Parmênides de eléia

2.220 visualizações

Publicada em

Filosofos

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.220
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Parmênides de eléia

  1. 1. Parmênides de Eléia
  2. 2. (Devir)
  3. 3. Para alguns estudiosos, Parmênides fundou a metafísica ocidental com sua distinção entre o Ser e o Não-Ser.
  4. 4. • Nasceu entre 530 a.C. e 515 a.C. na cidade de Eléia Obra: “Sobre a natureza” O poema de Parmênides, como obra completa, considera-se perdido de maneira irremediável.
  5. 5. O pensamento de Parmênides Seu pensamento está exposto num poema filosófico intitulado Sobre a Natureza e sua permanência, dividido em duas partes distintas: uma que trata do caminho da verdade (alétheia) e outra que trata do caminho da opinião (dóxa), ou seja, daquilo onde não há nenhuma certeza. De modo simplificado, a doutrina de Parmênides sustenta o seguinte: • Unidade e a imobilidade do Ser; • O mundo sensível é uma ilusão; • O Ser é uno, eterno, não-gerado e imutável. • Não se confia no que vê.
  6. 6. O Vir-a-Ser Parmênides chega à conclusão de que toda mudança é ilusória. Só o que existe realmente é o ser e o não-ser. O vir-a-ser é apenas uma ilusão sensível. Isto quer dizer que todas as percepções de nossos sentidos apenas criam ilusões, nas quais temos a tendência de pensar que o não-ser é, e que o vir-a-ser tem um ser
  7. 7. O Ser-Absoluto Toda nossa realidade é imutável, estática, e sua essência está incorporada na individualidade divina do Ser-Absoluto, o qual permeia todo o Universo. Esse Ser é onipresente, já que qualquer descontinuidade em sua presença seria equivalente à existência de seu oposto – o Não-Ser. Esse Ser não pode ter sido criado por algo pois isso implicaria em admitir a existência de um outro Ser. Do mesmo modo, esse Ser não pode ter sido criado do nada, pois isso implicaria a existência do “Não-Ser”. Portanto, o Ser simplesmente é.
  8. 8. Prof º Oscar Alunos: Julia, Eduarda e Pedro Felipe

×