SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
A HISTÓRIA DE JESUS CONTINUA NA COMUNIDADE
LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO C– DOMINGO DA ASCENSÃO DO SENHOR – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA
cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html) - DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/
1ª Leitura: A comunidade cristã: sacramento das palavras e ações de Jesus
“9 ... Foi Jesus elevado às alturas, à vista deles...
Leitura do Livro dos Atos dos Apóstolos (At 1,1-11)
1 Escrevi o primeiro livro, ó Teófilo,
relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar
2 até ao dia em que, depois de haver dado mandamentos
por intermédio do Espírito Santo aos apóstolos que escolhera,
foi elevado às alturas.
3 A estes também, depois de ter padecido, se apresentou vivo,
com muitas provas incontestáveis,
aparecendo-lhes durante quarenta dias
e falando das coisas concernentes ao reino de Deus.
4 E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém,
mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes.
5 Porque João, na verdade, batizou com água,
mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.
6 Então, os que estavam reunidos lhe perguntaram:
Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel?
7 Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas
que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade;
8 mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo,
e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia
e Samaria e até aos confins da terra.
9 Ditas estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles,
e uma nuvem o encobriu dos seus olhos.
10 E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia,
eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles
11 e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas?
Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir.
Salmo responsorial: Salmo 47,1-2,5-6,7-8 (R./5)
R 5 Subiu Deus por entre aclamações,
o SENHOR, ao som de trombeta.
1 Batei palmas, todos os povos;
celebrai a Deus com vozes de júbilo.
2 pois o SENHOR Altíssimo é tremendo,
é o grande rei de toda a terra. [...] R
5 Subiu Deus por entre aclamações,
o SENHOR, ao som de trombeta.
6 Salmodiai a Deus, cantai louvores;
salmodiai ao nosso Rei, cantai louvores. R
7 Deus é o Rei de toda a terra;
salmodiai com harmonioso cântico.
8 Deus reina sobre as nações;
Deus se assenta no seu santo trono. R
2ª Leitura: A glória de Deus é a comunidade cristã
“20 ... Fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais”
Leitura da Carta de Paulo aos Efésios (Ef 1,17-23)
[Irmãos: Que,]
17 ...O Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória,
vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele,
18 iluminados os olhos do vosso coração,
para saberdes qual é a esperança do seu chamamento,
qual a riqueza da glória da sua herança nos santos
19 e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos,
segundo a eficácia da força do seu poder;
20 o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos
e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais,
21 acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio,
e de todo nome que se possa referir, não só no presente século,
mas também no vindouro.
22 E pôs todas as coisas debaixo dos pés,
e para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja,
23 a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas.
Aclamação ao Evangelho (Mt 28,19a.20b)
“19a Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, ...
20b ...E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século”
Evangelho: A história de Jesus continua na práxis da comunidade
“51 ... Enquanto os abençoava,
ia-se retirando deles, sendo elevado para o céu”
O Santo Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo conforme Lucas
(Lc 24,46-53)
[Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:]
46 ... Assim está escrito que o Cristo havia de padecer
e ressuscitar dentre os mortos no terceiro dia
47 e que em seu nome se pregasse arrependimento para remissão de pecados
a todas as nações, começando de Jerusalém.
48 Vós sois testemunhas destas coisas.
49 Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai;
permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.
50 Então, os levou para Betânia e, erguendo as mãos, os abençoou.
51 Aconteceu que, enquanto os abençoava, ia-se retirando deles,
sendo elevado para o céu.
52 Então, eles, adorando-o,
voltaram para Jerusalém, tomados de grande júbilo;
53 e estavam sempre no templo, louvando a Deus.
Oração do dia (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 125)
Concede, nós te rogamos, Deus Onipotente, que, assim como cremos
que teu Unigênito Filho, nosso Senhor Jesus Cristo subiu aos céus,
também lá subamos em coração e pensamento
e habitemos sempre com aquele que vive e reina contigo e com o Espírito Santo,
um só Deus, agora e sempre. Amém.
Benção (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 106):
Cristo, nosso Rei, vos faça fiéis e fortes para o cumprimento a sua vontade,
a fim de que possais reinar com Ele em glória;
e a Bênção de Deus Onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo,
seja convosco, e convosco habite eternamente.
Amém.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grandes Líderes para uma Grande Missão
Grandes Líderes para uma Grande MissãoGrandes Líderes para uma Grande Missão
Grandes Líderes para uma Grande Missão
IBMemorialJC
 
