SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Cartilha das Brincadeiras
    Amarelinha (academia, escada, macaca, sapata)

Primeiro desenhe no chão um diagrama como este aí ao lado. Quem for
jogar fica no inferno e lança uma pedra, mirando no número 1. Se
acertar, pula num pé só no número 2 e depois nos três. Em seguida, pula
colocando um pé no número 4 e outro no 5 (as asas). Pula de novo com
um pé só no número 6 (o pescoço) e pisa com os dois pés no céu (que
também é chamada de lua).

Para voltar, faz a mesma coisa, abaixando um pouco no número 2 para
pegar a pedra que ficou no número 1, pulando depois para o inferno.
Começa tudo de novo, só que dessa vez, tem de mirar a pedra no
número 2 e pular num pé só direto no número 3. E assim vai a
brincadeira, até que o jogador erre e passe a vez para o próximo
companheiro. Quem sai do jogo, quando volta, começa de onde errou.

Você também pode jogar amarelinha sozinho. Quando errar, recomece do número 1.

                                     Barra-Manteiga

                              Separe a turma em dois times, que devem ficar a uns 8 metros
                              de distância. Os jogadores ficam um ao lado do outro, formando
                              uma linha, com as palmas das mãos viradas para cima.
                              Um jogador vai até o time adversário e bate com a palma da
                              mão direita nas mãos dos jogadores do outro time.
                              Ele vai batendo de leve nas mãos de todo mundo, mas, de
                              repente, dá um tapão na mão de alguém e corre de volta para o
                              seu lado do campo.
                              Quem levar o tapa tem de correr atrás do adversário e tentar
                              pegá-lo.
                              Se conseguir, leva o jogador para a sua equipe e vai bater nas
mãos do outro time.
Ganha quem conseguir trazes mais adversários para a sua equipe.

                                     Bola-na-Parede

A idéia do jogo é fácil: lançar uma bola contra a parede sem deixá-la cair no chão. Só que, a
cada lançamento, o jogador tem de jogá-la de um jeito, dizendo uma palavra, assim:

                         - Primeiro ! (joga a bola e a segura de volta);
                         - Seu lugar ! (joga a bola e a segura sem sair do lugar);
                         - Sem rir ! (joga a bola e a segura sem rir);
                         - Sem falar ! (joga a bola e a segura com a boca fechada);
                         - Uma mão ! (joga a bola e a segura com a mão direita);
                         - A outra ! (joga a bola e a segura com a mão esquerda);
                         - Uma palma ! (joga a bola, bate uma palma e a segura);
                         - Duas palmas ! (joga a bola, bate duas palmas e a segura);
                         - Pirueta ! (joga a bola, enrola os braços e a segura);
                         - Trás para diante ! (bate uma palma atrás e outra na frente antes de
                         segurar a bola);
                         - Quietas ! (bate nas coxas com as palmas das mãos, antes de
                         segurara bola).

Você pode jogar sozinho ou em grupo. Se jogar sozinho, cada vez que errar tem de começar
tudo de novo. Se não, passe a vez quando errar. Ganha quem fizer primeiro a seqüência até o
fim.
Cada macaco no seu galho

                               Risque vários círculos no chão, sendo uma para cada
                               participante. Uma criança ficará no centro.

                               Quando o chefe disser "cada macaco no seu galho", todos
                               devem trocar de lugar o mais rápido possível. O que está no
                               centro vai tentar ocupar um círculo vazio. Se não conseguir,
                               fica no centro novamente. Se conseguir, aquele que sobrou
                               ocupa o seu lugar.




           Esconde-esconde (piques, pique - esconde, 31 alerta)

      Escolha um lugar para ser o pique e quem vai ficar nele. O jogador escolhido fica de
      costas e de olhos fechados no pique, contando até o número combinado.

      Enquanto isso, o resto do grupo tem de se esconder. Quando termina de contar, o
      jogador vai procurar os companheiros.

      Quem está escondido tem de correr até o pique para se salvar.

      Quando encontra alguém, o jogador que está procurando tem de voltar ao pique e dizer
      onde é que viu o companheiro.

      Se o jogador encontrado chegar ao pique antes do perseguidor, ele se salva.

