SlideShare uma empresa Scribd logo

Plano Aula Completo

1 de 6
Baixar para ler offline
Projeto:


      o Meio ambiente e eu

Aplicado na Escola Municipal de Educação Básica General Osório



Turmas: 4 e 5 séries



Professora Regente: Vera



Acadêmicas: Anelise Salvador

             Raquel Aline Zanini



Telefones para Contato: 9651 4964 Raquel
3642 6747 Anelise



Instituição: UNIASSELVI




INTRODUÇÃO


        A principal função deste trabalho é contribuir para a formação de cidadãos
conscientes, aptos a decidirem e atuarem na realidade sócio-ambiental, de modo
comprometido com a vida, com o seu próprio bem-estar e o da sociedade local e
global.
        Para se alcançar este objetivo é necessário levar aos alunos informações e
conceitos, é preciso trabalhar também com a formação de valores e atitudes que
sejam efetivos em suas funções, transformando a realidade de cada um.
        Assim, com o intuito de fazer valer nossos anseios elaborou-se o projeto “ O
Meio Ambiente e Eu”, em que a criança passa a ver a correlação dela com o meio e
como um influencia ao outro de forma direta.


OBJETIVOS

- DESPERTAR a conscientização a respeito da importância da Preservação do Meio
Ambiente;
- MOSTRAR a correlação direta entre o ser e o meio em que vive;
- COMPREENDER a origem da vida;
- OBSERVAR como o meio ambiente influencia nossa alimentação;
- LEVAR a correlação meio ambiente e saúde a fim de dinamizar a melhora de
ambos;
- UTILIZAR a reciclagem como um recurso de preservação do meio ambiente;
- DEMONSTRAR a necessidade do reaproveitamento do lixo por meio da reciclagem
e os inúmeros benefícios desta atitude para a sociedade;
- TORNAR a reciclagem algo efetivo na vida dos alunos através de oficinas com
materiais recicláveis (sucatas encontradas no meio em que vivem).


AVALIAÇÃO

       A avaliação deste projeto se dará constantemente, e não sendo voltada
apenas para o aluno, mas sim primeiramente para o projeto, observando se a prática
adotada está sendo efetivano ensino. Essa consciência foi desenvolvida embasada
primeiramente nos PCNs e também em Fontoura (1966, p. 17), que coloca
                     se a escola existe para a criança [... ] não se pode dizer que houve ensino
                     quando não houve aprendizagem. Se os alunos não aprenderam, o
                     professor falou, conversou, fez conferência, tudo que se quiser, mas não
                     ensinou. O que mede o ensino do professor é a aprendizagem do aluno.

       Assim, compreendemos que a prática educacional deve ser orientada
conforme as necessidades dos alunos e não a vontade do professor. É necessário
seguir um roteiro indicativo de objetivos e metas a serem alcançados, porém não se
deve vislumbrar apenas aquilo que, primeiramente, foi colocado no papel, é
necessário ao professor sensibilidade para compreender a necessidade de cada
aluno.

      Não se pode falar em “ensinar” quando o professor apenas falou, e na
verdade os alunos não aprenderam nada, neste ponto entra a avaliação a fim de
observar se aquilo que lhes foi passado foi compreendido e absorvido, sendo que
assim pode-se dizer que tudo aquilo que pretendíamos foi verdadeiramente
ensinado.



ATIVIDADES PROPOSTAS

   •   1° dia  MEIO AMBIENTE – FORMAÇÃO (quarta)
Nosso intuito para primeira aula é apresentar o tema, e lavar as crianças a
compreenderem o histórico de nosso Planeta, como tudo se formou e como tudo
DEVERIA ser.

     levá-los a observar como está o ambiente em que eles vivem e o que eles
podem fazer para mudar isso e porque.



        História: bíblica e científica (ver fato bíblico)

       Folha A4 com as fotos da história

       Avaliação: Álbum sanfonado montado pelos alunos, para depois entregar
       para alguém, contendo desenhos da historia contada pela professora;

                  Quebra-cabeça com as gravuras da história da formação.

