Soja

8.670 visualizações

Publicada em

Publicada em: Carreiras
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.670
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
711
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Soja

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL SOJAALUNOS: BRUNA FIORAMONTE, KAMILA PASCHOAL,LETÍCIA LANGE, RENATA MILANI e VINÍCIUS BOTTON
  2. 2. A SOJA NA ATIGUIDADE• A soja (Glycine max (L) Merrill) surgiu na costa lestena Ásia, principalmente na China. Sua evoluçãotambém se deu neste país, por meio do cruzamentode espécies selvagens.• Na antiguidade era considerada um grão sagrado.• É uma das mais antigas plantas cultivadas noplaneta, porém só chegou ao Ocidente na segundametade do século XX, pelos EUA.
  3. 3. ASPECTOS FÍSICOS• A soja tem grande variabilidade genética, tanto no ciclo vegetativo quanto no reprodutivo, condições ambientais também influenciam a produção.• O caule é ramoso, híspido, com tamanho que varia entre 80 e 150 cm, depende da exposição à luz.• As flores de soja podem apresentar coloração branca, púrpura diluída ou roxa, de 3 até 8mm de diâmetro.• O comprimento das raízes pode chegar a até 1,80 m. A maior parte delas encontra-se a 15 cm de profundidade.
  4. 4. • O legume da soja é levemente arqueado, peludo, medindo de 2 até 7cm, onde aloja de 1 até 5 sementes. A cor da vagem da soja varia entre amarela-palha, cinza e preta.• As sementes de soja são lisas, ovais, globosas ou elípticas. Podem também ser encontradas nas cores amarela, preta ou verde. O hilo é geralmente marrom, preto ou cinza.• Sua cor das folhas, na maioria dos cultivares, é verde pálida e, em outras, verde escura.
  5. 5. CONDIÇÕES AMBIENTAIS PARA PLANTIO• - A água constitui aproximadamente 90% do peso da planta, desempenha a função de solvente e tem papel importante na regulação térmica da planta.• - A soja melhor se adapta a temperaturas do ar entre 20ºC e 30ºC. A faixa de temperatura do solo adequada para semeadura varia de 20ºC a 30ºC, sendo 25ºC a temperatura ideal.• - O crescimento vegetativo da soja é pequeno ou nulo a temperaturas menores ou iguais a 10ºC. Temperaturas acima de 40ºC têm efeito adverso na taxa de crescimento.
  6. 6. CONSEQUÊNCIAS DO PLANTIO - Os impactos provocados:• Compactação e impermeabilização dos solos pelouso intensivo de máquinas agrícolas;• Erosão e desertificação;• Contaminação por agrotóxicos nas águas,alimentos e animais;• Impactos detrimentais da retirada da vegetaçãonativa de áreas contínuas extensas;• Assoreamento de rios e reservatórios;• Aparecimento de novas pragas ou aumento das jáconhecidas;
  7. 7. • Risco à sobrevivência de espécies vegetais eanimais com a perda de habitat natural devido aexpansão agrícola;• Desmatamento. - A construção de infra-estruturas(rodovias, ferrovias, hidrovias, hidroelétricas,etc.) é outro fator de impacto ambiental nosbiomas amazônico e de cerrado. - A partir da constatação dos prejuízoscausados pela “Revolução Verde” surgiu a noçãode agricultura sustentável ou Agroecologia.
  8. 8. A SOJA NO BRASIL• 1882 – Gustavo Dutra, professor da Escolade Agronomia da Bahia;• 1901 - Começam os cultivos na EstaçãoAgropecuária de Campinas e a distribuiçãode sementes para produtores paulistas;• 1908 – Grão é facilmente encontradodevido à imigração dos japoneses;
  9. 9. A SOJA NO BRASIL• 1914 – Introduzida no RS, características climáticas igual as áreas produtoras dos EUA;• 1941 – Primeira indústria processadora de soja no Brasil. (Santa Rosa – RS);• 1970 – Desenvolvimento efetivo, impulsionado pela indústria de óleo e pela demanda internacional;
  10. 10. A SOJA NO BRASIL• A produção passou de 1,5 milhão de toneladas em 1970 para mais de 15 milhões de toneladas em 1979.• Na década de 90, a soja ocupou o lugar de principal produto agrícola;
  11. 11. A SOJA NO BRASIL• A região Centro-Oeste produz quase metade da produção nacional, juntamente com a região Sul respondem por mais de 80% da produção brasileira do grão (aproximadamente 74 milhões de toneladas),• Atualmente Mato Grosso é o maior produtor de soja do país;
  12. 12. SOJA NO MATO GROSSO• Safra: 18.787.783 toneladas• 27,33% da produção nacional• Principal cidade: Sorriso-MT, 2,65%
  13. 13. SOJA NO MATO GROSSO DO SUL• A área produtiva cresceu aproximadamente 247% desde 1977.• Ganhos de produtividade das lavouras.• Hoje, o estado é o sexto maior produtor de soja do Brasil e é responsável por mais ou menos 4 milhões de toneladas, em 1,8 milhões de hectares plantados.
  14. 14. SOJA NO MATO GROSSO DO SUL
  15. 15. Importações e Exportações a Ranking Mundial • Oferta• EUA, Brasil e Argentina – 81% da produção mundial;• Brasil, EUA e Argentina – 90% das exportações mundiais; • Demanda• China importa 70% do seu consumo interno;• A UE importa 94% do seu consumo interno;• A China processa a soja em grão importada e produz farelo e óleo de soja;• A EU é a maior importadora de farelo de soja, porque se abastece com o farelo processado nos países de mais baixo custo de produção como o Brasil
