Modulo3 Ministerios Familia

578 visualizações

Publicada em

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
578
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modulo3 Ministerios Familia

  1. 1. DESENVOLVENDO UM MINISTÉRIO DE FAMÍLIA NA IGREJA Pr. Sergio e Psi. Magali Leoto Tema 1: MINISTÉRIO DE FAMÍLIA: UM DESAFIO PARA HOJE - 2Tm 3:1-5 e 4:2–5 I. CARACTERÍSTICAS DA FAMÍLIA NO MUNDO ATUAL 1. Desilusão com valores e crenças de nossos antecedentes: fé, ética, cultura, educação, etc. 2. Procura de valores e crenças exóticas: ioga, tarô, meditação, duendes, drogas, reencarnação etc. 3. Descrença nas instituições, governos, família, escola, igreja - todos falharam. 4. Necessidade de escandalizar: Através da conduta, do visual e do rompimento de regras. 5. Supervaloriza o individualismo e o hedonismo : a) Individualismo: - Postura de que “eu tenho que me dar bem, me realizar”. - O outro e o social, não importam. Por isso não valorizam o patriotismo e o idealismo. b) Hedonismo: - Viver em função do prazer, do que é agradável. - Algumas das conseqüências são: promiscuidade e consumismo. 6. Pensa-se em viver o “hoje” e o “agora”: • Que vale é o momento que estamos vivendo. • Não se deve pensar em nada que nos limite a realizar o que desejamos. • Os fins justificam os meios. 7. O amor será “eterno”, apenas enquanto durar: Não querem se prender afetivamente. Os relacionamentos são descartáveis. As “aventuras amorosas” são incentivadas, sem preconceitos. 8. Não existe verdade única ou absoluta: • O que é verdade para você, pode não ser para mim. • Jesus pode ser a verdade para alguns e não ser para outros. • Podemos ter uma mistura de verdades. II. TIPOS DE FAMÍLIAS EM NOSSOS DIAS 1. FAMÍLIAS SAUDÁVEIS: existe o EQUILÍBRIO entre ESTABILIDADE e MUDANÇA. Mantém INTEGRIDADE diante das mudanças no meio ambiente. Acontecem MUDANÇAS na realidade do dia-a-dia, mas a família ADAPTA-SE às novas situações, mantendo seus princípios e valores básicos (papel de pai, de mãe e de filhos). 2. FAMÍLIAS PROBLEMÁTICAS : dividem-se em emaranhadas e desengajadas. a) EMARANHADAS : pessoas EXCESSIVAMENTE LIGADAS umas às outras. Pais que criam filhos excessivamente dependentes. Estes filhos tornam-se doentes emocionalmente : são infelizes e no futuro, tornarão infelizes os que conviverem com eles, SE NÃO FOREM AJUDADOS. b) DESENGAJADAS : pessoas COMPLETAMENTE AFASTADAS umas das outras. Cada um vive sua própria vida : tanto pais quanto filhos. São EGOÍSTAS e só pensam em seu próprio bem estar. Só se reúnem em família, quando há um interesse pessoal, do contrário, continuam distantes. 3. FAMÍLIAS DISFUNCIONAIS : Passaram por um processo de perda, como o DIVÓRCIO ou VIUVEZ. Pais que se unem em 2os ou 3os Casamentos. Filhos que passam a ter novos irmãos e enteados, com realidades diferentes da que viviam com seus pais. III. COMO A IGREJA PODERÁ AJUDAR: MINISTÉRIO DE FAMÍLIA 1. “É MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR” a) PREVENIR : Exemplo do Sanitarista. b) REMEDIAR : Exemplo do Bombeiro. 2. ÁREAS DE ATUAÇÃO PARA O MINISTÉRIO DA FAMÍLIA : a) ÁREA PREVENTIVA:
  2. 2. a.1. Ministério de Aconselhamento : pessoas com dom e preparo para atender casos mais básicos, encaminhando aos pastores os mais complicados. a.2. Ministério com Adolescentes e Ministério com Jovens : com líderes preparados para comunicarem as verdades bíblicas, em linguagem apropriada a cada grupo. (Temas possíveis : vida afetiva, sexo, casamento, relacionamentos, profissão, vida em família etc). a.3. Curso para Noivos : adiantando assuntos do dia-a-dia, que o casal enfrentará após o matrimônio (finanças, temperamento, relacionamento, filhos etc). a.4. Ministério com Casais : se for possível, divididos em “fases de vida”, como: Casais de até 5 anos de matrimônio; Casais com filhos pequenos; Casais com filhos adolescentes; Casais com filhos jovens; Casais com o “ninho vazio”; Casais na 3ª Idade. a.5. Ministério com Solteiros Adultos : Solteiros, viúvos, separados, divorciados. b) ÁREA CURATIVA: b.1. Profissionais da Área Médica : psicólogos, psiquiatras, médicos, etc. b.2. Profissionais da Área Social : assistentes sociais, advogados, etc. b.3. Casas de Recuperação : convênios com estas casas, visando o encaminhamento de dependentes químicos ou tratamentos psicológicos. b.4. Reencaminhamento Espiritual : acompanhamento e discipulado com pessoas que estão em recuperação. Tema 2: CONHECENDO OS TRABALHOS EXISTENTES SOBRE FAMÍLIA O objetivo aqui é mostrar os trabalhos que foram difundidos em grandes regiões do Brasil, a partir de 1970. Existem outros materiais que podem não estar mencionados nesta lista, mas estamos priorizando os mais conhecidos e que ainda hoje podem estar sendo utilizados pelas igrejas: DÉCADA DE 1970 1. CONFLITOS DA VIDA (Larry Coy), um dos mais utilizados em igrejas de todo o Brasil, com objetivos de discipulado cristão, mas revisando áreas básicas de relacionamento pessoal e familiar. Teve dois currículos: Básico e Avançado. Podiam ser dados em vários meses. 2. CURSO LAR CRISTÃO (Jaime Kemp), baseado no livro do mesmo autor, “Sua família pode ser melhor”. Com conteúdo básico sobre relacionamento conjugal, criação de filhos e finanças. Seu currículo pode ser dado em poucas semanas. DÉCADA DE 1980 1. ENCONTROS DE CASAIS COM CRISTO (ECC): a idéia veio dos “Cursilhos” (cursos) católicos para casais, originários da Espanha. Foram colocados em um formato “evangélico”, pelo Rev. Paulo Garcia através da Igreja Anglicana de Recife. Feito em formato de “acampamento para casais” em um fim de semana. Altamente evangelístico, contribuiu para atingir com o evangelho, famílias do Norte e Nordeste (inicialmente) e até hoje atingindo o resto do Brasil. DÉCADA DE 1990 1. ENCONTRO MATRIMONIAL (EMA): seqüência do ECC. Geralmente as igrejas que foram treinadas no ECC, passaram a atuar também no EMA. Realizado no formato de “acampamento de casais”, em um fim de semana. Seu conteúdo é mais centralizado nos problemas da relação conjugal. Mais conhecido no Norte e Nordeste do Brasil, também foi adaptado dos católicos, pelo Rev. Paulo Garcia através da Igreja Anglicana de Recife. 2. CURSILHO SÓ PARA HOMENS e CURSILHO SÓ PARA MULHERES: também foram adaptados dos católicos, pelo Rev. Paulo Garcia através da Igreja Anglicana de Recife. Seqüência do EMA. Geralmente as igrejas que foram treinadas no EMA, passaram a atuar também nos CURSILHOS. Realizado no formato de “acampamento de casais”, em um fim de semana. Seu conteúdo é centralizado nas responsabilidades dos papéis do HOMEM e da MULHER, no contexto familiar. Mais conhecido no Norte e Nordeste do Brasil, praticamente desconhecido no resto do país.