Invista em seu Relacionamento com a sua Igreja Local
Invista em seu Relacionamento com a sua Igreja LocalInvista em seu Relacionamento com a sua Igreja Local
Invista em seu Relacionamento com a sua Igreja Local
IBMemorialJC
 

Mais procurados (20)

Estamos Dispotos
Estamos DispotosEstamos Dispotos
Estamos Dispotos
 
CéU
CéUCéU
CéU
 
Liturgia das Palmas: Domingo de Ramos - Ano A
Liturgia das Palmas: Domingo de Ramos - Ano ALiturgia das Palmas: Domingo de Ramos - Ano A
Liturgia das Palmas: Domingo de Ramos - Ano A
 
22 exodo 33
22 exodo 3322 exodo 33
22 exodo 33
 
Credo niceno
Credo nicenoCredo niceno
Credo niceno
 
002.café em graça.20.01.2014.
002.café em graça.20.01.2014.002.café em graça.20.01.2014.
002.café em graça.20.01.2014.
 
Grandes Líderes para uma Grande Missão
Grandes Líderes para uma Grande MissãoGrandes Líderes para uma Grande Missão
Grandes Líderes para uma Grande Missão
 
Descanse nas Palavras de Rendição
Descanse nas Palavras de RendiçãoDescanse nas Palavras de Rendição
Descanse nas Palavras de Rendição
 
O CREDO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS 2017 - "O CREMOS" das AD's no Brasil
O CREDO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS 2017 - "O CREMOS" das AD's no BrasilO CREDO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS 2017 - "O CREMOS" das AD's no Brasil
O CREDO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS 2017 - "O CREMOS" das AD's no Brasil
 
O oficio real de jesus cristo
O oficio real de jesus cristoO oficio real de jesus cristo
O oficio real de jesus cristo
 
Apocalipse
Apocalipse Apocalipse
Apocalipse
 
Hostes Celestiais, a Criação dos Exércitos do Senhor.
Hostes Celestiais, a Criação dos Exércitos do Senhor.Hostes Celestiais, a Criação dos Exércitos do Senhor.
Hostes Celestiais, a Criação dos Exércitos do Senhor.
 
Você Não Está Só
Você Não Está SóVocê Não Está Só
Você Não Está Só
 
Invista em seu Relacionamento com a sua Igreja Local
Invista em seu Relacionamento com a sua Igreja LocalInvista em seu Relacionamento com a sua Igreja Local
Invista em seu Relacionamento com a sua Igreja Local
 
Mudança radical
Mudança radicalMudança radical
Mudança radical
 
Gratidão
GratidãoGratidão
Gratidão
 
Entenda as Palavras de Adoção
Entenda as Palavras de AdoçãoEntenda as Palavras de Adoção
Entenda as Palavras de Adoção
 
Quando me anulo... Cristo resplandece
Quando me anulo... Cristo resplandeceQuando me anulo... Cristo resplandece
Quando me anulo... Cristo resplandece
 
Uma Vida mais Próxima de Deus
Uma Vida mais Próxima de DeusUma Vida mais Próxima de Deus
Uma Vida mais Próxima de Deus
 
O Poder que Transforma
O Poder que TransformaO Poder que Transforma
O Poder que Transforma
 

Destaque

Requerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilhe
Requerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilheRequerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilhe
Requerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilhe
O Engenho No Papel
 
Sem título 1566
Sem título 1566Sem título 1566
Sem título 1566
Luisitauna
 
Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)
Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)
Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)
José Matias Alves
 
Certificado_1972537218 PLD ABR2016
Certificado_1972537218 PLD ABR2016Certificado_1972537218 PLD ABR2016
Certificado_1972537218 PLD ABR2016
Jerry Tabacnik
 
JeffersonRubboCVJR (1) (1)
JeffersonRubboCVJR (1) (1)JeffersonRubboCVJR (1) (1)
JeffersonRubboCVJR (1) (1)
Jefferson Rubbo
 
Taller n°4 web 2.0
Taller n°4 web 2.0Taller n°4 web 2.0
Taller n°4 web 2.0
Dayannath
 

Destaque (20)

Comentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Comentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano CComentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Comentário: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
 
