Região amazônica

4.862 visualizações

Publicada em

Regional geography

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.862
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
223
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Região amazônica

  1. 1. Geografia Regional Amazônia Profº J. R. Messias   
  2. 2. As diversas formas de regionalizar a Amazônia ●   Região Norte  divisão ofici­    al:  PA, AM,  AC,  RR, RO,  TO e AP.      
  3. 3. As diversas formas de regionalizar a Amazônia: Região Geoeconômica ●    Pedro Geiger considerou  aspectos como caracterís­    ticas históricas, sociais e  econômicas de cada  região. ●    Não é uma divisão oficial  (não reconhecida pelo  IBGE). ●    Amazônia Geoeconômica :  Toda a região Norte mais o  Oeste do MA e o centro  norte do MT e TO.   
  4. 4. As diversas formas de regionalizar a Amazônias: A Amazônia Legal ●    Definida por lei em  1953. ●    Era a área de atuação  da SPVEA, hoje é a     SUDAM. ●    Corresponde  a todos   a todos os estados da  região, Mato Grosso    e oeste do MA (lon.  44° O)    
  5. 5. As diversas formas de regionalizar a Amazônias: A Amazônia internacional. ●    Corresponde a Ama­  zônia legal, incluindo  algumas regiões da  Bolívia, Peru, Equa­    dor, Colômbia, Ve­     nezuela, Guiana, Su­   riname e Guiana          Francesa.   
  6. 6. A Amazônia após a década de 1950 ●    Grandes transformações devido a inserção na        circulação  inter­regional. ●    Processo causado pela modernização do Estado      e a crescente intervenção na economia e território. ●    Fase inicial do planejamento (1930 a 1960),  Getúlio foi mais discursivo, porém JK foi mais  efetivo com a construção de estradas (BB, Cuia­     bá­Porto Velho), acelerando o povoamento. ●    Período 66/85, planejamento regional mais  incisivo (projeto geopolítico).   
  7. 7. Fatores de Integração    Externos                                                              ­  Governos militares e a “guerra fria”.            ­  “Integrar para não entregar”.                        ­  Amazônia, um “vazio demográfico”.           ­  Movimentos de esquerda: uma ameaça           as fronteiras e a nossa “soberania                    nacional”   
  8. 8. Fatores internos ●    “Válvula de escape” para os conflitos em outras regiões  do país:  “terra  sem  homens  para homens sem  terra”. ●    Esforço exportador (busca do superavit comercial),  pagamento da dívida externa, Amazônia  a    fonte  inesgotável  de recursos naturais.  Justificou os grandes  projetos minero­metalúrgicos. ●   A questão da industrialização brasileira: Justificar  o  papel histórico da Amazônia como periferia, fornecedora  de matérias­primas e mercado de consumo  para sustentar  o crescimento do Centro­Sul.   
  9. 9. As políticas territoriais para a Amazônia ●    Iniciativas de governo (projetos agropecuários, minerais,  infraestrutura, além de ações político­administrativas. ●    Maior ênfase nos governos militares (inserção da região     no contexto nacional e internacional. ●    Amazônia vista como  a “última fronteira”  e objeto de  conquista e domínio. ●    Espaço de exploração predatória e de acumulação de ca­    pital das grandes empresas.         
  10. 10. O triplo sentido da “fronteira” Amazônica a) Fronteira Política:  O problema  das  “fronteiras mor­      tas”  e  a  necessidade  de  exercer   o   poder nacional  nessas áreas de soberania não efetiva.  b) Fronteira demográfica: Base de ocupação dos  exce­      dentes demográficos do Nordeste e Centro­Sul para as  “terras de ninguém”,  pelas Transamazônicas. c) Fronteira do Capital: Cenário de investimentos públi­    cos e privados, nacionais e transnacionais, tendo como  coordenador a SUDAM    
  11. 11. As ações para o desenvolvi- mento da Amazônia ●  Ação Estatal: Infraestrutura:  ­ Transportes (estradas).      ­ Colonização (projetos).     ­ Política tributária (subsí­     dios, isenções fiscais etc) ● Ação privada: Projetos  e  investimentos, mediante      incentivos fiscais e tribu­    tários.                                   ­ Pecuária.                            ­ Indústria.                           ­ mineração.        
  12. 12. A Importância de Getúlio e JK: Getúlio (51/53) ●     Deu os primeiros passos  para a ação sobre a  Amazônia. ●    Criação da SPVEA (1953) ●    Definição da Amazônia  Legal (lei 1806/53). ●     Integração   da  região  a  unidade nacional (territori­  al, econômica e social. ●    Papel  civilizador=agricul­   tura.   
  13. 13. A importância de JK e Getúlio: JK (56/61) ●    Integração física da Amazônia  ao  resto do país: BB e  Cuiabá ­ Porto  Velho. ●    Brasília: Facilitou a construção  de  redes de comunicação. Direcio­      nou as novas frentes pioneiras no  Centro–Oeste  e Amazônia. ●    A BB e a transformação da Ama­    zônia Oriental. ●    Articulação agricultura moderna e  indústria e a incorporação de novos  espaços da fronteira agrícola.     

×