Julio CarraraJulio CarraraJulio CarraraJulio Carrara
OOOOOOOORRRRRRRRGGGGGGGGAAAAAAAASSSSSSSSMMMMMMMMOOOOOOOO
DDDDDDDDOOOO...
1
SumárioSumárioSumárioSumário
EstáticoEstáticoEstáticoEstático
InocênciaInocênciaInocênciaInocência
EternidadeEternidadeE...
2
BrilhoBrilhoBrilhoBrilho EEEEternoternoternoterno
DesilusãoDesilusãoDesilusãoDesilusão
BeijoBeijoBeijoBeijo
AqueleAquele...
3
Estático
Imóvel
Circula o tempo
em torno da vida
E a mente em torno do tempo
A espera ansiosa
de um dia ilustre
A espera...
4
Inocência
debater com a fome
e com as sombras que rondam o vazio
pensamentos ermos estendem-se
mãos impuras
ruas estreit...
5
Eternidade
Deita-se o dia
Levanta-se a noite
A alma ausente da carne
honrando tua transgressão
Longe do medo e da dor
O ...
6
Tempo de não Esquecer
Quando vou esquecer
que você me esqueceu?
Por favor, guarde as lembranças
em um canto de teus sonh...
7
Degustarei meu Transe
Desperdício de vida é viver sem ti
Adormeço na crise da minha angústia
Meu corpo sem teus desejos
...
8
Destino
O que é o Destino?
uma com a
GUERRA x VIDA
Se encontram
e
Se separam
Queremos ser
eternos
e eterna é
aaa sssoool...
9
Amor
Tudo o que restou
foi uma história
para ser contada
com satisfação
O amor está
solto nas emoções.
Sentirei o mundo
...
10
Alegria
Contigo está tudo bem
Um banho de bálsamo
Um sorriso aliviado
Sonhos curtos
Que se encontram no amanhecer
As ép...
11
Sono ou Sonho?
Na alta hora
A madrugada bela
Esperamos o sono
E junto o sonho
Estimulamos a segui-los
Os signos invadem...
12
Jardim de Pedra
Subi numa hora inusitada
Caminhos estreitos e tortuosos
A solidão era fatal
As sombras como trevas me a...
13
Lobo Guerreiro
Prepara-se o combatente
Lobo da noite
Com tua legião de guerreiros
As estrelas escurecem
por entre as nu...
14
Sobras de Amor
Nas ruas por onde passamos
Ficou integralmente a nossa história
Um tempo único
Para te amar
É um vício d...
15
Teu Féretro
Tu partistes
para nunca mais voltar
Não se despediu
apenas me abandonou
Foi conversar com os arcanjos
Estou...
16
Máscaras
Foi do alto que eu vi
a Terra em preto e branco
Com chagas funestas
e doenças venéreas
E este novo mundo vil
E...
17
Assassinei a Aurora
Assassinei a aurora
quando ela surgiu no céu.
Despertou em mim
uma ânsia doentia
de aniquilar os pr...
18
Atroz
Lobos ruivantes no
êxtase da imaculada noite
nas espreitas observam
a lua de diamante
No cume da montanha
há um p...
19
se neste árido amor ártico
perdi-me na
simetria do amanhecer
20
Orgasmo dos Deuses
Na penumbra, deitado ao teu lado,
debrucei-me sobre ti
para lhe desejar boa noite.
Estremeci quando ...
21
Minhas mãos percorriam
teu corpo quente
e com a ponta dos dedos
tateava tua pele alva
Coloquei a mão sobre o teu sexo
M...
22
uma noite de prazer
É mais, muito, muito,
muito mais...
Quero me enroscar novamente
em teu corpo
Mergulhar nos teus láb...
23
Paraíso Artificial
Por diversas vezes
Fiquei te observando ao longe
Sem que percebesses
Aguardando um telefonema,
Uma m...
24
Só quero que saibas que
Mesmo que me case, tenha filhos
E viva num paraíso artificial
Quando for um velho de cabelos br...
25
Vazio
Medo
Tristeza
Angústia
Depressão
É.
Vazio.
O grande Vazio.
O Vazio do Mundo.
A Morte do Planeta.
O amor não corre...
