Algas verdes 
B 
i 
o 
l 
o 
g 
i 
a 
Chlorophyta 
ou 
Clorófitas
Alguns exemplos
Características gerais 
 As clorofíceas são eucarióticas, 
 Os pigmentos fotossintetizantes são a clorofila a e 
b, caro...
Características gerais 
 É o grupo mais numeroso e diversificado de 
algas 
 As clorophytas habitam os mais diversos 
am...
Características gerais 
 Podem fazer parte de associações mutualísticas formando 
os (algas + fungos) 
O que são liquens ...
Reprodução 
 As clorófitas apresentam 3 tipos distintos de 
reprodução 
1. Haplonte-diplonte 
2. Haplonte 
3. Diplonte
Haplonte-diplonte 
O indivíduo diplóide (esporófito) produz por meiose células haplóides, 
flageladas, chamadas zoósporos....
•Haplonte 
Uma de suas células sofre meiose produzindo esporos haploides, cada 
um com quatro flagelos (zoósporos) que se ...
•Haplonte 
filamento adulto 
(talo haplóide) 
zoósporos (n) 
meiose 
gametas (n) 
fecundação 
zigoto (2n)
Diplonte 
Este ciclo de vida ocorre na maioria das algas e sua principal característica é 
a alternância de gerações, onde...
Importâncias Econômicas 
Algas são fonte de oxigênio 
Ao conjunto de organismos fotossintetizantes 
que ocorrem no meio ...
Importâncias Ecológicas 
As algas são organismos autótrofos,ou seja,que 
fabricam o seu próprio alimento, assim como as 
...
Uso medicinal 
O uso medicinal de algas na cura e 
prevenção de doenças faz parte da 
cultura milenar de muitos países, c...
Algas na culinária 
Em muitos países, principalmente no Oriente, as 
algas fazem parte da alimentação diária. Elas 
são f...
Fim 
Grupo 
— Rafael rocha 
—Edmundo Ribeiro 
— Lucas Francisco 
— Luis Eduardo 
— Breno Nunes
Algas verdes trabalho de biologia
Algas verdes trabalho de biologia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Algas verdes trabalho de biologia

1.414 visualizações

Publicada em

trabalho de biologia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.414
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Algas verdes trabalho de biologia

