MEL 
Feito por: Kelwin Souza
O QUE É MEL ? 
 O mel é um produto milenar produzido pelas abelhas a partir 
do néctar que coletam das flores. 
 As abel...
SOBRE O MEL 
 O mel é um alimento de fácil digestão, pois foi pré digerido 
pelas abelhas, constituindo uma excelente fon...
COMPOSIÇÕES DO MEL: 
 Em 100 gramas de mel (com 328 calorias) você encontra 
17,2% de água, 0,4 a 0,8% de proteínas, 81,3...
PORQUE O MEL CRISTALIZA ? 
 A cristalização do mel depende dos seguintes fatores: 
1º fator: Origem Floral, que depende d...
OS TIPOS DE MEL : 
O sabor e o aroma do mel irão variar de acordo com as floradas, 
definidas a partir do tipo de flor que...
 Mel de Flor de Eucalipto: Possui um sabor mais forte. É 
interessante para o tratamento auxiliar e alivio de infecções 
...
PORQUE EXISTE MEL CLARO E MEL 
ESCURO ? 
 A coloração do mel é nomeada de acordo com as diferentes 
plantas visitadas pel...
PRODUÇÃO DE MEL NO BRASIL: 
 Segundo dados do IBGE, o país alcançou 38 mil toneladas 
de mel em 2009. A preferência desse...
REFERÊNCIAS 
 http://bloguedomel.blogspot.com.br/search/label/MEL 
 http://www.sebrae2014.com.br/Sebrae/Sebrae%202014/Es...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mel

1.815 visualizações

Publicada em

Tudo sobre o Mel

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mel

  1. 1. MEL Feito por: Kelwin Souza
  2. 2. O QUE É MEL ?  O mel é um produto milenar produzido pelas abelhas a partir do néctar que coletam das flores.  As abelhas operárias coletam o néctar das flores, que é uma substância açucarada, e o levam para a colméia.  Quando chegam na colméia transferem esse néctar coletado para a boca de outra abelha que sucessivamente transfere para outra abelha. Assim o néctar vai sofrendo perda de umidade e a quebra das moléculas de açúcar do néctar, pré digerindo-o.  Após esse processo o mel elaborado pelas abelhas é depositado nos favos da colméia e tampado com uma fina película de cera. Desta forma, o mel estará pronto para ser consumido.
  3. 3. SOBRE O MEL  O mel é um alimento de fácil digestão, pois foi pré digerido pelas abelhas, constituindo uma excelente fonte de energia.  O mel é importante como alimento para o equilíbrio dos processos biológicos do corpo humano.  Contém em proporções equilibradas: fermentos, vitaminas, minerais, ácidos e aminoácidos, semelhantes a hormônios, substâncias bactericidas e aromáticas.
  4. 4. COMPOSIÇÕES DO MEL:  Em 100 gramas de mel (com 328 calorias) você encontra 17,2% de água, 0,4 a 0,8% de proteínas, 81,3% de açucares, entre eles 38,19% frutose, 31,28% glucose, 5,0% sacarose, 6,83% maltose e outros dissacarídeos, o resto amido e outros polissacarídeos.  A eles se agregam as vitaminas, sais minerais, oligoelementos, substâncias bactericidas, como: vitamina C, sódio, potássio, cálcio, manganês, ferro, cobre, fósforo, enxofre e outras substâncias em pequenas quantidades, mas com efeitos certos a favor do organismo.  Estão presentes no mel também outras vitaminas importantes, como são: tiamina (Vit. B1), riboflavina (Vit. B2), piridoxina (Vit. B6), ácido pantotênico, ácido nicotínico (Vit. PP), ácido fólico.
  5. 5. PORQUE O MEL CRISTALIZA ?  A cristalização do mel depende dos seguintes fatores: 1º fator: Origem Floral, que depende da flor que a abelha visitou. - As flores fornecem diferentes tipos de néctar, algumas produzem néctar com maior facilidade para cristalizar.  Um exemplo é o mel da flor do nabo forrageiro que cristaliza muito rápido, já o mel da flor da laranjeira, tende a demorar mais para cristalizar. 2º fator: Temperatura ambiente. - O frio favorece a cristalização do mel, em temperaturas muito baixas e constantes ocorre com mais rapidez a cristalização.  Guardar o mel em geladeira acelera a cristalização. 3º fator: Umidade no mel. - Quanto menor o teor de umidade no mel maior a facilidade para cristalizar.
  6. 6. OS TIPOS DE MEL : O sabor e o aroma do mel irão variar de acordo com as floradas, definidas a partir do tipo de flor que a abelha coleta o néctar para produzir este doce. Alguns benefícios do mel podem ser mais fortes em determinados tipos do que em outros. Confira os principais tipos de mel consumidos no Brasil:  Mel Silvestre: este é o mais ingerido no Brasil e é proveniente de diversas flores. É considerado interessante para a pele, vias respiratórias, tem efeito antioxidante e propriedades calmantes.
  7. 7.  Mel de Flor de Eucalipto: Possui um sabor mais forte. É interessante para o tratamento auxiliar e alivio de infecções intestinais, vias urinárias e doenças respiratórias.  Mel de assa-peixe: Possui aroma e sabor agradáveis e possui efeito calmante e expectorante.  Mel de Flor de Laranjeira: Conta com sabor suave e regula a função intestinal e tem efeito calmante.
  8. 8. PORQUE EXISTE MEL CLARO E MEL ESCURO ?  A coloração do mel é nomeada de acordo com as diferentes plantas visitadas pelas abelhas de onde o néctar foi coletado por elas, por exemplo: mel de assa peixe, mel de flor de laranjeira, mel de eucalipto, mel silvestre, etc.  O mel da flor de assa-peixe é muito claro quase incolor, o da flor de laranjeira é laranja-amarelo, o mel da flor de eucalipto é escuro, o mel silvestre pode ser escuro ou até mais claro que o mel da laranjeira.  Segundo sua tonalidade, o mel será classificado em cinco tipos: Branco d’água, laranja-amarelo (âmbar), dourado, vermelho ou pardo.
  9. 9. PRODUÇÃO DE MEL NO BRASIL:  Segundo dados do IBGE, o país alcançou 38 mil toneladas de mel em 2009. A preferência desse público por produtos orgânicos coloca o Brasil em posição de vantagem em relação aos demais concorrentes, uma vez que o país possui uma abelha bastante resistente a doenças, tornando desnecessária a utilização de defensivos, antibióticos, caricidas. Consequência ou não da necessidade externa, o volume total da produção brasileira quase dobrou entre 1999 e 2009, colocando o Brasil entre os 10 (dez) maiores produtores do mundo.
  10. 10. REFERÊNCIAS  http://bloguedomel.blogspot.com.br/search/label/MEL  http://www.sebrae2014.com.br/Sebrae/Sebrae%202014/Est udos%20e%20Pesquisas/2014_06_06_RT_Agroneg%C3% B3cio_Oportunidades_para_o_mercado_de_mel.pdf

×