios.

É papel do professor e da escola auxiliar o aluno a desenvolver capacidade, a superar limites, a
estabelecer relações de convívio social, a construir conhecimentos.

Existe hoje uma concepção consumista de cidadania (não ser enganada na compra de um bem
de consumo) e uma ideia oposta, do que uma concepção plena de cidadania, que consiste na
mobilização da sociedade para a conquista dos direitos anteriormente mencionados, que
devem ser garantidos pelo Estado. A Cidadania implica instituição e regras justas.
Cidadania e autonomia são atualmente duas categorias estratégicas de construção de uma
sociedade melhor em torno dos quais há frequentemente consenso. Essas categorias se
constituem hoje na base da sociedade da nossa identidade nacional, tão desejada, e tão
longínqua em razão do arraigado individualismo tanto de nossas elites quanto das fortes
corporações emergentes, ambas dependentes do Estado paternalista.

O movimento atual da chamada escola cidadã está inserido nesse novo contexto histórico de
busca de identidade nacional. E é justamente nesse cenário que vem se desenhando o projeto
e a realização prática da escola onde o individuo é o sujeito de sua aprendizagem em diversas
partes do país, como uma alternativa nova e emergente. Ela vem surgindo em numerosos
municípios e já se mostra nas preocupações dos dirigentes educacionais em diversos Estados
brasileiros.

Do movimento histórico cultural a que nos referimos estão surgindo alguns eixos norteadores:
a integração entre educação e cultural, escola e comunidade (educação multicultural e
comunitária); a democratização das relações de poder; o enfrentamento da questão da
repetência e da avaliação; a visão interdisciplinar e transdisciplinar e a formação permanente
dos educadores.

A interdisciplinaridade refere-se a estreita relação que as disciplinas mantêm entre si; a
transdisciplinar refere-se à superação das fronteiras existentes entre as disciplinas, indo,
portanto, além da interação e da reciprocidade existente entre as ciências.

A educação deve passar não apenas por uma melhoria da qualidade de ensino, mas por uma
transformação radical, exigência premente e concreta de uma mudança estrutural provocada
pela inevitável globalização da economia e das comunicações, pela revolução da informática a
ela associada pós-moderna.

Pensa em planejar a educação é parte essencial da reflexão sobre como realizar e organizar o
trabalho escolar. Isso significa encarar os problemas dessa instituição e do sistema educacional
como um todo, compreendo as relações institucionais, interpessoais e profissionais nelas
presentes; avaliando e ampliando a participação de diferentes atores em sua administração e
em sua gestão, assumindo a escola como instancia social de contradições que propiciam o
debate construtivo e, sobretudo, enquanto entidade que tem por principal missão possibilitar
aprendizagem e formar cidadãos.

Realizar os diversos planos e planejamento educacionais. A proposta pedagógica desta escola
pretende proporcionar à vivência democrática necessária a participação de todos os membros
da comunidade escolar, por isso, diagnosticamos através do rendimento final de 2010, com
índice de abandono de 11%, as ações deste projeto serão direcionadas para redução deste
número para o máximo 5%.

Este projeto tem como finalidade a estruturação e o desenvolvimento de práticas educativas
no biênio 2011/2012. Desta maneira nortearemos o processo educativo nesta instituição,
embasando nossas ações nos valores éticos e morais, destacando a solidariedade e a liberdade
com a responsabilidade.
As ações gerais foram delineadas com a participação de todos docente e representantes da
APMC, com intuito de modernizar e melhorar o processo ensino-aprendizagem e a gestão
escolar.

Recomendados

Ensaio aline modulo v
Ensaio aline modulo vEnsaio aline modulo v
Ensaio aline modulo vVania Mendes
 
A função Social da Escola
A função Social da EscolaA função Social da Escola
A função Social da Escolanadjelena
 
Função social da escola
Função social da escolaFunção social da escola
Função social da escolaJohnny Ribeiro
 
A função Social da Escola
A função Social da EscolaA função Social da Escola
A função Social da EscolaSued Oliveira
 
3. gestao organizacao trabalho-pedagogico (1)
3. gestao organizacao trabalho-pedagogico (1)3. gestao organizacao trabalho-pedagogico (1)
3. gestao organizacao trabalho-pedagogico (1)Josueyahoo
 