      O primeiro que for pego é o perseguidor na próxima jogada. Se todo mundo for salvo, a
      brincadeira continua com o mesmo perseguidor.

                Gato-e-rato

Os amigos fazem uma roda, dando as mãos.
Alguém tem de ser o rato e ficar dentro da roda.
Outra pessoa é o gato e fica do lado de fora. O
gato pergunta e a roda responde:

-O senhor rato está em casa?
-Não! -A que horas chega?
-Às oito horas!

A roda, então, começa a girar, contando as horas combinadas.
Quando terminar, solta os braços, mas mantém a posição. O gato entra na roda para pegar o
rato.

O gato e o rato podem entrar e sair da roda, correndo.

O gato tenta agarrar o rato, que foge do gato o quanto pode. Quando o rato é preso, recomeça
o jogo.

Quem foi o rato é o gato na vez seguinte. Outra pessoa da roda é o rato.

                                   Mamãe-posso-ir?

                             Primeiro trace duas linhas no chão, com uns 8m de distância
                             entre elas. Alguém é escolhido para ser a mamãe e fica numa
                             das linhas, de costas para os jogadores. Os outros ficam na
                             outra linha, um do lado do outros.

                             Um por um, os jogadores tentam chegar à mamãe, perguntando
                             "mamãe posso ir?".

                             A mamãe, que está de costas, responde dando ordens que o
                             jogador tem que seguir. Alguém tem de ser o juiz, para ver se
                             as ordens vão ser cumpridas direito.

                            Se ela mandar dar passos de formiguinha, o jogador dá passos
bem pequenos. Passos de canguru são pulinhos. Se ela disser dar passos de cachorro o
jogador tem de andar de quatro. A mamãe pode mandar anda pra frente ou para trás, quantos
passos ela quiser.

Os jogadores também podem combinar outros tipos de passos. Ganha quem chegar primeiro
até a mamãe.

Pedrinhas (almofadinha, bole-bole, bugalha,
cinco-marias, saquinhos).

Para jogar, é preciso ter cinco pedrinhas ou saquinhos com
areia dentro. Depois de agitar as pedrinhas dentro de suas
mãos fechadas, jogue-as para cima, com cuidado para elas não
se espalharem muito quando caírem no chão.

Pegue uma pedra e atire para cima. Você tem de apanhar outra
pedra do chão antes de apanhar a que jogou para cima. E
assim você vai fazendo, até que todas estejam em sua mão.

Mas atenção: quando for apanhar uma pedra do chão, não pode tocar em nenhuma outra. Se
isso acontecer, agite as pedrinhas e jogue-as para cima de novo.

Faça um arco com a mão esquerda (ou com a direita, se você for canhoto), perto de onde
estão as pedrinhas.

Jogue uma pedra para cima. Agora você tem de passar uma pedra por baixo do arco antes de
apanhar a pedra que jogou para cima e também não pode tocar em nenhuma outra pedra.
Vá repetindo essa jogada, até conseguir ter todas as pedrinhas em sua mão.

   Peia-Quente (chicotinho-queimado, cipozinho-queimado, esconde-
                         vareta, quente-frio)
Alguém esconde alguma coisa (peia) e volta para o lugar.

                        Os outros jogadores têm de procurar o que ele escondeu.


                        Ele vai orientando os companheiros, dizendo "frio" quando estiver
                        longe ou "quente" quando estiver perto.

                        Quanto mais perto, mais quente e quem escondeu vai dizendo "está
                        esquentando", "está pegando fogo", até alguém encontrar a peia.
                        Quem encontrar esconde o objeto da próxima vez.

  Pega-Pega (barata, manja, pegar, pegador, pique-pega, pira, salva)

                                    Há vários tipos de pega-pega. O mais comum é aquele
                                    em que alguém é sorteado para ser o pegador ou
                                    perseguidor.

                                    Ele tem de correr atrás dos outros até conseguir pegar
                                    alguém, que será o próximo pegador.

                                    Para se salvar, você tem de correr e bater no lugar que
                                    foi escolhido para ser o pique.

                                    Outro tipo de pega-pega é o pega-pega - congelou.
Quem for pego tem que ficar parado, congelado, até ser salvo ou descongelado por um dos
companheiros para voltar à brincadeira.

