1ª guerra mundial

2.802 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.802
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1ª guerra mundial

  1. 1.   Entre 1870 e 1914, ocorreu na Europa um período de paz armada, no qual as diversas potências equipavam suas forças armadas e treinavam seus exércitos. Tensão crescente
  2. 2.   No inicio do século XIX, os povos de língua alemã na Europa dividiam-se em muitos Estados. Os dois maiores eram a Áustria e a Prússia .  O governo da Prússia, sob comando do ministro Otto von Bismarck, conseguiu neutralizar as ambições austríacas. Em 1871, os prussianos lideraram os estados alemãs em vitoriosa guerra contra a França, sob o comando do rei prussiano, Guilherme I, coroado Kaiser (imperador) da Alemanha unificada. Bismarck fez alianças com os governos da Itália, Áustria-Hungria. Estava formada a Tríplice Aliança, que isolava a França. A politica de alianças de Bismarck
  3. 3.  Os Bálcãs: ”barril de pólvora” da Europa No início do século XIX, a região era ocupada por povos de etnias, culturas e religiões diferentes, na maior parte, dominados pelo o Império Otomano. O enfraquecimento do poder otomano, porém , permitiu que alguns povos conquistassem a independência, como a Sérvia ( 1804 ) e a Grécia ( 1821 ) , e despertou a ambição das potências europeias. O governo da Áustria – Hungria anexou a Bósnia, enquanto eslavo da região cristã ortodoxa que pretendia dominar toda a região.
  4. 4. Ao longo do século XIX, consolidou-se na Europa a ideia de que os povos que possuíam a mesma língua, os mesmos costumes e as mesmas tradições formavam uma nação, e que toda nação tinha o direito de viver de maneira autônoma em um Estado independente. O nacionalismo gerava situações de tensão no Império Austro-Húngaro, Estado que reunia povos muito diversos, como os tchecos, eslovacos, bósnios, croatas, eslovenos, italianos, poloneses, etc. Os poloneses, que habitavam um território dividido entre prussianos, russos e austríacos no século XVIII, lutavam para recuperar sua autonomia e construir um Estado independente. Os ideais nacionalistas chocavam-se com a s pretensões imperialistas das grandes potências e contribuíram para o aumento da tensão na Europa. O nacionalismo
  5. 5.  No inicio do século XX, a Alemanha, unificada desde 1871, era uma potencia industrial e militar em franco crescimento, o que alarmava as demais potencias, principalmente a França e a Inglaterra. A produção de carvão aumentou 800%, quase atingindo a produção inglesa. À vésperas da Primeira Guerra, a Alemanha produzia dois terços do aço de toda a Europa e gerava mais eletricidade que a Grã-Bretanha, a França e a Rússia juntas. Enquanto a Alemanha crescia economicamente, a Grã-Bretanha administrava seu imenso Império colonial, onde o “sol nunca se punha”. Uma potência emergente
  6. 6. A concorrência econômica envolvia também a disputa por colônias na África e na Ásia.  Para conquistar colônias , o governo alemão investiu na construção de uma poderosa marinha de guerra , capazes de enfrentar os ingleses.  Em 1904 , ingleses e franceses assinaram um acordo em relação à politica colonial. Ficou estabelecido que a Inglaterra manteria sua influencia no Egito, e a França no Marrocos. O avanço alemão também aproximou ingleses e russos, que disputavam a hegemonia na Ásia .Em 1907 , esse dois países resolveram suas diferenças: a Inglaterra dominou o Afeganistão, e a Rússia, o . O Irã foi dividido entre esses dois países. Entre 1870 e 1914 a maioria dos países europeus adotou o serviço militar obrigatório e equipou Exército e Marinha. A luta por um império colonial
  7. 7.   A Sérvia ,em campanha pela união dos povos eslavos dos Bálcãs, pretendia anexar a Bósnia, em poder da Áustria-Hungria.  A sociedade secreta pró-Sérvia “Mão Negra” ,apoiada por militares sérvios, assassinou o casal imperial no dia de sua chegada a Saravejo. A solução pelas armas
