Cooperação entre   Empresas e ICT’sAções e desenvolvimento          José Ricardo PATELLI Júnior                    dez2012
CooperaçãoPara que ocorra cooperação é preciso haver interaçãoentre as partes, cooperar é colaborar , interligar einteragi...
ConfiançaA criação de um ambiente deconfiança entre as partes parceiras éum dos fatores de sucesso e pré-requisito para a ...
ComprometimentoO comprometimento é outro fator, além da confiança,importante na formação e manutenção do ambiente derelaci...
Aspectos que motivam a busca decooperaçãoNecessidade:pela participação de mais pessoas, novosconhecimentos ou conhecimento...
Formas de desenvolver a cooperação• Reuniões conjuntas para troca deinformações• Endereçamento de trabalhos degraduação e ...
Formas de trabalhar a cooperaçãoReuniões conjuntas para troca de informaçõesAproximação para futuros trabalhos conjuntos...
Formas de trabalhar a cooperaçãoEndereçamento de trabalhos de graduação e pósDivulgação de temas de interesseProposição ...
Formas de trabalhar a cooperaçãoContratação de trabalhos e serviçosLocalização e negociação de trabalhosProposição às in...
Formas de trabalhar a cooperaçãoMapeamentos de informações em conjuntoRealização de mapeamento de informações epessoasTr...
Formas de trabalhar a cooperaçãoApoio e fomento de CursosTrabalho em conjunto para a elaboração decursos de que atendam i...
Formas de trabalhar a cooperaçãoWorkshops e trabalhos conjuntosAproximação de especialistas aos pesquisadoresde ICT’sIdent...
Formas de trabalhar a cooperaçãoPalestras e encontros para discussão de temasOrganização e realização de palestras técnic...
Formas de trabalhar a cooperaçãoCongresso e reuniões técnicasRealização da gestão do conhecimento de viagensà eventosNeg...
Formas de trabalhar a cooperaçãoRecepção de Estagiários, de alunos de pós e detraineesOrientação e identificação de futur...
Formas de trabalhar a cooperaçãoElaboração de normas, manuais e patentes emconjuntoDesenvolvimento de competências conjunt...
Caso de sucesso                                    Palestras internas:Trabalhos de            Curso GP com a             i...
José Ricardo PATELLI Júnior              Eng. Mecânico, MSc.         Atuação em P,D&I e Consultoriaemail: jrpjunio@uol.com...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cooperação entre Empresas e ICT’s - Ações e desenvolvimento

550 visualizações

Publicada em

Aspectos que motivam a busca de cooperação e ações para construção de parcerias. Exemplo de caso de sucesso.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
550
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cooperação entre Empresas e ICT’s - Ações e desenvolvimento