  1. 1. Algas verdes B i o l o g i a Chlorophyta ou Clorófitas
  2. 2. Alguns exemplos
  3. 3. Características gerais  As clorofíceas são eucarióticas,  Os pigmentos fotossintetizantes são a clorofila a e b, carotenóides e xantofilas, e são semelhantes aos das briófitas e plantas vasculares.  Possuem no interior dos cloroplastos pequenas estruturas denominadas pirenoides responsáveis pela conversão de açúcar em amido para o armazenamento de nutrientes  Parede celular de celulose  Uni e pluricelulares  Dulcícolas e Marinhas
  4. 4. Características gerais  É o grupo mais numeroso e diversificado de algas  As clorophytas habitam os mais diversos ambientes, porém sua grande maioria é de água doce (cerca de 90%) formando a maior parte do plâncton de água doce  Algumas algas verdes podem viver em áreas congeladas ou sob troncos de árvores ou áreas úmidas
  5. 5. Características gerais  Podem fazer parte de associações mutualísticas formando os (algas + fungos) O que são liquens Os liquens são seres vivos considerados especiais, pois são formados por uma simbiose (relação de mutualismo entre dois organismos onde há vantagens para ambos indivíduos). A simbiose que forma os liquens ocorre entre uma alga e um fungo. Nesta relação simbiótica a alga é responsável pela produção de alimento orgânico e realização da fotossíntese. Já o fungo, garante a proteção e um ambiente adequado para o desenvolvimento da alga. Os liquens são resistentes e podem se desenvolver em pedras e galhos e troncos de árvores. Aguentam bem as mudanças de temperatura, assim como o sol forte e a umidade.
  6. 6. Reprodução  As clorófitas apresentam 3 tipos distintos de reprodução 1. Haplonte-diplonte 2. Haplonte 3. Diplonte
  7. 7. Haplonte-diplonte O indivíduo diplóide (esporófito) produz por meiose células haplóides, flageladas, chamadas zoósporos. Estes originam por mitoses um indivíduo haplóide (gametófito), que produz gametas. Por fecundação os gametas produzem um zigoto e este, por mitoses, origina uma nova planta diplóide.
  8. 8. •Haplonte Uma de suas células sofre meiose produzindo esporos haploides, cada um com quatro flagelos (zoósporos) que se dispersam nadando através de movimentos flagelares ativos até encontrar algum local apropriado. Perdem então seus flagelos, proliferam por mitose originando os gametófitos em forma de folha larga achatada, idênticas ao esporófito do ponto de vista morfológico. Cada gametófito produz, por mitose, gametas masculinos ou femininos idênticos providos de dois flagelos cada um. Ambos se locomovem, um em direção ao outro, até se fundirem (fecundação isogâmica), originando um zigoto diploide. Este se prolifera por mitoses sucessivas, originando o novo esporófito pluricelular e fechando seu ciclo reprodutivo.
  9. 9. •Haplonte filamento adulto (talo haplóide) zoósporos (n) meiose gametas (n) fecundação zigoto (2n)
  10. 10. Diplonte Este ciclo de vida ocorre na maioria das algas e sua principal característica é a alternância de gerações, onde alterna uma fase haplóide produtora de gametas e uma diplóide, produtora de esporos. O esporófito (2n) possui células produtoras de esporos. Os esporos são haplóides, portanto há meiose na sua produção. Os esporos são liberados no ambiente e quando encontram um local adequado irão dar origem a organismos haplóides, produtores de gametas. Estes produtores de gametas são os gametófitos, e representam a geração gametofítica. Os gametas se fundem, dando origem a um organismo diplóide, o zigoto, que cresce e se desenvolve, dando origem à fase esporofítica.
  11. 11. Importâncias Econômicas Algas são fonte de oxigênio Ao conjunto de organismos fotossintetizantes que ocorrem no meio aquático, vivendo à deriva na coluna d'água, é dado o nome de fitoplâncton. O fitoplâncton serve de alimento para o zooplâncton, ou seja, para os microrganismos heterótrofos presentes no plâncton, que, por sua vez, são a base da alimentação de animais maiores. Algumas algas verdes unicelulares, ainda, são eficazes no tratamento do esgoto, promovendo a decomposição aeróbica de resíduos orgânicos
  12. 12. Importâncias Ecológicas As algas são organismos autótrofos,ou seja,que fabricam o seu próprio alimento, assim como as plantas a partir de um processo chamado fotossíntese. além de serem a base da cadeia alimentar aquática,elas são responsáveis por liberarem aproximadamente 90% do oxigênio para a amosfera,permitindo que os seres que dependem do oxigênio vivam no planeta terra.
  13. 13. Uso medicinal O uso medicinal de algas na cura e prevenção de doenças faz parte da cultura milenar de muitos países, como China, Coréia e Japão. A eficácia de uma espécie de alga parda já foi reconhecida, pelo meio científico, no tratamento do bócio, doença que afeta o metabolismo do iodo.
  14. 14. Algas na culinária Em muitos países, principalmente no Oriente, as algas fazem parte da alimentação diária. Elas são fonte de proteínas, vitaminas e sais minerais. que podem ser cultivadas em viveiros ou simplesmente coletadas no ambiente marinho. Algumas das algas comestíveis mais conhecidas são o nori, utilizado pelos japoneses no preparo do sushi, e o kombu e o wakame, duas algas que fazem parte de pratos chineses e japoneses, como sopas, molhos e carnes.
  15. 15. Fim Grupo — Rafael rocha —Edmundo Ribeiro — Lucas Francisco — Luis Eduardo — Breno Nunes

×