USOS DA TERRANA DISTRIBUIÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICONA DISTRIBUIÇÃO NO ESPAÇO TEMPORALDE VEZ EM QUANDO CHOVE MAIS IRREGULAR A...
Plantasflorammuitotempoantesdachuva
A POPULAÇÃO NATIVA TAMBÉMTupinambás
O MAU USO VEIO COM> O DESMATAMENTO> A CASA GRANDE= o latifúndio> OS CURRAIS> AS QUEIMADAS
Porem, esta periodicidade pode ter sofrido mudan-ças graves, em direção de estiagens maiores e emperíodos mais curtos de c...
Qual a resposta certa para organizar nossa vidae nosso sistema produtivo usando a terra?
Municípios da regiãoCritérios:1. precipitação pluviométrica média anual superior a800 milímetros e inferior a 1.600 milime...
DESCOBRIR ALGUNS CONCEITOS BÁSICOSNão se confiar exclusivamente no cultivo de plantas anuais:precisa dar prioridade à cria...
>>>plantas com raízes profundas como o feijão de corda conseguemexplorar camadas profundas, a vários metros, na procura de...
CONDIÇÕES PARA TER SUCESSO
ACESSO À TERRA> Para garantir a sustentabilidade ambiental e econômica dodesenvolvimento, precisa realizar em primeira mão...
Acesso à ÁguaA água de chuva que cai todos os anos, representa uma fonte inesgotável; valerecordar que caem, em média, 120...
> A água na dimensão familiar> A água na dimensão da comunidade> A Água na dimensão da produção agro-pecuária,> Água de em...
ÁguaUnião
PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃOA cadeira não está nas nuvens. Está firmemente apoiada no chão. Existe propriedade, onde só cabe u...
EDUCAÇÃOIntervenção no campo educacional com o objetivo de democratizar aeducação e torná-la contextualizada, garantindo a...
JUVENTUDE:O/a jovem do meio rural é o agente fundamental no processo de reversão da atualsituação.A juventude precisa enco...
GÊNEROO desenvolvimento humano sustentável está intimamente condicionado à inclusãosocial das classes historicamente margi...
CONTROLE SOCIALPara que as políticas públicas funcionem de forma decente e eficiente, é preciso o amparoinstitucional adeq...
José Carlos de MirandaJOSECARLOS@RURALTINS.TO.GOV.BR
Usos da terra
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Usos da terra

