Localização: Bahia
Época: 1898
Causas: Insatisfação
popular com o elevado
preço cobrado pelos
produtos essenciais e
alimen...
InconfidênciamineiraConjuraçãoBaiana
› Lideres e participantes do movimento, foram
detidos e punidos (exilio a pena de mor...
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana

2.866 visualizações

Publicada em

breve resumo Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diferenças entre a inconfidência mineira e a conjuração baiana

  1. 1. Localização: Bahia Época: 1898 Causas: Insatisfação popular com o elevado preço cobrado pelos produtos essenciais e alimentos. Além disso, reclamavam da carência de determinados alimentos. - Forte insatisfação com o domínio de Portugal sobre o Brasil. O ideal de independência estava presente em vários setores da sociedade baiana.
  2. 2. InconfidênciamineiraConjuraçãoBaiana › Lideres e participantes do movimento, foram detidos e punidos (exilio a pena de morte) › A bandeira idealizada pelos inconfidentes foi adotada pelo estado de Minas gerais. Lideres e participantes detidos e punidos. Este movimento, entretanto, deixou profundas marcas na sociedade soteropolitana, a ponto tal que o movimento emancipacionista eclodiu novamente, em 1821, culminando na guerra pela Independência da Bahia.

×