II CBEP
CIRCUITO BATISTANO DE
ESTUDOS PEDAGÓGICOS
2010
DEFINIÇÃO:
GRAPHOS = grafia, escrita
LOGOS ou LOGIA = estudo
É um instrumento de apoio técnico que projeta
através da letr...
PARA QUE SERVE ?
Para analisar o comportamento e revelar a forma
de ser, agir e pensar de quem escreve.
ONDE É APLICADA ?
• Recursos Humanos;
• Medicina, Psiquiatria, Psicologia;
• Criminologia;
• Orientação Educacional e Voca...
1. ELEMENTOS DE
ANÁLISE
GRAFOLÓGICA
1.1. ZONAS GRÁFICAS
• SUPERIOR (SUPEREGO): poder de autocontrole
dos instintos, superioridade moral e intelectual,
aspiraç...
EXEMPLO:
1.2. LIGAÇÃO DA ESCRITA
• LIGADA (CURSIVA): função racional.
• DESLIGADA (IMPRENSA): função irracional
• AGRUPADA (MISTA): funções racional e
irracional operando simultaneamente.
1.3. INCLINAÇÃO
• À ESQUERDA: introversão, subjetividade.
• À DIREITA: extroversão, objetividade.
• PERPENDICULAR: equilíb...
1.4. PRESSÃO
• FORTE: stress emocional, insegurança,
passionalidade.
• LEVE: dificuldade de organização decorrente das
múl...
2. PRINCIPAIS FORMAS
GRAFOLÓGICAS
CALIGRÁFICA
• Reproduz o modelo escolar. Desejo de ordem,
clareza, precisão e organização. Adaptação
formal e passiva. Per...
ANGULOSA
• Predomínio da vontade sobre o sentimento.
Firmeza de decisão, objetividade, coragem,
constância. Liderança nata...
ARCADA
• Atitudes elaboradas, reflexivas, calculadas.
Atitude fechada à interação espontânea.
Introversão e reserva. Prudê...
CURVILÍNEA
• Circular e redonda. Adaptação fácil, amabilidade,
generosidade. Dotado de qualidades
expressivas.
SIMPLIFICADA
• É só o esqueleto da letra. Ponderação e calma.
Predomínio da razão sobre as emoções.
Simplifica, sintetiza,...
TIPOGRÁFICA
• Reproduz o modelo imprensa, maiúsculo ou
minúsculo. Preocupação com a forma. Memória
visual. Valoriza o belo...
GUIRLANDA
• Maleabilidade, sociabilidade elevada,
flexibilidade, receptividade, sensibilidade.
FILIFORME
• Reproduz M em fios. Excitabilidade,
versatilidade, diplomacia. Habilidade na
concordância com gostos, critério...
3. TRAÇOS ESPECIAIS
• A com dupla volta: tendência a dissimular,
mentir.
• A ou O com abertura para baixo ou ângulo:
tendência à hipocrisia, m...
• A no estilo feijão: tendência a apropriação
indevida.
• A com gancho para a direita: comum aos
indivíduos violentos, int...
• A ou O em estilo oval, com abertura para cima:
pessoas que falam demais, inclusive do que não
sabem.
• A, O, L, B... com...
A GRAFOLOGIA E AS DROGAS
• ALCOOLISMO: tremor na vertical, difícil
traçado nas ovais.
• PSICOFÁRMACOS: deformação na letra...
INFERIORIDADE x
SUPERIORIDADE
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
• BALDI, Camilo. Trattado Come Da Una Lettera Missiva
Si Conoscono La Natura e Qualitá Dello Sc...
Organização e Edição:
Claudia F. Souza
-Orientadora Educacional;
-Psicopedagoga;
-Grafóloga;
-Esp. em Linguagem
Corporal e...
Grafologia   interpretando personalidades através da escrita (slides em pdf)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grafologia interpretando personalidades através da escrita (slides em pdf)

730 visualizações

Publicada em

Descriçaõ

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
730
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grafologia interpretando personalidades através da escrita (slides em pdf)