O pega-cocorô é uma variação em que, em vez de correr para bater no pique, você precisa se
abaixar para ser salvo.




      Passa-Anel (anelzinho, jogo-do-anel)

Antes de tudo, escolha quem vai ser o passador de anel. Ele
põe o anel (ou outra coisa pequena) entre suas mãos, que
estão encostadas uma na outra.

Os outros jogadores ficam um ao lado do outro, com as
palmas das mãos encostadas como as do passador de anel.
O passador passa as suas mãos no meio das mãos de cada
um dos jogadores, deixando cair o anel na mão de um deles
sem que ninguém perceba.

Quando tiver passado por todos os jogadores, o passador pergunta a um deles: "Quem ficou
com o anel ?".

Se acertar, é o novo passador. Se não, paga a prenda (castigo) que os jogadores mandarem.

O passador repete a pergunta até alguém acertar. Quem acerta é o novo passador.
João Bobo

                               Uma criança fica no centro, entre dois amigos ou amigas,
                               sendo um na frente e outro atrás.

                               O do meio, com os pés unidos e fixos no chão, se deixa
                               empurrar para frente e para trás. É apoiado com segurança,
                               cada vez por um dos parceiros, que depois o conduz
                               novamente à posição vertical.

                                         Garrafão

Desenhe no chão uma garrafa grande e um outro círculo fora dela
que será o céu.

Escolha alguém para ficar no céu e ser o pegador. O resto da
turma fica em volta do garrafão. O pegador vem correndo do céu e
tenta pegar os outros jogadores, que correm em volta do garrafão.

Não vale pisar na linha nem entrar no garrafão, mas vale pular por
cima dele.

Quem for pego vai levando tapas dos outros até conseguir chegar
ao céu.

       Caí-no-Poço (beijo-abraço-aperto-de-mão, pó-rouge-batom)

Meninos e meninas escolhem em separado uma fruta, escondido de quem foi escolhido para
cair no poço. Ele terá de adivinhar a fruta no final. O menino que
caiu no poço começa a brincadeira, e uma menina responde,
assim:

                    Menino: - Ai ! Ai !
                    Menina: - O que foi ?
                    Menino: - Caí no poço.
                    Menina: - A água bateu onde ?
                    Menino: - Pelo pescoço.
                    Menina: - O que se tira disso ?
                    Menino: - Um aperto de mão e um beijo (ou
                    qualquer coisa que ele escolher).
                    Menina: - Qual é a fruta ?

                    Aí, quem "caiu no poço" responde. Se ele acertar a fruta, ganha da
                    menina o que ele tinha pedido. Se não, sai da brincadeira, e outro menino
                    entra no seu lugar.

 Cabra-Cega (cobra-cega, pata-cega, galinha-cega)

Todo mundo forma uma roda e fica de mãos dadas. Quem for
escolhido pra ser a cabra-cega fica com os olhos vendados e vai para o
meio da roda. A cabra tem de agarrar alguém da roda, que não pode
ficar parada: quem estiver do lado para onde a cabra estiver indo
foge, quem está do outro lado avança. Se a cabra-cega for esperta,
consegue pegar alguém que está atrás dela. Se a corrente da roda
quebrar, o jogador que estiver do lado esquerdo de quem soltou a
mão fica sendo a cabra, e a brincadeira começa de novo.
Boca-de-Forno

Escolha antes quem vai ser o mestre. Ele é quem começa a brincadeira, dizendo frases que
todo mundo tem de responder, assim:

- Boca de forno ?                                                                           -
Forno.                                                                                      -
Tirando bolo ?                                                                              -   Bolo
!                                                                                           -
Maracujá ?                                                                                  -   Já !
- Seu rei mandou perguntar !                                                                -   O
quê ?                                                                                       -   Se
faz tudo o que ele mandar ?                                                                 -
Tudo !                                                                                      -   E
quem não fizer ?                                                                            -
Ganha bolo !                                                                                -   Seu
rei mandou dizer para ...

E aí, vem a ordem, que todo mundo tem de cumprir.
Normalmente, o mestre pede para buscar alguma coisa, como uma flor ou uma pedra. O
primeiro que trouxer fica livre, o resto toma bolo, que são tapas na mão de vários tipos.