  8. 8.  As autoridades austríacas descobriram a existência de uma ligação entre a “Mão Negra” e o governo sérvio. Após o atentado, a Áustria-Hungria apresentou quinze exigências à sérvia, que acatou todas, menos uma: o julgamento dos culpados por uma comissão composta por representantes da Áustria e da sérvia, o que culminou com a declaração de guerra pelos austríacos.  Os franceses apoiaram a Rússia e, em resposta, os alemães invadiram a Bélgica, um pais neutro, para dali atacarem a França, que até então mantinham-se neutros, declararam guerra à Alemanha. Começava assim a Primeira Guerra Mundial.  Todos os governos envolvidos acreditavam que a guerra seria uma solução rápida. No entanto, Edward Grey, ministro das Relações Exteriores da Grã-Bretanha, temendo consequências maiores. As declarações de guerra
  9. 9.   O estado-maior do exercito alemão pôs em prática o plano Schrieffer, Tática ofensiva e defensiva que movimentava o exército em duas frentes: a ocidental, contra a França, e a oriental, contra a Rússia. Devido à agilidade do ataque alemão, após invadir a Bélgica, em setembro de 1914, os alemães estavam a 70 km de Paris. A guerra de movimento
  10. 10.   Cobiçando as colônias alemãs da Oceania , o Japão aliou-se à Entente, em agosto de 1914. Por sua vez, o Império Otomano ambicionava limitar a influencia russa no Oriente. Em outubro de 1914, o governo otomano entrou para a Aliança, fortalecendo a frente oriental contra a Rússia.  Apenas em maio de 1915, a Itália saiu da neutralidade, abandonando a Aliança e juntando-se à Entente, com a promessa de receber territórios nos Bálcãs no final do conflito. O crescimento da Entente e da Aliança
  11. 11. O rápido avanço alemão não durou, porém, muito tempo, sendo contido pelos franceses na batalha do Marne. O poder de fogo dos exércitos entrincheirados impedia o avanço de ambas as partes, imobilizando milhares de soldados. As trincheiras eram escavadas diretamente no solo, medindo em geral quase dois metros de altura por 1,80 m de largura, protegidas por sacos de areia e arame farpado. Nas trincheiras, os soldados esperavam meses para poder avançar alguns metros. O cotidiano de milhões de soldados na Primeira Guerra era composto de frio, fome, doenças, ratos, poucas horas de sono e tiroteios constantes. Na primeira batalha do Marne, morreram quase 250 mil soldados. O desgaste nas trincheiras
  12. 12.   Para conter as ofensivas alemãs, a Rússia perdeu – entre mortos, feridos e prisioneiros – cerca de 1 milhão e 700 mil soldados. A Áustria-Hungria vingava-se da Sérvia e impunha derrotas à Itália. Até 1915, a vantagem na guerra era da Tríplice Aliança, dominada pelos Impérios Centrais, como eram chamados os impérios Alemão e Austro-húngaro.  Em julho, a entente reagiu. Contudo apesar de os aliados possuírem uma artilharia bem equipada e de apresentarem novidades, como os tanques de guerra, a Alemanha resistiu. O desgaste e o cansaço das tropas eram visíveis. Alguns grupos pacifistas, como os socialistas, exigiam o fim da guerra, vista como um conflito entre capitalistas que sacrificava inutilmente o povo. Forças em impasse
  13. 13.   A Primeira Guerra Mundial estimulou o desenvolvimento de máquinas com alto poder letal. Algumas armas, como metralhadoras e as granadas, já existiam desde o século XIX, mas foram aperfeiçoadas nesse grande conflito. Outros armamentos, como os tanques de guerra, foram utilizados pela primeira vez. Tecnologia a serviço da morte
  14. 14.   A metralhadora foi utilizada na Guerra de secessão dos Estados Unidos, entre 1861 e 1865, e na guerra franco-prussiana, entre 1870 e 1871. As metralhadoras acabaram com ataques frontais de artilharia e de cavalaria, já ineficientes.  Os primeiros tanques de guerra eram tratores reforçados com placas de aço, os tanques aceleravam os ataques de infantaria porque resistiam às balas, destruíam os arames farpados e ultrapassavam trincheiras. A Entente conseguiu uma importante vantagem militar e tecnológica.  O gás de cloro foi utilizado pela primeira vez pelos alemães, em 1915, na frente ocidental. Em 1917, na batalha de Ypres, os alemães lançaram gás mostarda, que queimava os tecidos, provocava cegueira e até a morte. Armas terrestres
  15. 15.   Os submarinos alemães, chamados U-boat, causaram estragos na Marinha inglesa e, pela primeira vez na história, os submarinos foram utilizados para afundar navios mercantes. U-boat afundaram 430 navios, mercantes e de guerra. Isso provocou a entrada dos Estados Unidos na Entente. Armas navais
