SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Profa. Karen Olivan
VOCATIVO
• Palavra, termo ou expressão utilizada pelo falante para
se dirigir ao ouvinte.
• Pode ser através do próprio nome, de um substantivo,
adjetivo ou apelido.
Jorginho, vamos à praia hoje?
Bonitão, vamos à praia hoje?
• “Jorginho” e “Bonitão” são vocativos, usados para se
dirigir ao ouvinte. Na primeira frase, usamos um
substantivo; na segunda, um adjetivo na segunda.
APOSTO
• Palavra ou expressão que explica ou que se relaciona
com um termo anterior com a finalidade de esclarecer,
explicar ou detalhar melhor esse termo.
Jorginho, filho do Paulão, é um ótimo aluno.
• O trecho “filho do Paulão” está explicando quem é o
sujeito da oração “Jorginho”. Logo, esse é o aposto da
oração.
APOSTO
• O aposto pode ser classificado como:
• Explicativo: usado para explicar o termo anterior, vem
sempre separado por vírgulas.
 Jorginho, filho do Paulão, aprontou na escola.
• Especificador: individualiza, coloca à parte um
substantivo de sentido genérico:
O filho de Paulão, Jorginho, aprontou na escola.
APOSTO
• Enumerador: sequência de termos usados para
desenvolver ou especificar um termo anterior.
Jorginho trouxe para a escola todo tipo de comida:
fruta, sanduíche, suco, bolacha.
• Resumidor: resume termos anteriores.
Jorginho, Aninha, Paty, todos devem vir ao ensaio.
Profa. Karen Olivan

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Adjetivo
AdjetivoAdjetivo
Adjetivo
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbialAdjunto adnominal e adjunto adverbial
Adjunto adnominal e adjunto adverbial
 
Adverbio 6 ano
Adverbio 6 anoAdverbio 6 ano
Adverbio 6 ano
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
 
Revisão sintaxe
Revisão   sintaxeRevisão   sintaxe
Revisão sintaxe
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Funções do pronome relativo
Funções do pronome relativoFunções do pronome relativo
Funções do pronome relativo
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
Período Simples
Período SimplesPeríodo Simples
Período Simples
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 

Destaque

Gramática - Orações Subordinadas Substantivas
Gramática - Orações Subordinadas SubstantivasGramática - Orações Subordinadas Substantivas
Gramática - Orações Subordinadas SubstantivasMentor Concursos
 
Orações subordinadas Substantivas e Adjetivas
Orações subordinadas Substantivas e AdjetivasOrações subordinadas Substantivas e Adjetivas
Orações subordinadas Substantivas e AdjetivasDealdyPony
 
Oraes subordinadas adjetivas
Oraes subordinadas adjetivasOraes subordinadas adjetivas
Oraes subordinadas adjetivasEduardo Santos
 
Brass precision turned parts quality i banzer metal works
Brass precision turned parts quality i banzer metal worksBrass precision turned parts quality i banzer metal works
Brass precision turned parts quality i banzer metal worksChetan Shah
 
Xerrada informativa
Xerrada informativa Xerrada informativa
Xerrada informativa gegantdelrec
 
Ser SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFA
Ser SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFASer SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFA
Ser SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFAEng. Eduardo F. dos Santos
 
Sid 1795915062512000
Sid 1795915062512000Sid 1795915062512000
Sid 1795915062512000cruzleiva1
 
reusable delegation set のススメ (Route53)
reusable delegation set のススメ (Route53)reusable delegation set のススメ (Route53)
reusable delegation set のススメ (Route53)@ otsuka752
 
Período composto por subodinação - adverbiais
Período composto por subodinação - adverbiaisPeríodo composto por subodinação - adverbiais
Período composto por subodinação - adverbiaisKaren Olivan
 
As origens da literatura portuguesa - Parte 1: Trovadorismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 1: TrovadorismoAs origens da literatura portuguesa - Parte 1: Trovadorismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 1: TrovadorismoKaren Olivan
 
2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas
2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas
2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivasDeise Rocha Primo
 
Capítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vidaCapítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vidaSarah Lemes
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasTiago Tavares
 
Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-
Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-
Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-Gabriel Duarte
 
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)guest93d9a1
 
62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVASmaria edineuma marreira
 

Destaque (20)

Gramática - Orações Subordinadas Substantivas
Gramática - Orações Subordinadas SubstantivasGramática - Orações Subordinadas Substantivas
Gramática - Orações Subordinadas Substantivas
 
Orações subordinadas Substantivas e Adjetivas
Orações subordinadas Substantivas e AdjetivasOrações subordinadas Substantivas e Adjetivas
Orações subordinadas Substantivas e Adjetivas
 
Oraes subordinadas adjetivas
Oraes subordinadas adjetivasOraes subordinadas adjetivas
Oraes subordinadas adjetivas
 
Brass precision turned parts quality i banzer metal works
Brass precision turned parts quality i banzer metal worksBrass precision turned parts quality i banzer metal works
Brass precision turned parts quality i banzer metal works
 