  1. 1. II CBEP CIRCUITO BATISTANO DE ESTUDOS PEDAGÓGICOS 2010
  2. 2. DEFINIÇÃO: GRAPHOS = grafia, escrita LOGOS ou LOGIA = estudo É um instrumento de apoio técnico que projeta através da letra escrita a personalidade humana.
  3. 3. PARA QUE SERVE ? Para analisar o comportamento e revelar a forma de ser, agir e pensar de quem escreve.
  4. 4. ONDE É APLICADA ? • Recursos Humanos; • Medicina, Psiquiatria, Psicologia; • Criminologia; • Orientação Educacional e Vocacional; • Etc.
  5. 5. 1. ELEMENTOS DE ANÁLISE GRAFOLÓGICA
  6. 6. 1.1. ZONAS GRÁFICAS • SUPERIOR (SUPEREGO): poder de autocontrole dos instintos, superioridade moral e intelectual, aspirações altruístas, idealismo, religiosidade, crescimento interior. • MÉDIA (EGO): relacionamento social, tendência para introversão ou extroversão, expressividade, equilibração. • INFERIOR (ID): impulsos, instintos, sexualidade, interesses materiais, agressividade pessoal, atividade físicas.
  7. 7. EXEMPLO:
  8. 8. 1.2. LIGAÇÃO DA ESCRITA • LIGADA (CURSIVA): função racional.
  9. 9. • DESLIGADA (IMPRENSA): função irracional
  10. 10. • AGRUPADA (MISTA): funções racional e irracional operando simultaneamente.
  11. 11. 1.3. INCLINAÇÃO • À ESQUERDA: introversão, subjetividade. • À DIREITA: extroversão, objetividade. • PERPENDICULAR: equilíbrio, bom senso, educação.
  12. 12. 1.4. PRESSÃO • FORTE: stress emocional, insegurança, passionalidade. • LEVE: dificuldade de organização decorrente das múltiplas atividades que realiza, fuga à compromissos e responsabilidades. • MÉDIA: equilíbrio entre atividade e passionalidade, ação e emoção.
  13. 13. 2. PRINCIPAIS FORMAS GRAFOLÓGICAS
  14. 14. CALIGRÁFICA • Reproduz o modelo escolar. Desejo de ordem, clareza, precisão e organização. Adaptação formal e passiva. Personalidade mais formal e convencional.
  15. 15. ANGULOSA • Predomínio da vontade sobre o sentimento. Firmeza de decisão, objetividade, coragem, constância. Liderança nata, rigidez, alto nível de exigência. Adaptação combativa.
  16. 16. ARCADA • Atitudes elaboradas, reflexivas, calculadas. Atitude fechada à interação espontânea. Introversão e reserva. Prudência e reflexão. Forte auto controle e tendência ao distanciamento.
  17. 17. CURVILÍNEA • Circular e redonda. Adaptação fácil, amabilidade, generosidade. Dotado de qualidades expressivas.
  18. 18. SIMPLIFICADA • É só o esqueleto da letra. Ponderação e calma. Predomínio da razão sobre as emoções. Simplifica, sintetiza, abrevia. Modéstia e naturalidade.
  19. 19. TIPOGRÁFICA • Reproduz o modelo imprensa, maiúsculo ou minúsculo. Preocupação com a forma. Memória visual. Valoriza o belo, a organização e a beleza. Original, não mostra seu lado mais íntimo de ser, ocupando-se das aparências.
  20. 20. GUIRLANDA • Maleabilidade, sociabilidade elevada, flexibilidade, receptividade, sensibilidade.
  21. 21. FILIFORME • Reproduz M em fios. Excitabilidade, versatilidade, diplomacia. Habilidade na concordância com gostos, critérios e desejos dos demais.
  22. 22. 3. TRAÇOS ESPECIAIS
  23. 23. • A com dupla volta: tendência a dissimular, mentir. • A ou O com abertura para baixo ou ângulo: tendência à hipocrisia, mentira.
  24. 24. • A no estilo feijão: tendência a apropriação indevida. • A com gancho para a direita: comum aos indivíduos violentos, intempestivos.
  25. 25. • A ou O em estilo oval, com abertura para cima: pessoas que falam demais, inclusive do que não sabem. • A, O, L, B... com buclês e rolos: dissimulação.
  26. 26. A GRAFOLOGIA E AS DROGAS • ALCOOLISMO: tremor na vertical, difícil traçado nas ovais. • PSICOFÁRMACOS: deformação na letra, mantém-se na linha, mas as letras finais tendem a cair. • ANFETAMINAS OU ESTIMULANTES: palavras ascendentes e descendentes; traçado sem orientação espacial.
  27. 27. INFERIORIDADE x SUPERIORIDADE
  28. 28. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • BALDI, Camilo. Trattado Come Da Una Lettera Missiva Si Conoscono La Natura e Qualitá Dello Scrittore. In: LOEVY, Odette Serpa & HIULL, Barbara. Grafologia : análise da escrita. Rio de Janeiro: Ediouro, 1981 • BOSCO, José. Grafologia: A Ciência da Escrita. São Paulo: Madras, 2004. • BOSCO, José. Grafoterapia e Grafopatologia: A Auto- Ajuda Pela Escrita. São Paulo: Madras, 2004. • www.grafologia.com.br
  29. 29. Organização e Edição: Claudia F. Souza -Orientadora Educacional; -Psicopedagoga; -Grafóloga; -Esp. em Linguagem Corporal e Interpretação do Desenho Infantil.

×