VITAMINAS B6, B9, B12
SÓDIO E ZINCO
Nutrição em Enfermagem

Docente: Jaciara Barreto
Discentes:
Camile Marques
Josemare Tosta
Sanmira Carvalho
Tayana Valério
...
VITAMINA B6
• A Vitamina B6, também conhecida como
piridoxina, é uma vitamina hidrossolúvel,
favorece a respiração das cél...
VITAMINA B6
Metabolismo, Absorção, Transporte e
Armazenamento
- A principal função metabólica da vitamina B6 é como coenzi...
VITAMINA B6
Metabolismo, Absorção, Transporte e
Armazenamento
- O fígado é o principal órgão responsável pelo
metabolismo ...
VITAMINA B6
Funções
- A vitamina B6 é constituída de três derivados da piridina
relacionados: piridoxina, piridoxamina e p...
VITAMINA B6
Deficiência e Toxicidade
- Deficiência: Pode causar diarréia, alterações da pele,
depressão, dormência e també...
VITAMINA B6
Recomendação Dietética
- A quantidade diária de ingestão de vitamina B6 recomendada
pela RDA para adultos de 1...
VITAMINA B6
Fontes Alimentares
- Levedo de cerveja, os cereais integrais, legumes,
vegetais verdes, leite, carne de boi, d...
VITAMINA B9

O ácido fólico, folacina ou ácido pteroil-L-glutâmico, é
uma uma vitamina hidrossolúvel pertencente ao
comple...
VITAMINA B9
Absorção
- Parte proximal do intestino delgado
- Jejuno distal
- Íleo distal
VITAMINA B9
Transporte e Armazenamento
- Transporte ocorre pela corrente sanguínea.
- Armazenamento é feito 50% no fígado.
VITAMINA B9
Metabolismo
- O ácido fólico administrado pela boca aparece no
sangue portal inalterado e é convertido em 5met...
VITAMINA B9
Funções
-

Necessário para o crescimento e divisão celular;
Recuperação de doenças;
Funcionamento perfeito do ...
VITAMINA B9
Deficiência
- Diminuição do crescimento, anemia megaboblástica e outros
distúrbios sangüíneos, distúrbios no t...
VITAMINA B9
Recomendação Dietética
Bebês: 0 a 12 meses 65 a 8 (mcg)
Crianças: 6 a 8 anos 150 a 200
Homens: 9 a mais de 70 ...
VITAMINA B9
Fontes Alimentares
Espinafre, vegetais e folhas verdes, fígado, carne,
levedo de cerveja, leguminosas, cenoura...
VITAMINA B12
A vitamina B12 é uma vitamina hidrossolúvel necessária para a
atividade normal da célula nervosa, a replicaçã...
VITAMINA B12
Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento
-

A vitamina B12 necessita de três glicoproteínas para ser...
VITAMINA B12
Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento
- A vitamina B12 é transportada pela transcobalamina II (TC...
VITAMINA B12
Funções
-

Manter a atividade normal da célula nervosa
Síntese de DNA e RNA
Produção de SAMe (S-adenosil-L-me...
VITAMINA B12
Deficiência e Toxicidade
- A falta de vitamina B12 leva à anemia megaloblástica e a neuropatia
nos seres huma...
VITAMINA B12
Ingestão Dietética Recomendada e
Fontes Alimentares
- A RDA recomenda a ingestão de 2,4
µg/dia (microgramas) ...
SÓDIO
• É um mineral presente em diversos alimentos, mas é
constituinte principal do sal de cozinha (cloreto de sódio
NaCl...
SÓDIO
Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento
•

