4. o problema dos sinópticos

212 visualizações

Publicada em

Introdução ao N.T.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

4. o problema dos sinópticos

  1. 1. CURSO DE PREPARAÇÃO DE LÍDERES INTRODUÇÃO AO N.T. O problema dos sinóticos Aula 4.
  2. 2. O problema dos sinóticos O problema dos sinóticos começa quando observamos que dos 661 versículos que compõe o evangelho escrito por Marcos, 94 a 95% destes encontram-se em Mateus e em Lucas. Na realidade Mateus reproduz 606 destes versículos e Lucas cerca de 320.
  3. 3. É preciso observar o problema entre os sinópticos destacando suas semelhanças em longos trechos, na estrutura e na forma do texto grego Ex. Lc.13:18,19; Mt.13:31,32; Mc.4:30-32
  4. 4. 3.1 Crítica da fonte. É a tarefa de tentar determinar as fontes utilizadas pelo escritor bíblico para compor seus escritos. observando o propósito, as particularidades e a doutrina.
  5. 5. Parâmetros para uso deste método: 1. Onde e quando o texto teve origem 2. Como foi escrito e por quais razões 3. Quem o escreveu e em quais circunstâncias 4. Que fonte o autor utilizou para produzir o texto.
  6. 6. 3.1.1 A tradição oral. esta fonte de conhecimento foi a que possibilitou o evangelho ser difundido de forma tão rápida. Antes do registro escrito todo o testemunho era oral.
  7. 7. 3.1.3. Crítica da Redação. Hale (2001, p.67,69) define a crítica da Redação como: A tentativa de se discernir a ênfase teológica de cada um dos Evangelhos como um autor criativo focalizando a atenção sobre os aspectos especiais de sua obra inteira.
  8. 8. 4. Os quatro Evangelhos. • Há muito mais que a narração de milagres nos evangelhos. Por igual modo, eles não nos apresentam simples memórias. Antes, são proclamações escritas da história da redenção de acordo com perspectivas teológicas.

×