Tem bolo frio (leve), morno (médio), quente (forte), de passarinho (beliscão de leve), de pai
(bem forte) e de mãe (bem livre). Quem escolhe que bolo cada um vai tomar é o ganhador,
que vira mestre na próxima jogada.




  Barra-Bandeira (caça-bandeira, bandeirinha,rouba-bandeira, salva-
                          madeira, vitória)

Para brincar, é preciso de um espaço grande (de 8 metros
a 15 metros de comprimento), dividido ao meio por uma
linha riscada no chão.

A bandeira pode ser uma vara com um lenço amarrado na
ponta ou qualquer outro marco. Separe a turma em dois
times, cada um numa metade do espaço. Cada time põe
sua bandeira ao fundo do campo.
Alguém tem de ser o juiz e gritar "larga!" para começar a
brincadeira.

Quando ouvir o grito, o jogador das pontas de cada uma das equipes sai correndo e tenta
pegar a bandeira e levá-la de volta para o seu time.

O difícil é chegar até a bandeira sem ser agarrado por alguém do outro time. Para isso, o
jogador não pode ir direto ao alvo, tem de fazer manobras, correr para o lado, confundir os
adversários.

Leva o ponto quem conseguir pegar a bandeira ou agarrar o adversário.

A cada rodada, os corredores da ponta vão para o fim da fila. Ganha quem fizer mais pontos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
Isa ...
 
Sequência didática dez sacizinhos
Sequência didática dez sacizinhosSequência didática dez sacizinhos
Sequência didática dez sacizinhos
André Moraes
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Flávia Rahal
 
Atividades com o livro "A família Gorgonzola"
Atividades com o livro "A família Gorgonzola"Atividades com o livro "A família Gorgonzola"
Atividades com o livro "A família Gorgonzola"
Fabiana Esteves
 
Projeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraProjeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outrora
Edinolia
 

Mais procurados (20)

Romero britto
Romero brittoRomero britto
Romero britto
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
 
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
 
Esquema corporal
Esquema corporalEsquema corporal
Esquema corporal
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Sequência didática dez sacizinhos
Sequência didática dez sacizinhosSequência didática dez sacizinhos
Sequência didática dez sacizinhos
 
600 DINAMICAS E JOGOS.pdf
600 DINAMICAS E JOGOS.pdf600 DINAMICAS E JOGOS.pdf
600 DINAMICAS E JOGOS.pdf
 
Bichodário
BichodárioBichodário
Bichodário
 
Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
 
Velha da adição (1)
Velha da adição (1)Velha da adição (1)
Velha da adição (1)
 
Interpretação de texto da história voa, joão
Interpretação de texto da história  voa, joãoInterpretação de texto da história  voa, joão
Interpretação de texto da história voa, joão
 
Projeto: Cantigas de roda
Projeto: Cantigas de roda Projeto: Cantigas de roda
Projeto: Cantigas de roda
 
LEITURINHAS.pdf
LEITURINHAS.pdfLEITURINHAS.pdf
LEITURINHAS.pdf
 
Cledson minhas ferias
Cledson minhas feriasCledson minhas ferias
Cledson minhas ferias
 
Plano de aula educação física
Plano de aula educação físicaPlano de aula educação física
Plano de aula educação física
 
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdfPLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
PLANEJAMENTO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL 5 ANOS.pdf
 
Formas geométricas plano
Formas geométricas   planoFormas geométricas   plano
Formas geométricas plano
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
 
Atividades com o livro "A família Gorgonzola"
Atividades com o livro "A família Gorgonzola"Atividades com o livro "A família Gorgonzola"
Atividades com o livro "A família Gorgonzola"
 
Projeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraProjeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outrora
 

Semelhante a Cartilha de Brincadeiras

Cartilha das-brincadeiras
Cartilha das-brincadeirasCartilha das-brincadeiras
Cartilha das-brincadeiras
Raul Vieira
 
37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras
Eduardo Lopes
 
7284356 jogos-infantis
7284356 jogos-infantis7284356 jogos-infantis
7284356 jogos-infantis
Eduardo Lopes
 
