O 18 de Brumário de Louis Bonaparte
Karl Marx
Dezembro de 1851 a Março de 1852

Fonte: The Marxists Internet Archive



Ca...
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
18 BRUMÁRIO - MARX
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

18 BRUMÁRIO - MARX

1.114 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

18 BRUMÁRIO - MARX

  1. 1. O 18 de Brumário de Louis Bonaparte Karl Marx Dezembro de 1851 a Março de 1852 Fonte: The Marxists Internet Archive Capítulo I Hegel observa em uma de suas obras que todos os fatos e personagens de grande importância na história do mundo ocorrem, por assim dizer, duas vezes. E esqueceu-se de acrescentar: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa. Caussidière por Danton, Luís Blanc por Robespierre, a Montanha de 1845-1851 pela Montanha de 1793-1795, o sobrinho pelo tio. E a mesma caricatura ocorre nas circunstâncias que acompanham a segunda edição do Dezoito Brumário! Os homens fazem a sua própria história, mas não a fazem segundo a sua livre vontade; não a fazem sob circunstâncias de sua escolha e sim sob aquelas com que se defrontam diretamente, legadas e transmitidas pelo passado. A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos. E justamente quando parecem empenhados em revolucionar-se a si e às coisas, em

×