AULA 4
   Weber é o principal representante da Sociologia alemã e    questionador dos modos positivistas de formulação de leis s...
   Entretanto, se faz necessário o uso de uma    metodologia de estudo, e o método proposto por    weber baseia-se no est...
   O sociólogo trabalha apenas com a realidade    e busca características em comum na    sociedade, sendo assim, a elabor...
   Para Weber, a ação é toda conduta humana    dotada de um significado subjetivo dado por    quem a executa e ação socia...
   Um dos sociólogos mais estudados, apresentou    entre seus trabalhos uma classificação dos tipos    de ação social, de...
   Weber define a Sociologia como a ciência que    pretende entender, interpretando-a, a ação    social, para explicá-la ...
   Partindo do conceito de sociologia e das ações sociais    podemos então compreender o que seja relação    social, defi...
   Quanto mais racionais forem as relações    sociais maior será a probabilidade de que    se tornem normas de conduta.
   O caso de um professor é bem ilustrativo    dessa complexidade: sua atitude de dar    aula pode ser determinada pelo s...
•   1818 – Em Treves, província alemã do Reno,    nasce, Karl Marx•   1831 – Morre Hegel•   1836 – Marx fica noivo de Jenn...
•   1848 – Publica, juntamente com Engels, o Manifesto    Comunista. Em Paris com a eclosão da revolução, Luís    Felipe a...
A   teoria marxista expõe e analisa a estrutura     econômica     da    sociedade capitalista,    seu     funcionamento  ...
   A teoria Marxista     apresenta   uma    tríplice    dimensão:   Expositiva: radiografa a sociedade capitalista e    ...
   A teoria é relevante na medida em que se    propõe a equacionar politicamente a    sociedade segundo um modelo justo d...
   Alguns postulados fundamentais caracterizam a    filosofia marxista: o primado do real sobre o    ideal, a admissão da...
   Constitui uma das teses fundamentais do marxismo e    consiste no entendimento de que a estrutura da    sociedade é co...
   Hegel havia declarado que a consciência do    homem determinava o seu modo de ser; para    Marx, o fenômeno seria inve...
•   A evolução social não deveria desenrolar-    se sob a influência de fatos pretéritos, mas    fazer-se mediante a ruptu...
   Compreende-se aí a importância que Marx    deu a análise do trabalho. Ele reconhece o    trabalho como atividade funda...
   Em sintonia com a tese materialista do primado    do real sobre o ideal, exclui a possibilidade de    um Direito emana...
   A concepção marxista parte de um diagnóstico: a    sociedade se acha estruturada economicamente de uma    forma injust...
   O Estado se origina exatamente das    insuficiências de uma sociedade realizando    em si mesma, de forma concreta, os...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 3 e 4 sociologia

1.921 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.921
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3 e 4 sociologia

  1. 1. AULA 4
  2. 2.  Weber é o principal representante da Sociologia alemã e questionador dos modos positivistas de formulação de leis sociais, tema que rendeu acirrados debates à sua época. Defendia a idéia de que uma Ciência Social não poderia reduzir a realidade empírica à leis, pois tanto na escolha do tema a ser trabalhado quanto na explicação do acontecimento concreto, o cientista se vale de diversos fatores ligados à realidade dos fatos assim como a seus próprios valores, para dar sentido à realidade particular.
  3. 3.  Entretanto, se faz necessário o uso de uma metodologia de estudo, e o método proposto por weber baseia-se no estado de desenvolvimento dos conhecimentos, nas estruturas conceituais de que se dispõe e nas normas de pensamentos vigentes, o que irá permitir a obtenção de resultados válidos não apenas para si próprio.
  4. 4.  O sociólogo trabalha apenas com a realidade e busca características em comum na sociedade, sendo assim, a elaboração de um instrumento que auxilie na busca da compreensão dos comportamentos sociais, é fundamental. O tipo ideal é um modelo de interpretação-investigação, e é a partir dele que o cientista social irá analisar as sociedades e as formas de ação.