Brincadeiras antigas e cantigas de roda
Brincadeiras antigas e cantigas de rodaBrincadeiras antigas e cantigas de roda
Brincadeiras antigas e cantigas de roda
caalbasa666
 
Jo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigasJo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigas
Anna Servelhere
 

Semelhante a Cartilha de Brincadeiras (20)

Cartilha das-brincadeiras
Cartilha das-brincadeirasCartilha das-brincadeiras
Cartilha das-brincadeiras
 
Boleado pagina 01
Boleado pagina 01Boleado pagina 01
Boleado pagina 01
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila de jogos
Apostila de jogosApostila de jogos
Apostila de jogos
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosApostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosApostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
 
Jogos tradicionais_pap[1]
 Jogos tradicionais_pap[1] Jogos tradicionais_pap[1]
Jogos tradicionais_pap[1]
 
Atividades pre
Atividades preAtividades pre
Atividades pre
 
Atividades pre
Atividades preAtividades pre
Atividades pre
 
Jogos recreativos
Jogos recreativosJogos recreativos
Jogos recreativos
 
37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras37614368 brincadeiras
37614368 brincadeiras
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
 
7284356 jogos-infantis
7284356 jogos-infantis7284356 jogos-infantis
7284356 jogos-infantis
 
187 jogos infantis
187 jogos infantis187 jogos infantis
187 jogos infantis
 
Brincadeiras de roda
Brincadeiras de rodaBrincadeiras de roda
Brincadeiras de roda
 
Brincadeiras antigas e cantigas de roda
Brincadeiras antigas e cantigas de rodaBrincadeiras antigas e cantigas de roda
Brincadeiras antigas e cantigas de roda
 
Jo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigasJo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigas
 

Mais de public (19)

Resolucao 521
Resolucao 521Resolucao 521
Resolucao 521
 
Parecer 1158 98
Parecer 1158 98Parecer 1158 98
Parecer 1158 98
 
Par cne ceb 11 2010 dcnef
Par cne ceb 11 2010 dcnefPar cne ceb 11 2010 dcnef
Par cne ceb 11 2010 dcnef
 
Parecer 113297
Parecer 113297Parecer 113297
Parecer 113297
 
Resolucao conjunta seplag see 07 2010
Resolucao conjunta seplag see 07 2010Resolucao conjunta seplag see 07 2010
Resolucao conjunta seplag see 07 2010
 
Resolucao cee 443 de 29 de maio de 2001
Resolucao cee 443 de 29 de maio de 2001Resolucao cee 443 de 29 de maio de 2001
Resolucao cee 443 de 29 de maio de 2001
 
Resolucao 521
Resolucao 521Resolucao 521
Resolucao 521
 
Resol 1086
Resol 1086Resol 1086
Resol 1086
 
Resol 01 mec_cne
Resol 01 mec_cneResol 01 mec_cne
Resol 01 mec_cne
 
Resolução SEEMG 666
Resolução SEEMG 666Resolução SEEMG 666
Resolução SEEMG 666
 
Smile
SmileSmile
Smile
 
Petits Angescc
Petits AngesccPetits Angescc
Petits Angescc
 
Smile
SmileSmile
Smile
 
Tocando O CéU
Tocando O CéUTocando O CéU
Tocando O CéU
 
Falando de aprendizagem
Falando de aprendizagemFalando de aprendizagem
Falando de aprendizagem
 
Cartilha_Agrotoxico
Cartilha_AgrotoxicoCartilha_Agrotoxico
Cartilha_Agrotoxico
 
Atividade de Matemática
Atividade de MatemáticaAtividade de Matemática
Atividade de Matemática
 
Cartilha do Alfabetizador
Cartilha do AlfabetizadorCartilha do Alfabetizador
Cartilha do Alfabetizador
 