Web caderno-5
Web caderno-5Web caderno-5
Web caderno-5luci96
 
PRÁTICA PEDAGÓGICA III
PRÁTICA PEDAGÓGICA IIIPRÁTICA PEDAGÓGICA III
PRÁTICA PEDAGÓGICA IIIUFMA e UEMA
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da EducaçãoGestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da Educaçãoregicenci
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democráticaguestba32bfa
 
1. programa mais educação sp
1. programa mais educação sp1. programa mais educação sp
1. programa mais educação spUlisses Vakirtzis
 
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALO GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALchristianceapcursos
 
Gestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública municípioGestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública municípionilvacirilo
 
Orientação Educacional
Orientação EducacionalOrientação Educacional
Orientação Educacionaltanialins
 
75533776 orientacao-educacional-1a-apostila
75533776 orientacao-educacional-1a-apostila75533776 orientacao-educacional-1a-apostila
75533776 orientacao-educacional-1a-apostilaFabiano Mendonça
 
Apostila de práticas pedagogicas III
Apostila de práticas pedagogicas IIIApostila de práticas pedagogicas III
Apostila de práticas pedagogicas IIIUFMA e UEMA
 
06 gest edu_esc
06 gest edu_esc06 gest edu_esc
06 gest edu_escBricio29
 
Histórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacionalHistórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacionalwanuzaclaudett
 
Gestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao finalGestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao finalProfessora Josete
 
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014Adilson P Motta Motta
 
Projeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógicoProjeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógicoHeles Souza
 
Ensaio eronilde modulo v
Ensaio eronilde modulo vEnsaio eronilde modulo v
Ensaio eronilde modulo vVania Mendes
 

Mais procurados (20)

Gestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da EducaçãoGestão Democrática Da Educação
Gestão Democrática Da Educação
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Marco referencial trabalho em grupo
Marco referencial   trabalho em grupoMarco referencial   trabalho em grupo
Marco referencial trabalho em grupo
 
1. programa mais educação sp
1. programa mais educação sp1. programa mais educação sp
1. programa mais educação sp
 
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALO GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
 
Gestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública municípioGestão democrática da escola pública município
Gestão democrática da escola pública município
 
Orientação Educacional
Orientação EducacionalOrientação Educacional
Orientação Educacional
 
Conceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPPConceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPP
 
FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLAFUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
 
75533776 orientacao-educacional-1a-apostila
75533776 orientacao-educacional-1a-apostila75533776 orientacao-educacional-1a-apostila
75533776 orientacao-educacional-1a-apostila
 
Orientação educacional slide 2
Orientação educacional   slide 2Orientação educacional   slide 2
Orientação educacional slide 2
 
Apostila de práticas pedagogicas III
Apostila de práticas pedagogicas IIIApostila de práticas pedagogicas III
Apostila de práticas pedagogicas III
 
06 gest edu_esc
06 gest edu_esc06 gest edu_esc
06 gest edu_esc
 
Histórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacionalHistórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacional
 
Gestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao finalGestão democrática da escola pública ctba versao final
Gestão democrática da escola pública ctba versao final
 
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
 
Jornada apicum açu 1
Jornada apicum açu 1Jornada apicum açu 1
Jornada apicum açu 1
 
Projeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógicoProjeto politico pedagógico
Projeto politico pedagógico
 
O Papel Social da Escola
O Papel Social da EscolaO Papel Social da Escola
O Papel Social da Escola
 
Ensaio eronilde modulo v
Ensaio eronilde modulo vEnsaio eronilde modulo v
Ensaio eronilde modulo v
 

Destaque

Costs of software quality
Costs of software qualityCosts of software quality
Costs of software qualityPujiAgustin
 
Presentacionmusica
PresentacionmusicaPresentacionmusica
Presentacionmusicamcjessie
 
fast forword juni 2012
fast forword juni 2012fast forword juni 2012
fast forword juni 2012Mark Achten
 
Sensores RMoros
Sensores RMorosSensores RMoros
Sensores RMorosRogerdms
 
PROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJE
PROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJEPROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJE
PROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJEgemmamiron1987
 
Luis enrique perez matamoros 1 "C" civilizaciones
Luis enrique perez matamoros 1 "C" civilizacionesLuis enrique perez matamoros 1 "C" civilizaciones
Luis enrique perez matamoros 1 "C" civilizacionesluiseperezm
 
Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010
Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010
Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010Josefina Moreno
 
Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)
Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)
Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)poliphois
 
Les aliments- Sara et Fábio 7B
Les aliments- Sara et Fábio 7BLes aliments- Sara et Fábio 7B
Les aliments- Sara et Fábio 7Bmarie1961
 
Den Velsmurte udviklingsmaskine
Den Velsmurte udviklingsmaskineDen Velsmurte udviklingsmaskine
Den Velsmurte udviklingsmaskineBestBrains
 
I Antologia de Poetas Lusófonos
I Antologia de Poetas LusófonosI Antologia de Poetas Lusófonos
I Antologia de Poetas Lusófonoselvandroburity
 
Discussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacs
Discussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacsDiscussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacs
Discussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacsXplore Health
 
Pavarotti italy
Pavarotti italyPavarotti italy
Pavarotti italyJohny Jans
 
Colegio nacional pomasqui
Colegio nacional pomasquiColegio nacional pomasqui
Colegio nacional pomasquiMyrian Sanchez
 

Destaque (20)

Costs of software quality
Costs of software qualityCosts of software quality
Costs of software quality
 
Presentacionmusica
PresentacionmusicaPresentacionmusica
Presentacionmusica
 
fast forword juni 2012
fast forword juni 2012fast forword juni 2012
fast forword juni 2012
 
Ip
IpIp
Ip
 
Sensores RMoros
Sensores RMorosSensores RMoros
Sensores RMoros
 
Los sentidos
Los sentidosLos sentidos
Los sentidos
 
PROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJE
PROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJEPROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJE
PROPUESTA DE AMBIENTE DE APRENDIZAJE
 
A terra tema 7.
A terra tema 7.A terra tema 7.
A terra tema 7.
 
Mon ordinateur
Mon ordinateurMon ordinateur
Mon ordinateur
 
Luis enrique perez matamoros 1 "C" civilizaciones
Luis enrique perez matamoros 1 "C" civilizacionesLuis enrique perez matamoros 1 "C" civilizaciones
Luis enrique perez matamoros 1 "C" civilizaciones
 
Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010
Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010
Taaldorp woordenlijsten 10.12.2010
 
Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)
Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)
Fotopoema Becquer (Pacheco y Pellegrino)
 
Les aliments- Sara et Fábio 7B
Les aliments- Sara et Fábio 7BLes aliments- Sara et Fábio 7B
Les aliments- Sara et Fábio 7B
 
Den Velsmurte udviklingsmaskine
Den Velsmurte udviklingsmaskineDen Velsmurte udviklingsmaskine
Den Velsmurte udviklingsmaskine
 
I Antologia de Poetas Lusófonos
I Antologia de Poetas LusófonosI Antologia de Poetas Lusófonos
I Antologia de Poetas Lusófonos
 
Jorge
JorgeJorge
Jorge
 
Cadenas alumnos
Cadenas alumnosCadenas alumnos
Cadenas alumnos
 
Discussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacs
Discussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacsDiscussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacs
Discussion continuum - Qui paga per desenvolupar els fàrmacs
 
Pavarotti italy
Pavarotti italyPavarotti italy
Pavarotti italy
 
Colegio nacional pomasqui
Colegio nacional pomasquiColegio nacional pomasqui
Colegio nacional pomasqui
 

Semelhante a Projeto

Projeto político pedagógico
Projeto político pedagógicoProjeto político pedagógico
Projeto político pedagógicomauriliojr
 
Plano de Gstão Escola au santo
Plano de Gstão Escola au santoPlano de Gstão Escola au santo
Plano de Gstão Escola au santoLucio Lira
 
Relatoriopppunicid
RelatoriopppunicidRelatoriopppunicid
Relatoriopppunicidlillianmello
 
Apresentação do projeto
Apresentação do projetoApresentação do projeto
Apresentação do projetoJuciara Brito
 
Plano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_alicePlano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_aliceJesica Hencke
 
Plano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_alicePlano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_aliceJesica Hencke
 
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
Ppp 2012   3ª versão com assinaturasPpp 2012   3ª versão com assinaturas
Ppp 2012 3ª versão com assinaturasMarcos Lima
 
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolarProjeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolarstones De moura
 
Plano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdf
Plano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdfPlano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdf
Plano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdfAndriaGallo
 
