Revista Cultura 082

334 visualizações

Publicada em

Revista produzida por alunos de Comunicação Social UFAL 2012. Design e arte: Edmilson Calheiros Junior

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
334
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Cultura 082

  1. 1. WADO DE ALAGOAS PARA O MUNDOVEJA TAMBÉM! VEJA TAMBÉM!EVENTO APRESENTA FIQUE POR DENTRO DOCURTAS PRODUZIDAS QUE ROLA NA CIDADE.POR ALAGOANOS
  2. 2. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012#AQUI........................................................2Curta um curta promove exibição de curtasproduzidos no estado#LIGADO..................................................5Fique por dentro dos eventos que vão acon-tecer em Maceió#MAIS.......................................................6Trilha de sucesso: Saiba mais sobre BetoBrito, profissional de RP empresário de ban-das de sucesso.#CAPA.....................................................8Wado: De Alagoas para o mundo.#EM CARTAZ.......................................11Confira algumas dicas de filmes que estãoem cartaz em Maceió.#COMPORTAMENTO.........................13Facebook atropela Orkut e se torna maiorrede social do Brasil#EVENTO.............................................11Maceió Fashion Design realiza 7ª edição noMaceió Shopping.EDMILSON CALHEIROS JÚNIORDiagramação/DesignDAYANE BARBOSASUYANE MENESESJESSICA JENNIFERreportagens
  3. 3. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012 “CURTA UM CURTA” PROMOVE EXIBIÇÃO DE FILMES DE CURTA METRAGEM PRODUZIDOS NO ESTADO. o evento apresentou curtas-metragens produzidos por alagoanos. Suyane Meneses, CULTURA 82O evento curta um Com o apoio da revista online evento foi importante para incen- curta apresentou V&J, o evento trouxe diversos tivar os estudantes e o público em nessa terça (16), às curtas alagoanos, entre eles geral a produzir obras iguais e até 17 h, no Auditório “Farpas de Henrique Oliveira; melhores das que foram apresen-da Reitoria, Campus A.C Simões, “12:40” de Dário Junior, Paulo tadas, ressaltando também quecurtas-metragens produzidos por André, Isis Mayara e Viviane Ti- eventos desse porte deveriam teralagoanos. Além da exibição de moteo; e Experiências com Pro- o apoio da Universidade.curtas, o evento debateu com os fessor Phd Almir Guilhermino. Apesar das dificuldades enfrenta-produtores e idealizadores dos Um das obras que foi exibida no das, com problemas técnicos eprojetos apresentados a produção evento e mais aguardada foi sem o apoio da UFAL, Clariza,audiovisual no estado. “12:40”, um curta de ficção ins- uma das organizadoras reafirmaO evento foi organizado pelas pirado em um conto de Thiago que esse é apenas o primeiroestudantes universitárias: Clariza Almeida aluno da Universidade evento de muitos outros que se-Maria, Darlane Tavares, Erine Federal de Alagoas, que recente- rão realizados pelo coletivo, comBarbosa e Milena Monteiro, que mente foi selecionado para a objetivo de explorar e debaterse uniram e criaram “o Coletivo mostra competitiva do II Festival todas as formas de arte e incenti-de-Lis”. Que através de projetos de Cinema Universitário de Ala- var nossas criações. ▄como esse, pretendem discutir a goas.arte em si, da ideia inicial da obra Dário Júnior, diretor e roteiristaaté a sua conclusão. do curta “12:40”, afirmou que o