179 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Usos da terra

  1. 1. USOS DA TERRANA DISTRIBUIÇÃO NO ESPAÇO GEOGRÁFICONA DISTRIBUIÇÃO NO ESPAÇO TEMPORALDE VEZ EM QUANDO CHOVE MAIS IRREGULAR AINDA(chamam de seca)
  2. 2. Plantasflorammuitotempoantesdachuva
  3. 3. A POPULAÇÃO NATIVA TAMBÉMTupinambás
  4. 4. O MAU USO VEIO COM> O DESMATAMENTO> A CASA GRANDE= o latifúndio> OS CURRAIS> AS QUEIMADAS
  5. 5. Porem, esta periodicidade pode ter sofrido mudan-ças graves, em direção de estiagens maiores e emperíodos mais curtos de chuva, devido àsmudanças climáticas, desencadeadas pela açãohumana. Diversos registros “mostram que oséculo XX foi o mais quente dos últimos mil anos”,e “os anos 90 foi a década mais quente do milêniono mundo todo, inclusive no Brasil”.O fator do aquecimento do planeta Terra podetrazer ainda mudanças drásticas no quadro atual,quanto a intensidades de irregularidadesclimáticas, também para o Cerrado.
  6. 6. Qual a resposta certa para organizar nossa vidae nosso sistema produtivo usando a terra?
  7. 7. Municípios da regiãoCritérios:1. precipitação pluviométrica média anual superior a800 milímetros e inferior a 1.600 milimetros;2. Índice de acidez calculado pelo balançohídrico que relaciona; as precipitações e aevapotranspiração potencial, no período entreverões e invernos; e3. risco de seca maior que 60%, tomando-se porbase o período anterior.
  8. 8. DESCOBRIR ALGUNS CONCEITOS BÁSICOSNão se confiar exclusivamente no cultivo de plantas anuais:precisa dar prioridade à criação de animais, à culturas perenes,ao aproveitamento de plantas nativas e do seu beneficiamentoem nível local e regional.>>>Escolher animais que necessitam de pouca água ou até areaproveitam como no caso da cabra que possui a capacidade de extrair de suasfezes quase toda água, reintegrando-a de novo no seu metabolismo, algo que obovino não consegue.>>>Plantas adaptadas ao Cerrado (errado seria falar em plantas“resistentes à seca”) conseguem sobreviver a um estresse hídricomaior, causado por um período de estiagem. Além disso, possuem um“software” que controla o crescimento, momento de floração, frutificaçãoextremamente flexível. Comparando duas plantas, uma de milho, outra de sorgoexpostas à mesma irregularidade da chuva, percebe-se que o sorgo interrompeseu “programa”, insere um mecanismo de economia máxima de água, e sócontinua com o próximo item do seu programa quando novamente chover,produzindo cachos fartos. Ao contrário do milho que tenta continuar seuprograma, resultando numa planta deformada, baixa e de espiga vazia.
  9. 9. >>>plantas com raízes profundas como o feijão de corda conseguemexplorar camadas profundas, a vários metros, na procura de nutrientes eespecialmente importante para o nosso clima de umidade aí ainda existente.>>>Mais apropriadas para o Cerrado são ainda plantas perenes ou semiperenes. A fase mais critica para a sobrevivência de uma planta é o períodologo depois do seu nascimento: precisa estabelecer seu sistema radicular, seucaule, suas folhas. Uma planta perene/semi-perene já possui tudo isto. Umpouco de chuva já é suficiente para re-ativar seu metabolismo, criar novas folhase proceder para uma nova floração e frutificação. O feijão Guandu serve comoum bom exemplo neste ponto.>>>O mesmo se aplica à plantas forrageiras: cultivar somente aquelasque possuem raízes profundas e que sejam perenes ou semi-perenes eque seu ciclo vegetativo e reprodutivo consiga lidar com asirregularidades climáticas. Ou até outras plantas que consigam dar umcontraponto ao regime de chuva: um bom exemplo é a exótica algarobeira quecoloca suas vagens riquíssimas à disposição do criatório exatamente nos mesesde maior escassez de alimento, nos meses de setembro, outubro e novembro,desde que seja adotado o manejo apropriado.
  10. 10. CONDIÇÕES PARA TER SUCESSO
  11. 11. ACESSO À TERRA> Para garantir a sustentabilidade ambiental e econômica dodesenvolvimento, precisa realizar em primeira mão o re-ordenamento agrária conforme à realidade edafo-climática.> Para proceder ao re-ordenamento será necessário aatualização do Zoneamento Agro-ecológico, com altodetalhamento, que indique a aptidão de cada espaço, emrelação à terra e ao clima e que respeite o bioma e a populaçãoque habita há séculos essa região.> Este Zoneamento precisa trazer propostas claras sobre otamanho da propriedade necessário, do uso da terra i.e.culturas, criações e, se for o caso, de uso coletivo, como fundosde pasto.> O Modulo Rural atual, precisa ser substituido pelos resultadosdo Zoneamento Agroecológico atualizado.
  12. 12. Acesso à ÁguaA água de chuva que cai todos os anos, representa uma fonte inesgotável; valerecordar que caem, em média, 1200 trilhões de metros cúbicos de água de chuva, eapenas 60 bilhões são aproveitados.A água subterrânea, que em algumas partes é abundante e de excelente qualidade eoutras mais escassa e salobra, é um recurso que não deve ser negligenciado. Estaágua pode ser preciosa para as diversas finalidades da família e suas atividades.Levantamento do recursos hídricos existente em cada município e depois de umplanejamento, a elaboração de um Plano Municipal de Abastecimento Hídrico - emtodos os municípios da região.
  13. 13. > A água na dimensão familiar> A água na dimensão da comunidade> A Água na dimensão da produção agro-pecuária,> Água de emergência para anos de seca.DIMENSÕES DA ÁGUA
  14. 14. ÁguaUnião
  15. 15. PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃOA cadeira não está nas nuvens. Está firmemente apoiada no chão. Existe propriedade, onde só cabe uma perna,ou nem uma inteira. Precisa ter o tamanho certo conforme a condição climática do lugar.A 1ª pernaA segurança economica que garante a vida se consegue atraves do criatório de animais apropriados ao nossoclima, como as abelhas, as cabras, as ovelhas e em algumas localidades gado bovino de dupla finalidade.2ª pernaSoberania alimentar da família através do cultivo de uma roça, de tamanho limitada e bem cuidada com autilização de todas as tecnologias e especies de plantas apropriadas à região3ª pernaO cultivo de especies permanentes garante uma renda familiar bastante segura na região de chuva irregular;como por exemplo as fruteiras, além de enriquecer a alimentação da família. Pode ser tambem outros tipos deculturas permanentes.4ª pernaUma roça comercial de plantas anuais, mais adaptadas ao clima que sofrem uma certa influência de chuvasirregulares, mas em anos de chuva menos irregulares garantem uma renda extra.O AssentoÁgua para a família beber, água também limpa para os animais, água para uso doméstico, água para umapequena horta: cisterna no pé da casa, água de poço para os animais e para os afazeres da casa, para a horta,ou um barreiro profundo para a horta.O encostoA força da união com outros criadores e lavradores, lutar juntos com o STR, Associação, Cooperativa....
  16. 16. EDUCAÇÃOIntervenção no campo educacional com o objetivo de democratizar aeducação e torná-la contextualizada, garantindo assim o acesso equalidade do ensinoEssa intervenção é necessária desde a educação popular até a educaçãoformal.
  17. 17. JUVENTUDE:O/a jovem do meio rural é o agente fundamental no processo de reversão da atualsituação.A juventude precisa encontrar na sua terra natal um lugar bom e próspero, onde possadesenvolver suas capacidades.As políticas públicas para a juventude precisam ter um “rosto jovem” e não devem seesgotar em medidas econômicas, mas incluir cultura, educação, lazer eaprimoramento da qualidade de vida.
  18. 18. GÊNEROO desenvolvimento humano sustentável está intimamente condicionado à inclusãosocial das classes historicamente marginalizadas, as quais devem assumir um novopapel frente aos desafios postos pela realidade.As relações de gênero exigem ser amplamente debatidas e desmistificadas.
  19. 19. CONTROLE SOCIALPara que as políticas públicas funcionem de forma decente e eficiente, é preciso o amparoinstitucional adequado e à altura dos desafios de uma região que apresenta demandassociais, econômicas, culturais e ambientais históricas.As estruturas de governo, nas três esferas de poder, devem atuar de formaharmônica e articulada em torno de programas que envolvam a sociedade em todasas fases da implantação de suas políticas.Reestruturação das instituições federais existentes, de modo a adequá-las para aexecução das políticas de forma integrada e articulada com os estados, com diretrizes,estratégias e metas bem definidas e revisões programadas, visando atender a umplanejamento com horizontes de curto, médio e longo prazos; o fortalecimento institucionaldos espaços de participação popular em nível federal, estadual e local;
  20. 20. José Carlos de MirandaJOSECARLOS@RURALTINS.TO.GOV.BR

×