12. EFEITOS DO AMBIENTE  Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente QuenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD   UC Primeiros Socorros – CET Protecç...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente                                    Golpe de Calor                     ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente                                                     Afecta pessoas que...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente                                                          Afecta pessoa...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de CalorJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD                ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  PalidezJorge Almeida, Prof...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas  Palidez  Arrefecimento cor...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas                            ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas                            ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas                            ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas                            ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        Golpe de Calor    Sinais e Sintomas                            ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente        InsolaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD               UC Pri...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas   Congestionamento (pele verme...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                             Pr...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Quente          Insolação    Sinais e Sintomas                               ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente FrioJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD   UC Primeiros Socorros – CET Protecção...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          O corpo reage ao frio contraindo os pequenos vasos sanguíneos d...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio                                    Geladura                             ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio                                    Geladura                             ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados por...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio           Geladura  Situação em que os tecidos são localmente lesados po...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
12. EFEITOS DO AMBIENTE  Efeitos do Ambiente Frio          Hipotermia  Situação surge quando a temperatura do corpo baixa ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

12 efeitos do ambiente

1.125 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.125
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
102
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12 efeitos do ambiente

  1. 1. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição prolongadaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  2. 2. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição prolongada As reacções químicas corporais atingem eficácia máxima com temperatura central = 37,5º CJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  3. 3. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição prolongada As reacções químicas corporais atingem eficácia máxima com temperatura central = 37,5º C - Reter calor quando temperatura ambiente baixa - Perder calor quando temperatura ambiente é altaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  4. 4. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição prolongada As reacções químicas corporais atingem eficácia máxima com temperatura central = 37,5º C - Reter calor quando temperatura ambiente baixa - Perder calor quando temperatura ambiente é altaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  5. 5. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Os extremos de temperatura (frio-calor) podem provocar lesões nos tecidos corporais em exposição prolongada As reacções químicas corporais atingem eficácia máxima com temperatura central = 37,5º C - Reter calor quando temperatura ambiente baixa - Perder calor quando temperatura ambiente é alta • controla a temperatura corporal, • regula o apetite • regula o balanço de água no corpo, • regula o sono • interfere na emoção e no comportamento sexualJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  6. 6. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente QuenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  7. 7. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor InsolaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  8. 8. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Afecta pessoas que fazem exercícios físicos em ambientes quentes e húmidos Não há reposição de fluídos ou de sais minerais Golpe de Calor InsolaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  9. 9. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Afecta pessoas que fazem exercícios físicos em ambientes quentes e húmidos Não há reposição de fluídos ou de sais minerais Golpe de Calor Insolação Afecta pessoas em exposição prolongada a temperatura muito elevada, ambiente quente e seco Incapacidade de controlar a temperatura corporal através da transpiraçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  10. 10. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de CalorJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  11. 11. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas PalidezJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  12. 12. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporalJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  13. 13. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscososJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  14. 14. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos MidríaseJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  15. 15. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  16. 16. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  17. 17. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Ventilação rápida e superficialJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  18. 18. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Ventilação rápida e superficial Desorientação e inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  19. 19. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Palidez Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Ventilação rápida e superficial Desorientação e inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  20. 20. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Palidez Levar a vítima para um local fresco e arejado Arrefecimento corporal Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Ventilação rápida e superficial Desorientação e inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  21. 21. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Palidez Levar a vítima para um local fresco e arejado Arrefecimento corporal Aplicar 1º socorro geral de situação de choque Suores frios e viscosos Midríase Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Ventilação rápida e superficial Desorientação e inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  22. 22. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Palidez Levar a vítima para um local fresco e arejado Arrefecimento corporal Aplicar 1º socorro geral de situação de choque Suores frios e viscosos Midríase Colocar vítima de acordo com grau de consciência Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Ventilação rápida e superficial Desorientação e inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  23. 23. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Golpe de Calor Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Palidez Levar a vítima para um local fresco e arejado Arrefecimento corporal Aplicar 1º socorro geral de situação de choque Suores frios e viscosos Midríase Colocar vítima de acordo com grau de consciência Cefaleias, cansaço, tonturas e náuseas Cãibras (por desidratação) Promover o transporte ao hospital Ventilação rápida e superficial Desorientação e inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  24. 24. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente InsolaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  25. 25. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  26. 26. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporalJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  27. 27. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele secaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  28. 28. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca MioseJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  29. 29. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose AgitaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  30. 30. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação CefaleiaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  31. 31. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitosJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  32. 32. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregularJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  33. 33. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profundaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  34. 34. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  35. 35. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  36. 36. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Pele seca Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  37. 37. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Arrefecer gradualmente todo o corpo, dando maior atenção Pele seca à região da cabeça Miose Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  38. 38. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Arrefecer gradualmente todo o corpo, dando maior atenção Pele seca à região da cabeça Miose Envolver a vítima num lençol húmido Agitação Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  39. 39. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Arrefecer gradualmente todo o corpo, dando maior atenção Pele seca à região da cabeça Miose Envolver a vítima num lençol húmido Agitação Prevenir o choque Cefaleia Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  40. 40. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Arrefecer gradualmente todo o corpo, dando maior atenção Pele seca à região da cabeça Miose Envolver a vítima num lençol húmido Agitação Prevenir o choque Cefaleia Vigiar sinais vitais Náuseas e vómitos Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  41. 41. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Arrefecer gradualmente todo o corpo, dando maior atenção Pele seca à região da cabeça Miose Envolver a vítima num lençol húmido Agitação Prevenir o choque Cefaleia Vigiar sinais vitais Náuseas e vómitos Colocar vítima de acordo com o grau de consciência Pulso forte e irregular Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  42. 42. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Quente Insolação Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Congestionamento (pele vermelha) Levar a vítima para um local fresco e arejado Aumento da temperatura corporal Arrefecer gradualmente todo o corpo, dando maior atenção Pele seca à região da cabeça Miose Envolver a vítima num lençol húmido Agitação Prevenir o choque Cefaleia Vigiar sinais vitais Náuseas e vómitos Colocar vítima de acordo com o grau de consciência Pulso forte e irregular Promover transporte para hospital Ventilação rápida e profunda Pode surgir inconsciênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  43. 43. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente FrioJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  44. 44. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio O corpo reage ao frio contraindo os pequenos vasos sanguíneos da pele para reduzir a circulação à superfície e conservar o calor na região central do corpo, protegendo os órgãos vitaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  45. 45. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura HipotermiaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  46. 46. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura HipotermiaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  47. 47. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  48. 48. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  49. 49. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e SintomasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  50. 50. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas As áreas afectadas tornam-se pálidas, esbranquiçadas, cianosadasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  51. 51. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas As áreas afectadas tornam-se pálidas, esbranquiçadas, cianosadas Podem ocorrer bolhasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  52. 52. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas As áreas afectadas tornam-se pálidas, esbranquiçadas, cianosadas Podem ocorrer bolhas Diminuição dos movimentos locaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  53. 53. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas As áreas afectadas tornam-se pálidas, esbranquiçadas, cianosadas Podem ocorrer bolhas Diminuição dos movimentos locais Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e sem dorJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  54. 54. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas As áreas afectadas tornam-se pálidas, esbranquiçadas, cianosadas Podem ocorrer bolhas Diminuição dos movimentos locais Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmicaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  55. 55. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas Primeiro Socorro As áreas afectadas tornam-se pálidas, esbranquiçadas, cianosadas Podem ocorrer bolhas Diminuição dos movimentos locais Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmicaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  56. 56. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas Primeiro Socorro As áreas afectadas tornam-se pálidas, Levar a vítima para um local aquecido esbranquiçadas, cianosadas Podem ocorrer bolhas Diminuição dos movimentos locais Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmicaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  57. 57. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas Primeiro Socorro As áreas afectadas tornam-se pálidas, Levar a vítima para um local aquecido esbranquiçadas, cianosadas Retirar roupa e calçado molhados ou húmidos, Podem ocorrer bolhas cortando se necessário Diminuição dos movimentos locais Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmicaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  58. 58. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas Primeiro Socorro As áreas afectadas tornam-se pálidas, Levar a vítima para um local aquecido esbranquiçadas, cianosadas Retirar roupa e calçado molhados ou húmidos, Podem ocorrer bolhas cortando se necessário Diminuição dos movimentos locais Aquecer a zona gradualmente, de forma indirecta, para evitar maior destruição dos tecidos Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmicaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  59. 59. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas Primeiro Socorro As áreas afectadas tornam-se pálidas, Levar a vítima para um local aquecido esbranquiçadas, cianosadas Retirar roupa e calçado molhados ou húmidos, Podem ocorrer bolhas cortando se necessário Diminuição dos movimentos locais Aquecer a zona gradualmente, de forma indirecta, para evitar maior destruição dos tecidos Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e Prevenir o choque sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmicaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  60. 60. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Geladura Situação em que os tecidos são localmente lesados por exposição de partes do corpo (extremidades) a temperaturas ambientais muito reduzidas (neve, gelo ou imersão em água fria) Lesão provocada por contracção dos vasos sanguíneos superficiais Sinais e Sintomas Primeiro Socorro As áreas afectadas tornam-se pálidas, Levar a vítima para um local aquecido esbranquiçadas, cianosadas Retirar roupa e calçado molhados ou húmidos, Podem ocorrer bolhas cortando se necessário Diminuição dos movimentos locais Aquecer a zona gradualmente, de forma indirecta, para evitar maior destruição dos tecidos Referência a sensação de picadas e dores intensas, tornando-se gradualmente dormente e Prevenir o choque sem dor Existe rigidez e insensibilidade térmica Promover transporte para hospitalJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  61. 61. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º CJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  62. 62. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  63. 63. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermiaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  64. 64. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Pele fria, pálida e secaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  65. 65. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Pele fria, pálida e seca Temperatura corporal < 35º C (necessário termómetro especial)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  66. 66. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Pele fria, pálida e seca Temperatura corporal < 35º C (necessário termómetro especial) Diminuição da lucidez e alterações do comportamentoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  67. 67. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Pele fria, pálida e seca Temperatura corporal < 35º C (necessário termómetro especial) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normalJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  68. 68. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Pele fria, pálida e seca Temperatura corporal < 35º C (necessário termómetro especial) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal Conforme vai perdendo consciência, as funções vitais tornam-se difíceis de detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  69. 69. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Pele fria, pálida e seca Temperatura corporal < 35º C (necessário termómetro especial) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal Conforme vai perdendo consciência, as funções vitais tornam-se difíceis de detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  70. 70. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Pele fria, pálida e seca Retirar roupa molhada ou húmida Temperatura corporal < 35º C (necessário termómetro especial) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal Conforme vai perdendo consciência, as funções vitais tornam-se difíceis de detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  71. 71. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Pele fria, pálida e seca Retirar roupa molhada ou húmida Temperatura corporal < 35º C (necessário Colocar botijas de água quente, protegidas, nas axilas termómetro especial) e virilhas (manutenção da temperatura central) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal Conforme vai perdendo consciência, as funções vitais tornam-se difíceis de detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  72. 72. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Pele fria, pálida e seca Retirar roupa molhada ou húmida Temperatura corporal < 35º C (necessário Colocar botijas de água quente, protegidas, nas axilas termómetro especial) e virilhas (manutenção da temperatura central) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento A colocação nas extremidades é contra-indicada, porque aumenta circulação periférica e diminui ainda Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal mais a temperatura central Conforme vai perdendo consciência, as funções vitais tornam-se difíceis de detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  73. 73. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Pele fria, pálida e seca Retirar roupa molhada ou húmida Temperatura corporal < 35º C (necessário Colocar botijas de água quente, protegidas, nas axilas termómetro especial) e virilhas (manutenção da temperatura central) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento A colocação nas extremidades é contra-indicada, porque aumenta circulação periférica e diminui ainda Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal mais a temperatura central Conforme vai perdendo consciência, as Agasalhar com cobertores e vigiar sinais vitais funções vitais tornam-se difíceis de detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  74. 74. 12. EFEITOS DO AMBIENTE Efeitos do Ambiente Frio Hipotermia Situação surge quando a temperatura do corpo baixa a valores inferiores a 35º C Se baixar para menos de 26º C, torna-se extremamente difícil a recuperação Falta de preparação física, fadiga, fome e desidratação aumentam risco de hipotermia Sinais e Sintomas Primeiro Socorro Pele fria, pálida e seca Retirar roupa molhada ou húmida Temperatura corporal < 35º C (necessário Colocar botijas de água quente, protegidas, nas axilas termómetro especial) e virilhas (manutenção da temperatura central) Diminuição da lucidez e alterações do comportamento A colocação nas extremidades é contra-indicada, porque aumenta circulação periférica e diminui ainda Pulso bradicárdico e ventilação abaixa do normal mais a temperatura central Conforme vai perdendo consciência, as Agasalhar com cobertores e vigiar sinais vitais funções vitais tornam-se difíceis de Promover o transporte para o hospital detectar, levando a PCR (iniciar RCP)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012

×