  1. 1. Cooperação entre Empresas e ICT’sAções e desenvolvimento José Ricardo PATELLI Júnior dez2012
  2. 2. CooperaçãoPara que ocorra cooperação é preciso haver interaçãoentre as partes, cooperar é colaborar , interligar einteragir. Pode-se entender como um conjunto de ações, no qual partes diferentes, com diferentes características e visões, procuram obter resultados que as atendam mutuamente , através da construção de
  3. 3. ConfiançaA criação de um ambiente deconfiança entre as partes parceiras éum dos fatores de sucesso e pré-requisito para a cooperação.A confiança é construída ao longo dotempo porque características comohonestidade, disponibilidade,comprometimento e eficácia sãodemonstradas e percebidas através docontato frequente. A demonstração de compromisso de investimentos futuros, em benefício comum, de compartilhamento de informações e do uso de garantias negociadas, alicerça a confiança. Com o ambiente de confiança, ocorre a aproximação das partes com o
  4. 4. ComprometimentoO comprometimento é outro fator, além da confiança,importante na formação e manutenção do ambiente derelacionamento cooperativo.Quando as partes são comprometidas com orelacionamento, trabalharão com todas as forças para osucesso da parceria. Aquela parte que não secompromete com a relação normalmente age de formaoportunista, largando para as outras partes aresponsabilidade pelo empenho no desenvolvimento daparceria.O comprometimento traduz-se em lealdade entre aspartes e influencia o sucesso da parceria e do ambiente
  5. 5. Aspectos que motivam a busca decooperaçãoNecessidade:pela participação de mais pessoas, novosconhecimentos ou conhecimentos adicionais.Segurança:redução ou divisão de riscos e incertezasFacilidade:aproveitamento de outras competências ouoportunidades, acesso a outros recursos,aumento da força ou poderPrazer:novas condições de aprendizagem,compartilhamento de experiências, aumentoda confiança entre as partes, abertura denovas relações que não econômicas.
  6. 6. Formas de desenvolver a cooperação• Reuniões conjuntas para troca deinformações• Endereçamento de trabalhos degraduação e pós• Contratação de trabalhos e serviços• Mapeamentos de informações emconjunto• Apoio e fomento de Cursos • Workshops e trabalhos conjuntos • Palestras e encontros para discussão de temas • Congresso e reuniões técnicas • Recepção de Estagiários, de alunos de pós e de trainees
  7. 7. Formas de trabalhar a cooperaçãoReuniões conjuntas para troca de informaçõesAproximação para futuros trabalhos conjuntosFomento a relacionamentos e parceriasOrganização de Reuniões Técnicas para colaboração eparcerias
  8. 8. Formas de trabalhar a cooperaçãoEndereçamento de trabalhos de graduação e pósDivulgação de temas de interesseProposição às instituições e ou professores detemas de interesse
  9. 9. Formas de trabalhar a cooperaçãoContratação de trabalhos e serviçosLocalização e negociação de trabalhosProposição às instituições e empresas detrabalhos em temas de interesse
  10. 10. Formas de trabalhar a cooperaçãoMapeamentos de informações em conjuntoRealização de mapeamento de informações epessoasTroca de informaçõesIdentificação de carênciasIdentificação de trabalhos e projetos dedesenvolvimento de forma sistemática
  11. 11. Formas de trabalhar a cooperaçãoApoio e fomento de CursosTrabalho em conjunto para a elaboração decursos de que atendam interesses mútuosOrganização, estruturação, validação, apoio eacompanhamento de novos cursosIncentivo à participação de cursos
  12. 12. Formas de trabalhar a cooperaçãoWorkshops e trabalhos conjuntosAproximação de especialistas aos pesquisadoresde ICT’sIdentificação de pesquisadoresIdentificação de novas oportunidades depesquisa cooperativaIdentificação de linhas de pesquisa e áreas deexcelência
  13. 13. Formas de trabalhar a cooperaçãoPalestras e encontros para discussão de temasOrganização e realização de palestras técnicasDivulgação de ações positivasGeração de networking e conhecimentoDivulgação de materiais técnicos einformativos
  14. 14. Formas de trabalhar a cooperaçãoCongresso e reuniões técnicasRealização da gestão do conhecimento de viagensà eventosNegociação de viagens e visitas à eventosPublicação de relatórios os eventosRealização de reuniões para análise e discussãodos relatóriosControle e publicação de relatórios
  15. 15. Formas de trabalhar a cooperaçãoRecepção de Estagiários, de alunos de pós e detraineesOrientação e identificação de futuroscolaboradoresDesenvolvimento de futuros temas de trabalhosDesenvolvimento de competências
  16. 16. Formas de trabalhar a cooperaçãoElaboração de normas, manuais e patentes emconjuntoDesenvolvimento de competências conjuntasDesenvolvimento de trabalhos conjuntosPadronização de terminologias e conceitos
  17. 17. Caso de sucesso Palestras internas:Trabalhos de Curso GP com a identificação degraduação: propostas Vanzolini: elaboração e pessoas ede trabalhos de treinamento, conhecimentos, geraçãograduação ao ITA conscientização da de networkingReunião Embraer/IPT: Viagens à eventos: metodologiaaproximação para divulgação, Workshops p/ Parceriafuturos trabalhos negociação e instrução em P&D: identificaçãoconjuntos da missão, elicitação, de especialistas, 1999 divulgação de pesquisadores e novas resultados oportunidades de pesquisa cooperativa 2001/... Planejamento de 2000/2002 Projetos: elaboração e negociação de 2005/2006 propostas com ICT’s, análise de viabilidade de proposta de Execução de Projetos em subvenção parceria: negociação deCurso: Análise e contratos com ICT’s. Planejamento dePrevenção de Falhas Elaboração de ações de Projetos: elaboraçãoem Estruturas: sustentação do Parque proposta à fomento,viabilização e apoio Tecnológico de SJC em negociação de planosde curso na EEL-USP conjunto com IPT de trabalho 2011 2006/... 2006/2007
  18. 18. José Ricardo PATELLI Júnior Eng. Mecânico, MSc. Atuação em P,D&I e Consultoriaemail: jrpjunio@uol.com.brMobil & Viber: (12) 9776 7846SKYPE: jrpatellijrMSN: jrpatellijr@hotmail.comLinkedIn/Facebook: Jose Ricardo Patelli JuniorLattes: http://lattes.cnpq.br/7128159739205

×