  3. 3. 3. CASADOS PARA SEMPRE: Mike e Marilyn Phillipps são os fundadores e diretores internacionais de Marriage Ministries Intemational (MMI). Fundado em 1983, chegou ao Brasil na década de 90, através de Jorge e Marcia Nishimura, da Igr. Holiness de Pompéia – SP. Currículo para 14 encontros semanais. Conteúdo do curso: 1. Aliança. 2. Uma só carne. 3. Papéis bíblicos para o marido e a esposa. 4. Semeando e colhendo: Percepção do nosso processo constante de semear e colher em nosso casamento. 5. Perdão. 6. Visão de fé e confiança: Como obter de Deus uma visão de fé para o nosso cônjuge e o nosso casamento. 7. Orando juntos: Intimidade e unidade na oração diária do esposo e da esposa juntos. 8. Acordo: Como o marido e esposa podem andar juntos em acordo. 9. Fluindo Juntos no Espírito: Frutos e Dons do Espírito.10. Intimidade: união sexual do marido com a esposa. 11. Batalha espiritual: Nosso cônjuge não é nosso inimigo! 12. Estilo de vida: Padrões santos da Palavra para o casamento.13. Ministério de uma só carne: Como fluir uma equipe de uma só carne. Contatos: www.mmibrasil.com.br , (31) 3427-2363 – Belo Horizonte. 4. VEREDAS ANTIGAS: Hoje, na Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br Procura restaurar os valores eternos da Família. Possui 3 módulos, com duração de 8 semanas cada. Durante esse período, os participantes receberão ensinamentos esclarecedores sobre a dinâmica da alma e terão oportunidade de serem ministrados pelo Espírito Santo em áreas doloridas do coração. DÉCADA DE 2.000 1. ONE - CURSO PARA NOIVOS: Contatos: www.mmibrasil.com.br , (31) 3427-2363 – Belo Horizonte. 2. PAIS PARA TODA A VIDA: Contatos: www.mmibrasil.com.br , (31) 3427-2363 – Belo Horizonte. 3. ROMANCE À MANEIRA DE DEUS: para Jovens. Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 4. ALIANÇA: AMOR INCONDICIONAL: para Casais. Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 5. CROWM: FINANÇAS : Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 6. ABC DO DINHEIRO À MANEIRA DE DEUS: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 7. NEGÓCIOS À LUZ DA BÍBLIA: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 8. COMO CHEGAR AO FIM DO MÊS?: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 9. CROWN-TEENS: FINANÇAS PARA ADOLESCENTES: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 10. O SEGREDO: FINANÇAS PARA CRIANÇAS: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 11. YES!! GUIA DE CARREIRA PARA JOVENS: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 12. EDUCAÇÃO DE FILHOS À MANEIRA DE DEUS: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 13. COMO CRIAR SEUS FILHOS: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 14. ALCANÇANDO O CORAÇÃO DO SEU ADOLESCENTE: Universidade da Família, em Pompéia-SP, www.udf.org.br. 15. HOMEM AO MÁXIMO: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 16. O PODER DO POTENCIAL: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 17. CORAGEM: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 18. MULHER ÚNICA: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 19. COMUNICAÇÃO, SEXO E DINHEIRO: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 20. VENCEDORES NÃO DESISTEM: Universidade da Família em Pompéia-SP, www.udf.org.br 21. MINISTÉRIO OIKOS: Pr. GILSON e Psi. ELIZABETH BIFANO, RJ – RJ, www.clickfamilia.org.br . Escritores e palestrantes itinerantes que trabalham com casais, criação de filhos, solteiros adultos, através de ministrações,