26
Foi-se
a fome,
a sede
e o cansaço.
Apenas a vontade de me enfiar
num buraco e nunca mais sair.
Sinto-me só e com dores
...
27
Brilho Eterno
Há um mês quando
tudo começou onde
morri de amor
mas continuei
vivendo
Pra você e
por você
sou teu
eterna...
28
Desilusão
mais uma noite em meu quarto
dirijo-me até a janela aberta
e novamente estou a procurar as estrelas
onde vejo...
29
e a tormenta dos teus beijos me traz saudade
éramos dois
dois lados
da mesma moeda
novamente o vento sopra
o tempo pass...
30
os filmes não param de passar
torno a me perguntar
e novamente sem respostas
penso em te ligar
vou até a janela
a brisa...
31
Beijo
Sinto o beijo
umido e quente
que tempera
a temperatura do tempo
Beijo que nasce
do silencio incerto
da culpa
Ling...
32
Aquele Olhar
És feita da matéria
que os sonhos são feitos
Traz consigo a doçura
desse olhar melancólico
e desse sorriso...
33
Espera
Beijos e lágrimas se misturam.
Tortura-me com essa ausência
Espera que não tem fim.
E aqui estou eu novamente
ol...
34
Estrelas
Busco no vazio
aquilo que só você tem
Hoje quero ser teu espelho
refletir os teus desejos
Pequenas bolhas de v...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Orgasmo dos deuses e outros poemas

445 visualizações

Publicada em

Meus poemas

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orgasmo dos deuses e outros poemas

  1. 1. Julio CarraraJulio CarraraJulio CarraraJulio Carrara OOOOOOOORRRRRRRRGGGGGGGGAAAAAAAASSSSSSSSMMMMMMMMOOOOOOOO DDDDDDDDOOOOOOOOSSSSSSSS DDDDDDDDEEEEEEEEUUUUUUUUSSSSSSSSEEEEEEEESSSSSSSS eeee outros poemasoutros poemasoutros poemasoutros poemas
  2. 2. 1 SumárioSumárioSumárioSumário EstáticoEstáticoEstáticoEstático InocênciaInocênciaInocênciaInocência EternidadeEternidadeEternidadeEternidade Tempo de nãoTempo de nãoTempo de nãoTempo de não EEEEsquecersquecersquecersquecer Degustarei meuDegustarei meuDegustarei meuDegustarei meu TTTTrrrranseanseanseanse DestinoDestinoDestinoDestino AmorAmorAmorAmor AlegriaAlegriaAlegriaAlegria Sono ouSono ouSono ouSono ou SSSSonho?onho?onho?onho? Jardim deJardim deJardim deJardim de PPPPedraedraedraedra LoboLoboLoboLobo GGGGuerreirouerreirouerreirouerreiro Sobras deSobras deSobras deSobras de AAAAmormormormor TeuTeuTeuTeu FFFFéretroéretroéretroéretro MáscarasMáscarasMáscarasMáscaras Assassinei aAssassinei aAssassinei aAssassinei a AAAAuroraurorauroraurora AtrozAtrozAtrozAtroz Orgasmo dOrgasmo dOrgasmo dOrgasmo dosososos DDDDeuseseuseseuseseuses ParaísoParaísoParaísoParaíso AAAArtificialrtificialrtificialrtificial VazioVazioVazioVazio
  3. 3. 2 BrilhoBrilhoBrilhoBrilho EEEEternoternoternoterno DesilusãoDesilusãoDesilusãoDesilusão BeijoBeijoBeijoBeijo AqueleAqueleAqueleAquele OOOOlharlharlharlhar EsperaEsperaEsperaEspera EstrelasEstrelasEstrelasEstrelas
  4. 4. 3 Estático Imóvel Circula o tempo em torno da vida E a mente em torno do tempo A espera ansiosa de um dia ilustre A espera medíocre do amor Música suave para a solidão Não me castigo por não lutar com armas fortes e um coração fraco Tudo se transformou entre nós O amor em ódio As alegrias em tristezas As fronteiras em caminhos desconhecidos O fim para um novo começo Aqui regeneramos o caos e não se encontra a dádiva E aí está a morte.
