03dejulho oexpresso

1.132 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

03dejulho oexpresso

  1. 1. O EXPRESSO oexpresso@gmail.com expresso@comnet.com.br www.slideshare.net/jornaloexpresso SÁBADO, 0 3 DE JULHO DE 2010 • ANO 14 • Nº 676 • 1 ,50 R$ Jornal O Expresso Pe. José Jungblut fala com Jubileu de ouro de Lasier Martins Ordenação Presbiteral - ÚLTIMA INAUGURA HOJE foto: Marcos Gruhn Av. General Osório,1230 - PÁG. 05
  2. 2. 2 O EXPRESSO SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 Eduardo Tevah realizou palestra em Cruz Alta OPINIÃO A Associação Comercial Profº Claudino Albertoni e Industrial (ACI) de Cruz Alta realizou na UM PIONEIRO EM FESTA noite de quinta-feira (1 de julho) um grande A comunidade de Cruz Alta assimilou, consciente ou inconscientemente, como a cidade do Divino Espírito Santo. Mais tarde incorporou também a cidade de evento: Eduardo Tevah Nossa Senhora de Fátima, a cidade do Monumento de Fáti- com a palestra “O Ven- ma. Um espírito religioso se espalhou pelas gerações. dedor Diamante”. O Na década de 60 do século XX, o Papa João XXIII abriu evento aconteceu às 20 uma janela, como diziam, para entrar um pouco de luz e ar horas e 30 minutos no numa nova Igreja que surgia com o Concílio Vaticano II. Os Clube Internacional, jovens presbíteros, reunidos em Ijuí, logo se acercaram da com um público de janela na tentativa de fazer uma leitura do mundo que se via pela janela. Perceberam que a poeira acumulada sobre os mó- cerca de 600 pessoas, veis precisava de uma varredura geral, uma arrumação e uma entre elas estudantes, ventilação capaz de refrescar o ambiente. Quem liderou esse empresários, autorida- grupo foi o conhecido padre José Jungblut, hoje pároco da des municipais, fun- paróquia Imaculada Conceição. Liderou também a constru- cionários de empresas, a forma que abordou o para a mudança em bus- Ao final como já era ção de uma pastoral engajada que, junto com os demais pres- entre outros. tema, usando não ape- ca de melhorias, revelou esperado Eduardo Tevah bíteros daquela geração, desejavam uma Igreja Ecumênica, Eduardo Tevah en- nas a motivação, mas também a chave do su- foi aplaudido de pé, por uma Igreja de Comunhão e Participação, uma Igreja pluralis- mostrando caminhos cesso: a ATITUDE. todos os presentes. ta, uma Igreja Peregrina. cantou o público com Nessa mesma época surgia um forte movimento, envol- vendo pessoas da comunidade, autoridades civis, militares CLASSIFICADOS e religiosas que se reuniram para concretizar a proposta de criação de uma diocese nesta região. Vende-se As autoridades consideraram de importância relevante a criação de uma Diocese, tomando todo o cuidado de fazer • frigobar em ótimas condições e uma serra cir- uma proposta que contemplasse a melhor alternativa e esti- cular toda de ferro. Fone: 3322-1407 (Wilson) vesse dentro das normas eclesiásticas. • Uma pick-up Montano, ano 2004. Tratar: Pe. José Jungblut intermediava junto ao Bispo de Santa 9964.5156(Evandro) Maria de cujo território seria desvinculado o território de uma nova diocese. Liderava com muita competência os contatos • Um balcão de caixa ártico. Uma máquina de necessários junto às autoridades eclesiais da época. Orientava café expresso, pequena, Eletrolux, com aque- com muita segurança sobre os passos que deveriam ser dados cedor de leite. Fone: 3303-4782 (Francisco) para que o projeto avançasse. Foi assim que esse grupo de presbíteros