  4. 4. promoção de congressos e confeccção de materiais didáticos como: revistas de EBD para casais, livros de dinâmicas familiares etc. 22. MINISTÉRIO FORTALECCENDO A FAMÍLIA: Pr. SERGIO E Psi. MAGALI LEOTO, SP – SP, www.sergioemagalileoto.com.br . Escritores e palestrantes itinerantes que trabalham com casais, criação de filhos, solteiros adultos, jovens e adolescentes, através de ministrações, congressos e confeccção de materiais didáticos como: revistas de EBD, livros sobre as áreas de juventude e familiar. 23. MINISTÉRIO VIDA EM FAMÍLIA: Cruzada Estudantil Profissional Para Cristo, www.vidaemfamilia.com.br . 24. MINISTÉRIO Pr. DAVI e CAROL MERKH: Professores do Sem. Palavra da Vida, Atibaia – SP, www.sbpv.org.br . Diversos livros publicados, principalmente pela Ed. Hagnos - www.hagnos.com.br . Vários dos livros são sobre “101 idéias criativas”, nas áreas de culto familiar, dinâmicas para pequenos grupos, ministério com mulheres, dinâmicas para aulas de classes bíblicas etc. 25. MINISTÉRIO APOIO: Trabalho com solteiros adultos, separados e divorciados. Rev. FAUSTO BRASIL, Igr. Presb. Rocha Eterna, Tatuí – SP, www.ministerioapoio.com.br . Promove Congressos e palestras, visando a realidade desta faixa de vida, trazendo textos, temas e discussões relevantes, com preletores de primeira linha. 26. MINISTÉRIO INTELIGÊNCIA CONJUGAL: Pr. JASIEL e IVONE BOTELHO, Missionários da SEPAL, www.sepal.org.br e diretores da Missão Jovens da Verdade, em Arujá – SP, www.jovensdaverdade.com.br . Palestrantes e escritores para a área de Liderança, Família e Juventude. 27. MINISTÉRIO FAMÍLIA DEBAIXO DA GRAÇA: Pr. JOSUÉ GONÇALVES, escritor e palestrante, Ass. de Deus em Bragança Paulista - SP, www.josuegoncalves.com.br . Ministério com área de Família e solteiros adultos, através de palestras, Congressos, livros e material didático. 28. MINISTÉRIO AMOR À FAMÍLIA: Pr. ELIAS TEODORO, Batista de Belém – PA, palestrante e terapeuta familiar, contatos: (91) 3224-5962 e 8115-5735. www.espacoamorafamilia.org.br . 29. MINISTÉRIO Pr. DAVID e DEBORA KORNFIELD: Missionários da SEPAL, São Paulo – SP, palestrantes e escritores de diversos livros nas áreas de liderança, devocional e familiar, www.mapi-sepal.org.br. 30. MINISTÉRIO “EIRENE” (Paz) NO BRASIL: É uma associação Internacional, sem fins lucrativos, de profissionais cristãos que trabalham em favor do desenvolvimento, fortalecimento e defesa da saúde integral da família no Brasil, na América Latina e no mundo. Oferecem Seminários, Aconselhamento pastoral familiar, Terapia familiar e de casal, etc. Seu diretor é o Dr. CARLOS GRZYBOWSKI, psicólogo cristão, escritor e preletor nas áreas de aconselhamento e terapia familiar, baseado no enfoque sistemico. Curitiba – PR, www.eirene.com.br . 31. CELEBRANDO A RECUPERAÇÃO: Veio para o Brasil, através do Ministério da Igreja com Propósitos. Recuperação de dependentes químicos ou emocionais e ajuda aos familiares dos dependentes. Orientam a implantação destes trabalhos em igrejas de todo o Brasil. Pr. e Psi. CARLOS BARCELOS e sua esposa Psi. ELZA DIAS BARCELOS, representantes para Sul/Sudeste do país. www.celebrandoarecuperacaosp.com.br. 32. MINISTÉRIO DESPERTA DÉBORA: Mães que oram por seus filhos. Idealizado pelos pastores presbiterianos Jeremias Pereira da Silva (8ª.IPB de BH) e Marcelo Gualberto (Mocidade para Cristo, BH). Desenvolveu-se rapidamente como movimento nacional, com resultados e testemunhos maravilhosos. Representante em SP: DORA BOMILCAR ANDRADE, contatosp@despertadeboras.com.br; www.despertadeboras.com.br. Tema 3: ASPECTOS PRÁTICOS DE LIDERANÇA – TIPOS DE LIDERANÇA 1. LIDERANÇA AUTOCRÁTICA - Este tipo de liderança caracteriza-se pela confiança na autoridade e pressupõe que os outros nada farão, se não lhes dor ordenado. Geralmente não se importa com o que os liderados pensam além de desestimular inovações. - O líder autocrático, julga-se indispensável, mostrando que só a sua maneira de fazer as coisas é a correta. Toma uma postura muita vezes paternalista, sentindo-se feliz por notar que os outros dependem dele. Divide pouquíssimo serviço, preferindo fazê-lo. - É comum por parte deste líder, reações coléricas, de irritação, de incompreensão com erros alheios. Infunde um certo temor nos liderados, para que não o contradigam. Usa de artifícios para que o obedeçam sem dialogar. - As decisões são tomadas com rapidez, o que é muito positivo. Mas, quando um líder autocrático termina seu mandato, muitas vezes o grupo fica perdido, não está acostumado a tomar suas próprias decisões, provocando um vácuo no poder de comando.