  5. 5.  Para Weber, a ação é toda conduta humana dotada de um significado subjetivo dado por quem a executa e ação social é toda conduta dotada de sentido para quem a efetua, a ação social deve ser praticada com intenção. A partir disso, Weber constrói quatro tipos ideais de ação social que podem se enquadrar na sociedade.
  6. 6.  Um dos sociólogos mais estudados, apresentou entre seus trabalhos uma classificação dos tipos de ação social, de acordo com os motivos que a geram. São eles: 1) ação tradicional, cuja realização se deve a um costume ou um hábito enraizado; 2) ação afetiva ou emocional, motivada por sentimentos do agente pelo seu(s) interlocutor(es); 3) ação racional com relação a valores, atitudes que envolvem um planejamento orientado pelos princípios do agente; 4) ação racional com relação a fins, atitudes cujo planejamento é orientado pelos resultados que serão alcançados com sua realização.
  7. 7.  Weber define a Sociologia como a ciência que pretende entender, interpretando-a, a ação social, para explicá-la causalmente em seus desenvolvimentos e efeitos, ou seja, pretende explicar que tipo de mentalidade leva à realização das ações.
  8. 8.  Partindo do conceito de sociologia e das ações sociais podemos então compreender o que seja relação social, definida por Weber como uma conduta plural, reciprocamente orientada, dotada de conteúdos significativos que descansam na probabilidade de que se agirá socialmente de um certo modo, porém o caráter recíproco da relação social não obriga os agentes envolvidos a atuarem da mesma forma, entendemos que na relação social todos os envolvidos compreendem o sentido das ações, todos sabem do que se trata ainda que não haja correspondência.
  9. 9.  Quanto mais racionais forem as relações sociais maior será a probabilidade de que se tornem normas de conduta.
  10. 10.  O caso de um professor é bem ilustrativo dessa complexidade: sua atitude de dar aula pode ser determinada pelo seu desejo receber o salário (ação com relação a fins), como também pela importância que ele atribui a educação (ação com relação a valores) ou ainda pelo prazer que ele sente ao ver seus alunos aprenderem (ação afetiva), ou ainda porque toda a sua família é composta de professores e ele sempre viveu no meio educacional (ação tradicional).
  11. 11. • 1818 – Em Treves, província alemã do Reno, nasce, Karl Marx• 1831 – Morre Hegel• 1836 – Marx fica noivo de Jenny von Westphalen. No mesmo ano matricula-se na Universidade de Berlim.• 1840 – Surge O que É a propriedade, de Proudhon.• 1841 – Publicação de A Essência do Cristianismo, de Feuerbach.• 1844 – Publicação do Esboço de uma Crítica da Economia Politica, de Friedrich Engels.• 1846-1847 – Marx escreve A Miséria da Filosofia.
  12. 12. • 1848 – Publica, juntamente com Engels, o Manifesto Comunista. Em Paris com a eclosão da revolução, Luís Felipe abdica e proclama-se a República.• 1852 – Publicação de O 18 Brumário de Luís Bonaparte, de Marx. 1859 – Marx publica Para a Critica da Economia Política. 1867 – Publicação do primeiro volume de O Capital, de Marx. 1872 – Morre Ludwig Feuerbach. 1883 – Em 14 de março, em Londres, morre Marx. 1885 – Publica-se o segundo volume de O capital. 1894 – Ainda editado por Engels, publica-se o terceiro volume de O Capital. 1895 – Morre Engels
  13. 13. A teoria marxista expõe e analisa a estrutura econômica da sociedade capitalista, seu funcionamento e consequencias no plano social, político, ético, religiosos, jurídico, apontando seu teor de injustiça e a fórmula para erradicação desta (centrada no econômico, revela a desigualdade que o regime da livre iniciativa encerra com a má distribuição das riquezas).
  14. 14.  A teoria Marxista apresenta uma tríplice dimensão: Expositiva: radiografa a sociedade capitalista e revela sua forma de funcionamento, notadamente pelo seu lado econômico; Crítica: Valora a realidade, indicando falhas e injustiças; Operacional: apresenta a fórmula prática para a reversão do quadro de miséria e opressão.