  5. 5. 4 Inocência debater com a fome e com as sombras que rondam o vazio pensamentos ermos estendem-se mãos impuras ruas estreitas e solitárias as casas escuras e trancadas a falta de pão e de companhia e da carne para a minha orgia vagando na memória perdidas lembranças das vaginas úmidas e entreabertas que se perdem na pureza da mulher
  6. 6. 5 Eternidade Deita-se o dia Levanta-se a noite A alma ausente da carne honrando tua transgressão Longe do medo e da dor O tempo integral E a hora impura por detrás a eternidade se encontra.
  7. 7. 6 Tempo de não Esquecer Quando vou esquecer que você me esqueceu? Por favor, guarde as lembranças em um canto de teus sonhos Não ouvirei mais o teu nome nem os teus ecos Não sentirei a brisa suave e o sopro delirante do tempo em que ficamos Não haverá mais palavras e nem me verá só Tentarei estar inteiro e ver as cidades com a multidão Falar do amor na ausência do amor Falar do pânico e do fim E depois contar histórias felizes com desfechos tristes.
  8. 8. 7 Degustarei meu Transe Desperdício de vida é viver sem ti Adormeço na crise da minha angústia Meu corpo sem teus desejos Não sinto os teus prazeres A vastidão é ampla e as noites são insignificantes Tua ausência me deixa despovoado Minha cama se torna inútil E todos se tornam metáforas O destino é prudente e tem forças equívocas Meu amor nasceu antecipado e criou raízes Sigo minha vida com todo o vigor Eu acredito no futuro e me contento com todos os sentidos que ele me condiz
  9. 9. 8 Destino O que é o Destino? uma com a GUERRA x VIDA Se encontram e Se separam Queremos ser eternos e eterna é aaa sssooollliiidddãããooo
  10. 10. 9 Amor Tudo o que restou foi uma história para ser contada com satisfação O amor está solto nas emoções. Sentirei o mundo e os sonhos
  11. 11. 10 Alegria Contigo está tudo bem Um banho de bálsamo Um sorriso aliviado Sonhos curtos Que se encontram no amanhecer As épocas foram boas O passado de alegrias passageiras Foi breve o tempo Mas eterno para se guardar Guardei bem tua simetria Amar agora é sofrer É mais que me condenar nesta paixão Estar só, sobretudo feliz Tua felicidade é lúcida e minha insensibilidade deve-se ao tempo de tua desesperança
  12. 12. 11 Sono ou Sonho? Na alta hora A madrugada bela Esperamos o sono E junto o sonho Estimulamos a segui-los Os signos invadem o destino Fui conquistado e não conquistei O tempo está passando e não podemos resistir Os inimigos são mais fortes E tua imagem insensata É um abismo para o meu amor O espelho reflete o medo turbulento de amanhã Por trás pode estar a morte Ou a ânsia de viver
  13. 13. 12 Jardim de Pedra Subi numa hora inusitada Caminhos estreitos e tortuosos A solidão era fatal As sombras como trevas me assustavam Na vasta jornada encontrei jardins abertos ao céu Com rosas vermelhas mortas e espinheiros vivos Com garras afiadas me feriram com dor Roubei o amor e conheci os teus desejos A carcaça se perdeu no pó Está a carne deitada à aurora Se foi agora para um dia regressar com teus sonhos ancestrais que morrem e nascem a todo momento
  14. 14. 13 Lobo Guerreiro Prepara-se o combatente Lobo da noite Com tua legião de guerreiros As estrelas escurecem por entre as nuvens E a lua a luzir o teu caminho No selvagem bosque dos mortos Estrelas errantes Cavalos galopantes Com voracidade Esconde tua sina Repleta de fascinação Com amores escondidos No peito Ou amores escondidos No coração
