Balanço da Segurança Pública da Copa do Mundo 2014

1.415 visualizações

Publicada em

Ministério da Justiça divulga balanço das ações de segurança pública durante a Copa do Mundo.

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Balanço da Segurança Pública da Copa do Mundo 2014

  1. 1. RESULTADOSRESULTADOS COPACOPA AÇÕES DE SEGURANÇA 2014
  2. 2. ESTRANGEIROSESTRANGEIROS • 846 mil estrangeiros no país no período da Copa • 371 impedidos de entrar no país • Argentina (87) Estados Unidos (67), Nigéria (47) China (41) sāo as nacionalidades com mais estrangeiros impedidos de entrar no Brasil por diversos motivos • Barra bravas - impedidos de entrar no país: 87 - Deportados: 3
  3. 3. CAMBISTASCAMBISTAS • 271 cambistas detidos no período da Copa • 1.825 ingressos apreendidos • Apreensāo de dinheiro - 105 mil reais - 44 mil doláres - 1, 8 mil euros
  4. 4. PROTESTOSPROTESTOS • 236 manifestações; • 51 mil pessoas em manifestações; • 19 manifestações com registros de violência; • 335 pessoas detidas;
  5. 5. EFETIVO EMEFETIVO EM OPERAÇĀOOPERAÇĀO • Polícia Federal 6 254 • Polícia Rodoviária Federal 3 322 • Força Nacional 1 033 Atuaçāo integrada: 100 mil homens das forças de segurança e cerca de 50 mil das Forças Armadas
  6. 6. INVESTIMENTOSINVESTIMENTOS • R$ 1,9 bilhāo, sendo R$ 1,17 investimentos oriundos do Ministério da Justiça e R$ 800 das Forças Armadas • R$ 70 milhões é o valor médio de investimento do governo federal nos Centros Integrados de Comando e Controle
  7. 7. OPERAÇÕESOPERAÇÕES • Vistorias anti-bombas: 2 974 • Escoltas: 2.510 • Helicópteros em uso pelas policias Federal e Rodoviária Federal e Força Nacional: 700 horas • Veículos fiscalizados: 1.007.109 • Proteçāo a chefes de estados: 50 • Os Centros Integrados de Comando e Controle funcionaram por 1.248 horas, durante 57 dias, ininterruptamente.

×