Absorvido por transporte ativo e passivo praticamente em toda s...
SÓDIO
Funções
• Nos alimentos, além de conferir sabor ao alimento ou preparação,
também incluem a garantia da segurança sa...
SÓDIO
Deficiência e Toxicidade
• A hiponatremia é um termo médico utilizado para a deficiência de
sódio.
• o equilíbrio do...
SÓDIO
Deficiência e Toxicidade
• Tratamento da deficiência de sódio inclui salina
intravenosa, restrição hídrica e adminis...
SÓDIO
Ingestão Dietética Recomendada
• Segundo a Academia Nacional de Ciências, a exigência
mínima estimada de sódio para ...
SÓDIO
Fontes Alimentares
• O sódio é encontrado nos alimentos que nós
consumimos. A principal fonte é o sal de mesa
comum ...
ZINCO
• Mineral presente em mais de 200 enzimas
diferentes;
• Necessário em poucas mg/dia;
• Obtido através da alimentação
ZINCO
Absorção
Fatores que facilitam:
• Aminoácidos (histidina e metionina);
• Fosfatos;
• Ácidos orgânicos;
• Algumas pro...
ZINCO
Absorção
Fatores que dificultam:
• O Fitato (principal fator na redução da
absorção do Zn);
• O ferro;
• Proteínas e...
ZINCO
Transporte
Célula intestinal
Capilares mesentéricos
Veia porta - ligado a albúmina (57%), a-2
macroglobulina (40%), ...
ZINCO
Excreção

•
•
•
•

Principalmente pelo T.G.I – 2a5 mg/dia;
95% é reabsorvido;
Perdas urinárias variam de 300-600 μg/...
ZINCO
Funções

• Participa na divisão celular;
• Expressão e transcrição genética;
• Processos fisiológicos como crescimen...
ZINCO
Deficiência
• Menor incidência de diarréia, pneumonia e malária em
crianças;
• Perda de apetite e anorexia;
• Compro...
ZINCO
Alguns fatores que podem levar à deficiência
de zinco
•
•
•
•
•

Consumo inadequado de zinco;
Consumo excessivo de f...
ZINCO
Consequências do Excesso:
•
•
•
•

Náuseas, vômitos, diarréia e tontura;
Anemia;
Redução da resposta das células de ...
RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS DIÁRIAS
Idade
Lactentes

mg/dia

1 a 3 anos

3
5

9 a 13 anos

8

14 a 70 anos

11

> 70 anos

...
FONTES ALIMENTARES DE ZINCO
Alimentos (100g)
Clara de ovo

mg
0,002

Frango

1,0

Ostras

75

Carne bovina magra

1,70

Fí...
ZINCO
Toxicidade
• A toxicidade pelo zinco é rara, geralmente
quando ingerido acima de 100 a 300mg/dia.
• Poderá causar al...
REFERÊNCIAS
Nutrição humana/ coordenação Marly Augusto Cardoso ; editor da Série Helio
Vannucchi. – [Reimpr.]. – Rio de Ja...
REFERÊNCIAS
http://www.vitaminas.bayer.pt/scripts/pages/pt/vitaminas/vitamina_b6/
http://vitaminas.netsaber.com.br/index.p...
Vitaminas Complexo B, zinco e sódio
Vitaminas Complexo B, zinco e sódio
Vitaminas Complexo B, zinco e sódio
Vitaminas Complexo B, zinco e sódio
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vitaminas Complexo B, zinco e sódio

3.982 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.982
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vitaminas Complexo B, zinco e sódio