        Ciências: Poluição (cartazes) comparação como é o meio ambiente e
          como seria o meio ambiente agradável;

        Português: letra de música “Terra Planeta Água” ou poesia

        Vídeo TV CULTURA sobre meio ambiente  passado e presente




   •   2º Dia  ALIMENTAÇÃO (quinta)



      Levar as crianças a compreenderem como a poluição e o mau cuidado da
meio ambiente influenciam nossa alimentação: na qualidade e quantidade dos
alimentos, nos cuidados que devemos ter atualmente com aquilo que preparamos
para comer.



        Texto poluição x alimentação

        Gibi Emília alimentação

        Jogo memória de frutas

        Jogo alfabeto dos alimentos saudáveis



   •   3º dia  SAÚDE (sexta)
Interligar o meio ambiente e a sua preservação com os benefícios para nossa
    saúde. Mostrar como tudo aquilo que o meio nos fornece é benéfico para nós,
    mas como temos destruído isto.



     Horta: o porque de se fazer

     Higiene

     Como poluição afeta a saúde

     Água poluída

     Ar com muita fumaça




•   4º dia  RECICLAGEM (segunda)

    Após mostrar todos estes malefícios, apresentaremos as criança uma das
    opções a seu alcance na preservação, a reciclagem, ensinaremos elas a
    montarem brinquedos e um presente para o papai através de materiais que
    são jogados fora em nossas casas.



     Vaso de flor

     Bolsa

     Porta-chaves




•   5º dia GINCANA (terça)

    Neste dia pretendemos acima de tudo avaliar todo o trabalho desenvolvido
    durante a semana, assim faremos atividades mais lúdicas e recreativas, pois
    é desta forma que a criança realmente fixa o que lhe foi ensinado.



     Jogo tabuleiro

     Qual é a resposta certa

     Defenda esta causa!
Plano Aula Completo

Recomendados

PARC_2022_PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO.pdf
PARC_2022_PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO.pdfPARC_2022_PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO.pdf
PARC_2022_PROCEDIMENTOS DE APLICAÇÃO.pdfWandersonSantana17
 
Slides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresSlides da reunião com professores
Slides da reunião com professoresdriminas
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA EJA-CARUTAPERA
RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA EJA-CARUTAPERARELATÓRIO DE ESTÁGIO NA EJA-CARUTAPERA
RELATÓRIO DE ESTÁGIO NA EJA-CARUTAPERAUFMA e UEMA
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014Solange Coutinho
 
EMEI PQ'Ninos - Sacola da leitura
EMEI PQ'Ninos - Sacola da leituraEMEI PQ'Ninos - Sacola da leitura
EMEI PQ'Ninos - Sacola da leituraSMEC PANAMBI-RS
 
Contrato pedagógico
Contrato pedagógicoContrato pedagógico
Contrato pedagógicojosihy
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Arivaldom
 
Resenha crítica do filme como estrelas na terra
Resenha crítica do filme como estrelas na terraResenha crítica do filme como estrelas na terra
Resenha crítica do filme como estrelas na terraLeonardo Costa Leonardo
 
Relatório de estágio 11 (reparado) (1)
Relatório de estágio  11 (reparado) (1)Relatório de estágio  11 (reparado) (1)
Relatório de estágio 11 (reparado) (1)Natália Ferreira
 
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10Ricardo Silva
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorgesluannagorges
 
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoDISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de paisColmanetti
 
Ler e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lerner
Ler e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lernerLer e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lerner
Ler e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lernerMonica Oliveira
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPwww.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Planejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e junioresPlanejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e junioresGrazy P
 
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasQuadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasCristiano Pereira
 
Educação inclusiva compreende a educação especial
Educação inclusiva compreende a educação  especialEducação inclusiva compreende a educação  especial
Educação inclusiva compreende a educação especialdilaina maria araujo maria
 

Mais procurados (20)

Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
 
Folder i jornada pedagógica 2013
Folder  i jornada pedagógica 2013Folder  i jornada pedagógica 2013
Folder i jornada pedagógica 2013
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Resenha crítica do filme como estrelas na terra
Resenha crítica do filme como estrelas na terraResenha crítica do filme como estrelas na terra
Resenha crítica do filme como estrelas na terra
 
Relatório de estágio 11 (reparado) (1)
Relatório de estágio  11 (reparado) (1)Relatório de estágio  11 (reparado) (1)
Relatório de estágio 11 (reparado) (1)
 
