Medidor swr pace

444 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
444
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Medidor swr pace

  1. 1. PACE Electronics AN 04 - Nota de Aplicação - 04 1 de 3PACE Electronics AN04 - Nota de Aplicação 04Setembro de 2006Medidor de R.O.E.Eng. Leonardo Pace – PY2GLOIntroduçãoEm busca de algo para compartilhar, encontreientre minhas anotações esta descrição damontagem do medidor de relação de ondasestacionárias (ROE ou SWR) que utilizo em meushack.Embora já possuísse um medidor mais simples,também feito por mim na década de 80,resolvi aproveitar alguns materiais usados econstruir um outro mais sensível.Na época (2003), era minha intenção usá-lo emmeu shack, e após sua consolidação comofuncional, iniciar sua produção em nossaempresa, utilizando aí materiais industriais, ese houvesse possibilidades comerciais,apresentar uma versão digital, utilizando nossaplaca de aquisição PicDAQ.Com ele, verifico desde então, a ondaestacionária de minha antena quadri-banda dotipo “bigode de gato”, e ajustar oacoplamento do meu YAESU FT101ZD da“velha guarda”.Sua consolidação ficou evidente, mas a falta edemanda do mercado radioamadorístico, aindanão me convenceu a produzi-lo.Projeto e montagem:Pesquisei a literatura especializada, e fiqueisatisfeito com o circuito da figura 1, que foiuma composição de alguns artigos, e queaparentou melhores características que o meuanterior.Iniciei, então, a busca pelos componentes.Comecei pelo medidor, escolhendo um quehavia retirado de um antigo rádio PX, e cujaescala me pareceu adequada, pois havia umagraduação linear de 0 a 10.Era necessária uma graduação linear, pois éassim que as tensões estacionárias têm suasequivalências relacionadas, conformeapresentado pela vasta literatura disponível.Medi seu fundo de escala utilizando uma fontede alimentação variável e um resistor de 10Kem série com o medidor.Com muito cuidado, e iniciando no zero volts,verifiquei que atingia o fundo de escala com 3volts.Figura 1
  2. 2. PACE Electronics AN 04 - Nota de Aplicação - 04 2 de 3Assim, 3 volts em 10K, desconsiderando aresistência interna do medidor, me permitiudizer que o fundo de escala é deaproximadamente 300 µA (FS = 3/10.000).Com o medidor definido, passei ao próximopasso, que foi separar os conectores tipo VHF.Seriam necessários dois, então os retirei de umequipamento antigo desativado.Foram limpos com polidor, (líquido parapolimento de metais) com o fim de melhorarseu aspecto e também o contato elétrico.Quanto a caixa, utilizei uma de alumíniopadrão, encontrada nas lojas de componenteseletrônicos, com as dimensões de 132 x 82 x51 mm.Elas foram furadas e depois receberam duasdemãos de tinta spray preta.Antes da pintura, cobri, com pequenospedaços de fita isolante, os locais onde seriamparafusados os conectores de VHF, e doispontos de contato entre as duas partes dacaixa.Esse cuidado antes da pintura permitiu umperfeito contato elétrico entre as partes dacaixa e o conector VHF, blindando o conjunto.Os componentes mais críticos são os diodosdetectores, que devem ser casados, e abobina, tipo toróide, de captação.Quanto aos diodos, que devem ser do tipo“bigode de gato” (contato de ponta),selecionei, com meu multímetro de bancada,dois que apresentassem a mesma tensãodireta. Entre aqueles que dispunha nolaboratório encontrei um com tensão direta de0,264v que se aproximou de outro com 0,265v,o que me deixou satisfeito.A bobina de captação (toróide) precisou serconstruída.O núcleo foiobtido de umafonte decomputadorqueimada, deonde retirei abobina defiltragem contraEMI da entrada dafonte.Retirando os fios, obtive um núcleo com asdimensões de ∅e 11,4 mm, ∅i 9,5 mm eh 7,8 mm.Quanto ao fio usado no novo enrolamento, oretirei de um cabo de rede de cor azul, dessesusados em computador (categoria 5). Escolhium dos fios internos, e o retirei, cerca de 70cm. Com ele, enrolei 25 espiras no toróide.
  3. 3. PACE Electronics AN 04 - Nota de Aplicação - 04 3 de 3Os choques de radio freqüência de 820 µH sãoconvencionais, desses usados em televisores defáceis de encontrar no mercado. Como acorrente circulante é mínima, podem serescolhidos os de pequeno tamanho.A montagem não apresenta novidades.Calibração:Apliquei o medidor entre o transmissor e umacarga fantasma de 50 Ω. O transmissor deveser ajustado para potência mínima, pois omedidor mostrou-se muito sensível.Na posição direta, ajustei o potenciômetropara fundo de escala.Na posição reversa, sintonizei o capacitor paraa menor indicação.Segundo o Handbook dos Radioamadores –edição de 1995 – pg. 22.35, a relação entre osvalores encontrados e a estacionária obedece:Medidor SWR0,0 1,00,20 1,60,33 2,00,50 3,00,60 4,00,67 5,00,75 7,00,82 10,01,00 ∞Bibliografia:Solid State Design – For The Radio Amateur.2ndEdition – 1986The ARRL Handbook – For The Radio Amateur.67 Edition – 1995Hints & Kinks - For the Radio Amateur.16thEdition – 2003QRP Classics – Published by ARRL.First Edition - 1992PACE Electronics do Brasil Ltda.Rua Ana Jarvis, 545 – Jdim Paraíso – Santo AndréSão Paulo – Brasil – 09190-110.www.pacebr.com.Direitos reservados.

×