  4. 4. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012 #LUAUma homenagem a Luiz Gonzaga, o espetáculo revive o dia-a-dia do Sertãonordestino, cantando suas flores, cores e belezas, lembrando o trabalho nasfeiras, festejando a chuva, rezando quando o sol inclemente castiga a terra.O show será apresentado dia 25 de outubro, às 19h no Teatro de ArenaSérgio Cardoso, dentro da programação do Projeto Quinta no Arena 2012.Mais informações: (82) 8803-0264/ 9609-1760#EXPOSIÇÕES #EXPOSIÇÕESO trabalho da artista plástica Marta Arruda Gustavo Gomes é a atração do Sesi Cultura.permanece em exposição até o dia 22 de outu- Nesta apresentação estão contempladas músi-bro de 2012, no Sesc Arapiraca, no horários cas de ícones da MPB como Tim Maia, Jorgedas 12 às 18h. Mais informações pelo número Benjor, Wilson Simonal e Chico Buarque. O3482-2400. show acontece dia 19, a partir das 19h30, no Centro Cultural SESI, na Pajuçara. Os ingres- sos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudante). Informações: 3235-5191 / 2121-6986 #MÉMORIA DA FLOR No próximo sábado (20), o cantor júnior Almeida, apresenta o show de lançamento do mais novo trabalho, no Teatro Gustavo Leite. O artista alagoano fará apresentação acompanhado pelos mú- sicos Toni Augusto (guitarra), Dinho Zampier (teclado), Fabinho Oliveira (baixo), Marcio Caval- canti Brito (bateria) e Bruno Palagani (cavaquinho). Os ingressos estão à venda no stand Sue Chamusca, no Maceió Shopping. E também através do site www.suechamusca.com.br. Maiores informações pelos fones 3235-5301 / 9925-7299 / info@chamusca.com.br. #O RAPPA Após o cancelamento do show da banda que seria realizado em setembro, a banda estará em Ma- ceió no dia 26 de Outubro. Uma bandas mais famosas do Brasil promete um mega show na Vox Room. Informações pelo número 3034.3282.
  5. 5. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012 #OI BLUE BY NIGHT O guitarrista Dave Riley será a grande atração do festival itinerante de blues. A noite terá ainda apresen- tação de Uptown Band e Adrian Flores e da banda alagoana Barba de Gato. Os shows estão marcados para começar às 21h, da noite de 26 de outubro, no renovado Orákulo Chopperia. Os ingressos custam R$ 10,00/ Social R$ 15,00 + 1kg de alimento/ Inteira R$ 20,00. Pontos de Venda: Mausoléu, Ma- ceió Ingressos e Sou Jorge Petisca- ria. Mais informações: (82) 3313-8075/#MACEIÓ POWER JAZZNa Cuscuzeria, acontece o lançamento do CD #EXPOSIÇÕESdemo da banda Maceió Powe Jazz, no próximo Uma das mais célebres histórias da literatura in-doa 21, a partir das 16h. O domingo cultural glesa será encenada nos dias 27 e 28 de outubro,terá ainda um espaço para criançada curtir e no palco do Teatro Deodoro. O espetáculo osten-aproveitar. As mesas já estão à venda. ta os prêmios de melhor cenário e melhor ator em Londres, Madrid, Santiago de Compostela e do#FESTA Festival Internacional de Teatro de Edimburgo,No dia 19 (sexta-feira), acontece a 3ª edição do para Roberto Cordovani. Ingressos antecipadosFestival de Estéticas da Comunicação (Festa). ao custo de R$ 50 podem ser comprados na ADQue tem o objetivo de mostrar ao público uma Life Style, no Shopping Maceió. Informações:parcela das criações feitas pelos estudantes das 3032.5210 e 9601.2828. ▄disciplinas de Estética, sob a orientação do pro-fessor Ronaldo Bispo. O evento será realizado nobloco de Comunicação Social (COS), situado noCampus A. C. Simões, em Maceió, a partir das15h. Para encerrar, o "Festa" contará com discote-cagem de IJ Abutre (trabalho de Bispo como pro-fissional num estilo de "pop filosofia") e com aseleção musical de Matheus Sandes, aluno e umdos organizadores do evento. Entrada Franca