  5. 5. 2. LIDERANÇA LIBERAL - É o tipo de liderança chamada de “Laissez-faire” (traduzindo do francês para o português: “deixa-fazer”). É o chamado “deixa como está para ver como é que fica”. - Este líder acha que seu principal trabalho é a manutenção do que já foi conseguido. Não dá ordens, não traça objetivos, não orienta os liderados, apenas deixa correr. É comum encontrarmos liderados inconformados com esta atitude. - A liderança liberal, muitas vezes, é exercida por pessoas que pretendem ausentar-se com freqüência do grupo. Não querem ter o trabalho de organizar, planejar e fiscalizar. Em muitos casos, foram eleitos porque ninguém queria o cargo ou então porque queriam apenas o título de líder não tendo a garra e a vontade de liderar. 3. LIDERANÇA DEMOCRÁTICA PARTICIPATIVA - Neste estilo de liderança, todo o grupo pode e deve contribuir com sugestões. A responsabilidade do líder, é dirigir estas opiniões para que, na prática, atinjam os objetivos esperados. O líder, com sua experiência, deve alertar sobre pontos difíceis e idéias que já foram tentadas no passado, mas sem sucesso. - A esperança nesta caso, é fazer com que o grupo entenda que atingir objetivos é responsabilidade de todos e não apenas da liderança. - O líder que aplica este estilo, geralmente, tem um conceito equilibrado sobre si, não temendo que haja liderados que sejam melhores do que ele, em determinados aspectos. Para ele é fácil entender e compreender seus liderados, bem como ouvir e aceitar opiniões diferentes das suas. - Aqui, a dificuldade é a demora para tomada de decisões em tempos de crises. 4. LIDERANÇA SITUACIONAL - Baseia-se no fato de que cada situação requer um tipo de liderança diferente, para se alcançar o melhor dos liderados. Um líder situacional deve ser versátil e flexível, sabendo adequar seus estilo, de acordo com a pessoa com quem trabalha e coma situação. - Este líder, utiliza o que há de melhor nas lideranças AUTOCRÁTICA, LIBERAL e DEMOCRÁTICA e aplica, dependendo do grupo que tem à mão e da circunstância. O líder situacional pode escolher entre quatro tipos de ação: a) Direção ¾ Dá instruções específicas e supervisiona rigorosamente o cumprimento das tarefas. Esta ação é usada, principalmente, com pessoas inexperientes, mas de bom potencial para aprender. b) Treinamento ¾ O líder também dirige e supervisiona a realização das tarefas, mas solicita sugestões e explica suas decisões. Esta ação é utilizada com pessoas inexperientes, mas que perderam seu interesse inicial. Elas alcançaram algum desenvolvimento, mas precisam ter desafios de novas perspectivas. Seus progressos devem ser elogiados. c) Apoio ¾ O Líder ajuda e apoia os esforços dos liderados para cumprirem as tarefas, dividindo com eles as decisões. Esta ação é para ser utilizada com pessoas inexperientes, mas que apreciam um estilo mais participativo. Pessoas que gostam de serem ouvidas e apoiadas, mas que têm dificuldades em tomar decisões, necessitando, assim, do suporte do líder. d) Delegação ¾ O líder passa as responsabilidades de decisão aos liderados. Esta ação é apropriada para pessoas experientes, que sabem como se portar diante de crises e problemas, achando, por si mesmas, as soluções criativas. NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO TIPO DE AÇÃO APROPRIADA Baixa Competência Comprometimento Alto DIRIGIR Estruturar, Controlar, Supervisionar Alguma Competência Comprometimento Baixo TREINAR Dirigir e Apoiar Alta Competência Comprometimento Variável APOIAR Elogiar, Ouvir, Facilitar Alta Competência Comprometimento Alto DELEGAR Transferir responsabilidade pela tomada de decisões rotineiras