Xerrada informativa
Xerrada informativa Xerrada informativa
Xerrada informativa
 
Ser SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFA
Ser SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFASer SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFA
Ser SAP é ser ALFA - Eng Eduardo Ferreira dos Santos - Faculdades ALFA
 
Sid 1795915062512000
Sid 1795915062512000Sid 1795915062512000
Sid 1795915062512000
 
P1 e dresch_impact_of_clouds_1
P1 e dresch_impact_of_clouds_1P1 e dresch_impact_of_clouds_1
P1 e dresch_impact_of_clouds_1
 
Unit 17 year 3
Unit 17 year 3Unit 17 year 3
Unit 17 year 3
 
reusable delegation set のススメ (Route53)
reusable delegation set のススメ (Route53)reusable delegation set のススメ (Route53)
reusable delegation set のススメ (Route53)
 
Pascoa
PascoaPascoa
Pascoa
 
Período composto por subodinação - adverbiais
Período composto por subodinação - adverbiaisPeríodo composto por subodinação - adverbiais
Período composto por subodinação - adverbiais
 
As origens da literatura portuguesa - Parte 1: Trovadorismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 1: TrovadorismoAs origens da literatura portuguesa - Parte 1: Trovadorismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 1: Trovadorismo
 
2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas
2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas
2º ano exercícios sobre orações subordinadas substantivas
 
Capítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vidaCapítulo 3 a diversidade da vida
Capítulo 3 a diversidade da vida
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivas
 
El hecho imponible
El hecho imponibleEl hecho imponible
El hecho imponible
 
Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-
Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-
Oracoes subordinadas-substantivas-exercicios-
 
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
Oracao Subordinada Substantiva Ii(1)
 
62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
62_EXERCÍCIOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS
 

Semelhante a Vocativos e apostos: conceitos e exemplos

Trabalho sobre termos da oração
Trabalho sobre termos da oraçãoTrabalho sobre termos da oração
Trabalho sobre termos da oraçãoMariangela Santos
 
FII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptx
FII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptxFII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptx
FII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptxAliyahMoreira
 
Aula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptx
Aula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptxAula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptx
Aula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptxLili Lod
 
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptxLíngua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptxBerlaPaiva
 
Resumos de português (2º teste)
Resumos de português (2º teste)Resumos de português (2º teste)
Resumos de português (2º teste)Ana Beatriz Neiva
 
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicadowww.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e PredicadoBárbara Cristina
 
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e PredicadoEnsinoFundamental
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e PredicadoVideo Aulas Apoio
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicadowww.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e PredicadoVideoaulas De Português Apoio
 
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdftermos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdfssuser6e334c1
 
Predicados e-termos-da-oracao
Predicados e-termos-da-oracaoPredicados e-termos-da-oracao
Predicados e-termos-da-oracaoAmelia Barros
 

Semelhante a Vocativos e apostos: conceitos e exemplos (15)

Trabalho sobre termos da oração
Trabalho sobre termos da oraçãoTrabalho sobre termos da oração
Trabalho sobre termos da oração
 
2º-ANO-SUJEITO-portugues.pptx
2º-ANO-SUJEITO-portugues.pptx2º-ANO-SUJEITO-portugues.pptx
2º-ANO-SUJEITO-portugues.pptx
 
FII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptx
FII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptxFII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptx
FII-7º-ANO-SUJEITO-portugues-Unidade2-04-05-2020.pptx
 
Aula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptx
Aula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptxAula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptx
Aula 3 - Frase, oração e período_Análise Sintática_Termos Essenciais.pptx
 
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptxLíngua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
Língua Portuguesa - Tipos de sujeito.pptx
 
Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1Prof magarete aula_1
Prof magarete aula_1
 
Resumos de português (2º teste)
Resumos de português (2º teste)Resumos de português (2º teste)
Resumos de português (2º teste)
 
Aula adverbios.ppt
Aula adverbios.pptAula adverbios.ppt
Aula adverbios.ppt
 
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicadowww.aulasapoio.com.br  - Português -  Sujeito e Predicado
www.aulasapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
 
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.ensinofundamental.net.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.ensinofundamental.net.br - Português - Sujeito e Predicado
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicadowww.videoaulagratisapoio.com.br - Português -  Sujeito e Predicado
www.videoaulagratisapoio.com.br - Português - Sujeito e Predicado
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicadowww.AulasDePortuguesApoio.com  -  Português -  Sujeito e Predicado
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Sujeito e Predicado
 
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdftermos_acessorios_e_vocativo.pdf
termos_acessorios_e_vocativo.pdf
 
Predicados e-termos-da-oracao
Predicados e-termos-da-oracaoPredicados e-termos-da-oracao
Predicados e-termos-da-oracao
 
Gramática - módulo 1.pdf
Gramática - módulo 1.pdfGramática - módulo 1.pdf
Gramática - módulo 1.pdf
 