  15. 15.  A teoria é relevante na medida em que se propõe a equacionar politicamente a sociedade segundo um modelo justo de distribuição de riquezas. Enquanto que o desafio capitalista na correção das desigualdades mediante a compatibilização da economia de mercado com a justiça social, a filosofia comunista, conduzida pelo marxismo, se oriente justa distribuição das riquezas.
  16. 16.  Alguns postulados fundamentais caracterizam a filosofia marxista: o primado do real sobre o ideal, a admissão da teoria evolucionista de Darwin, a concepção materialista da história, a dialética hegeliana revisada. A verdade deveria ser captada na experiência, nos fatos. Rejeitava o pensamento metafísico. A ciência deveria formar-se com os elementos hauridos na realidade concreta. A postura de Marx foi materialista e professava o ateísmo. Como Darwin, admitia a transformação dos seres evolutivamente. Mediante um processo complexo de mutação interna, o ser mineral se transmudava em vegetal e animal, sucessivamente. A progressão seria quantitativa e apresentava saltos de qualidade, razão pela qual surgiria o homem, ser dotado de razão.
  17. 17.  Constitui uma das teses fundamentais do marxismo e consiste no entendimento de que a estrutura da sociedade é composta pelo fator econômico, pelo conjunto das relações de produção. A superestrutura seria formada pelas criações do intelecto: Direito, Moral, Política, Estado, Religião, Artes. A premissa de raciocínio é a de que a personalidade humana é ditada pelas relações de trabalho, assim cada componente da superestrutura seria uma emanação do processo econômico existente.
  18. 18.  Hegel havia declarado que a consciência do homem determinava o seu modo de ser; para Marx, o fenômeno seria inverso: o ser social do homem é quem definia a sua consciência. A tese é de que o fator econômico é preponderante na formação da superestrutura. Tal inversão foi cogitada por Marx, pois não haveria na realidade uma reação à estrutura; os homens atuariam sobre os meios de produção visando o seu reordenamento, todas as transformações fundamentais da sociedade, embora possam transparecer outras motivações, decorrem sempre de mudanças nas formas de produção. A revolução protestante seria um exemplo.
  19. 19. • A evolução social não deveria desenrolar- se sob a influência de fatos pretéritos, mas fazer-se mediante a ruptura com o passado.• Do historicismo , porém, assimilou a tese da relatividade do Direito, não o concebendo senão permanente mutação sob o influxo do fator econômico.
  20. 20.  Compreende-se aí a importância que Marx deu a análise do trabalho. Ele reconhece o trabalho como atividade fundamental do ser humano e analisa os fatores que o tornaram uma atividade massacrante e alienada no capitalismo. O livro O Capital, expõe a lógica do modo de produção capitalista, no qual a força de trabalho é transformada em mercadoria com dupla face: por um lado, é mercadoria como qualquer outra, paga pelo salário; por outro, é a única mercadoria que produz valor, ou seja, que reproduz o capital.
  21. 21.  Em sintonia com a tese materialista do primado do real sobre o ideal, exclui a possibilidade de um Direito emanado da razão ou de origem metafísica. A sede do Direito seria o campo dos fatos, das relações da vida social. O Direito deriva, enfim, do real; a sua fórmula se faz a posteriori, nunca a priori.
  22. 22.  A concepção marxista parte de um diagnóstico: a sociedade se acha estruturada economicamente de uma forma injusta, com a preponderância do capital sobre o trabalho, quando na realidade é este quem forma as riquezas. Na sociedade capitalista há uma generalizada relação de domínio e de exploração por parte dos que detém os meios de produção em relação aos operários. O Direito desempenha um papel ideológico, pois sob o pretexto de instrumentalizar a justiça é meio utilizado para conservar a exploração da classe dominante. Como elemento integrante da superestrutura, é condicionado pelo fator econômico.
  23. 23.  O Estado se origina exatamente das insuficiências de uma sociedade realizando em si mesma, de forma concreta, os ideais universalistas, ou seja, em garantir em sua dinâmica a igualdade de condições sociais. Portanto, o Estado nasce da desigualdade para manter a desigualdade.

×