  15. 15. 14 Sobras de Amor Nas ruas por onde passamos Ficou integralmente a nossa história Um tempo único Para te amar É um vício de contigo estar Nas vésperas da solidão Procuramos amores falsos Um olhar excedente As janelas trancadas E as angústias abertas Tua incompreensão foi excêntrica É difícil saber quem nos ama Milhares de vezes passei em vão É nascer e morrer É romper barreiras de um mundo estranho É submergir esperanças famintas e ser manipulados como fantoches E assim esperamos sobras de amor
  16. 16. 15 Teu Féretro Tu partistes para nunca mais voltar Não se despediu apenas me abandonou Foi conversar com os arcanjos Estou aguardando o nosso encontro Pobre encontro fúnebre. Dei-lhe flores e um leito Pus-me a chorar na tua frente pela primeira e última vez Não sentirei mais o teu calor Não verei mais os teus olhos Vou me embriagar até vomitar E depois dormir e te encontrar em meus sonhos Para depois Agonizar numa profunda agonia Tentar contornar minha tristeza E esperar a morte
  17. 17. 16 Máscaras Foi do alto que eu vi a Terra em preto e branco Com chagas funestas e doenças venéreas E este novo mundo vil Esconde-se na noite eterna Não voltarei a entrar nesta mórbida decadência Com estes seres que se julgam inteligentes com tua intelectualidade Transformando-nos em animais De tuas próprias ganâncias
  18. 18. 17 Assassinei a Aurora Assassinei a aurora quando ela surgiu no céu. Despertou em mim uma ânsia doentia de aniquilar os projetos sujos da sabedoria suburbana. São progressos regressivos a todos que se julgam cientistas e visionários nesta sujeira pairada sobre um árido fracasso. Submergimos o fim em nossas frentes, somos a maioria e nada podemos fazer. Fugi dos bosques frutíferos e das árvores alucinadas. A evolução chegou tão feroz que eu nem percebi. O progresso é O FUTURO O progresso é A FOME O progresso é A MORTE
  19. 19. 18 Atroz Lobos ruivantes no êxtase da imaculada noite nas espreitas observam a lua de diamante No cume da montanha há um palácio exilado com altares de ouro e degraus de safiras Requintados são seus aposentos A fachada coberta de terra e limo Uma rústica arquitetura medieval A rainha pratica joguinhos obscenos com as crianças insanas presas em calabouços sinistros O campo é celestial e há um labirinto que me conduz até você O que fazer no submisso solo vegetal? Estirar-me em folhas secas
  20. 20. 19 se neste árido amor ártico perdi-me na simetria do amanhecer
  21. 21. 20 Orgasmo dos Deuses Na penumbra, deitado ao teu lado, debrucei-me sobre ti para lhe desejar boa noite. Estremeci quando senti o perfume que exalava de teus lábios rosados. Não resisti a tentação e colei meus lábios aos teus mesmo sabendo que poderia não ser correspondido Fiquei embriagado com teus lábios macios e através deles me entreguei aos teus encantos Para minha surpresa você me aceitou Nossas bocas sedentas nos desvendavam em silêncio sem pronunciarmos uma palavra exceto pela nossa respiração ofegante e pelo bater descompassado dos nossos corações
  22. 22. 21 Minhas mãos percorriam teu corpo quente e com a ponta dos dedos tateava tua pele alva Coloquei a mão sobre o teu sexo Meus dedos ficaram úmidos Levei-os até a boca para sentir o gosto e depois até as narinas que traduziam o aroma dos teus desejos Nossas mãos se movimentavam freneticamente Os gemidos aumentavam gradativamente Até explodirmos num orgasmo dos deuses Existem coisas que não conseguimos falar Palavras, muitas vezes, não são suficientes Para expressar tudo o que realmente sentimos Não se trata apenas de
  23. 23. 22 uma noite de prazer É mais, muito, muito, muito mais... Quero me enroscar novamente em teu corpo Mergulhar nos teus lábios e me perder Entre um milhão de beijos.