Projeto Copa do Mundo
Projeto Copa do MundoProjeto Copa do Mundo
Projeto Copa do Mundo
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 
Diário de bordo
Diário de bordoDiário de bordo
Diário de bordo
 
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
Aula nota 10 - 49 técnicas para ser um professor nota 10
 
Resumo aula nota 10
Resumo   aula nota 10Resumo   aula nota 10
Resumo aula nota 10
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorges
 
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoDISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
 
1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais1 apresentação reunião de pais
1 apresentação reunião de pais
 
Ler e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lerner
Ler e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lernerLer e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lerner
Ler e escrever na escola o real o possivel e o necessario delia lerner
 
O curriculo
O curriculoO curriculo
O curriculo
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Planejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e junioresPlanejamento ministerio de crianças e juniores
Planejamento ministerio de crianças e juniores
 
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências PedagógicasQuadro sinopse das Tendências Pedagógicas
Quadro sinopse das Tendências Pedagógicas
 
Perfil do professor do futuro
Perfil do professor do futuroPerfil do professor do futuro
Perfil do professor do futuro
 
Educação inclusiva compreende a educação especial
Educação inclusiva compreende a educação  especialEducação inclusiva compreende a educação  especial
Educação inclusiva compreende a educação especial
 

Destaque

Plano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambientePlano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambienteafrinha
 
Plano de aula 1º ano b
Plano de aula 1º ano bPlano de aula 1º ano b
Plano de aula 1º ano bAndré Moraes
 
Plano de aula: Trabalhando sobre Meio Ambiente
Plano de aula: Trabalhando sobre Meio AmbientePlano de aula: Trabalhando sobre Meio Ambiente
Plano de aula: Trabalhando sobre Meio Ambienteaneelise123
 
Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...
Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...
Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...Alcicleide Alexandre
 
Plano de aula educacao fisica
Plano de aula    educacao fisicaPlano de aula    educacao fisica
Plano de aula educacao fisicaivanetesantos
 
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondComo fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Plano anual do 1º ano 2014
Plano anual do 1º ano 2014Plano anual do 1º ano 2014
Plano anual do 1º ano 2014Graça Sousa
 
Plano De Marketing
Plano De MarketingPlano De Marketing
Plano De Marketingcassian0
 
Plano de aula t02
Plano de aula   t02Plano de aula   t02
Plano de aula t02janainaa95
 
Anexo modelo plano de aula
Anexo modelo plano de aulaAnexo modelo plano de aula
Anexo modelo plano de aularamos_unicap
 

Destaque (20)

Plano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambientePlano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambiente
 
Plano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambientePlano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambiente
 
Planos de aula
Planos de aulaPlanos de aula
Planos de aula
 
Plano de aula pronto
Plano de aula prontoPlano de aula pronto
Plano de aula pronto
 
Plano de aula 1º ano b
Plano de aula 1º ano bPlano de aula 1º ano b
Plano de aula 1º ano b
 
Exemplo. plano de aula
Exemplo. plano de aulaExemplo. plano de aula
Exemplo. plano de aula
 
Plano de aula moradia
Plano de aula moradiaPlano de aula moradia
Plano de aula moradia
 
Plano de aula: Trabalhando sobre Meio Ambiente
Plano de aula: Trabalhando sobre Meio AmbientePlano de aula: Trabalhando sobre Meio Ambiente
Plano de aula: Trabalhando sobre Meio Ambiente
 
Meio ambiente aula 2 ano.
Meio ambiente aula 2 ano.Meio ambiente aula 2 ano.
Meio ambiente aula 2 ano.
 
Copia de plano_de_aula
Copia de plano_de_aulaCopia de plano_de_aula
Copia de plano_de_aula
 
Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...
Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...
Plano de Aula de Geografia para turma de 4º e 5º Ano - Ensino Fundamental | T...
 