Psicopedagogia
PsicopedagogiaPsicopedagogia
Psicopedagogia
 

Último

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

Cartilha de Brincadeiras

  • 1. Cartilha das Brincadeiras Amarelinha (academia, escada, macaca, sapata) Primeiro desenhe no chão um diagrama como este aí ao lado. Quem for jogar fica no inferno e lança uma pedra, mirando no número 1. Se acertar, pula num pé só no número 2 e depois nos três. Em seguida, pula colocando um pé no número 4 e outro no 5 (as asas). Pula de novo com um pé só no número 6 (o pescoço) e pisa com os dois pés no céu (que também é chamada de lua). Para voltar, faz a mesma coisa, abaixando um pouco no número 2 para pegar a pedra que ficou no número 1, pulando depois para o inferno. Começa tudo de novo, só que dessa vez, tem de mirar a pedra no número 2 e pular num pé só direto no número 3. E assim vai a brincadeira, até que o jogador erre e passe a vez para o próximo companheiro. Quem sai do jogo, quando volta, começa de onde errou. Você também pode jogar amarelinha sozinho. Quando errar, recomece do número 1. Barra-Manteiga Separe a turma em dois times, que devem ficar a uns 8 metros de distância. Os jogadores ficam um ao lado do outro, formando uma linha, com as palmas das mãos viradas para cima. Um jogador vai até o time adversário e bate com a palma da mão direita nas mãos dos jogadores do outro time. Ele vai batendo de leve nas mãos de todo mundo, mas, de repente, dá um tapão na mão de alguém e corre de volta para o seu lado do campo. Quem levar o tapa tem de correr atrás do adversário e tentar pegá-lo. Se conseguir, leva o jogador para a sua equipe e vai bater nas mãos do outro time. Ganha quem conseguir trazes mais adversários para a sua equipe. Bola-na-Parede A idéia do jogo é fácil: lançar uma bola contra a parede sem deixá-la cair no chão. Só que, a cada lançamento, o jogador tem de jogá-la de um jeito, dizendo uma palavra, assim: - Primeiro ! (joga a bola e a segura de volta); - Seu lugar ! (joga a bola e a segura sem sair do lugar); - Sem rir ! (joga a bola e a segura sem rir); - Sem falar ! (joga a bola e a segura com a boca fechada); - Uma mão ! (joga a bola e a segura com a mão direita); - A outra ! (joga a bola e a segura com a mão esquerda); - Uma palma ! (joga a bola, bate uma palma e a segura); - Duas palmas ! (joga a bola, bate duas palmas e a segura); - Pirueta ! (joga a bola, enrola os braços e a segura); - Trás para diante ! (bate uma palma atrás e outra na frente antes de segurar a bola); - Quietas ! (bate nas coxas com as palmas das mãos, antes de segurara bola). Você pode jogar sozinho ou em grupo. Se jogar sozinho, cada vez que errar tem de começar tudo de novo. Se não, passe a vez quando errar. Ganha quem fizer primeiro a seqüência até o fim.
  • 2. Cada macaco no seu galho Risque vários círculos no chão, sendo uma para cada participante. Uma criança ficará no centro. Quando o chefe disser "cada macaco no seu galho", todos devem trocar de lugar o mais rápido possível. O que está no centro vai tentar ocupar um círculo vazio. Se não conseguir, fica no centro novamente. Se conseguir, aquele que sobrou ocupa o seu lugar. Esconde-esconde (piques, pique - esconde, 31 alerta) Escolha um lugar para ser o pique e quem vai ficar nele. O jogador escolhido fica de costas e de olhos fechados no pique, contando até o número combinado. Enquanto isso, o resto do grupo tem de se esconder. Quando termina de contar, o jogador vai procurar os companheiros. Quem está escondido tem de correr até o pique para se salvar. Quando encontra alguém, o jogador que está procurando tem de voltar ao pique e dizer onde é que viu o companheiro. Se o jogador encontrado chegar ao pique antes do perseguidor, ele se salva. O primeiro que for pego é o perseguidor na próxima jogada. Se todo mundo for salvo, a brincadeira continua com o mesmo perseguidor. Gato-e-rato Os amigos fazem uma roda, dando as mãos. Alguém tem de ser o rato e ficar dentro da roda. Outra pessoa é o gato e fica do lado de fora. O gato pergunta e a roda responde: -O senhor rato está em casa? -Não! -A que horas chega? -Às oito horas! A roda, então, começa a girar, contando as horas combinadas.
