LEGISLAÇÃO PARA PROJETO DE CAPACETES

221 visualizações

Publicada em

Apresentação da pesquisa sobre a legislação da concepção de projetos de capacetes

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
221
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LEGISLAÇÃO PARA PROJETO DE CAPACETES

  1. 1. PESQUISA DE LEGISLAÇÃO
  2. 2. 1. QUESTÕES Quais os itens obrigatórios do capacete? O que pode ou não, ser utilizado?
  3. 3. 1.1 CONCEPÇÃO O capacete deve ter uma concepção que permita um uso confortável e seguro, mas que, por outro lado, não leve a uma acentuada diminuição da capacidade auditiva do ocupante, ou a uma elevação excessiva da temperatura no seu interior (CONTRAN, 2006)
  4. 4. 1.2 COMPONENTES
  5. 5. 1.3 LEGISLAÇÃO Normas fiscalizadas pela NBR 7471 - FEV 2001 Origem: Projeto de Emenda NBR 7471:2000 ABNT/CB-05 - Comitê Brasileiro Automotivo CE-05:109.04 - Comissão de Estudo de Capacetes para Motociclistas 4.2 Construção 4.2.1 O capacete deve ser construído com um casco resistente que receba os meios de absorção de energia, de retenção do conjunto, viseira, pala, orifícios ou dispositivos para ventilação. 4.2.2 O capacete deve ser desprovido de protuberâncias rígidas ou componentes metálicos desprotegidos, de modo que os esforços transmitidos à cabeça não sejam concentrados.
  6. 6. 1.3 LEGISLAÇÃO 4.2.3 O capacete deve ter uma concepção que permita um uso confortável e seguro, mas que, por outro lado, não leve a uma acentuada diminuição da capacidade auditiva do ocupante, ou a uma elevação excessiva da temperatura no seu interior. NOTA - Orifícios de ventilação podem ser previstos 4.2.5 Qualquer acessório (pala, queixeira, etc.), quando agregado ao capacete, não pode prejudicar o desempenho e a segurança deste. Estes acessórios devem ser em materiais flexíveis, não devendo, no caso de quebra, formar arestas cortantes ou pontas perfurantes.
  7. 7. 1.3 LEGISLAÇÃO O uso de viva-voz é permitido pelo Código de Trânsito Brasileiro e evita o desvio de atenção típico de quem fala diretamente ao aparelho. Segundo o artigo 252, inciso VI, do Código de Trânsito Brasileiro, é infração média (quatro pontos na carteira) dirigir o veículo "utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefonia celular"
  8. 8. 1.4 TIPOS DE CAPACETES
  9. 9. 1.4.1 TIPOS DE ACESSÓRIOS PERMITIDOS
  10. 10. 1.4.2 NÃO PERMITIDOS!!!
  11. 11. 1.4.2 NÃO PERMITIDOS!!!
  12. 12. 1.5 CONCLUSÃO DA PESQUISA O projeto tem que proteger a calota do crânio Pode haver entradas de ar no capacete Pode haver sistema de viva-voz no veículo, permitido em lei.

×