  6. 6. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012 Jessica Jennifer, CULTURA 82B eto Brito, poeta e compositor vive em A Banda mudou seu estilo musical, o figurino e a Alagoas desde 1999, Bacharel em Re- imagem dos antigos roqueiros para nordestinos lações Públicas pela Universidade Fe- com sotaque bem carregado e com um figurino pra deral de Alagoas e licenciado em Le- lá de enfeitado o que vem os comparando aos Ma-tras pela FABEJA/PE. Trabalha como professor de monas Assassinas, e isto vem dando a banda umaLiteratura e produtor de eventos do colégio Conta- grande guinada musical. Beto ainda escreve algu-to e é empresário da banda Los Borrachos enamo- mas musicas da banda e da palpites em letras querados. acredita que dê certo. O brega da banda é irônico, a proposta de humor é uma tentativa de permanecerBeto é o exemplo alagoano de que o Campo doprofissional de relações públicas é maior que o es- no mercado. Além de ser produtor, Beto afirmaperado, já que ele atua em três áreas diferentes des- que precisa pagar para que assessores de imprensata profissão, como o próprio Relações Públicas de de fora do estado assessorem a banda quando pre-um Colégio, que por sinal é o de maior destaque do cisam participar de programas de audiência nacio-Estado, como produtor de eventos e produtor musi- nal, como os da rede Record.cal. Como um RP nato e com grande conhecimentoestratégico Beto é mais conhecido como empresá-rio que mudou a imagem de uma banda para que existem oportunidadesela e se tornasse um grande sucesso por seu apelomidiático que vem chamando atenção dos Alagoas no mercado alagoano em di-e demais Estados do Brasil. versas áreas das Relações Pú-Como empresário da banda Los Borrachos Enamo-rados, Beto Brito mudou o foco dos até então blicas o importante é saber se“meninos” que acreditavam no sonho de fazer su- inserir nelas.cesso como uma banda de rock chamada Mr. Frez-ze.Percebendo o talento e a presença de palco deles O sucesso da banda nas redes sociais foi tanto quepropôs que a banda mudasse o estilo, para o brega o clipe “Vou Sim” de autoria de Beto chegou a fi-romântico e escrachado misturado a outros rit- car entre os mais vistos no mundo. Com sua irreve-mos. rência a banda caiu no gosto do público chegando a ter
  7. 7. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012participações em programas naci-onais. Além da banda Los Borra-chos, ele produz um sucesso daMusica alternativa, ícone da cenaindependente alagoana o cantor ecompositor com estilo particular-mente bem universitário WADO,este que tem atingido vários fãspelo Brasil por suas críticas e po-lêmicas letras.Com os conhecimentos adquiridoscomo Relações Públicas Beto Bri-to consegue conciliar suas diver-sas profissões. Exercer esta pro-fissão para ele é fácil, o complica-do é estar presente e se destacan-do neste mercado em Alagoas,mais do que em qualquer outroEstado. Colocar as ideias em pra-tica é uma boa medida de se obteruma resposta, mesmo que essamedidas não deem certo ele afir-ma que sempre terá uma a respos-ta sendo ela positiva ou negativa.A visibilidade do cenário compa- Beto ainda produz um sucesso da Musica alternativa, ícone darado ao eclético profissional Beto cena independente alagoana o cantor e compositor com esti-Brito mostra que existem oportu- lo particularmente bem universitário WADO (foto).nidades no mercado alagoano emdiversas áreas das Relações Públi-cas o importante é saber se inserirnelas. ▄Como empresário da banda Los Borrachos Enamorado (foto), Beto Brito mudou o foco dos até então “meninos” que acredita-vam no sonho de fazer sucesso como uma banda de rock chamada Mr. Frezze.
