Apresentaçâo ddp

120 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentaçâo ddp

  1. 1. A história da Viticultura Argentina à remonta-se época da colonização, como o cultivo da videira foi associado com as práticas agrícolas dos colonos espanhóis.
  2. 2. A primeira espécie Vitis-Vinífera chegou em meados do século XVI na cidade de Cusco (Peru), de lá foi para o Chile; A partir de 1551 foram levadas para a Argentina, espalhando-se a partir da região central, seguido pelo oeste e noroeste.
  3. 3. O cultivo da vinha se deu pelo consumo de uvas passa e vinho, como alimento calórico, por soldados e também por padres católicos e missionários práticos no cultivo de vinhas e produção de vinhos indispensavelmente necessários para a celebração das missas.
  4. 4. • Favorecido pelas condições climáticas e de solo ideais, as províncias andinas de MENDOZA e SAN JUAN foram as primeiras a terem as vinhas introduzidas entre 1569 e 1589, resultando ao longo do tempo o desenvolvimento de uma grande indústria que transforma a aridez destas regiões em um grande oásis verde. • No início do século XVII já havia uma grande produção de vinho, o que leva a novos mercados internos, como Buenos Aires. • No final do século XIX os barris de carvalho começam a ser utilizados em maior escala, trazendo conhecimento e tecnologia europeia aos vinhos argentinos.
  5. 5. R$ 45,00 • R$ 85 a R$ 135 • R$ 100 a R$ 230 • R$ 500,00
  6. 6. Proporção: 1/1,53
  7. 7. Proporção 1/1,91
  8. 8. Proporção 1/2,5
  9. 9. Proporção 1/2,82
  10. 10. Proporção 1/10,5
  11. 11. • Lujan de Cuyo que é uma das principais áreas viti-vinícolas de Mendoza,tem 118 vinícolas. • Dentro da área estão bodegas que vão desde as chamadas Autor, Boutique e de Família . • As montanhas de Lujan de Cuyo estão geograficamente localizadas a mais de 945 m (Metros acima do nível do mar) , com características semidesérticas, com uma temperatura média anual de 16 ° C, com alta de 36 ° C e mínima de -5 ° C. No verão tem um bom fator de amplitude térmica necessária para o a maturação da vinha à noite. • Esta região tem um solo aluvial bem característico, rochoso e arenoso, água para irrigação provém de degelo nos Andes, com água cristalina, pura e rica em minerais. Este último fator é muito importante, e é muito comum encontrar a essência de minerais.
  12. 12. “Susana Balbo is one of Argentina's most respected as well as renowned winemakers.” Robert Parker "All Crios wines are phenomenal values worth buying by the case.“ Robert Parker Always an excellent Torrontes.” (CriosTorrontes). Stephen Tanzer Crios, Value Brand of the Year: 20013, 20011 2009 , Wine & Spirits Magazine DDP : one of the 300 greatest wineries from the world's best winegrowing regions Critics’ Choice 2009 & 2010 - Wine Spectator
  13. 13. • Conquista de segmentos Premium y Super-premium en el mercado Norteamericano. - Crios es la marca argentina que mas creció en ese mercado durante el 2000 (crecimiento promedio de 52%) • International Scores & Awards:
  14. 14. Em 1998, Susana foi contratada por Nicolás Catena para projetar e dirigir a construção da Bodega Catena Zapata, uma das instalações de vinificação mais importantes e modernos da Argentina. O edifício foi concluído em abril de 2001, e Susana foi apontado como o gerente de exportação da Grupo Catena. Neste mesmo período prestou consultoria enológica a ele, sempre focando em seus vinhos de alta-gama, inovando técnicas de cultivo, manejo, produção e amadurecimento de vinhos. Fez com que seus vinhos ganhassem fama e reconhecimento mundial.

×