  1. 1. VITAMINAS B6, B9, B12 SÓDIO E ZINCO
  2. 2. Nutrição em Enfermagem Docente: Jaciara Barreto Discentes: Camile Marques Josemare Tosta Sanmira Carvalho Tayana Valério Vanessa Nascimento
  3. 3. VITAMINA B6 • A Vitamina B6, também conhecida como piridoxina, é uma vitamina hidrossolúvel, favorece a respiração das células e ajuda no metabolismo das proteínas.
  4. 4. VITAMINA B6 Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento - A principal função metabólica da vitamina B6 é como coenzima. Tem um papel importante no metabolismo das proteínas, hidratos de carbono e lipídios. - As formas de vitamina B6 são absorvidas no intestino delgado por um processo passivo. - As formas de vitamina B6 são transportadas no sangue ligadas à albumina ou às hemácias.
  5. 5. VITAMINA B6 Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento - O fígado é o principal órgão responsável pelo metabolismo da vitamina B6. - Cerca de 80 a 90% da quantidade de vitamina B6 do corpo está armazenada nos músculos ligado às fosforilases. O restante está distribuído em vários tecidos.
  6. 6. VITAMINA B6 Funções - A vitamina B6 é constituída de três derivados da piridina relacionados: piridoxina, piridoxamina e piridoxal. - Permite a assimilação das proteínas e das gorduras. - Imunidade celular, liberação de glicogênio hepático e muscular, diurético. - Intervém nos processos de crescimento dos tecidos. - Antiacrodínica, evita acrodinia, transtorno de natureza neurótica, com dor e dermatite. - Reduz os espasmos musculares noturnos, cãibras nas pernas e dormência nas mãos. - Ajuda na formação de anticorpos. - Promove o equilíbrio do potássio e sódio no organismo.
  7. 7. VITAMINA B6 Deficiência e Toxicidade - Deficiência: Pode causar diarréia, alterações da pele, depressão, dormência e também pelagra, anormalidades no sistema nervoso central, retardo mental, convulsões, anemia hipocrônica. Dermatite, inflamação da pele e das mucosas. Distúrbios cutâneos e neurológicos. - Toxidade: A toxicidade desta vitamina é relativamente baixa, mesmo com a suplementação de doses altas.
  8. 8. VITAMINA B6 Recomendação Dietética - A quantidade diária de ingestão de vitamina B6 recomendada pela RDA para adultos de 19 a 50 anos e gestantes é de 1,9 mg. - Para adultos acima de 50 anos, a recomendação é de 1,5 mg/dia para mulheres e 1,7/dia para homens. - A OMS recomenda para a população geral 0,6 a 1,0 mg por 1.000 kcal ingeridas.
  9. 9. VITAMINA B6 Fontes Alimentares - Levedo de cerveja, os cereais integrais, legumes, vegetais verdes, leite, carne de boi, de porco e frango, fígado, batata, banana, gema de ovo, pães integrais, abacate e leguminosas.
  10. 10. VITAMINA B9 O ácido fólico, folacina ou ácido pteroil-L-glutâmico, é uma uma vitamina hidrossolúvel pertencente ao complexo B necessária para a formação de proteínas estruturais e hemoglobina.
  11. 11. VITAMINA B9 Absorção - Parte proximal do intestino delgado - Jejuno distal - Íleo distal
  12. 12. VITAMINA B9 Transporte e Armazenamento - Transporte ocorre pela corrente sanguínea. - Armazenamento é feito 50% no fígado.
  13. 13. VITAMINA B9 Metabolismo - O ácido fólico administrado pela boca aparece no sangue portal inalterado e é convertido em 5metiletrafolato, principalmente no fígado. - Logo que é absorvido e principalmente durante a absorção, o ácido fólico sofre conversão em vários derivados metabolicamente ativos e adutores é o ácido tetrahidrofólico que sob forma de coenzima atua como aceptor e transferidor de uma unidade de carbono.
  14. 14. VITAMINA B9 Funções - Necessário para o crescimento e divisão celular; Recuperação de doenças; Funcionamento perfeito do trato intestinal; Transmissão de traços hereditários; Aumenta a lactação; Pode retratar o embranquecimento dos cabelos se ingerindo junto com a B5 e o PABA; - Oferece proteção contra os parasitas intestinais e intoxicação alimentar.