  8. 8. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012 Jessica Jennifer, CULTURA 82 Wado, cantor e compo- referências sonoras de várias ele desceu para o Rio de Janeirositor de música popular brasilei- épocas e lugares. em busca de alguma repercussãora, formado em jornalismo pela Com mais de 10 anos na para o seu trabalho. No ano deUniversidade Federal de Alago- estrada, marcados por sua presen- lançamento de seu primeiro tra-as, com um estilo que envolve ça em festivais e eventos regio- balho, Wado foi convidado a seinfluência do samba, do rock e de nais, nacionais e internacionais. apresentar no Tim Festival, tendorepresentantes do MPB, vem aos Deu inicio à sua carreira em a oportunidade de tocar ao ladopoucos conquistando o público e 2001, com o lançamento de seu de bandas renomadas como Losa critica brasileiro. Numa Alago- primeiro disco “O Manifesto da Hermanos, Lambchop, 2manydjsas de talentos renomados como Arte Periférica”, que foi gravado e Public Enemy. É a partir desseDjavan, Hermeto Pascoal, entre com a ajuda dos amigos do grupo trabalho que o artista começa seroutros, que saíram da nossa terra Sonic Junior (destaques da nova reconhecido nas regiões do Bra-para galgar reconhecimento de cena pop alagoana), com quem sil.um trabalho. É uma das boas no-vidades da música brasileira ain-da restrita a alguns iniciados. Herdeiro de grandesexperimentadores da música bra-sileira como Tom Zé e NanáVasconcelos e dos reis do suin-gue Jorge Benjor e Tim Maia, omúsico achou a personalidade deseu trabalho ao reprocessar ele-tronicamente em equipamentocaseiro as suas composições, com
  9. 9. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012No ano seguinte (2002), o cantor já estava lançan-do outro álbum intitulado “Cinema auditivo”, gra-vado com o equipamento caseiro que comprarapouco antes, o álbum traz um caráter menos urgen-te e mais contemplativo do que o disco anterior eagrega outras referências sonoras, como as do Clu-be da Esquina de Milton Nascimento e Lô Bor-ges. Com a proposta de tentar evocar imagens emmovimento através da música, Cinema Auditivoesbanja poesia e balanço.Com o disco “A Farsa do Samba Nublado” (2004),seu terceiro álbum, caracterizado pela soma de mu- ra/ Música do Brasil. Tendo uma de suas composi-sicalidade e diversidade dos integrantes de sua ções “Uma raiz, uma flor” incluso na trilha sonorabanda, Wado é selecionado pelo ministério da cul- da Globo, na novela Caminho da Índias. Ganhandotura para participar do projeto Pixinguinha, promo- cada vez mais reconhecimento pelo seu trabalhovendo um intercâmbio musical entre as regiões do em diversas premiações.Brasil. Em 2008, o cantor e os companheiros da O último reconhecimento de seu trabalho ocorreubanda Fino coletivo, foram considerados pela Pau- este ano (2012), quando levou o prêmio da catego-lista de Críticos da Arte, o grupo revelação do ano ria Melhor Música no Vídeo Music Brasil 2012, o2007. Na premiação destinadas a artistas que utili- VMB, realizado pelo MTV, com a canção “Com a ponta dos dedos” que conta com a participação dezam a internet como ferramenta de trabalho, Wado Marcelo Camelo e Mallu Magalhães álbum intitu-está entre os quatro premiados. lado “Samba 808”. A votação ocorreu através de redes sociais, ficando empatado com o rapper Emi- cida, com a canção com a poesia política “Dedo naApós essa premiação, Wado foi convidado para ferida”, superou grandes nomes da música brasilei-representar o Brasil em Paris e Berlim, no Evento ra como Rita Lee – Vanguart. Levando a músicaano do Brasil na França e o Projeto copa da cultu- alagoana ao destaque. ▄ A ENTIDADE (DUB) Pedaços de vídeos ajudam um roman- cista a desvendar como e porque uma Seg. e Quinta R$ 13,00 família foi assassinada em sua nova ca- sa, mas as descobertas colocam em peri- Sexta, Sáb. e Feriados R$ 14,00 go sua família. Consulte a tabela de preços oficial no site: Sala 2 - . Domingo, sexta e sábado - 13h40 www.centerplex.com.br Todos os dias - 16h00, 18h15, 20h40