conseguiu seu • Um gol 1.6, ano 2000. Tratar: 8419.2607 / grande objetivo: a criação da Diocese que o Vaticano esco- 8428.3834 (Elenir) lheu e determinou através de Bula Papal a sede em Cruz Alta, • Fogão a lenha, em bom estado. Fone: 3322- elevando a igreja do Divino Espírito Santo a Catedral. Sem 6422 (Cleci) dúvida, a Igreja Católica, Diocese de Cruz Alta, deve muito ao pioneirismo do José Jungblut. O Pe. José Jungblut celebra seu Jubileu de Ouro de vida Ligue: 3303-5995 presbiteral, neste dia 4 de julho. Lembro de ter lido um ques- tionário que foi apresentado ao jovem seminarista José antes de definir a data de sua ordenação sacerdotal. Suas respostas Cartório de Registro Civil às autoridades da época da Diocese de Santa Maria, podem ser resumidas em fidelidade à Igreja, disposição e dedicação ÓBITOS incondicional ao serviço inerente à missão, seguimento, aci- ma de qualquer coisa, a Jesus Cristo, caminho, verdade e vida Nome Data Idade e, nesse espelho, ler o mundo assimilando suas mudanças. 69 Estudioso e profundo conhecedor da doutrina social da JULIO CEZAR RIBEIRO BISSO 26/06/10 Igreja, foi muito contestado. Mas manteve sempre a coerência JOSÉ ANTONIO MELO 26/06/10 42 em suas convicções sobre os assuntos envolvendo a vida social PERSIVAL BORGES 27/06/10 54 e política da comunidade e a própria orientação da Igreja à qual NELCY TEREZINHA SILVEIRA OLIVEIRA 27/06/10 54 presta serviço com espírito dedicado e consagração de vida. A presença do Presbítero José Jungblut na comunidade SÉLIO GEMELLI 28/06/10 56 cruz-altense é incontestável. Embora seja da Igreja Católica é EDEGAR ROBERTO SOARES BARBOSA 27/06/10 37 de reconhecida influência no universo religioso não só desta SUELI FERREIRA DOS SANTOS 28/06/10 79 cidade, mas de toda a região de abrangência da Diocese. 28/06/10 81 A história de sua participação nesta comunidade certamente ZILDA NOEMI DA CRUZ NAZARIO será relembrada com emoção e gratidão a Deus que lhe deu a JURANDA JORGINA ASSUNÇÃO 29/06/10 54 graça de superar todas as dificuldades, desafios imensos pes- PEDRO JAIR MONTEIRO 18/06/10 44 soais e sociais e chegar nesta festa jubilar, podendo elevar ESTEVÃO MOREIRA 29/06/10 87 suas mãos ao céu e dizer com humildade que lhe é caracterís- 68 tica: Obrigado, Pai. ANTONIO MELLO 29/06/10 A Igreja Católica, participando dessa homenagem, JUREMA DE JESUS RODRIGUES DE MATOS 30/06/10 74 reunindo o clero nas celebrações, faz também um gesto de LEO MATIAS RODRIGUES 30/06/10 56 gratidão à pessoa do José Jungblut que por cinquenta anos ELOA DOS SANTOS MARCELINO 30/06/10 60 dedicou-se incondicionalmente a ela. Parabéns, Pe. José Jungblut. IVAN CARLOS SCHÜSSLER 01/07/10 49 01/07/10 64 O EXPRESSO Vinculado a: OSMAR LIMBERGER Responsável Técnico: Dr. Assis Brasil Soares Filho MARIO CUSTÓDIO DE OLIVEIRA 02/07/10 81 Registro Profissional: nº 0064/99 VICENTINA MOREIRA LEAL 02/07/10 94 ABS PUBLICIDADE E REPRESENTAÇÕES LTDA Editora Chefe: CNPJ: 92.930.171/0001-38 Os artigos assinados são Sônia Gai de inteira responsabilida- EUGEN ERICH EDGAR KOLBE 02/07/10 80 Administração, Assinaturas, Publicidade e Redação: Circulação: de de seus autores, não Rua João Manoel, 810 - CEP 98005-170 - Centro - Cruz Alta-RS representando necessa- LUIZ VIVALDINO DOS SANTOS 02/07/10 58 E-mails: oexpresso@gmail.com / expresso@comnet.com.br Todos os sábados riamente a opinião deste Impressão: ( (55) 3303-5995 Cia de Arte - Ijuí jornal. Cruz Alta, 02 de julho de 2010.
