Direitos Humanos

953 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelo Nuno Joel, do 7º A

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Direitos Humanos

  1. 1. Segunda Guerra Mundial – O Genocídio
  2. 2. <ul><li>Em 1938, Hitler e o seu partido nazi ganharam as eleições na Alemanha. Hitler, agora, Primeiro Ministro, mandava em toda a Alemanha. </li></ul><ul><li>Apesar, de ter assinado o Tratado de Versalhes com os aliados, Hitler não cumpriu o Tratado, porque, queria recuperar os territórios perdidos na Primeira Guerra Mundial, nomeadamente, a Polónia e República Checa. </li></ul><ul><li>A Segunda Guerra, começou, quando Hitler ordenou a invasão da Polónia. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Hitler defendia, que os verdadeiros alemães ou “arianos”, caracterizavam-se, pelo aspecto dos indivíduos, distinguindo-se pelos cabelos pretos e olhos verdes ou loiros de olhos azuis; </li></ul><ul><li>A defesa desta ideia, na procura de uma raça pura, com as características dos “arianos”, originou que perseguisse todos os indivíduos com características diferentes, ou seja, de cabelos pretos e olhos castanhos, que era o caso dos judeus; </li></ul>Hitler no Poder
  4. 4. <ul><li>Este propósito, foi levado de forma determinada e ao extremo, de tal maneira, que decidiu exterminar os judeus. Para isso, Hitler, necessitava de uma força coerciva, tendo assim, criado uma força especial, denominada como S. A. (Secção de Assalto), a qual perseguia os judeus, principalmente os comerciantes, colocando-os em Guetos, ou enviando-os para os campos de concentração criados para o efeito, local onde os torturavam e matavam. </li></ul>Hitler no Poder
  5. 5. <ul><li>O resultado destas acções, foram contabilizados no final da Guerra, com um resultado chocante de 6 milhões de judeus mortos (exterminados); </li></ul><ul><li>Ainda hoje, existem as instalações dos Campos de Concentração alemães, que foram transformados em Museus e Memoriais às vítimas da “2ª Guerra Mundial”, visitáveis e que testemunham o horror da vivência e sofrimento de milhares de vítimas, perpetuando para o Mundo uma memória que jamais deverá ser repetida. </li></ul>Hitler no Poder - continuação
  6. 6. <ul><li>Em Berlim, a 20 de Abril de 1945, no seu próprio aniversário, Hitler encontra-se refugiado num bunker situado sob a chancelaria. </li></ul><ul><li>Na superfície, os constantes bombardeamentos da artilharia russa, anunciavam a chegada do inimigo. </li></ul><ul><li>A capital alemã, Berlim, encontrava-se reduzida a escombros e os combates de rua iniciavam-se. </li></ul><ul><li>Apesar, do esforço dos poucos soldados ajudados por milícias populares (Volkssturm) e por crianças da juventude Hitleriana, a derrota é inevitável. </li></ul><ul><li>Hitler suicida-se no seu bunker. </li></ul>Hitler, o fim do III Reich
  7. 7. <ul><li>Depois de Hitler se ter suicidado com um tiro na cabeça, foi anunciado o fim da guerra - Armistício - com mais uma vitória dos aliados. </li></ul><ul><li>Os habitantes da Alemanha, depois de anunciado o fim da guerra, puseram mãos à obra e reconstruiriam as cidades alemãs. </li></ul><ul><li>Os aliados vitoriosos, dividiram a Alemanha em duas partes, nomeadamente, República Federal Alemã (E.U.A, GBR, França) e República Democrática Alemã (União Soviética), situação que durou até 1989 – Queda do Muro de Berlim. </li></ul>Pós Segunda Guerra Mundial
  8. 8. A Carta das Nações Unidas(1945) <ul><li>A Carta das Nações Unidas precedeu a Declaração Universal dos Direitos do Homem, o preâmbulo desta é elucidativo do sofrimento causado pela guerra e da necessidade de um compromisso das nações para manterem a paz: </li></ul><ul><li>“ Nós, os povos das nações unidas, decididos: </li></ul><ul><li>A preservar as gerações vindouras do flagelo da guerra que por duas vezes, no espaço de uma vida humana, trouxe sofrimentos indizíveis à humanidade; </li></ul><ul><li>A reafirmar a nossa fé nos direitos fundamentais do homem, na dignidade humana, na igualdade de direitos dos homens e das mulheres, assim como das nações, grandes e pequenas;….” </li></ul>
  9. 9. Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948) <ul><li>No dia 10 de Dezembro de 1948, foi aprovada pela Assembleia Geral da ONU a Declaração dos Direitos do Homem, sendo os artigos mais relevantes para o efeito, os seguintes: </li></ul><ul><li>Artigo 1º – “ Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direito. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade;” </li></ul><ul><li>Artigo 2º - “Todos os seres humanos podem invocar os direitos e liberdades proclamados na presente Declaração,…” </li></ul><ul><li>Artigo 3º –” Todo o individuo tem direito á vida, à liberdade e à segurança pessoal;” </li></ul><ul><li>Artigo 4º- “ Ninguém será mantido em escravatura ou em servidão; escravatura e o trato dos escravos, sob todas as formas, são proibidos.” </li></ul>
  10. 10. Nos dias de hoje… <ul><li>Actualmente, ainda existem espaços que servem como campos de concentração, como por exemplo, a prisão de Guantanamo, e a prisão do Darfur. </li></ul><ul><li>Locais estes, utilizados pelas ditas nações desenvolvidas (E.U.A, GBR, etc.), como prisões de alta segurança, para alguns dos prisioneiros (considerados como os mais perigosos), servindo como exemplo, os prisioneiros talibãs, suspeitos de actos terroristas, e criminosos de guerra (sobreviventes nazis e senhores da Guerra dos Balcãs); </li></ul>
  11. 11. <ul><li>FIM </li></ul>

×