  10. 10. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012Facebook atropela Orkut e se torna amaior rede social do Brasil Facebook Ultrapassou em numero de usuarios o Orkut, depois de sete anos no mercado brasileiro. Edmilson Junior, CULTURA 082J á era de se esperar que nunca havia enfrentado nenhu- imagem mais moderna e ousa- o Facebook acabasse ma ameaça, concorrentes nacio- da, mas não deu, em Abril deste desbancando o Orkut e nais tentaram, não consegui- ano enquanto já estava estagna- assumindo assim a lide- ram, internacionais também, do, o Facebook mostrava suarança entre os internautas no como o MySpace e também não força, em julho de 2011 já pos-Brasil. A rede social de Mark obtiveram sucesso. A vitória do suía cerca de 70% dos usuáriosZuckerberg vem ganhando cada Facebook é mais do que tudo, do Orkut.vez mais usuários em terras histórica, por desfazer essa for- Como se não bastasse,brasileiras, segundo a revista te relação que o Brasil parecia além de perder para o FacebookIsto É Dinheiro, setembro de manter com o Orkut, uma vez o posto de maior rede do país, o2011 foi o primeiro mês que o que foi um dos últimos países a Google não consegue fazer comFacebook fechou à frente do se render a hegemonia do que o Google+, sua mais recen-Orkut, com 30 milhões de usuá- “Face”. te aposta nesse setor se popula-rios (os números são do Ibope O Orkut ainda tentou se- rize. Lembrando que o OrkutNielsen Online, um dos institu- gurar sua liderança no Brasil, e não pertencia ao Google, só foitos de maior credibilidade em acabou copiando cada vez mais adquirido quando já estava nomedições na internet), entretan- ferramentas do Facebook, desde auge de seu sucesso. ▄to as estimativas eram de que fotos maiores no avatar, botãoisso demorasse um pouco mais. “Gostou?”- lembram do curtir?- Para o Orkut é o fim de Pois é... Games sociais, como oum reinado de mais de 7 anos, que lembra o FarmVille. Tro-desde que se popularizou no cou até a logo este ano, pelapaís, em 2004, até então a rede primeira vez, pra ficar com uma
  11. 11. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012Maceió Fashion Design realiza 7ª edição no MaceióShopping. Suyane Meneses, CULTURA 82D os dias 23 a 28 de Ou- goanos e formadores de opinião tubro, Maceió realiza a antes e após os desfiles. De acor- 7ª edição do maior do com Ana Regina Tenório, or- evento de moda de ganizadora do evento, o MFD vaiAlagoas, o Maceió Fashion De- contar também com exposições design. Este ano, o evento traz como obras e fotografias. “Vamos tertema “Tribos”, com o slogan uma exposição das fotos oficiais“Não importa sua tribo, somos do Gustavo Boroni, sobre tribostodos iguais”. Realizado pela Hits urbanas, primitivas e diversidade.Models, o evento estima receber As obras dos artistas Suel, Perci-15 mil pessoas durante os seis di- valdo Figueroa, Didi e Tatianaas de evento. Malé também vão poder ser con-O Maceió Fashion Design vai feridas no período do nosso even-apresentar em primeira mão as to”, afirma.coleções do alto verão, estaçãomais esperadas do ano. Moda, de- Como nas edições anteriores, osign, tendências, estilo e conceitos MDF continua com o seu projetosão alguns dos assuntos que vão social de arrecadação de alimen-ser observados pelos formadores tos, que são doados a uma institui-de opinião, jornalistas, amantes da ção de caridade voltada aos cuida-moda e celebridades, no Edifício dos com crianças carentes. A 7ªGaragem (estacionamento do Ma- edição do Maceió Fashion Designceió Shopping). tem entrada gratuita e acontece de terça (23) à sexta (26), das 18 àsNo local, haverá um lounge que 22 horas. No sábado (27) e no do-reunirá os representantes das gri- mingo (28), das 16 às 22 horas. ▄fes nacionais, locais, estilistas ala-