  15. 15. VITAMINA B9 Deficiência - Diminuição do crescimento, anemia megaboblástica e outros distúrbios sangüíneos, distúrbios no trato gastrointestinal, alteração na medula óssea, lesões nas mucosas. Toxicidade - Interfere na ação farmacológica de drogas anticonvulsivas.
  16. 16. VITAMINA B9 Recomendação Dietética Bebês: 0 a 12 meses 65 a 8 (mcg) Crianças: 6 a 8 anos 150 a 200 Homens: 9 a mais de 70 anos 300 a 400 (mcg) Mulheres : 9 a mais de 70 anos 300 a 400 Gestantes : 14 a 50 anos 600 (mcg) Lactantes: 14 a 50 anos 500 (mcg)
  17. 17. VITAMINA B9 Fontes Alimentares Espinafre, vegetais e folhas verdes, fígado, carne, levedo de cerveja, leguminosas, cenoura, gema de ovo, banana, melão.
  18. 18. VITAMINA B12 A vitamina B12 é uma vitamina hidrossolúvel necessária para a atividade normal da célula nervosa, a replicação do DNA e a produção de uma substância que afeta o humor chamada de SAMe (S-adenosil-L-metionina). Ela também é chamada de cobalamina, porque foi constatada a presença de metal cobalto na sua estrutura química.
  19. 19. VITAMINA B12 Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento - A vitamina B12 necessita de três glicoproteínas para ser metabolizada e absorvida: O fator Intrínseco (FI), os ligantes “R” (ou haptocorrinas) e a transcobalamina II. - Nos receptores da porção distal do íleo o complexo B12- FI é absorvido, na presença de cálcio. - Após esse reconhecimento dos receptores do íleo, o complexo B12-FI vai para o interior dos enterócitos por endocitose. - A excreção a vitamina B12 ocorre via apoptose no trato digestório, rins e pele.
  20. 20. VITAMINA B12 Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento - A vitamina B12 é transportada pela transcobalamina II (TCII), responsável pelo transporte da vitamina no organismo e distribuí-la para os tecidos. - As transcobalaminas I e III também transportam a vitamina B12. - Ao todo o organismo armazena cerca de 2 a 3 mg de vitamina B12. A maior parte encontra-se no fígado, uma parcela menor é encontrada no plasma.
  21. 21. VITAMINA B12 Funções - Manter a atividade normal da célula nervosa Síntese de DNA e RNA Produção de SAMe (S-adenosil-L-metionina) Junto com o ácido fólico controla os níveis de hemocisteína Formação de hemoglobina produção de energia por meio da utilização ideal das proteínas, carboidratos e gordura.
  22. 22. VITAMINA B12 Deficiência e Toxicidade - A falta de vitamina B12 leva à anemia megaloblástica e a neuropatia nos seres humanos; - A deficiência de vitamina B12 leva à síntese deficiente do DNA nas células; - Podem ocorrer danos irreversíveis no sistema nervoso com desmielinização específica da medula espinhal. - Não foi observado efeito tóxico a partir da ingestão de alimentos e suplementos em pessoas saudáveis.
  23. 23. VITAMINA B12 Ingestão Dietética Recomendada e Fontes Alimentares - A RDA recomenda a ingestão de 2,4 µg/dia (microgramas) para indivíduos adultos de até 50 anos, com um adicional de 0,2 e 0,4 µg/dia para mulheres grávidas e lactentes, respectivamente. - De maneira geral, frutas, cereais e verduras são pobres em vitamina B12. As fontes mais ricas de vitamina B12 são o fígado, rim, moluscos, leite, ovos, peixes, queijo e carnes de músculo.
  24. 24. SÓDIO • É um mineral presente em diversos alimentos, mas é constituinte principal do sal de cozinha (cloreto de sódio NaCl). Uma parcela desse sódio está presente naturalmente nos alimentos, porém a maior parte dele é adicionada, por consumidores, produtores e manipuladores, durante o consumo, fabricação e preparo dos alimentos, na forma de sal ou outros aditivos que contém sódio.
