Computadores na escola

227 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Computadores na escola

  1. 1. ALUNA:KARINE CARDOSO MOREIRA PAPEL ESCOLHIDO: TECNÓFOBO
  2. 2. COMPUTADORES NA ESCOLA QUALIDADE NA EDUCAÇÃO OU AMEAÇA?
  3. 3. MUDANÇAS É necessária uma urgente mudança na educação brasileira, principalmente no material humano, ao invés de preocupar-se apenas com uma mudança tecnológica.
  4. 4. O professor precisa acompanhar e cercear todo o processo de aprendizagem. O aluno, e principalmente as crianças, devem ser orientados quanto à confiabilidade do conteúdo pesquisado.
  5. 5. A pesquisa realizada através da internet oferece um universo de informações que nem sempre os jovens alunos sabem filtrar os conteúdos relevantes, se perdendo muitas vezes em jogos e e redes sociais.
  6. 6. Mesmo usando os chamados “ programas educativos”, o que atrai a criança ou adolescente não é a beleza ou interesse do conteúdo que está sendo aprendido, mas esses efeitos cosmético e de video game que são utilizados.
  7. 7. ALGUNS MALEFÍCIOS DO COMPUTADOR • Exige um comportamento mais maduro de nossas crianças; • Induz a uma determinada visão de mundo; • Motiva as crianças a permanecerem por longos períodos em uma determinada posição, prejudicando sua postura física; • Sem o controle dos pais, pode viciar a criança; • Faz com que a criança ou jovem perca a espontaneidade do contato social frente a frente, limitando-se assim aos contatos virtuais; • Permite o contato com conteúdos impróprios para a sua faixa etária .
  8. 8. O COMPUTADOR PODERÁ SUBSTITUIR O PROFESSOR ALGUM DIA? Os computadores representam o oposto a um ensino mais humano. O processo de ensino e aprendizagem deve ser feito por gente e não por máquina. As primeiras regras para um ensino mais humano e humanista é ter amor e o respeito pelos estudantes. Nenhuma máquina pode exercer tais atividades anímicas – Valdemar W.Setzer
  9. 9. REFERÊNCIAS Computadores na educação básica: sim ou não? Disponível em < http://www.ich.pucminas.br/pged/db/wq/wq _pmv/index.htm>, acesso em 01/03/14.

×