  12. 12. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012"O Palhaço" é o grande vencedor da 11ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Dayane Barbosa, CULTURA 82A décima primeira exibir um trecho do filme “Bye de teóricos do Cinema Novo e edição do Grande Bye Brasil”, um caminhão igual esteve à frente dos principais ór- Prêmio do Cinema ao usado no longa-metragem en- gãos públicos ligados à atividade Brasileiro reuniu os trou no palco, com José Wilker, audiovisual.principais nomes do cinema naci- Betty Faria e Zaira Zambelli na O público elegeu como favoritosonal no Theatro Municipal do parte de trás. “Quando Roberto a melhor longa-metragem estran-Rio de Janeiro nesta segunda- Farias, diretor-presidente da Aca- geiro o filme “Rio”, de Carlosfeira (15). O grande vencedor da demia Brasileira de Cinema, me Saldanha, e como melhor longa-noite foi o filme “O Palhaço”, de telefonou, eu disse que era muito metragem documentário,Selton Mello, que conquistou 12 novinho para esse tipo de home- “Quebrando Tabu”, de Fernandotroféus Grande Otelo. “Dirigir é nagem. Espero que o cinema bra- Grostein Andrade. “O Palhaço”escrever o que sinto e expressar sileiro seja para o século XXI o foi escolhido pelo voto popularos meus sentimentos mais pro- que Hollywood foi para o século como melhor longa-metragem defundos. Ganhar esse prêmio (de XX. Enquanto isso, vou fazendo ficção.„Melhor Diretor‟) é como se fos- minha parte”, disse Diegues. O Grande Prêmio do Cinemase um „Segue aí, garoto. Vai in- Diretor, produtor e roteirista, o Brasileiro é realizado pela Aca-do!‟”, comemorou Selton. cineasta é um dos nomes mais demia Brasileira de Cinema eAo todo, foram 25 vencedores, importantes do cinema nacional pela Espaço/Z e conta com o pa-sendo 21 escolhidos pela Acade- desde o período do Cinema No- trocínio da TV Globo através damia e três eleitos pelo voto popu- vo. Dirigiu 17 longas-metragens Lei Federal de Incentivo à Cultu-lar. A cerimônia foi apresentada e 12 curtas-metragens e ganhou ra do Ministério da Cultura e dapelos atores Erom Cordeiro, Cín- mais de 20 prêmios internacio- Prefeitura do Rio de Janeiro portia Rosa e Cristina Lago, que en- nais, como o de melhor filme pa- meio da RioFilme. A premiaçãocenaram trechos de filmes do di- ra “Bye Bye Brasil”, no Festival tem o apoio do Globo Filmes,retor Carlos Diegues, grande ho- de Londres. Já o Prêmio de Pre- Canal Brasil, Cinemark, Teleci-menageado da noite que comple- servação foi em memória ao ci- ne, PWC, ClearChannel, Kino- plex e UCI. ▄ta 50 anos de carreira. neasta Gustavo Dahl, falecido emO diretor se emocionou com a junho de 2011. Diretor e críticogrande surpresa da noite: após de cinema, ele fez parte do grupo
  13. 13. CULTURA 82 Maceió, Outubro de 2012 MÚSICA ELETRÔNICA TOMA CONTA DO PAÍSSuyane Meneses, CULTURA 82 ções do estilo, tanto eruditas co- risma, Marcos B. toca os grandesA mo populares. Originalmente re- hits mundiais, músicas que levam música eletrônica ga- lutada por ter sua tecnologia evo- as pistas de dança ao extremo nha cada vez mais es- luída muito mais rapidamente delírio. Além de ter tocado nos paço e se concretiza que sua estética, só passou a ter melhores clubs do Brasil, Marcos no mercado de shows princípios e tradição após a Se- já levou seu set a pistas internaci-no Brasil e no mundo, atraindo gunda Guerra Mundial, com o onais como em Montevidéu nomultidões dos mais diversos ti- trabalho de franceses na música Uruguai, onde se apresentou nospos. A cidade de Maceió não fi- concreta e de alemães na mais concorridos