Mais de Karen Olivan

Los imperativos prof. anderson fronza - espanhol
Los imperativos   prof. anderson fronza - espanholLos imperativos   prof. anderson fronza - espanhol
Los imperativos prof. anderson fronza - espanholKaren Olivan
 
Teoria de conjuntos
Teoria de conjuntosTeoria de conjuntos
Teoria de conjuntosKaren Olivan
 
Gênero textual: teatro
Gênero textual: teatroGênero textual: teatro
Gênero textual: teatroKaren Olivan
 
CLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIO
CLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIOCLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIO
CLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIOKaren Olivan
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavrasKaren Olivan
 
Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo portuguêsKaren Olivan
 
As origens da literatura portuguesa - Parte 2 - Humanismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 2 - HumanismoAs origens da literatura portuguesa - Parte 2 - Humanismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 2 - HumanismoKaren Olivan
 
Texto, gênero e discurso
Texto, gênero e discursoTexto, gênero e discurso
Texto, gênero e discursoKaren Olivan
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Karen Olivan
 
Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1Karen Olivan
 
Elementos estruturais da palavra
Elementos estruturais da palavraElementos estruturais da palavra
Elementos estruturais da palavraKaren Olivan
 
Funções da linguagem
Funções da linguagem Funções da linguagem
Funções da linguagem Karen Olivan
 
Adequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguísticaAdequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguísticaKaren Olivan
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeKaren Olivan
 
Cultura linguagem e língua
Cultura linguagem e línguaCultura linguagem e língua
Cultura linguagem e línguaKaren Olivan
 
As formas literárias
As formas literáriasAs formas literárias
As formas literáriasKaren Olivan
 

Mais de Karen Olivan (20)

Los imperativos prof. anderson fronza - espanhol
Los imperativos   prof. anderson fronza - espanholLos imperativos   prof. anderson fronza - espanhol
Los imperativos prof. anderson fronza - espanhol
 
Teoria de conjuntos
Teoria de conjuntosTeoria de conjuntos
Teoria de conjuntos
 
Conto
ContoConto
Conto
 
Gênero textual: teatro
Gênero textual: teatroGênero textual: teatro
Gênero textual: teatro
 
CLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIO
CLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIOCLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIO
CLASSE DE PALAVRAS - ADVÉRBIO
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
 
Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo português
 
As origens da literatura portuguesa - Parte 2 - Humanismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 2 - HumanismoAs origens da literatura portuguesa - Parte 2 - Humanismo
As origens da literatura portuguesa - Parte 2 - Humanismo
 
Carta
CartaCarta
Carta
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Texto, gênero e discurso
Texto, gênero e discursoTexto, gênero e discurso
Texto, gênero e discurso
 
Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2Processos de formação de palavras - parte 2
Processos de formação de palavras - parte 2
 
Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1Processos de formação de palavras - parte 1
Processos de formação de palavras - parte 1
 
Elementos estruturais da palavra
Elementos estruturais da palavraElementos estruturais da palavra
Elementos estruturais da palavra
 
Funções da linguagem
Funções da linguagem Funções da linguagem
Funções da linguagem
 
Adequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguísticaAdequação e inadequação linguística
Adequação e inadequação linguística
 
Linguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidadeLinguagem, língua, escrita e oralidade
Linguagem, língua, escrita e oralidade
 
Cultura linguagem e língua
Cultura linguagem e línguaCultura linguagem e língua
Cultura linguagem e língua
 
As formas literárias
As formas literáriasAs formas literárias
As formas literárias
 
ARTES
ARTESARTES
ARTES
 

Último

Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 

Último (20)

Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 

Vocativos e apostos: conceitos e exemplos

  • 2. VOCATIVO • Palavra, termo ou expressão utilizada pelo falante para se dirigir ao ouvinte. • Pode ser através do próprio nome, de um substantivo, adjetivo ou apelido. Jorginho, vamos à praia hoje? Bonitão, vamos à praia hoje? • “Jorginho” e “Bonitão” são vocativos, usados para se dirigir ao ouvinte. Na primeira frase, usamos um substantivo; na segunda, um adjetivo na segunda.
  • 3. APOSTO • Palavra ou expressão que explica ou que se relaciona com um termo anterior com a finalidade de esclarecer, explicar ou detalhar melhor esse termo. Jorginho, filho do Paulão, é um ótimo aluno. • O trecho “filho do Paulão” está explicando quem é o sujeito da oração “Jorginho”. Logo, esse é o aposto da oração.
  • 4. APOSTO • O aposto pode ser classificado como: • Explicativo: usado para explicar o termo anterior, vem sempre separado por vírgulas.  Jorginho, filho do Paulão, aprontou na escola. • Especificador: individualiza, coloca à parte um substantivo de sentido genérico: O filho de Paulão, Jorginho, aprontou na escola.
  • 5. APOSTO • Enumerador: sequência de termos usados para desenvolver ou especificar um termo anterior. Jorginho trouxe para a escola todo tipo de comida: fruta, sanduíche, suco, bolacha. • Resumidor: resume termos anteriores. Jorginho, Aninha, Paty, todos devem vir ao ensaio.