2569 08 entrega minuta publico
2569 08 entrega minuta publico2569 08 entrega minuta publico
2569 08 entrega minuta publico
 
Requerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilhe
Requerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilheRequerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilhe
Requerimento da cdu sobre rua s.martinho em argoncilhe
 
Cédula de Inscripción MASS_Virtual
Cédula de Inscripción MASS_VirtualCédula de Inscripción MASS_Virtual
Cédula de Inscripción MASS_Virtual
 
Sem título 1566
Sem título 1566Sem título 1566
Sem título 1566
 
Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)
Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)
Ser aluno da maior... carta de princípios com ucp (1)
 
Big bang
Big bangBig bang
Big bang
 
Guia 5
Guia 5Guia 5
Guia 5
 
Certificado_1972537218 PLD ABR2016
Certificado_1972537218 PLD ABR2016Certificado_1972537218 PLD ABR2016
Certificado_1972537218 PLD ABR2016
 
Folder projeto mcmv
Folder projeto mcmvFolder projeto mcmv
Folder projeto mcmv
 
Efeitoamassadinho
EfeitoamassadinhoEfeitoamassadinho
Efeitoamassadinho
 
JeffersonRubboCVJR (1) (1)
JeffersonRubboCVJR (1) (1)JeffersonRubboCVJR (1) (1)
JeffersonRubboCVJR (1) (1)
 
Fact Sheet 2015
Fact Sheet 2015Fact Sheet 2015
Fact Sheet 2015
 
Revisão para o 7º ano ciencias
Revisão para o 7º ano cienciasRevisão para o 7º ano ciencias
Revisão para o 7º ano ciencias
 
Louvores ao Deus altíssimo
Louvores ao Deus altíssimoLouvores ao Deus altíssimo
Louvores ao Deus altíssimo
 
Campinafm
CampinafmCampinafm
Campinafm
 
Taller n°4 web 2.0
Taller n°4 web 2.0Taller n°4 web 2.0
Taller n°4 web 2.0
 
Ensino religioso1
Ensino religioso1Ensino religioso1
Ensino religioso1
 
Csociodiversidade da nação brasileira
Csociodiversidade da nação brasileiraCsociodiversidade da nação brasileira
Csociodiversidade da nação brasileira
 
FPB Nota Oficial 042/2012
FPB Nota Oficial 042/2012FPB Nota Oficial 042/2012
FPB Nota Oficial 042/2012
 

Semelhante a Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C

Missa 16.05.10 - A Missão
Missa 16.05.10 - A MissãoMissa 16.05.10 - A Missão
Missa 16.05.10 - A Missão
guestd50da80
 
Apresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresmaApresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresma
lnrdrigueira
 
Vigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada ConceiçãoVigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada Conceição
JMVSobreiro
 

Semelhante a Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C (20)

3124838.ppt
3124838.ppt3124838.ppt
3124838.ppt
 
Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_resumo_432013
Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_resumo_432013Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_resumo_432013
Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_resumo_432013
 
Missa 16.05.10 - A Missão
Missa 16.05.10 - A MissãoMissa 16.05.10 - A Missão
Missa 16.05.10 - A Missão
 
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textosJesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
 
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano CLeituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
Leituras: 3° Domingo da Páscoa - Ano C
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Liturgia 6 de julho de 2014
Liturgia 6 de julho de 2014Liturgia 6 de julho de 2014
Liturgia 6 de julho de 2014
 
Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01
 
Missa perseverança 2012
Missa perseverança 2012  Missa perseverança 2012
Missa perseverança 2012
 
Celebrando a Apresentação do Senhor no Templo
Celebrando a Apresentação do Senhor no TemploCelebrando a Apresentação do Senhor no Templo
Celebrando a Apresentação do Senhor no Templo
 
Natal dia 24 noite - Ano A
Natal dia 24 noite - Ano ANatal dia 24 noite - Ano A
Natal dia 24 noite - Ano A
 
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e CLeituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
 
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 2° Domingo do Tempo Comum - Ano A
 
Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_Lição_original com textos_332013
Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_Lição_original com textos_332013Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_Lição_original com textos_332013
Testemunho e serviço: o fruto do reavivamento_Lição_original com textos_332013
 
Apresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresmaApresentação de slides para missa da quaresma
Apresentação de slides para missa da quaresma
 
Vigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada ConceiçãoVigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada Conceição
 
Leituras: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Leituras: 2° Domingo da Quaresma - Ano ALeituras: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Leituras: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
 
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano BLeituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
 
Good Jesus Portuguese Mass
Good Jesus Portuguese MassGood Jesus Portuguese Mass
Good Jesus Portuguese Mass
 

Último (7)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 

Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C

  • 1. A HISTÓRIA DE JESUS CONTINUA NA COMUNIDADE LECIONÁRIO DOMINICAL – ANO C– DOMINGO DA ASCENSÃO DO SENHOR – TEXTOS BÍBLICOS: BÍBLIA J. F. DE ALMEIDA REVISTA E ATUALIZADA cf. LECIONÁRIO em: CCT - Consultation on Common Texts, (www.commontexts.org/Default.html) - DESENHO: www.servicioskoinonia.org/cerezo/ 1ª Leitura: A comunidade cristã: sacramento das palavras e ações de Jesus “9 ... Foi Jesus elevado às alturas, à vista deles... Leitura do Livro dos Atos dos Apóstolos (At 1,1-11) 1 Escrevi o primeiro livro, ó Teófilo, relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar 2 até ao dia em que, depois de haver dado mandamentos por intermédio do Espírito Santo aos apóstolos que escolhera, foi elevado às alturas. 3 A estes também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas provas incontestáveis, aparecendo-lhes durante quarenta dias e falando das coisas concernentes ao reino de Deus. 4 E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes. 5 Porque João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias. 6 Então, os que estavam reunidos lhe perguntaram: Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel? 7 Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade; 8 mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. 9 Ditas estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. 10 E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles 11 e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir. Salmo responsorial: Salmo 47,1-2,5-6,7-8 (R./5) R 5 Subiu Deus por entre aclamações, o SENHOR, ao som de trombeta. 1 Batei palmas, todos os povos; celebrai a Deus com vozes de júbilo. 2 pois o SENHOR Altíssimo é tremendo, é o grande rei de toda a terra. [...] R 5 Subiu Deus por entre aclamações, o SENHOR, ao som de trombeta. 6 Salmodiai a Deus, cantai louvores; salmodiai ao nosso Rei, cantai louvores. R 7 Deus é o Rei de toda a terra; salmodiai com harmonioso cântico. 8 Deus reina sobre as nações; Deus se assenta no seu santo trono. R 2ª Leitura: A glória de Deus é a comunidade cristã “20 ... Fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais” Leitura da Carta de Paulo aos Efésios (Ef 1,17-23) [Irmãos: Que,] 17 ...O Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele, 18 iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos 19 e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; 20 o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais, 21 acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir, não só no presente século, mas também no vindouro. 22 E pôs todas as coisas debaixo dos pés, e para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, 23 a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas. Aclamação ao Evangelho (Mt 28,19a.20b) “19a Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, ... 20b ...E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” Evangelho: A história de Jesus continua na práxis da comunidade “51 ... Enquanto os abençoava, ia-se retirando deles, sendo elevado para o céu” O Santo Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo conforme Lucas (Lc 24,46-53) [Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:] 46 ... Assim está escrito que o Cristo havia de padecer e ressuscitar dentre os mortos no terceiro dia 47 e que em seu nome se pregasse arrependimento para remissão de pecados a todas as nações, começando de Jerusalém. 48 Vós sois testemunhas destas coisas. 49 Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder. 50 Então, os levou para Betânia e, erguendo as mãos, os abençoou. 51 Aconteceu que, enquanto os abençoava, ia-se retirando deles, sendo elevado para o céu. 52 Então, eles, adorando-o, voltaram para Jerusalém, tomados de grande júbilo; 53 e estavam sempre no templo, louvando a Deus. Oração do dia (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 125) Concede, nós te rogamos, Deus Onipotente, que, assim como cremos que teu Unigênito Filho, nosso Senhor Jesus Cristo subiu aos céus, também lá subamos em coração e pensamento e habitemos sempre com aquele que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém. Benção (Livro de Oração Comum – LOC, pg. 106): Cristo, nosso Rei, vos faça fiéis e fortes para o cumprimento a sua vontade, a fim de que possais reinar com Ele em glória; e a Bênção de Deus Onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo, seja convosco, e convosco habite eternamente. Amém.