clubs do país. Écar atrás, diversos eventos estão Elektronische Musik. Já na o DJ oficial da Soft Manage-sendo produzidos mensalmente década de 1980 e décadas se- ment, que acompanha os livestais como Fusion Fantasy 2012 – guintes a música eletrônica foi vocais internacionais como: SamApocalipse; Party Rock 4: 2 em marcada pelo surgimento da mú- Obernik, Ida Corr, Tara McDo-1; House Beat; entre outros. sica eletrônica dançante, levan- nald e Maya Simantov.Além dos shows eletrônicos que do ao desenvolvimento de DJ Feeling: Revelado na Jovemforam realizados. novas ramificações como o Pan FM, após ter recebido o prê- A história da música eletrônica Techno, House e o Trance. mio de melhor DJ, Feeling seteve inicio em 1948, com a difu- A partir daí além de um estilo tornou nacionalmente conhecidosão do Concert de Bruits pela musical, passou a ser um estilo após um programa da MTV e, éRadiodiffusion-Télévision Fran- de vida marcado pelas raves hoje, o DJ da maior pride paradeçaise, influência do francês Pier- (eventos sociais de elevação de do mundo, em São Paulo. Vence-re Schaeffer que criou o musique consciência baseados em música dor do prêmio de melhor DJ Pau-concrète, onde a composição era eletrônica) e pelos DJs (músicos lista 2010 pelo Omega Hitzfeita a partir de ruídos gerados que utilizam instrumentos musi- Awards, Feeling é residente men-por toca-discos, além de incluir a cais eletrônicos para executar sal do Club Base (Campinas-SP)manipulação sonora por meio da composições). e toca em festas e clubes pelovariação da velocidade ou do Atualmente o Brasil possui al- Brasil, agitando um público mo-sentido de leitura das gravações. guns dos melhores profissionais derno, num estilo que mistura oNo Brasil, as experiências eletro- da música eletrônica do mundo, tribal com eletro house e pitadasacústicas demoram a se estabele- com novas criações e estilo musi- de vocais contagiantes.cer. O compositor Reginaldo de cal. Recentemente, um novo esti- 2HOT: A dupla 2HOT, formadaCarvalho, em 1956, compôs em lo de música eletrônica criado é o pelos DJs Annirley Brito e RaulParis as primeiras obras eletroa- Electronic Live Music, que é a Meneleu, coleciona uma trajetó-cústicas brasileiras. inserção e modificação do som ria de muito sucesso. Há pouco pela eletricidade no exato mo- mais de quatro anos a dupla co-Durante o processo de sua histó- mento em que a música está sen- meçou a fazer parte do círculo deria, a música passou de uma ver- do propagada, ou seja, a música festas de música eletrônica nacio-tente da música erudita (fruto do vai sendo modificada ao mesmo nal. Posteriormente, através dotrabalho de compositores visio- tempo em que está sendo execu- seu trabalho, consegue trazer pa-nários) a um elemento da música tada ao vivo. ra cena sergipana, diversos no-popular, relacionada no prin- Até então, a música eletrônica mes conhecidos em nível nacio-cipio ao rock depois se dis- era utilizada de um som previa- nal e internacional. Em 2009, acernindo como um gênero musi- mente gravado e sobre ele se uti- dupla introduziu a música eletrô-cal próprio (principalmente lizava o artifício da aparelhagem nica nos eventos promovidos pe-relacionado com a música da música eletrônica, como, por lo Governo de Sergipe e produ-popular nos sub-estilos con- exemplo, o samplers. ziu sua primeira festa em dezem-siderados dançantes tais como o bro, na parceria que fez com umaTechno, Acid, House, Trance e Conheça alguns dos DJ‟s de su- produtora local. São reconheci-Drum n Bass, desenvolvidos a cesso: dos também por animar festas napartir do auge da música disco no badalada praia de Pipa – RN efinal da década de 1970). DJ Marcos B.: Com uma técnica em Salvador – BA. ▄Hoje existem diversas ramifica- de mixagem apurada e muito ca-

×