Plano de aula educacao fisica
Plano de aula    educacao fisicaPlano de aula    educacao fisica
Plano de aula educacao fisica
 
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondComo fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
 
Plano anual do 1º ano 2014
Plano anual do 1º ano 2014Plano anual do 1º ano 2014
Plano anual do 1º ano 2014
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
 
Vi plano de aula pronto
Vi plano de aula  prontoVi plano de aula  pronto
Vi plano de aula pronto
 
Membrana
MembranaMembrana
Membrana
 
Plano De Marketing
Plano De MarketingPlano De Marketing
Plano De Marketing
 
Plano de aula t02
Plano de aula   t02Plano de aula   t02
Plano de aula t02
 
Anexo modelo plano de aula
Anexo modelo plano de aulaAnexo modelo plano de aula
Anexo modelo plano de aula
 

Semelhante a Plano Aula Completo

Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016Anderson Ramos
 
Projeto alimentação 2012 ji 304 norte
Projeto alimentação 2012   ji 304 norteProjeto alimentação 2012   ji 304 norte
Projeto alimentação 2012 ji 304 norteSUZANASALOMAO
 
Projeto alimentação 2012 ji 304 norte
Projeto alimentação 2012   ji 304 norteProjeto alimentação 2012   ji 304 norte
Projeto alimentação 2012 ji 304 norteSUZANASALOMAO
 
Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136cacau flamengo
 
A importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais
A importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciaisA importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais
A importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciaisJunior Pereira
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalRenofio
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalLangoni
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalRenofio
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalRenofio
 
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfPROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfsilvana938032
 
Revista com as devidas correções
Revista   com as devidas correçõesRevista   com as devidas correções
Revista com as devidas correçõesAgreste Casinhas
 
Projeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande RabaneteProjeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande RabaneteLakalondres
 
Artigo revista agenda_21
Artigo revista agenda_21Artigo revista agenda_21
Artigo revista agenda_21Daniela Menezes
 

Semelhante a Plano Aula Completo (20)

Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
 
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016
 
Projeto alimentação 2012 ji 304 norte
Projeto alimentação 2012   ji 304 norteProjeto alimentação 2012   ji 304 norte
Projeto alimentação 2012 ji 304 norte
 
Projeto alimentação 2012 ji 304 norte
Projeto alimentação 2012   ji 304 norteProjeto alimentação 2012   ji 304 norte
Projeto alimentação 2012 ji 304 norte
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136
 
A importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais
A importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciaisA importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais
A importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais
 
Projeto Agrinho 2012
Projeto Agrinho 2012Projeto Agrinho 2012
Projeto Agrinho 2012
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfPROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
 
Revista PRODAC 2014
Revista PRODAC 2014Revista PRODAC 2014
Revista PRODAC 2014
 
Revista com as devidas correções
Revista   com as devidas correçõesRevista   com as devidas correções
Revista com as devidas correções
 
Projeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande RabaneteProjeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande Rabanete
 
Apresentação projeto ra ivone
Apresentação projeto ra ivoneApresentação projeto ra ivone
Apresentação projeto ra ivone
 
Artigo revista agenda_21
Artigo revista agenda_21Artigo revista agenda_21
Artigo revista agenda_21
 