  • 3. Quando terminar, solta os braços, mas mantém a posição. O gato entra na roda para pegar o rato. O gato e o rato podem entrar e sair da roda, correndo. O gato tenta agarrar o rato, que foge do gato o quanto pode. Quando o rato é preso, recomeça o jogo. Quem foi o rato é o gato na vez seguinte. Outra pessoa da roda é o rato. Mamãe-posso-ir? Primeiro trace duas linhas no chão, com uns 8m de distância entre elas. Alguém é escolhido para ser a mamãe e fica numa das linhas, de costas para os jogadores. Os outros ficam na outra linha, um do lado do outros. Um por um, os jogadores tentam chegar à mamãe, perguntando "mamãe posso ir?". A mamãe, que está de costas, responde dando ordens que o jogador tem que seguir. Alguém tem de ser o juiz, para ver se as ordens vão ser cumpridas direito. Se ela mandar dar passos de formiguinha, o jogador dá passos bem pequenos. Passos de canguru são pulinhos. Se ela disser dar passos de cachorro o jogador tem de andar de quatro. A mamãe pode mandar anda pra frente ou para trás, quantos passos ela quiser. Os jogadores também podem combinar outros tipos de passos. Ganha quem chegar primeiro até a mamãe. Pedrinhas (almofadinha, bole-bole, bugalha, cinco-marias, saquinhos). Para jogar, é preciso ter cinco pedrinhas ou saquinhos com areia dentro. Depois de agitar as pedrinhas dentro de suas mãos fechadas, jogue-as para cima, com cuidado para elas não se espalharem muito quando caírem no chão. Pegue uma pedra e atire para cima. Você tem de apanhar outra pedra do chão antes de apanhar a que jogou para cima. E assim você vai fazendo, até que todas estejam em sua mão. Mas atenção: quando for apanhar uma pedra do chão, não pode tocar em nenhuma outra. Se isso acontecer, agite as pedrinhas e jogue-as para cima de novo. Faça um arco com a mão esquerda (ou com a direita, se você for canhoto), perto de onde estão as pedrinhas. Jogue uma pedra para cima. Agora você tem de passar uma pedra por baixo do arco antes de apanhar a pedra que jogou para cima e também não pode tocar em nenhuma outra pedra. Vá repetindo essa jogada, até conseguir ter todas as pedrinhas em sua mão. Peia-Quente (chicotinho-queimado, cipozinho-queimado, esconde- vareta, quente-frio)
  • 4. Alguém esconde alguma coisa (peia) e volta para o lugar. Os outros jogadores têm de procurar o que ele escondeu. Ele vai orientando os companheiros, dizendo "frio" quando estiver longe ou "quente" quando estiver perto. Quanto mais perto, mais quente e quem escondeu vai dizendo "está esquentando", "está pegando fogo", até alguém encontrar a peia. Quem encontrar esconde o objeto da próxima vez. Pega-Pega (barata, manja, pegar, pegador, pique-pega, pira, salva) Há vários tipos de pega-pega. O mais comum é aquele em que alguém é sorteado para ser o pegador ou perseguidor. Ele tem de correr atrás dos outros até conseguir pegar alguém, que será o próximo pegador. Para se salvar, você tem de correr e bater no lugar que foi escolhido para ser o pique. Outro tipo de pega-pega é o pega-pega - congelou. Quem for pego tem que ficar parado, congelado, até ser salvo ou descongelado por um dos companheiros para voltar à brincadeira. O pega-cocorô é uma variação em que, em vez de correr para bater no pique, você precisa se abaixar para ser salvo. Passa-Anel (anelzinho, jogo-do-anel) Antes de tudo, escolha quem vai ser o passador de anel. Ele põe o anel (ou outra coisa pequena) entre suas mãos, que estão encostadas uma na outra. Os outros jogadores ficam um ao lado do outro, com as palmas das mãos encostadas como as do passador de anel. O passador passa as suas mãos no meio das mãos de cada um dos jogadores, deixando cair o anel na mão de um deles sem que ninguém perceba. Quando tiver passado por todos os jogadores, o passador pergunta a um deles: "Quem ficou com o anel ?". Se acertar, é o novo passador. Se não, paga a prenda (castigo) que os jogadores mandarem. O passador repete a pergunta até alguém acertar. Quem acerta é o novo passador.