Resumo da proposta de tempo integral
Resumo da proposta de tempo integralResumo da proposta de tempo integral
Resumo da proposta de tempo integralescolabeatriz
 

Semelhante a Projeto (20)

Projeto político pedagógico
Projeto político pedagógicoProjeto político pedagógico
Projeto político pedagógico
 
Plano de Gstão Escola au santo
Plano de Gstão Escola au santoPlano de Gstão Escola au santo
Plano de Gstão Escola au santo
 
Relatoriopppunicid
RelatoriopppunicidRelatoriopppunicid
Relatoriopppunicid
 
Apresentação do projeto
Apresentação do projetoApresentação do projeto
Apresentação do projeto
 
Plano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_alicePlano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_alice
 
Plano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_alicePlano de acao_escola_mundo_de_alice
Plano de acao_escola_mundo_de_alice
 
Manifesto pela educação
Manifesto pela educaçãoManifesto pela educação
Manifesto pela educação
 
Manifesto pela Educação
Manifesto pela EducaçãoManifesto pela Educação
Manifesto pela Educação
 
Documento PEDAGOGIA
Documento PEDAGOGIADocumento PEDAGOGIA
Documento PEDAGOGIA
 
P ua 03_just_ob
P ua 03_just_obP ua 03_just_ob
P ua 03_just_ob
 
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
Ppp 2012   3ª versão com assinaturasPpp 2012   3ª versão com assinaturas
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
 
Por uma educação humanizadora
Por uma educação humanizadoraPor uma educação humanizadora
Por uma educação humanizadora
 
Ppp
PppPpp
Ppp
 
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolarProjeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
 
Plano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdf
Plano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdfPlano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdf
Plano de Gestão da Escola NOSSA SENHORA AUXILIADORA (2).pdf
 
Secretariado
SecretariadoSecretariado
Secretariado
 
Secretariado
SecretariadoSecretariado
Secretariado
 
didatica ensino superior 2
didatica ensino superior 2didatica ensino superior 2
didatica ensino superior 2
 
Ensino médio
Ensino médioEnsino médio
Ensino médio
 
Resumo da proposta de tempo integral
Resumo da proposta de tempo integralResumo da proposta de tempo integral
Resumo da proposta de tempo integral
 

Último

Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioIsabelPereira2010
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Prime Assessoria
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIAHenrique Pontes
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...Prime Assessoria
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 

Último (20)

Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 

Projeto

  • 1. Histórico da escola A escola Estadual Waldemiro Peres Lustoza foi inaugurada em 02 de abril de 1986 como 1ᵃ diretora e professora Maria Ferreira Reis. A escola funciona com os ciclos básicos do ensino fundamental nos turnos matutino vespertino e 6ᵃ 9ᵃ no turno noturno. ao ano Quando foi construída tinha apenas um bloco com oito salas, após a 1ᵃ 1988, no governo em do Sr. Amazonino Mendes e o secretário Jose Melo que a ampliou construindo quadra, pátio, cozinha, mais 04 salas de aula e sala dos professores. Em 1996, fizeram serviços de pintura e calçamento e em 2014 foram realizados pequenos reparos e instalações do sistemaem todas as salas de aula. O nome Waldemiro Peres Lustoza foi uma indicação e homenagem prestada pelo governo Gilberto Mestrinho ao grande armador pelos serviços prestados ao Estado do Amazonas e em vários governos.
  • 2. A escola dos meus sonhos A escola não cumpre seu papel a contento sem um projeto educativo que defina, entre outras coisas, valores coletivos assumidos por ela. Isso deverá transparecer no seu relacionamento com os funcionários, alunos, pais e comunidade onde está inclusa. Conforme esses valores vão se tornando claros, todos os funcionários, e não apenas as equipes pedagógicas, devem ser motivadas a segui-los. Trabalhar em uma escola implica estar comprometida com seu objetivo maior: educar. O projeto educativo é um processo contínuo, no qual professores, coordenadores e gestor (a) discutem objetivos, conteúdos, estratégia e avaliação. O trabalho pedagógico em grupo, sistemático, cria entre a equipe escolar um clima de corresponsabilidade, um compromisso permanente com a qualidade do ensino. Assim, a escola terá condições de encontrar sua personalidade cumprir seu papel informar e formar, construindo o suporte para os alunos possam: Desenvolver suas capacidades; Desenvolver sua identidade pessoal e a socialização; Construir valores; Ter acesso ao conhecimento que os preparam para uma atuação ética, crítica e a participativa na sociedade, no âmbito cultural, social e político. Valorizar a cultura de sua comunidade, a cultura brasileira e universal. O professor continua a ser responsável pelo ensino em uma perspectiva mais ampla; Ter consciência de que a aprendizagem deverá ser significativa para os alunos eles precisam saber por que e para que estão aprendendo. Propor problemas, desafios, que levam o aluno a elaborar hipóteses e experimentá-las. Reconhecer as diferenças individuais e criar condições para que todos possam aprender. Reconhecer que o erro faz parte do processo de aprendizagem. Intervir positivamente, estimulando o aluno a reformular suas hipóteses até chegar ao resultado adequado. Conhecer cada aluno, sua história de vida, seus conhecimentos prévios. É papel do professor e da escola auxiliar o aluno a desenvolver capacidade, a superar limites, a estabelecer relações de convívio social, a construir conhecimentos. Existe hoje uma concepção consumista de cidadania (não ser enganada na compra de um bem de consumo) e uma ideia oposta, do que uma concepção plena de cidadania, que consiste na mobilização da sociedade para a conquista dos direitos anteriormente mencionados, que devem ser garantidos pelo Estado. A Cidadania implica instituição e regras justas.
  • 3. Cidadania e autonomia são atualmente duas categorias estratégicas de construção de uma sociedade melhor em torno dos quais há frequentemente consenso. Essas categorias se constituem hoje na base da sociedade da nossa identidade nacional, tão desejada, e tão longínqua em razão do arraigado individualismo tanto de nossas elites quanto das fortes corporações emergentes, ambas dependentes do Estado paternalista. O movimento atual da chamada escola cidadã está inserido nesse novo contexto histórico de busca de identidade nacional. E é justamente nesse cenário que vem se desenhando o projeto e a realização prática da escola onde o individuo é o sujeito de sua aprendizagem em diversas partes do país, como uma alternativa nova e emergente. Ela vem surgindo em numerosos municípios e já se mostra nas preocupações dos dirigentes educacionais em diversos Estados brasileiros. Do movimento histórico cultural a que nos referimos estão surgindo alguns eixos norteadores: a integração entre educação e cultural, escola e comunidade (educação multicultural e comunitária); a democratização das relações de poder; o enfrentamento da questão da repetência e da avaliação; a visão interdisciplinar e transdisciplinar e a formação permanente dos educadores. A interdisciplinaridade refere-se a estreita relação que as disciplinas mantêm entre si; a transdisciplinar refere-se à superação das fronteiras existentes entre as disciplinas, indo, portanto, além da interação e da reciprocidade existente entre as ciências. A educação deve passar não apenas por uma melhoria da qualidade de ensino, mas por uma transformação radical, exigência premente e concreta de uma mudança estrutural provocada pela inevitável globalização da economia e das comunicações, pela revolução da informática a ela associada pós-moderna. Pensa em planejar a educação é parte essencial da reflexão sobre como realizar e organizar o trabalho escolar. Isso significa encarar os problemas dessa instituição e do sistema educacional como um todo, compreendo as relações institucionais, interpessoais e profissionais nelas presentes; avaliando e ampliando a participação de diferentes atores em sua administração e em sua gestão, assumindo a escola como instancia social de contradições que propiciam o debate construtivo e, sobretudo, enquanto entidade que tem por principal missão possibilitar aprendizagem e formar cidadãos. Realizar os diversos planos e planejamento educacionais. A proposta pedagógica desta escola pretende proporcionar à vivência democrática necessária a participação de todos os membros da comunidade escolar, por isso, diagnosticamos através do rendimento final de 2010, com índice de abandono de 11%, as ações deste projeto serão direcionadas para redução deste número para o máximo 5%. Este projeto tem como finalidade a estruturação e o desenvolvimento de práticas educativas no biênio 2011/2012. Desta maneira nortearemos o processo educativo nesta instituição, embasando nossas ações nos valores éticos e morais, destacando a solidariedade e a liberdade com a responsabilidade.
  • 4. As ações gerais foram delineadas com a participação de todos docente e representantes da APMC, com intuito de modernizar e melhorar o processo ensino-aprendizagem e a gestão escolar.