  6. 6. Tema 4: ASPECTOS PRÁTICOS DE LIDERANÇA – ELABORANDO UM PLANEJAMENTO I. ETAPAS DE UM PLANEJAMENTO 1. Diagnóstico 2. Estabelecer Visão, Missão/Propósitos 3. Definir Objetivos 4. Escolher Objetivos Prioritários 5. Traçar as Estratégias 6. Elaboração do Calendário 7. Avaliação II. DESCRIÇÃO DAS ETAPAS DO PLANEJAMENTO 1. DIAGNÓSTICO a) Pesquisa para avaliar o que já existe b) Descobrir necessidades c) Examinar seus recursos: Humanos - Físicos e de equipamentos - Financeiros d) Definir possíveis áreas de atuação Exemplo de um Método de Avaliação Diagnóstica: FOFA - FORTALEZAS - OPORTUNIDADES - FRAQUEZAS - AMEAÇAS 2. ESTABELECER VISÃO, MISSÃO/PROPÓSITOS 3. DEFINIR OBJETIVOS a) Características dos Objetivos : (SMART) S - SINGULAR (específico). Deve definir exatamente aquilo pelo que a pessoa é responsável. M - MENSURÁVEL. Como o desempenho vai ser medido e o que é um bom trabalho. A - ATINGÍVEL. O objetivo deve ser razoável, possível de ser atingido. R - RELEVANTE. Deve ser importante para o desempenho global. T - TRAÇÁVEL. Para que se possa demonstrar reconhecimento pelos progressos obtidos, o desempenho deve ser, de alguma forma, anotado, para que seja traçado ou acompanhado. b) Escolher Objetivos: ou seja, o que se pretende atingir com determinada atividade. EXEMPLOS: - ÁREA DE ESTUDOS: Formação de 5 grupos de estudos com casais, com temas sobre família, num total de 12 reuniões durante o ano. - ÁREA DE EVANGELIZAÇÃO: Que cada casal seja capaz de evangelizar 5 casais até o final do ano. - ÁREA DE EVENTOS: Realização de um retiro de casais até o fim do ano. 4. ESCOLHER OBJETIVOS PRIORITÁRIOS Utilizando os exemplos anteriores, poderíamos definir: • Prioridade 1: ÁREA DE ESTUDOS • Prioridade 2: ÁREA DE EVENTOS • Prioridade 3: ÁREA DE EVANGELIZAÇÃO 5. TRAÇAR AS ESTRATÉGIAS ESTRATÉGIA é a atividade utilizada para atingir o OBJETIVO. a) Selecionar atividades para alcançar objetivos Utilizando um dos exemplos que vimos, teríamos o seguinte: • Prioridade 3: EVANGELIZAÇÃO - Estratégias: Realização de um Curso Preparatório sobre Evangelização Pessoal, durante o mês de Janeiro. Prática de Evangelização, através de visita a lares de pessoas não cristãs, durante os meses de fevereiro e março, alcançando 40 lares. b) Distribuição de Responsabilidades: Colocar a melhor pessoa para a liderança de cada atividade.
  7. 7. 6. ELABORAÇÃO DO CALENDÁRIO Contendo todas as prioridades, datas e horários para a execução final de cada atividade. 7. AVALIAÇÃO: Através da AVALIAÇÃO, verificamos se as atividades selecionadas produziram (ou estão produzindo) a CONCRETIZAÇÃO DOS OBJETIVOS. a) PERGUNTAS A RESPONDER: • O objetivo proposto foi (ou está sendo) atingido? • As estratégias utilizadas foram eficientes ou é preciso mudá-las e melhorá-las? • Ficamos satisfeitos e realizados com os resultados? b) SE EXISTIR A NECESSIDADE DE MUDANÇAS, anotar e avaliar as novas sugestões que são feitas. c) TODO RESPONSÁVEL DE ÁREA, DEVERÁ APRESENTAR, por escrito, seus relatórios, contendo sua avaliação pessoal. d) FREQUÊNCIA: A avaliação poderá acontecer no transcorrer da execução das estratégias e/ou no final delas. ________________________________________________________________________ ESTA APOSTILA FOI PRODUZIDA PELO CASAL Pr. SERGIO e Psi. MAGALI LEOTO CONTATOS : Fones : (11) 3288-2964; 9957-0451. E-MAIL : smleoto@uol.com.br SITE : www.sergioemagalileoto.com.br. Experiência ministerial Pr. Sergio e Magali Leoto são missionários que atuam na área de “Fortalecimento às Famílias”, auxiliando Igrejas a prepararem suas lideranças. São membros da Igreja Batista de Água Branca, na capital paulista. Casados desde 1982, têm uma filha: Jessica. Desenvolveram ministérios em comunidades de várias denominações desde 1975, entre adolescentes, jovens e casais, através de Missões como Vencedores por Cristo, Aliança Bíblica Universitária e SEPAL – Servindo a Pastores e Líderes, nas áreas de treinamento, ensino e liderança. Percorreram mais de 300.000 km, atingindo mais de 200 cidades, no Brasil e EUA. Também atuaram por vários anos em Igrejas locais como: Batista da Liberdade e do Morumbi (na capital de SP), além da 1ª. Igr. Bat. de Santo André - SP. O Pr. Sérgio Leoto é formado em Teologia e pós-graduado em Aconselhamento, pela Faculdade Teológica Batista de São Paulo e bacharel em Arquitetura, pela Universidade de Guarulhos - SP. Magali é formada em Música Sacra pela Faculdade Teológica Batista de São Paulo e em Educação Artística pela Faculdade Sta. Marcelina - SP. Psicóloga formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP. O casal tem 11 publicações na área de Família, editadas por ABBA PRESS, Ed. CANDEIA e Ed. SOCEP.

×