Poesia

731 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
731
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poesia

  1. 1. Antônio Frederico de Castro Alves ( Curralinho , 14 de março de 1847 — Salvador , 6 de julho de 1871 , com 24 anos) foi um poeta brasileiro .
  2. 2. <ul><li>Nasceu na fazenda Cabaceiras, a sete lagunas (42 km) da vila de Nossa Senhora da Conceição de &quot;Curralinho&quot;, hoje Castro Alves , Estado da Bahia . Suas poesias mais conhecidas são marcadas pelo combate à escravidão, motivo pelo qual é conhecido como &quot;Poeta dos Escravos&quot;. </li></ul>
  3. 3. Os poemas de castro Alves
  4. 4. biografia <ul><li>No período em que viveu (1847-1871), ainda existia a escravidão no Brasil . O jovem baiano, simpático e gentil, apesar de possuir gosto sofisticado para roupas e de levar uma vida relativamente confortável, foi capaz de compreender as dificuldades dos negros escravizados.   </li></ul><ul><li>Manifestou toda sua sensibilidade escrevendo versos de protesto contra a situação a qual os negros eram submetidos. Este seu estilo contestador o tornou conhecido como o “Poeta dos Escravos”.   </li></ul><ul><li>Aos 21 anos de idade, mostrou toda sua coragem ao recitar, durante uma comemoração cívica, o “Navio Negreiro” . A contra gosto, os fazendeiros ouviram-no clamar versos que denunciavam os maus tratos aos quais os negros eram submetidos.   </li></ul><ul><li>Além de poesia de caráter social, este grande escritor também escreveu versos líricos-amorosos, de acordo com o estilo de Vítor Hugo. Pode-se dizer que Castro Alves foi um poeta de transição entre o Romantismo e o Parnasianismo </li></ul>
  5. 5. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Castro Alves </li></ul><ul><li>(1847 - 1871) </li></ul><ul><li>Antônio de Castro Alves nasceu numa fazenda de Muritiba, Bahia, em 1847, e faleceu em Salvador, em 1871. Fez os estudos secundários na capital baiana e ingressou na Faculdade de Direito do Recife. Transferiu-se para São Paulo, retornando daí ao estado natal, sem que chegasse a concluir os estudos. </li></ul><ul><li>Sua vida triparte-se nas aventuras do amante fogoso, no sentimento da natureza brasileira e no amor das grandes causas humanas e sociais, notadamente o abolicionismo. Derivam daí as coordenadas principais do seu lirismo, impregnado de sensualidade ardente, de colorido e de arroubos épicos . </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Direção </li></ul><ul><li>JEFERSON </li></ul><ul><li>ANDERSON </li></ul><ul><li>RODRIGO </li></ul><ul><li>EDUARDO </li></ul>

×