Mobilidade no seculo x xi

144 visualizações

Publicada em

The new challenges and concerns about Mobility in the XXI century.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Mobilidade no seculo x xi

  1. 1. Mobilidade no seculo XXI Justino Lourenço
  2. 2. Problema … ISPGaya, Setembro de 2012 2
  3. 3. Fonte: http://ec.europa.eu/environment/pubs/pdf/streets_people.pdfISPGaya, Setembro de 2012 3
  4. 4. Opinião das pessoas ISPGaya, Setembro de 2012 4
  5. 5. Modelização do Trafego • Comportamento Estatístico; • Forte dependência de hora do dia, condições atmosféricas, perturbações e criação de polos de atração na cidade. • Frequente ter que se recorrer a ferramentas de simulação: ISPGaya, Setembro de 2012 5
  6. 6. Simulador de Trafego Rodoviário ISPGaya, Setembro de 2012 6
  7. 7. Projeto ACTIVE ACTIVE - Adaptive and Cooperative Technologies for Intelligent VEhicular traffic. This project initiated by the company Volkswagen AG describes the traffic flow on freeways near and at locations of roadworks, and how to improve it, by means of simulations and a vehicle-based implementation of traffic-adaptive ACC control. The project applies the results gained in the preceding project INVENT. http://www.traffic-simulation.de/ ISPGaya, Setembro de 2012 7
  8. 8. Redes de Computador / Redes de Trafego Rodovário ISPGaya, Setembro de 2012 8
  9. 9. Origem do Projeto @ ISPGaya • Proposta apresentada na Autarquia de Gaia no sentido de reunir equipe de trabalho que pretende desenvolver um conjunto de soluções com vista o estudo, planificação e implementação de soluções que conduzam a uma mobilidade urbana sustentada. ISPGaya, Setembro de 2012 9
  10. 10. EUROPEAN MOBILITY WEEK 2012 – ‘Moving in the right direction’ • Municipality of Arad engaged in sustainable mobility to reach CO2 reduction (Romenia); • Athens is planning to introduce extensive traffic calming measures to improve road safety and energy efficiency, reduce emissions and provide significant savings for citizens; • The Austrian coordination is bringing out the ‘Bonus Booklet’, a pocket-size coupon book for citizens, offering substantial reductions when choosing sustainable products ISPGaya, Setembro de 2012 10
  11. 11. EUROPEAN MOBILITY WEEK 2012 – ‘Moving in the right direction’ • The Swiss Canton of Basel is inviting its citizens to discover its hidden side via night rides to its most spectacular sites on the newly launched E-bikes; • Bologna is promoting shared spaces and pedestrian zones, such as the ‘T area’, inviting street performers, retailers and sports clubs to entertain the public and encourage people to reclaim the streets. ISPGaya, Setembro de 2012 11
  12. 12. EUROPEAN MOBILITY WEEK 2012 – ‘Moving in the right direction’ • Barcelona will present its plans for a re- designed transport grid; • Toulouse will present and promote its ‘Sustainable Deliveries Charter’, developed in close collaboration with local stakeholders and companies. By regulating freight traffic access to the city, citizens will benefit from less congestion, better air quality, lower noise levels and fewer accidents ISPGaya, Setembro de 2012 12
  13. 13. Importância do estudo • Responder ao crescimento do volume de trafego nas cidades; • Preocupações de sustentabilidade ambiental; • Redução dos custos de transporte; ISPGaya, Setembro de 2012 13
  14. 14. Desafios da Mobilidade no seculo XXI One of the main challenges that cities face today is how to provide efficient and sustainable mobility: experts anticipate that, in terms of the annual number of passenger-kilometers traveled, mobility in cities will virtually treble between 2010 and 2050 and make up 64 percent of the total volume of mobility. Moreover, transportation is the second main source of energy consumption and cause of CO2 emissions in a city, ranked only behind buildings. An inefficient transport system not only damages the environment, but also costs cities and countries a significant amount of money. Roland Chalons-Browne, Sustainable Cities Collective: Financing Smart and Sustainable Mobility Solutions, September 4, 2012 ISPGaya, Setembro de 2012 14
  15. 15. Focus do Estudo • Pensar uma plataforma que permita: – Otimizar e integrar as várias soluções de mobilidade numa cidade; – Sugerir soluções de transporte adequadas e integradas; – Permitir em tempo real o encaminhamento do trafego para trajetos alternativos; – Sempre com o focus nos custos do transporte e na questão ambiental. ISPGaya, Setembro de 2012 15
  16. 16. Características da solução • Solução de acesso universal (multi-platafoma); • Network agnostic; • Real-time. ISPGaya, Setembro de 2012 16
  17. 17. Leque de soluções tecnológicas • Grau de sofisticação / complexidade; – Utilizador necessita de hardware? – Complexidade do hardware a instalar a nível municipal? – Gestão da privacidade do utilizador. ISPGaya, Setembro de 2012 17
  18. 18. Cenários e objetivos • Os cenários apresentados pretendem: – Quantificar e qualificar o volume de trafego; – Sugerir rotas alternativas eficientes; – Integrar os transporte públicos na tomada de decisão da mobilidade; ISPGaya, Setembro de 2012 18
  19. 19. Cenário A • Utilizar como suporte as redes móveis atuais + smartphone do utilizador. ISPGaya, Setembro de 2012 19
  20. 20. Principio • As redes móveis permitem determinar a localização geográfica dum terminal móvel; • A conjugação dos sinais GSM/3G/4G com sinais GPS permite aumentar a precisão. Conseguimos: - Medir com alguma precisão a densidade de utilizadores numa área geográfica. ISPGaya, Setembro de 2012 20
  21. 21. Vantagens e Desvantagens • Requer apenas uma instalação de uma aplicação no utilizador e um sistema central de suporte e gestão de informação; • Nível mínimo de integração de hardware novo; • Análise grosseira se não for conjugado a geolocalização 3G/4G com GPS; • A sua precisão/eficiencia incrementa com: – Massificação de smartphones; – Incremento da cobertura das redes móveis. ISPGaya, Setembro de 2012 21
  22. 22. Cenário B • Distribuição duma rede sensores de transito em pontos chave da cidade ISPGaya, Setembro de 2012 22
  23. 23. Principio • Uma rede de sensores e/ou camaras permitem a deteção e quantificação do trafego; • Os sensores comunicação entre si (sempre que possível) criando uma rede wireless. Conseguimos: - Obter um retrato preciso e em tempo real do estado do trafego. ISPGaya, Setembro de 2012 23
  24. 24. Vantagens e Desvantagens • Requer a criação duma rede de sensores que têm de ser distribuídos a nível municipal; • No cenário de utilização de camaras de vídeo permite a difusão on-line de imagens dos trajetos. • A sua eficiência: – Diretamente relacionada com a massificação dos sensores de transito. ISPGaya, Setembro de 2012 24
  25. 25. Conjugação de soluções ISPGaya, Setembro de 2012 25
  26. 26. Resumindo • Consegue-se em tempo real: – Obter trajeto ótimo; – Estimar a duração e custo do trajeto; – Responder a perturbações de trafego; – Racionalizar os transporte públicos; – Entender os pontos de atração das cidades. ISPGaya, Setembro de 2012 26
  27. 27. Cidade do Futuro A cidade do século XXI terá que ser uma cidade sustentável, que respeite as pluralidades da mobilidade e que tenha um nova filosofia de relacionamento para com o meio ambiente. ISPGaya, Setembro de 2012 27

×