  25. 25. SÓDIO Metabolismo, Absorção, Transporte e Armazenamento • Absorvido por transporte ativo e passivo praticamente em toda sua totalidade na parte superior do intestino delgado a concentração plasmática do sódio é dependente da quantidade de cloreto de sódio consumido, sendo regulada pelo sistema renal através da concentração de aldosterona circulante, pelo sistema renina-angiotensina-aldosterona. • É excretado principalmente pela urina (90%), ocorrendo também pelas fezes e pelo suor. A excreção de sódio é regulado pela sua concentração plasmática. Os receptores da sede localizados no hipotálamo são estimulados quando a concentração do sódio estiver elevada, em baixas concentrações, sua excreção urinária é reduzida. • O sódio representa 0,15% do peso corporal total, é encontrado em todas as células do organismo, e o nível sérico normal em adultos é de 310 a 333 mg/mL. Altas concentrações de sódio são encontradas nos ossos e secreções intestinais, como bile e suco pancreático.
  26. 26. SÓDIO Funções • Nos alimentos, além de conferir sabor ao alimento ou preparação, também incluem a garantia da segurança sanitária e funções tecnológicas como textura e estrutura dos produtos. • Ajuda a manter a distribuição de água corporal e pressão arterial. Também ajuda a manter o equilíbrio ácido-base. O sódio é também necessário para estimular a contração do músculo, como é o componente principal dos nervos. Cálcio e outros minerais são mantidos em forma solúvel, devido ao sódio. Ela também estimula as glândulas supra-renais e ajuda a prevenir acidentes vasculares cerebrais de calor. De sódio, juntamente com cloreto e bicarbonato mantém o equilíbrio de partículas eletricamente carregadas nos fluidos e tecidos.
  27. 27. SÓDIO Deficiência e Toxicidade • A hiponatremia é um termo médico utilizado para a deficiência de sódio. • o equilíbrio do organismo de eletrólitos se torna instável, isso significa que a pessoa está sofrendo de deficiência de sódio. Esta situação surge se houver demasiado líquido no corpo que leva a diluição do sódio, ou se os níveis de sódio são muito baixos no corpo. • Os sintomas de deficiência de sódio são: sensações de fraqueza, apatia, náuseas e cãibras nos músculos das extremidades. A deficiência de sódio, em casos muito raros, pode levar ao choque, devido à pressão arterial extremamente baixa.
  28. 28. SÓDIO Deficiência e Toxicidade • Tratamento da deficiência de sódio inclui salina intravenosa, restrição hídrica e administração de diuréticos. A pessoa que sofre de deficiência de sódio é monitorado, como a estabilização rápida pode levar à insuficiência cardíaca. • O excesso do consumo de sódio aumenta o risco de desenvolver Hipertensão, edema, acidente vascular cerebral, catarata, pedra nos rins e câncer de estômago.
  29. 29. SÓDIO Ingestão Dietética Recomendada • Segundo a Academia Nacional de Ciências, a exigência mínima estimada de sódio para as faixas de pessoas saudáveis 120mg/dia para bebês de até 500 mg/dia para adultos e crianças com idade superior a 10 anos. O consumo de cloreto de sódio ou de NaCl é 5-10 gramas. Uma pessoa consome em média de 8-10 gramas de NaCl ou até mais, Essa recomendação é válida para a população de uma maneira geral. Para os hipertensos deve haver uma variação da ingestão, de acordo com cada caso, mas a restrição pode atingir até 35 mg ou menos por dia.
  30. 30. SÓDIO Fontes Alimentares • O sódio é encontrado nos alimentos que nós consumimos. A principal fonte é o sal de mesa comum que usamos como tempero para os nossos alimentos. As outras fontes de alimento são molho de soja, picles, azeitonas e chucrute. Você ainda obter o sal das carnes salgadas, peixe, cubos de caldo de carne, queijos processados, sopas instantâneas e macarrão, etc .
  31. 31. ZINCO • Mineral presente em mais de 200 enzimas diferentes; • Necessário em poucas mg/dia; • Obtido através da alimentação
  32. 32. ZINCO Absorção Fatores que facilitam: • Aminoácidos (histidina e metionina); • Fosfatos; • Ácidos orgânicos; • Algumas prostaglandinas; • Fibras isoladas (quitosana e ácido algínico); • Alguns AA (cisteína e histidina).
  33. 33. ZINCO Absorção Fatores que dificultam: • O Fitato (principal fator na redução da absorção do Zn); • O ferro; • Proteínas específicas (caseína).
