O Cérebro

1.195 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre o cérebro, realizado na disciplina de Psicologia do 12º ano de escolaridade.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Cérebro

  1. 1. A N A F O N S E C A 1 2 º C N º 1 V Í T O R C A C H O P O 1 2 º C N 1 3 CÉREBRO
  2. 2. Introdução No decorrer deste trabalho vamos falar sobre o cérebro e o sistema em que se insere (sistema nervoso), as células que este contém e, por fim, iremos analisar informação respeitante aos hemisférios cerebrais e as suas funções.
  3. 3. Cérebro: introdução O ser humano define-se por múltiplas características que o distinguem dos outros animais. O seu organismo é composto por um conjunto de órgãos organizados em sistemas, que se relacionam entre si e com o meio. De todos os órgãos iremos destacar o cérebro, pelo conjunto de funções que domina e coordena.
  4. 4. O cérebro humano (…) é a fonte de todo o comportamento, controlando ao mesmo tempo uma miríade de funções incrivelmente complexas. (…) o cérebro recebe informação e transmite-a aos locais apropriados para o seu processamento. Permite à pessoa agir com base nessa informação, controlando a capacidade motora dos músculos. O cérebro gera emoções e permite que se esteja atentos a elas. É a fonte da cognição, da memória, dos pensamentos e daquilo que chamamos inteligência. (…) As pessoas não têm de se preocupar em controlar o ritmo cardíaco, a transpiração, a respiração, a secreção hormonal ou o sistema imunitário; o cérebro faz isso inconscientemente e automaticamente pela pessoa. Patricia Wolfe, Compreender o funcionamento do cérebro
  5. 5. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso O sistema nervoso é composto por um conjunto de estruturas que são responsáveis pelos nossos comportamentos:  os mais simples: os reflexos;  os mais complexos: pensamento, memória, imaginação e linguagem.
  6. 6. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso meio Órgãos dos sentidos Captam informações do Essas informações são interpretadas e tratadas pelo Sistema nervoso
  7. 7. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Sistema nervoso Coordena, processa e determina as respostas aos estímulos que recebeu. Essas respostas são efetuadas por Músculos Glândulas
  8. 8. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Assim:  Os mecanismos de receção são os órgãos que recebem os estímulos do meio (externo ou interno). Ex.: órgãos dos sentidos (visão, audição, tato, etc.)
  9. 9. Os mecanismos de coordenação são o sistema nervoso central e periférico. São estes dois sistemas que coordenam as informações recebidas pelos recetores e determinam as respostas dos efectores. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso
  10. 10. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso  Os mecanismos de reação são os músculos e as glândulas, sendo ambos responsáveis por efetuarem as reações aos estímulos (=respostas).
  11. 11. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso O sistema nervoso é constituído por dois tipos principais de células:  células gliais:  facultam os nutrientes (como o oxigénio e a glicose) que alimentam, isolam e protegem os neurónios;  influenciam a comunicação cerebral, o funcionamento das sinapses e outras funções que afetam o funcionamento do sistema nervoso;
  12. 12. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso  têm um papel fundamental no desenvolvimento do cérebro no período fetal e na maturação dos neurónios.  determinam quais os neurónios que estão aptos a funcionar e asseguram a manutenção do ambiente químico que os rodeia.
  13. 13. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso  Neurónios: os neurónios são as células responsáveis por grande parte das funções do sistema nervoso. Distingue-se em três componentes: 1. Corpo celular:  contém o núcleo (=armazém de energia da célula);  fabrica proteínas sob o controlo do ADN presente no núcleo celular;  é o centro metabólico do neurónio;  de si saem dois tipos de prolongamentos: as dendrites e o axónio.
  14. 14. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso
  15. 15. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso 2. Dendrites:  deriva da palavra grega dendron = árvore;  são extensões do corpo celular que se assemelham aos ramos de uma árvore;  faz com que o neurónio apresente uma maior superfície de receção e emissão de mensagens;  As suas múltiplas ramificações transmitem informação de e para as outras células com as quais o neurónio estabelece contacto.
  16. 16. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso
  17. 17. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso 3. Axónio:  É o prolongamento mais extenso do neurónio;  transmite mensagens de um neurónio a outro ou entre o neurónio e uma célula efetora (muscular ou glandular);  alguns axónios estão envolvidos por camadas de mielina (substância branca de matéria gorda) e outros são só constituídos por substância cinzenta;  os axónios constituem uma fibra nervosa, que se agrupam em feixes. A esse conjunto de fibras nervosas envolvidas por uma membrana dá-se o nome de nervos.
  18. 18. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso
  19. 19. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso As três estruturas do neurónio estão interligadas, pelo que a interatividade é o principio essencial subjacente à forma e a anatomia celular dos neurónios.
  20. 20. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Tipos de neurónios: o neurónios sensoriais (ou aferentes): são afetados pelas alterações ambientais e ativados pelos vários estímulos (externos ou internos). Recolhem e conduzem as mensagens da periferia para os centros nervosos espinal medula e encéfalo. o neurónios motores (ou eferentes): transmitem as mensagens dos centros nervosos para os órgãos responsáveis pelas respostas (efetores), os músculos e as glândulas.
