Catálogo da exposição
De 11 a 18 de fevereiro, o TeatroMunicipal sediou a Semana de ArteModerna de 1922. Durante o eventoocorreu uma exposição m...
No primeiro dia (13/02/1922)foram apresentadas obrasde pintura e escultura; entreeles se destacam-se AnitaMalfatti, Di Cav...
No segundo dia (15/02/1922)foram apresentadas obras depoesia e literatura; entre eles sedestacam-se Oswald de Andrade,Mári...
BrasilO Zé Pereira chegou de caravelaE perguntou pro guarani de mata virgem-Sois cristão?-Não, Sou bravo, sou forte sou fi...
Minha terra tem palmaresOnde gorjeia o marOs passarinhos daquiNão cantam como os de láMinha terra tem mais rosasE quase qu...
No terceiro dia (17/02/1922)foram apresentadas obrasmusicais; entre eles destacam-seHeitor Villa-Lobos,Sousa Lima,Satie, e...
O Modernismo pregava a rupturade todo e qualquer valor artísticoque existira até o momento,propondo uma abordagemtotalment...
Os artistas brasileiros buscavamuma identidade própria e aliberdade de expressão;com estes propósito,experimentavam difere...
Monteiro Lobato, crítico de artes de O Estado de SãoPaulo, escreve um artigo feroz intitulado Paranoia oumistificação, no ...
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Apresentação oficial
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação oficial

1.361 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.361
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação oficial

  1. 1. Catálogo da exposição
  2. 2. De 11 a 18 de fevereiro, o TeatroMunicipal sediou a Semana de ArteModerna de 1922. Durante o eventoocorreu uma exposição modernistanas noites dos dias 13,15 e 17, comapresentações de música, poesia epalestras sobre a modernidade nopaís.
  3. 3. No primeiro dia (13/02/1922)foram apresentadas obrasde pintura e escultura; entreeles se destacam-se AnitaMalfatti, Di Cavalcanti, VictorBrecharet entre outros.
  4. 4. No segundo dia (15/02/1922)foram apresentadas obras depoesia e literatura; entre eles sedestacam-se Oswald de Andrade,Mário de Andrade, Menotti DelPicchia, entre outros
  5. 5. BrasilO Zé Pereira chegou de caravelaE perguntou pro guarani de mata virgem-Sois cristão?-Não, Sou bravo, sou forte sou filho da morteTetetê tetê Quizá Quizá Quecê!Lá de longe a onça resmungava Uu! Ua! uu!O negro zonzo saído da fornalhaTomou a palavra e respondeu-Sim pela graça de DeusCanhem Babá Canhem Babá Cum Cum!E fizeram o carnaval Oswald de Andrade
  6. 6. Minha terra tem palmaresOnde gorjeia o marOs passarinhos daquiNão cantam como os de láMinha terra tem mais rosasE quase que mais amoresMinha terra tem mais ouroMinha terra tem mais terraOuro terra amor e rosasEu quero tudo de láNão permita Deus que eu morraSem que volte para láNão permita Deus que eu morraSem que volte pra São PauloSem que veja a Rua 15E o progresso de São Paulo Oswald de Andrade
  7. 7. No terceiro dia (17/02/1922)foram apresentadas obrasmusicais; entre eles destacam-seHeitor Villa-Lobos,Sousa Lima,Satie, entre outros
  8. 8. O Modernismo pregava a rupturade todo e qualquer valor artísticoque existira até o momento,propondo uma abordagemtotalmente nova à pintura, àliteratura, à poesia e aos outrostipos de arte.
  9. 9. Os artistas brasileiros buscavamuma identidade própria e aliberdade de expressão;com estes propósito,experimentavam diferentescaminhos sem definir nenhumpadrão.
  10. 10. Monteiro Lobato, crítico de artes de O Estado de SãoPaulo, escreve um artigo feroz intitulado Paranoia oumistificação, no qual acusa Anita Malfatti e toda a Artemoderna:Há duas espécies de artistas. Uma composta dos que vêmnormalmente as coisas(..) A outra espécie é formada pelosque vêm anormalmente a natureza e interpretam-na à luzde teorias efêmeras, sob a sugestão estrábica de escolasrebeldes, surgidas cá e lá como furúnculos da culturaexcessiva. (...) Embora eles se deem como novos,precursores de uma arte a vir, nada é mais velho do que aarte anormal ou teratológica: nasceu com a paranoia ecom a mistificação.(...) Essas considerações sãoprovocadas pela exposição da senhora. Malfatti onde senotam acentuadíssimas tendências para uma atitudeestética forçada no sentido das extravagâncias de Picassoe companhia.

×