  • 5. João Bobo Uma criança fica no centro, entre dois amigos ou amigas, sendo um na frente e outro atrás. O do meio, com os pés unidos e fixos no chão, se deixa empurrar para frente e para trás. É apoiado com segurança, cada vez por um dos parceiros, que depois o conduz novamente à posição vertical. Garrafão Desenhe no chão uma garrafa grande e um outro círculo fora dela que será o céu. Escolha alguém para ficar no céu e ser o pegador. O resto da turma fica em volta do garrafão. O pegador vem correndo do céu e tenta pegar os outros jogadores, que correm em volta do garrafão. Não vale pisar na linha nem entrar no garrafão, mas vale pular por cima dele. Quem for pego vai levando tapas dos outros até conseguir chegar ao céu. Caí-no-Poço (beijo-abraço-aperto-de-mão, pó-rouge-batom) Meninos e meninas escolhem em separado uma fruta, escondido de quem foi escolhido para cair no poço. Ele terá de adivinhar a fruta no final. O menino que caiu no poço começa a brincadeira, e uma menina responde, assim: Menino: - Ai ! Ai ! Menina: - O que foi ? Menino: - Caí no poço. Menina: - A água bateu onde ? Menino: - Pelo pescoço. Menina: - O que se tira disso ? Menino: - Um aperto de mão e um beijo (ou qualquer coisa que ele escolher). Menina: - Qual é a fruta ? Aí, quem "caiu no poço" responde. Se ele acertar a fruta, ganha da menina o que ele tinha pedido. Se não, sai da brincadeira, e outro menino entra no seu lugar. Cabra-Cega (cobra-cega, pata-cega, galinha-cega) Todo mundo forma uma roda e fica de mãos dadas. Quem for escolhido pra ser a cabra-cega fica com os olhos vendados e vai para o meio da roda. A cabra tem de agarrar alguém da roda, que não pode ficar parada: quem estiver do lado para onde a cabra estiver indo foge, quem está do outro lado avança. Se a cabra-cega for esperta, consegue pegar alguém que está atrás dela. Se a corrente da roda quebrar, o jogador que estiver do lado esquerdo de quem soltou a mão fica sendo a cabra, e a brincadeira começa de novo.
  • 6. Boca-de-Forno Escolha antes quem vai ser o mestre. Ele é quem começa a brincadeira, dizendo frases que todo mundo tem de responder, assim: - Boca de forno ? - Forno. - Tirando bolo ? - Bolo ! - Maracujá ? - Já ! - Seu rei mandou perguntar ! - O quê ? - Se faz tudo o que ele mandar ? - Tudo ! - E quem não fizer ? - Ganha bolo ! - Seu rei mandou dizer para ... E aí, vem a ordem, que todo mundo tem de cumprir. Normalmente, o mestre pede para buscar alguma coisa, como uma flor ou uma pedra. O primeiro que trouxer fica livre, o resto toma bolo, que são tapas na mão de vários tipos. Tem bolo frio (leve), morno (médio), quente (forte), de passarinho (beliscão de leve), de pai (bem forte) e de mãe (bem livre). Quem escolhe que bolo cada um vai tomar é o ganhador, que vira mestre na próxima jogada. Barra-Bandeira (caça-bandeira, bandeirinha,rouba-bandeira, salva- madeira, vitória) Para brincar, é preciso de um espaço grande (de 8 metros a 15 metros de comprimento), dividido ao meio por uma linha riscada no chão. A bandeira pode ser uma vara com um lenço amarrado na ponta ou qualquer outro marco. Separe a turma em dois times, cada um numa metade do espaço. Cada time põe sua bandeira ao fundo do campo. Alguém tem de ser o juiz e gritar "larga!" para começar a brincadeira. Quando ouvir o grito, o jogador das pontas de cada uma das equipes sai correndo e tenta pegar a bandeira e levá-la de volta para o seu time. O difícil é chegar até a bandeira sem ser agarrado por alguém do outro time. Para isso, o jogador não pode ir direto ao alvo, tem de fazer manobras, correr para o lado, confundir os adversários. Leva o ponto quem conseguir pegar a bandeira ou agarrar o adversário. A cada rodada, os corredores da ponta vão para o fim da fila. Ganha quem fizer mais pontos.