ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS
1
SEGUNDA LISTA DE EXERCÍCIOS
Capítulos 8 e 10
Atenção: Entregar até 22/0...
ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS
2
b. Se 100 empresas idênticas estiverem atuando no mercado, qual será a e...
ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS
3
Supondo que a empresa maximize seus lucros:
a. Quais serão, respectivame...
ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS
4
b. Calcule os valores de Q1, Q2, Q e P que maximizam os lucros.
c. Supon...
ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS
5
9. Um monopolista defronta-se com a seguinte curva de demanda:
Q=144/P2
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Segunda lista de exercicios

348 visualizações

Publicada em

texto economia

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segunda lista de exercicios

  1. 1. ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS 1 SEGUNDA LISTA DE EXERCÍCIOS Capítulos 8 e 10 Atenção: Entregar até 22/03/02 Maximização de lucros e oferta competitiva I – Considere a tabela abaixo: Tabela I - Receita e custos de uma empresa no curto prazo. Produção (unidades) Preço ($/unidade) Receita ($) Custo Total ($) Lucro ($) Custo Marginal ($) Receita Marginal ($) 0 40 0 50 -50 - - 1 40 40 100 -60 50 40 2 40 80 128 -48 28 40 3 40 120 148 -28 20 40 4 40 160 162 -2 14 40 5 40 200 180 20 18 40 6 40 240 200 40 20 40 7 40 280 222 58 22 40 8 40 320 260 60 38 40 9 40 360 305 55 45 40 10 40 400 360 40 55 40 11 40 440 425 15 65 40 1 – A partir dos dados da Tabela I, mostre o que ocorreria com a escolha do nível de produção da empresa caso o preço do produto apresentasse uma redução de $40 para $35. 2 – Novamente utilizando os dados da Tabela I, descreva o que ocorreria com a escolha do nível de produção da empresa e com seu lucro se o custo fixo da produção fosse aumentado de $50 para $100 e, posteriormente, para $150. que conclusão geral você poderia tirar dos efeitos dos custos fixos sobre o nível de produção escolhido pela empresa? 3 – Suponha que você seja administrador de uma empresa fabricante de relógios de pulso, operando em um mercado competitivo. Seu custo de produção é expresso pela equação: C = 100 + Q2, em que Q é o nível de produção e C é o custo total. (O custo marginal da produção é 2Q. O custo fixo de produção é de $100). a. Se o preço dos relógios for $60, quantos relógios você deveria produzir para poder maximizar o lucro? b. Qual será o nível de lucro? c. Qual será o preço mínimo no qual a empresa apresentará uma produção positiva? 4 – Utilize a mesma informação do Exercício 1 para responder ao seguinte: a. Determine a curva de oferta a curto prazo da empresa. (Sugestão: você poderá desenhar as curvas de custo apropriadas).
  2. 2. ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS 2 b. Se 100 empresas idênticas estiverem atuando no mercado, qual será a expressão da curva de oferta da indústria? 5 - Um imposto sobre vendas no valor de $1 por unidade produzida passa a ser arrecadado sobre uma empresa cujo produto é vendido por $5 em uma indústria competitiva. a. De que forma tal imposto influenciará as curvas de custo da empresa? b. O que ocorrerá com o preço do produto da empresa, com seu nível de produção e com seu lucro a curto prazo? c. O que ocorrerá a longo prazo? 6. Suponha que o custo marginal de uma empresa competitiva para obter um nível de produção q seja expresso pela equação: CMg(q) = 3 + 2q. Se o preço de mercado do produto da empresa for $9, então: a. Qual será o nível de produção escolhido pela empresa? b. Qual o excedente do produtor para esta empresa? 7. Suponha que o custo variável médio da empresa do Exercício 6 seja expresso pela equação: CVMe (q) = 3 + q. Suponha que o custo fixo da empresa seja de $3. Será que a empresa estará auferindo lucro positivo, negativo ou zero a curto prazo? 8. Uma indústria competitiva encontra-se em equilíbrio a longo prazo. Então, um imposto sobre vendas passa a incidir sobre todas as empresas da indústria. O que você esperaria que ocorresse com o preço do produto, com o número de empresas que atuam na indústria e com o nível de produção de cada empresa a longo prazo? 9. Para produzir determinada mercadoria, uma empresa tem uma função de custo CT = q3 – 2q2 + 8q + 6 e o preço é p = 23,00 unidades monetárias. Determine se a firma produzirá ou não nessas condições. Se produzir, qual será o nível de produção? A empresa obterá lucro ou prejuízo? Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio 1. Será que aumentos na demanda de produtos monopolizados sempre resultarão em preços mais elevados? Explique. Um aumento na oferta com que se defronta um monopsonista sempre resultaria em preços mais baixos? Explique. 2. Uma empresa monopolista defronta-se com uma elasticidade constante de -2. A empresa tem um custo marginal de $20 por unidade e estabelece um preço para maximizar o lucro. Se o custo marginal subisse 25%, o preço estabelecido pela firma subiria 25%? 3. Uma empresa defronta-se com a seguinte curva de receita média (demanda): P= 100—0,01Q em que Q é a produção semanal média e P é o preço medido em centavos por unidade. A função de custo da empresa é expressa pela equação: C = 50Q + 30.000.