  16. 16.   No inicio da Primeira Guerra Mundial, os aviões eram utilizados para reconhecimento prévio do terreno, mas ao longo da guerra, começaram a ser usados com metralhadoras ou para bombardear as trincheiras.  O famoso barão vermelho, o aviador alemão Manfred von Richthofen, tronou-se uma lenda depois de abater 80 aviões da Entente Armas aéreas
  17. 17.   Em janeiro de 1917, o alto comando alemão inicio uma campanha submarina para aniquilar a Marinha inglesa e interromper o abastecimento dos países da Entente. A ação dos U-boat alemães estendeu-se a navios de todas as nacionalidades, e muitos navios mercantes dos Estados Unidos foram afundados.  O presidente norte-americano, Woodrow Wilson defendia a neutralidade dos EUA, mas, diante dos ataque marítimos, pediu ao Congresso que aprovasse a entrada do pais na guerra, ao lado da Entente. O pedido foi prontamente atendido. O mundo reorganizado
  18. 18.   A Rússia não estava preparada para enfrentar a máquina de guerra alemã. A população russa realizava manifestações diárias pedindo “Pão, paz e terra”. O grupo socialista russo conhecido como bolchevique derrubou os sociais democratas e implantou um governo socialista.  As exigências da Alemanha para a saída da Rússia foram definidas na paz de Brest- Litovski. As condições eram duras: a Rússia perdeu a Polônia, Lituânia, Letônia, Estônia, Finlândia e Ucrânia. A Entente foi surpreendida por um poderoso ataque alemão que lhe custou 90 mil prisioneiros. A saída da Rússia e o fim da frente oriental
  19. 19.   Em 1918, chegaram aas primeiras tropas norte- americanas. Em setembro do mesmo ano já havia 1 milhão e 200 mil soldados, bem alimentados, relativamente bem treinados e com armas novas.  A inexperiência das tropas norte-americanas era compensada pela força de sua indústria.  Em 1917, a produção de aço dos Estados Unidos era 3 vezes maior que a produção dos impérios centrais. Os Estados Unidos na Primeira Guerra Mundial
  20. 20.   O ano de 1918 não deixou dúvidas em relação ao enfraquecimento da força militar da Tríplice Aliança.  Em outubro de 1918, a Turquia se rendeu. No mês seguinte, Áustria-Hungria, pressionada pela Itália, também se rendeu. As tropas da Entente aproximavam-se das fronteiras alemães. Diante do caos social e da possível derrota, em 9 de novembro do kaiser Guilherme II renunciou e fugiu para a Holanda. A rendição da Tríplice Aliança
  21. 21.   Embora tenham lutado juntos na Tríplice Aliança, cada país derrotado teve a sua paz negociada separadamente. As principais determinações dos acordos foram: O Império Austro-Húngaro deixou de existir e as diversas nações constituíram estados independentes, como a Áustria, a Hungria, a Tchecoslováquia e a Polônia. Os tratados de paz
  22. 22.   A paz com a Alemanha foi negociada no tratado de Versalhes, em 1919, e dominada pelo espirito de revanche. O tratado de Versalhes
  23. 23.   Em 1904, Rússia e Japão entraram em guerra pelo domínio da Coreia e da Manchúria, região da China rica em ferro e carvão.  Em 1914, o Japão entrou na Primeira Guerra ao lado da Entente para conquistar as colônias da Alemanha. Nas negociações de Versalhes, os japoneses retiraram, pois não receberam as colônias pretendidas . A ascensão do Japão
  24. 24.   No inicio do século XX, a mesma tecnologia metalúrgica que produzia instrumentos cirúrgicos, locomotivas e projetores de cinema permitiu que fossem construídos canhões e metralhadoras de inédito poder destruidor.  O mesmo arame farpado usado para proteger o gado nas pastagens servia para ferir e prender os combates que se arrastavam pelo solo. A indústria a serviço da vida e da morte
  25. 25.   Eles cavavam buracos dentro das trincheiras para serem usados como “banheiros “ e, depois que ficavam cheios, cobriam-nos com terra.  Muitas vezes, os combatentes passavam fome porque os suprimentos não chegavam às trincheiras, isoladas pelo fogo inimigo. O cotidiano dos enterrados vivos
  26. 26. Componentes: Bruno Diego Nº 06 Claudio Douglas Nº 07 Cleiane Nº 08 Marlilia Nº 23 Pedro Junior Nº 26 Vanessa Nº 31 Vitória Nº 29 Wellington Francisco Nº 32

×