  21. 21. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso o neurónios de conexão (interneurónios): interpretam as informações e elaboram as respostas. A sua atividade torna possível as nossas funções superiores. Ex.: capacidade intelectual, emoções e comportamento.
  22. 22. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Comunicação nervosa Os neurónios, organizados em redes, trocam informações sob a forma de descargas elétricas e químicas que atravessam biliões de pontos de comunicação. O papel do sistema nervoso consiste em transmitir sinais de um grupo de neurónios para outro. Essa informação que circula ao longo dos neurónios é o influxo nervoso.
  23. 23. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Captam o estímulo, os sinais que podem ter origem no neurónio vizinho; entrada saída   Os sinais são integrados; Gera-se um impulso nervoso; O impulso nervoso é transmitido ao  As ramificações dos axónios aproximam-se das dendrites do neurónio vizinho transmitindo o sinal através da sinapse.
  24. 24. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Sinapse e comunicação nervosa É através da sinapse que as mensagens entre os neurónios são transmitidas. Sinapse: junção funcional em que ocorre a transmissão de informação entre dois neurónios ou entre um neurónio e uma outra célula.
  25. 25. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Na sinapse estabelece-se uma comunicação entre um prolongamento do axónio (neurónio emissor) com a dendrite do outro neurónio (neurónio recetor). As membranas dos dois neurónios estão separadas pela fenda sináptica.
  26. 26. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso A sinapse põe em comunicação três componentes fundamentais:  o botão pré-sináptico- a terminação axónica do neurónio emissor;  a membrana pós-sináptica- localizada na dendrite ou corpo celular do neurónio recetor;  a fenda sináptica- espaço cheio de liquido compreendido entre os dois neurónios. Botão pré-sináptico Fenda sináptica Membrana pós-sináptica
  27. 27. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso Nas terminações pré-sinápticas existem esferas chamadas vesículas sinápticas, que contêm substâncias químicas. Essas substâncias químicas, sob o efeito da atividade elétrica do axónio, libertam-se da fenda sináptica. Neurotransmissores substâncias químicas que estabelecem contacto com as células vizinhas sobre as quais provocam respostas elétricas pela inibição ou pela excitação.
  28. 28. Elementos estruturais e funcionais do sistema nervoso
  29. 29. Funcionamento global do cérebro O cérebro pertence e depende do sistema nervoso. Dele podemos distinguir dois subsistemas: sistema nervoso central coordena as informações. sistema nervoso periférico conduz a informação da periferia para os centros nervosos e as respostas destes para a periferia. Sem este sistema o cérebro ficaria isolado do meio interno e externo.
  30. 30. Funcionamento global do cérebro Sistema nervoso SISTEMA NERVOSO Periférico SISTEMA NERVOSO Central Cérebro Espinal medula Sistema nervoso somático Sistema nervoso autónomo Nervos sensoriais Nervos motores Divisão simpática Divisão parassimp ática
  31. 31. Funcionamento global do cérebro O sistema nervoso central (SNC)  constituído pela espinal medula (coluna vertebral) e pelo encéfalo (caixa craniana);  todos os nossos comportamentos são controlados por estas duas estruturas.
  32. 32. Funcionamento global do cérebro  Espinal medula o é um prolongamento do cérebro; o desempenha duas funções fundamentais: coordenação e condução: - a função de coordenação relaciona-se com a responsabilidade em coordenar a atividade reflexa (Ex.: reflexo sensoriomotor). O ato reflexo é uma resposta imediata, involuntária e automática a um estímulo. o a espinal medula controla o reflexo rotular e o reflexo pupilar; - a função de condução consiste em transmitir mensagens do cérebro para o resto do corpo e vice-versa.
  33. 33. Funcionamento global do cérebro  Encéfalo o Encontra-se localizado no interior do crânio protegido pelas meninges; o As suas estruturas asseguram unidade ao comportamento humano;
  34. 34. Funcionamento sistémico do cérebro Hemisférios cerebrais O ser humano tem o cérebro dividido em dois hemisférios: o hemisfério esquerdo e o hemisfério direito.
  35. 35. Funcionamento sistémico do cérebro Os hemisférios estão separados por uma fissura longitudinal e ligados por um sistema de fibras nervosas corpo caloso. O córtex cerebral é a camada cinzenta que cobre os hemisférios cerebrais e onde residem as nossas capacidades superiores.
  36. 36. Funcionamento sistémico do cérebro Os hemisférios desempenham funções diferentes. Cada hemisfério controla a parte oposta do corpo pois os feixes nervosos que conduzem as instruções até aos músculos cruzam-se no percurso.  o hemisfério direito controla a formação de imagens, as relações espaciais, a perceção das formas, das cores e o pensamento concreto;  o hemisfério esquerdo é responsável pelo pensamento lógico, pela linguagem verbal, pelo cálculo e pela memória.
  37. 37. Funcionamento sistémico do cérebro
  38. 38. Funcionamento sistémico do cérebro
  39. 39. Funcionamento sistémico do cérebro
  40. 40. Conclusão Com este trabalho conseguimos aprender um pouco mais acerca do funcionamento do sistema nervoso, das células que o constituem e quais as tarefas realizadas por cada um dos hemisférios cerebrais.
  41. 41. Bibliografia  https://www.google.com/imghp?gws_rd=ssl  MONTEIRO, Manuela.; FERREIRA, Pedro, Ser Humano, Psicologia B. 12º ano  http://saude.ig.com.br/cerebro/

×