  3. 3. ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS 3 Supondo que a empresa maximize seus lucros: a. Quais serão, respectivamente, em cada semana, seu nível de produção, seu preço e seu lucro total? b. O governo decide arrecadar um imposto de $0,10 por unidade de um determinado produto. Quais deverão ser, respectivamente, o novo nível de produção, o novo preço e o novo lucro total, em conseqüência do imposto? 4.A Tabela a seguir mostra a curva da demanda “ com a qual se defronta um monopolista que produz com um custo marginal constante igual a $10. Preço Quantidade 27 0 24 2 21 4 18 6 15 8 12 10 9 12 6 14 3 16 0 18 a. Calcule a curva da receita marginal da empresa. b. Quais são, respectivamente, o nível de produção e o preço capazes de maximizar o lucro da empresa? Qual é o lucro da empresa? c. Quais seriam, respectivamente, o preço e a quantidade de equilíbrio em um setor competitivo? d. Qual seria o ganho social se esse monopolista fosse obrigado a praticar um nível de produção e preço de equilíbrio competitivo? Quem estaria ganhando e quem estaria perdendo em conseqüência disso? 5. Uma empresa tem duas fábricas, cujos custos são expressos pelas equações a seguir: Fábrica #1:   2 111 10QQC  Fábrica #2:   2 222 10QQC  A empresa se defronta com a seguinte curva de demanda: P=700 - 5Q em que Q é a produção total, isto é, Q = Q1 + Q2 a. Faça um diagrama desenhando: as curvas de custo marginal para as duas fábricas; as curvas de receita média e de receita marginal; e a curva do custo marginal total (isto é, custo marginal da produção total Q = Q1 + Q2). Indique o nível de produção que maximiza os lucros para cada fábrica, bem como a produção total e o preço.
  4. 4. ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS 4 b. Calcule os valores de Q1, Q2, Q e P que maximizam os lucros. c. Suponha que o custo da mão-de-obra aumente na Fábrica 1, mas permaneça inalterado na Fábrica 2. De que forma a empresa deveria ajustar (isto é, aumentar, reduzir ou deixar inalterada) a produção da Fábrica 1? A produção da Fábrica 2? A produção total? E o preço? 6. Uma empresa fabricante de medicamentos possui monopólio sobre um novo remédio patenteado. O produto pode ser produzido por qualquer uma dentre duas fábricas disponíveis. Os custos de produção para as duas fábricas são, respectivamente: CMg1 = 20 + 2Q1 e CMg2 = 10+ 5Q2. A estimativa da demanda do produto é P =20 - 3(Q1 + Q2). Qual a quantidade que a empresa deveria produzir em cada fábrica e a que preço ela deveria planejar vender o produto? 7. Um monopolista defronta-se com a curva de demanda P = 11 - Q, em que P é medido em dólares por unidade e Q é medida em milhares de unidades. O monopolista tem custo médio constante e igual a $6 por unidade. a. Desenhe as curvas de receita média e receita marginal e a curva de custo marginal. Quais são, respectivamente, o preço e a quantidade capazes de maximizar os lucros do monopolista, e qual será o lucro resultante? Calcule o grau de poder de monopólio da empresa utilizando o índice de Lerner. b. Um órgão governamental de regulamentação define um preço teto de $7 por unidade. Quais serão, respectivamente, a quantidade produzida e o lucro da empresa? O que ocorrerá com o grau de poder de monopólio? c. Qual o preço teto que possibilita o nível mais elevado de produção? Qual será este nível de produção? Qual será o grau do poder de monopólio da empresa para este preço? 8 – A empresa NHS é monopolista no setor industrial de limitadores de abertura de porta. Seu custo é: C = 100 - 5Q + Q2, e sua demanda é: P =55 - 2Q. a. Que preço a empresa NHS deveria cobrar para maximizar lucros e qual a quantidade que seria então produzida? Quais seriam, respectivamente, os lucros e o excedente do consumidor gerados pela NHS? b. Qual seria a quantidade produzida se a NHS atuasse como um competidor perfeito, tendo CMg =P? Que lucro e que excedente do consumidor seriam gerados? c. Qual seria a perda bruta decorrente do poder de monopólio no item a? d. Suponha que o governo, preocupado com o alto preço dos limitadores de abertura de portas, defina um preço máximo de $27 para o produto. De que forma isto afetaria, respectivamente, o preço, a quantidade, o excedente do consumidor e o lucro da NHS? Qual seria a perda bruta resultante?
  5. 5. ECO272 – MICROECONOMIAII 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS 5 9. Um monopolista defronta-se com a seguinte curva de demanda: Q=144/P2 em que Q é a quantidade demandada e P é o preço. O custo varidvel médio é: CVM=Q1/2 e seu custo fixo é 5. a. Quais são, respectivamente, seu preço e quantidade maximizadores de lucros? b. Suponha que o governo regulamente o preço de modo que o mesmo não possa ultrapassar $4 a unidade. Quais serão, respectivamente, a quantidade produzida e o lucro do monopolista? c. Suponha que o governo queira definir um preço teto que seja capaz de induzir o monopolista a produzir a maior quantidade possível. Qual seria este preço? 10. O custo total para a produção de uma determinada mercadoria e seu preço de mercado são conhecidos através das respectivas funções. Determine a produção em que ocorre lucro máximo. Nessas condições, o produtor irá ou não produzir? No caso afirmativo, qual será seu lucro? CT = 6q3 – 4q2 + 20q + 40 P = 80 – 2q

×