  16. 16. BENEFÍCIOS DA SOJAA Soja promove benefícios como:• - Coração: a ingestão de 25 gramas por dia de proteína de soja reduz o LDL, o mau colesterol, cerca de 33% e aumenta o HDL (colesterol bom).• - Prevenção do câncer: o consumo diário de soja e seus derivados diminui a incidência de câncer de mama, cólon e próstata.• - Menopausa: a soja atenua os suores noturnos e as ondas de calor.• - Osteoporose :o fito estrogênio ajuda a fixar o cálcio e fortalece a estrutura óssea.• - Diabetes: as fibras do grão de soja agem como reguladores do nível de glicose.• - Arteriosclerose: a isoflavona torna as artérias mais flexíveis e reduz o índice da doença.• A soja ainda tem vitamina E que combate o envelhecimento, saponina que previne esclerose das artérias, lecitina que ativa células do cérebro e fibras que ajudam no funcionamento do intestino.
  17. 17. PLANTIO DA SOJA Plantio Da SojaPLANTIO CONVENCIONAL
  18. 18. ARAÇÃODescompactar a terra para desenvolver as raízes.
  19. 19. CALAGEMTeor de cálcio e magnésio
  20. 20. GRADAGEMDeixar uniforme a terra.
  21. 21. SEMEADURA
  22. 22. ADUBAÇÃO
  23. 23. APLICAÇÃO DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS
  24. 24. COLHEITA
  25. 25. Plantio direto
  26. 26. ROTAÇÃO DE CULTURAS Aveia
  27. 27. AUSÊNCIA DE PREPARO DE SOLO
  28. 28. USO DE UMA MÁQUINA
  29. 29. ELIMINA ERVAS DANINHAS NA INSTALAÇÃO DA CULTURA
  30. 30. PRESERVA QUALIDADE AMBIENTAL
  31. 31. CONVENCIONAL X PLANTIO DIRETO
  32. 32. CONVENCIONAL X PLANTIO DIRETO• Erva daninha
  33. 33. Quando plantar???• Ínicio da primavera, entre setembro e outubro.Quando colher???• Fim do verão, entre fevereiro e março
  34. 34. 13 dias após germinação
  35. 35. 31 dias após germinação
  36. 36. percevejo
  37. 37. 40 dias após a germinação
  38. 38. 80 dias após a germinação
  39. 39. 128 dias após a germinação
  40. 40. PÓS - COLHEITA
  41. 41. TRANSGÊNICOSOs transgênicos são plantas quereceberam, por meio de técnicas dabiotecnologia, um gene de um outroorganismo capaz de torná-la tolerante a algoque traga maior resistividade a planta.
  42. 42. SOJA TRANGÊNICA• No caso da soja, ela é geneticamente modificada para ser resistente ao uso de um herbicida.• O gene para a modificação foi retirado de uma bactéria do solo.
  43. 43. PROCESSO TRANSGÊNICO
  44. 44. • Essa novidade chegou ao campo pela primeira vez nos Estados Unidos, na safra de 1996.• No ano seguinte, os agricultores argentinos também já aderiram à novidade.• Em 1997, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio autoriza, pela primeira vez no Brasil, a realização de testes de campo para fins de pesquisa com a soja transgênica.
  45. 45. • Em junho de 2000, o juiz Antônio Prudente concede liminar impedindo a comercialização das cultivares RR até que o governo federal defina as regras de segurança, rotulagem e comercialização e que seja apresentado um estudo de impacto ambiental.
  46. 46. • Em 12 de junho de 2002, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama ) aprova resolução que obriga o licenciamento ambiental e o EIA-Rima (Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto no Ambiente) para liberação de qualquer produto geneticamente modificado no ambiente.
  47. 47. • Em 2006 o cultivo de transgênicos cresceu 13%, ultrapassando os 100 milhões de hectares.• No Brasil, a soja transgênica já esta superando a soja convencional com cerca de 11,38 milhões de hectares
  48. 48. VANTAGENS DA SOJA TRANSGÊNICA• Pode-se reduzir o número e o custo das aplicações de herbicidas, o que poderá resultar em controle igual, ou melhor, das plantas daninhas .• Sendo ideal ao ponto de vista ambiental, econômico e pratico.
  49. 49. DESVANTAGENS• Estudos mostram uma certa resistência que algumas plantas daninhas, desenvolveram com o uso deste herbicida.• . Além disso, outras marcas de herbicidas, temem que o mercado seja dominado por apenas um herbicida, constituindo assim um monopólio
  50. 50. • O solo receberá cada vez mais, quantidades significativas de glifosato o que poderá, acarretar em um desequilíbrio de fatores bióticos e abióticos.
  51. 51. UTILIZAÇÃO DA SOJA• chocolate, temperos prontos, massas, óleo de cozinha, tempero de saladas, margarinas, gordura vegetal, salsichas, maioneses, sorvetes, achocolatados, barras de cereais e produtos congelados.• leite e sucos de frutas à base de soja• Carne de soja, rações;
  52. 52. UTILIZAÇÃO DA SOJA• indústrias de cosméticos, farmacêutica, veterinária, de vernizes tintas e de plásticos;• nutrientes, adubos, formulador de espumas, fabricação de fibra e revestimento;• O biodiesel é composto por diesel de petróleo e óleo extraído de várias oleaginosas. O óleo de soja representa mais de 80% da demanda total da fabricação de biodiesel no Brasil.
  53. 53. PRODUTOS À BASE DE SOJA

×