  34. 34. ZINCO Transporte Célula intestinal Capilares mesentéricos Veia porta - ligado a albúmina (57%), a-2 macroglobulina (40%), e aminoácidos (3%) Captado pelo fígado Distribuído para os demais tecidos.
  35. 35. ZINCO Excreção • • • • Principalmente pelo T.G.I – 2a5 mg/dia; 95% é reabsorvido; Perdas urinárias variam de 300-600 μg/dia; Em caso de queimaduras, traumas, cirurgias, subnutrição, diabetes, e em algumas patologias renais e hepáticas há um aumento na excreção urinária de Zn.
  36. 36. ZINCO Funções • Participa na divisão celular; • Expressão e transcrição genética; • Processos fisiológicos como crescimento e desenvolvimento; • Facilita as cicatrizações; • É necessário para o funcionamento das células de defesa auxiliando no combate a infecções; • Participa desenvolvimento cognitivo.
  37. 37. ZINCO Deficiência • Menor incidência de diarréia, pneumonia e malária em crianças; • Perda de apetite e anorexia; • Comprometimento do desenvolvimento do feto; • Cicatrização lenta; • Impotência sexual, atrofia testicular e atraso na maturação sexual • Depressão do sistema imune; • Hipogeusia; • Desordens de comportamento, aprendizado e memória.
  38. 38. ZINCO Alguns fatores que podem levar à deficiência de zinco • • • • • Consumo inadequado de zinco; Consumo excessivo de fitatos e fibras; Desnutrição energético-protéica (DEP); Má-absorção; Insuficiência renal crônica e outras doenças.
  39. 39. ZINCO Consequências do Excesso: • • • • Náuseas, vômitos, diarréia e tontura; Anemia; Redução da resposta das células de defesa; Sistema imunológico debilitado.
  40. 40. RECOMENDAÇÕES NUTRICIONAIS DIÁRIAS Idade Lactentes mg/dia 1 a 3 anos 3 5 9 a 13 anos 8 14 a 70 anos 11 > 70 anos Mulheres 3 4 a 8 anos Homens 2 7 a 12 meses Crianças 0 a 6 meses 11 9 a 13 anos 8 14 a 18 anos 9 19 a 70 anos 8 > 70 anos 8 Gravidez < 18 anos 12 Gravidez 19 a 50 anos 11 Lactação <18 anos 14 Lactação 19 a 50 anos 12
  41. 41. FONTES ALIMENTARES DE ZINCO Alimentos (100g) Clara de ovo mg 0,002 Frango 1,0 Ostras 75 Carne bovina magra 1,70 Fígado bovino 2,00 Carne bovina moída 5,00 Peru assado 3,1 Carne de porco assada 2,00 Carne de coelho 1,70 Amêndoa 2,92 Arroz 0,60 Salmão assado 0,50 Espinafre fresco 5,3
  42. 42. ZINCO Toxicidade • A toxicidade pelo zinco é rara, geralmente quando ingerido acima de 100 a 300mg/dia. • Poderá causar alterações na absorção do cobre, e provocar distúrbios gastrointestinais como náuseas, vômitos, gosto metálico e dores abdominais. • Uma forma comum de toxicidade pelo Zn é o que ocorre nas hemodiálises (bobinas de diálise): os pacientes apresentam anemia, febre e distúrbios do SNC.
  43. 43. REFERÊNCIAS Nutrição humana/ coordenação Marly Augusto Cardoso ; editor da Série Helio Vannucchi. – [Reimpr.]. – Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2012. il – ( Nutrição e metabolismo) ; Dietary Reference Intakes: Recommended Intakes for Individuals Elements, Food and Nutrition Board, Institute of Medicine, National Academies, 2004 http://www.corpoperfeito.com.br/ce/vitamina_b12 http://www.vitaminas.bayer.pt/scripts/pages/pt/vitaminas/vitamina_b12/ http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141552732004000100009 http://www.sic.org.br/pdf/zinco_e_nutricao_humana.pdf http://emedix.uol.com.br/vit/vit012_1f_zinco.php http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S000427301998000600004&script=sci_arttext http://www.sic.org.br/pdf/zinco_e_nutricao_humana.pdf http://www.nutricaoemfoco.com
  44. 44. REFERÊNCIAS http://www.vitaminas.bayer.pt/scripts/pages/pt/vitaminas/vitamina_b6/ http://vitaminas.netsaber.com.br/index.php?c=50 http://pt.wikipedia.org/wiki/Vitamina_B6 http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/vitaminas/vitamina-b6piridoxina.php http://www.gurunet.com.br/funcoes-da-vitamina-b6.html http://emaxilab.com/saude-e-bem-estar-artigo-2-2414.html

×