16 situações de sinistro múltiplo

1.633 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.633
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

16 situações de sinistro múltiplo

  1. 1. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO O socorrista deve ter uma actuação ordenada e correcta que permita:Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  2. 2. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO O socorrista deve ter uma actuação ordenada e correcta que permita: - Contemplar cada parte do problema que se lhe apresentaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  3. 3. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO O socorrista deve ter uma actuação ordenada e correcta que permita: - Contemplar cada parte do problema que se lhe apresenta - Atender a cuidados específicos de segurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  4. 4. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO O socorrista deve ter uma actuação ordenada e correcta que permita: - Contemplar cada parte do problema que se lhe apresenta - Atender a cuidados específicos de segurança - Estabelecer prioridadesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  5. 5. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO O socorrista deve ter uma actuação ordenada e correcta que permita: - Contemplar cada parte do problema que se lhe apresenta - Atender a cuidados específicos de segurança - Estabelecer prioridades - Não perder a noção de conjuntoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  6. 6. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  7. 7. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboraçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  8. 8. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessáriaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  9. 9. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessária Verificar , rapidamente, se existem condições seguras para poder actuar. Caso exista qualquer perigo, procurar eliminá-loJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  10. 10. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessária Verificar , rapidamente, se existem condições seguras para poder actuar. Caso exista qualquer perigo, procurar eliminá-lo Promover a prevenção de outros acidentes utilizando as pessoas presentes que estejam disponíveis a colaborarJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  11. 11. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessária Verificar , rapidamente, se existem condições seguras para poder actuar. Caso exista qualquer perigo, procurar eliminá-lo Promover a prevenção de outros acidentes utilizando as pessoas presentes que estejam disponíveis a colaborar Não deixar movimentar a(s) vítima(s) sem saber como fazê-lo, nem permitir que lhe seja dada qualquer bebida ou comidaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  12. 12. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessária Verificar , rapidamente, se existem condições seguras para poder actuar. Caso exista qualquer perigo, procurar eliminá-lo Promover a prevenção de outros acidentes utilizando as pessoas presentes que estejam disponíveis a colaborar Não deixar movimentar a(s) vítima(s) sem saber como fazê-lo, nem permitir que lhe seja dada qualquer bebida ou comida Tentar afastar as pessoas para que a(s) vítima(s) possa(m) ventilar com maior facilidadeJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  13. 13. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessária Verificar , rapidamente, se existem condições seguras para poder actuar. Caso exista qualquer perigo, procurar eliminá-lo Promover a prevenção de outros acidentes utilizando as pessoas presentes que estejam disponíveis a colaborar Não deixar movimentar a(s) vítima(s) sem saber como fazê-lo, nem permitir que lhe seja dada qualquer bebida ou comida Tentar afastar as pessoas para que a(s) vítima(s) possa(m) ventilar com maior facilidade Informar-se sobre as circunstâncias em que ocorreu o acidente e verificar o número de vítimas e seu estadoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  14. 14. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Aproximar-se da(s) vitima(s) com precaução, de modo a não melindrar quem esteja presente Identificar-se como socorrista junto da autoridade, se estiver presente, e pedir-lhe colaboração Identificar-se como socorrista perante o médico/enfermeiro que se encontre no local e prestar toda a colaboração necessária Verificar , rapidamente, se existem condições seguras para poder actuar. Caso exista qualquer perigo, procurar eliminá-lo Promover a prevenção de outros acidentes utilizando as pessoas presentes que estejam disponíveis a colaborar Não deixar movimentar a(s) vítima(s) sem saber como fazê-lo, nem permitir que lhe seja dada qualquer bebida ou comida Tentar afastar as pessoas para que a(s) vítima(s) possa(m) ventilar com maior facilidade Informar-se sobre as circunstâncias em que ocorreu o acidente e verificar o número de vítimas e seu estado Promover o alerta, utilizando as pessoas presentesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  15. 15. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítimaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  16. 16. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  17. 17. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  18. 18. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritáriasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  19. 19. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas:Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  20. 20. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar?Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  21. 21. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - Como ocorreu o acidenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  22. 22. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - Como ocorreu o acidente - Alterações visíveisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  23. 23. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - Como ocorreu o acidente - Alterações visíveis - Possíveis lesõesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  24. 24. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - Como ocorreu o acidente - Alterações visíveis - Possíveis lesões - Sintomatologia não detectada de imediatoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  25. 25. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - O que se deve pesquisar?Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  26. 26. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - O que se deve pesquisar - Sintomatologia da cada situaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  27. 27. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - O que se deve pesquisar - Sintomatologia da cada situação - Pedir colaboração da vítima, se conscienteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  28. 28. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - O que se deve pesquisar - Sintomatologia da cada situação - Pedir colaboração da vítima, se consciente - Se inconsciente, considerar como certas as lesõesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  29. 29. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - O que se deve pesquisar - Como actuar e quais as prioridades a considerar? - Completar o exameJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  30. 30. 16. SITUAÇÕES DE SINISTRO MÚLTIPLO Admitir as possíveis lesões existentes, considerando o tipo de acidente e as alterações visíveis no corpo da vítima Fazer o exame geral da(s) vítima(s) tendo presente observado anteriormente Determinar quais as situações de ACHE e as restantes Proceder à aplicação dos primeiros socorros adequados a cada caso presente, tendo em atenção as situações prioritárias Colocar as seguintes questões, ao observar as vítimas: - Quais as situações de 1º socorro em que se deve pensar? - O que se deve pesquisar - Como actuar e quais as prioridades a considerar? - Completar o exame - Proceder ao socorro de acordo com as prioridadesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012

×