Último

1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 

Plano Aula Completo

  • 1. Projeto: o Meio ambiente e eu Aplicado na Escola Municipal de Educação Básica General Osório Turmas: 4 e 5 séries Professora Regente: Vera Acadêmicas: Anelise Salvador Raquel Aline Zanini Telefones para Contato: 9651 4964 Raquel
  • 2. 3642 6747 Anelise Instituição: UNIASSELVI INTRODUÇÃO A principal função deste trabalho é contribuir para a formação de cidadãos conscientes, aptos a decidirem e atuarem na realidade sócio-ambiental, de modo comprometido com a vida, com o seu próprio bem-estar e o da sociedade local e global. Para se alcançar este objetivo é necessário levar aos alunos informações e conceitos, é preciso trabalhar também com a formação de valores e atitudes que sejam efetivos em suas funções, transformando a realidade de cada um. Assim, com o intuito de fazer valer nossos anseios elaborou-se o projeto “ O Meio Ambiente e Eu”, em que a criança passa a ver a correlação dela com o meio e como um influencia ao outro de forma direta. OBJETIVOS - DESPERTAR a conscientização a respeito da importância da Preservação do Meio
  • 3. Ambiente; - MOSTRAR a correlação direta entre o ser e o meio em que vive; - COMPREENDER a origem da vida; - OBSERVAR como o meio ambiente influencia nossa alimentação; - LEVAR a correlação meio ambiente e saúde a fim de dinamizar a melhora de ambos; - UTILIZAR a reciclagem como um recurso de preservação do meio ambiente; - DEMONSTRAR a necessidade do reaproveitamento do lixo por meio da reciclagem e os inúmeros benefícios desta atitude para a sociedade; - TORNAR a reciclagem algo efetivo na vida dos alunos através de oficinas com materiais recicláveis (sucatas encontradas no meio em que vivem). AVALIAÇÃO A avaliação deste projeto se dará constantemente, e não sendo voltada apenas para o aluno, mas sim primeiramente para o projeto, observando se a prática adotada está sendo efetivano ensino. Essa consciência foi desenvolvida embasada primeiramente nos PCNs e também em Fontoura (1966, p. 17), que coloca se a escola existe para a criança [... ] não se pode dizer que houve ensino quando não houve aprendizagem. Se os alunos não aprenderam, o professor falou, conversou, fez conferência, tudo que se quiser, mas não ensinou. O que mede o ensino do professor é a aprendizagem do aluno. Assim, compreendemos que a prática educacional deve ser orientada conforme as necessidades dos alunos e não a vontade do professor. É necessário seguir um roteiro indicativo de objetivos e metas a serem alcançados, porém não se deve vislumbrar apenas aquilo que, primeiramente, foi colocado no papel, é necessário ao professor sensibilidade para compreender a necessidade de cada aluno. Não se pode falar em “ensinar” quando o professor apenas falou, e na verdade os alunos não aprenderam nada, neste ponto entra a avaliação a fim de observar se aquilo que lhes foi passado foi compreendido e absorvido, sendo que assim pode-se dizer que tudo aquilo que pretendíamos foi verdadeiramente ensinado. ATIVIDADES PROPOSTAS • 1° dia  MEIO AMBIENTE – FORMAÇÃO (quarta)
  • 4. Nosso intuito para primeira aula é apresentar o tema, e lavar as crianças a compreenderem o histórico de nosso Planeta, como tudo se formou e como tudo DEVERIA ser. levá-los a observar como está o ambiente em que eles vivem e o que eles podem fazer para mudar isso e porque.  História: bíblica e científica (ver fato bíblico) Folha A4 com as fotos da história Avaliação: Álbum sanfonado montado pelos alunos, para depois entregar para alguém, contendo desenhos da historia contada pela professora; Quebra-cabeça com as gravuras da história da formação.  Ciências: Poluição (cartazes) comparação como é o meio ambiente e como seria o meio ambiente agradável;  Português: letra de música “Terra Planeta Água” ou poesia  Vídeo TV CULTURA sobre meio ambiente  passado e presente • 2º Dia  ALIMENTAÇÃO (quinta) Levar as crianças a compreenderem como a poluição e o mau cuidado da meio ambiente influenciam nossa alimentação: na qualidade e quantidade dos alimentos, nos cuidados que devemos ter atualmente com aquilo que preparamos para comer.  Texto poluição x alimentação  Gibi Emília alimentação  Jogo memória de frutas  Jogo alfabeto dos alimentos saudáveis • 3º dia  SAÚDE (sexta)
  • 5. Interligar o meio ambiente e a sua preservação com os benefícios para nossa saúde. Mostrar como tudo aquilo que o meio nos fornece é benéfico para nós, mas como temos destruído isto.  Horta: o porque de se fazer  Higiene  Como poluição afeta a saúde  Água poluída  Ar com muita fumaça • 4º dia  RECICLAGEM (segunda) Após mostrar todos estes malefícios, apresentaremos as criança uma das opções a seu alcance na preservação, a reciclagem, ensinaremos elas a montarem brinquedos e um presente para o papai através de materiais que são jogados fora em nossas casas.  Vaso de flor  Bolsa  Porta-chaves • 5º dia GINCANA (terça) Neste dia pretendemos acima de tudo avaliar todo o trabalho desenvolvido durante a semana, assim faremos atividades mais lúdicas e recreativas, pois é desta forma que a criança realmente fixa o que lhe foi ensinado.  Jogo tabuleiro  Qual é a resposta certa  Defenda esta causa!