  24. 24. 23 Paraíso Artificial Por diversas vezes Fiquei te observando ao longe Sem que percebesses Aguardando um telefonema, Uma mensagem, um sinal Que não chegava Buscava desesperadamente Em outros olhos, os teus olhos Em outros corpos, o teu corpo Em outros braços, os teus braços Em outras bocas, a tua boca E em outros sexos, o teu sexo E quando te reencontrei Foi-se embora a sensação de abandono Quando você me abraçou Senti-me protegido Ao sentir o seu calor E sua pele alva e macia Roçando o meu rosto. Sei que acabou Talvez não tenha mesmo mais volta E é inútil tentar qualquer coisa
  25. 25. 24 Só quero que saibas que Mesmo que me case, tenha filhos E viva num paraíso artificial Quando for um velho de cabelos brancos De você nunca me esquecerei, pois Fui, sou e serei para sempre teu Para sempre teu Para sempre teu Para sempre teu
  26. 26. 25 Vazio Medo Tristeza Angústia Depressão É. Vazio. O grande Vazio. O Vazio do Mundo. A Morte do Planeta. O amor não correspondido. O ódio corroendo a Humanidade. Ai de mim! Ai! Ai! Ai Poesias, poesias, poesias... e de que adianta tudo isso? Sem ECO sem SOM sem VIDA
  27. 27. 26 Foi-se a fome, a sede e o cansaço. Apenas a vontade de me enfiar num buraco e nunca mais sair. Sinto-me só e com dores no corpo e na alma.
  28. 28. 27 Brilho Eterno Há um mês quando tudo começou onde morri de amor mas continuei vivendo Pra você e por você sou teu eternamente teu Te amo como nem sequer posso descrever porque as palavras estão traduzidas no brilho dos meus olhos e na sinceridade do meu sorriso
  29. 29. 28 Desilusão mais uma noite em meu quarto dirijo-me até a janela aberta e novamente estou a procurar as estrelas onde vejo o brilho de teus olhos sopra o vento e em desordem surgem as palavras ditas quando nos amamos frases ditas com o coração eternizadas no tempo vividas pelo momento localizo a lua ela esbanja seu encanto em meus olhos, lágrimas que refletem lembranças lembranças vindas do coração ja é tarde da noite ainda estou a chorar lembro de ti esqueço de mim estrelas e seu encanto sua beleza e sua distância nuvens começam a se mover lentamente acompanhando o sopro do vento trazendo sua imagem a tona mais uma lágrima se revela toco em meus lábios
  30. 30. 29 e a tormenta dos teus beijos me traz saudade éramos dois dois lados da mesma moeda novamente o vento sopra o tempo passa e nas nuvens outra imagem se forma ofuscando do brilho das estrelas ainda é madrugada volto a deitar na cama na TV passam os filmes em que vivi no rádio escuto melodias é tua voz me dizendo o que quero ouvir respiro fundo e volto a chorar tento esquecer cada paisagem da qual teu rosto fez parte quero deletar as músicas apagar as estrelas mas tudo em vão
  31. 31. 30 os filmes não param de passar torno a me perguntar e novamente sem respostas penso em te ligar vou até a janela a brisa fria da noite acaricia minha pele me dando arrepios como os que você me causava sinto te esperar sinto te dizer as estrelas se despedem a lua retorna ao seu recanto e o sol nasce para mais um dia trazendo o calor da esperança a vontade de viver viver por amor viver por viver e mais um dia começa e mais uma noite virá uma noite sem fim que se repetirá
  32. 32. 31 Beijo Sinto o beijo umido e quente que tempera a temperatura do tempo Beijo que nasce do silencio incerto da culpa Linguas que bailam na música silenciosa do amor Picante VermelhoVermelhoVermelhoVermelho Teu corpo arido tal qual a areia do deserto queima minha pele e me faz sonhar Teus beijos são como o oasis que em meio a luxurialuxurialuxurialuxuria matam a minha sede
  33. 33. 32 Aquele Olhar És feita da matéria que os sonhos são feitos Traz consigo a doçura desse olhar melancólico e desse sorriso encantador que me embriaga e me fascina Onde quer que esteja quero que saibas que nunca te esquecerei e para sempre vou lembrar vou me lembrar
  34. 34. 33 Espera Beijos e lágrimas se misturam. Tortura-me com essa ausência Espera que não tem fim. E aqui estou eu novamente olhando para o futuro e me vendo sem você Tentando tirar suas impressões do meu coração. Ainda que a tenha em meus braços, saberei que é só ilusão
  35. 35. 34 Estrelas Busco no vazio aquilo que só você tem Hoje quero ser teu espelho refletir os teus desejos Pequenas bolhas de vida que nos empurram para o amor Imagens que nos fazem delirar Entre as estrelas da noite eu quero a mais brilhante

×