  3. 3. SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 O EXPRESSO 3 Hospital Nossa Senhora de Fátima tem proposta de arremate Para os que não estiveram O pagamento da presentes na assembleia, compra do prédio se ho- os mesmos deverão assi- mologando, será quinhen- nar declarações concor- tos mil reais de entrada e dando ou discordando mais 12 parcelas mensais. da proposta no prazo de Estes valores serão exclu- 15 dias a partir da data sivamente para pagamen- da assembleia. Após este to de ações trabalhistas e prazo o SINDIESCA atra- no prazo de 24 a 30 me- vés de seu procurador, vai ses os ex-funcionários informar o juiz do traba- vão receber parte de seus lho com petição e demais haveres, ou seja, o valor documentos e então o juiz arrecadado com venda do tomará a decisão homolo- prédio será partilhado en- gando ou não a compra”, tre todos os funcionários. N o dia 15 de junho, dente do Sindicato, Eva diz a Presidente. Cooperativa de crédito um grupo de in- Rosalina Vieira, que nos para os trabalhadores da vestidores de Passo Fundo falou: “Os ex-funcionários saúde apresentou a proposta de que possuem ações indi- A Direção do SIN- lance para arremate do Pré- viduais contra o Hospital DIESCA informa que dio onde funcionava o Hos- Sociedade Médica, foi re- através da FEESSERS (Fe- pital Nossa Senhora de Fá- alizada uma assembleia deração da Saúde), estará tima, de R$ 1.300.000,00. O na qual estes apreciaram implantando uma Sub- SINDIESCA fez reunião do a proposta de lance. Dos sede da Coopersaúde, em Sistema Processual e em presentes em torno de Cruz Alta. Esta Cooperati- nome próprio. 100 trabalhadores, hou- va irá beneficiar os sócios A reportagem este- ve 4 votos contrários e os do Sindiesca, com emprés- ve entrevistando a Presi- demais foram favoráveis. timos com juros inferior aos juros bancários. Segundo a Presiden- te, Eva, estão aguardan- do a aprovação do Banco Central, a resposta será no mês de agosto ou se- tembro deste ano. SIMPATIA Chico Xavier Sábado de manhã, en- cha meio copo com água e dentro dele coloque o número de grãos de arroz que deseja perder. Não coloque grão a mais do que deseja perder, pois os quilos perdidos não serão recuperados. À noi- te, beba a água deixando os grãos de arroz, completando com meio copo de água. No domingo pela manhã, em je- jum, beba água, deixando os grãos de arroz, completando novamente com meio copo de água. Na segunda-feira pela manhã, em jejum, beba a água juntamente com os grãos de arroz. OBS: Conser- ve o mesmo copo durante o processo e não faça regime, a simpatia é infalível. Publique na mesma semana. M.I.F.P
  4. 4. O EXPRESSO 4 Gen te em SÁBADO, SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 03 de JULHO de 2010 D est aque Ainda repercute o sucesso do Jantar festivo realizado pela OAB em comemora- ção aos 78 anos da Seccional de Cruz Alta e da inauguração da Nova Sede.
  5. 5. SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 O EXPRESSO 5 Pe. José Jungblut - Jubileu de ouro de Ordenação Presbiteral foto: Marcos Gruhn N este domingo, 04 de julho, a comunidade da Paró- quia Nossa Senhora Imaculada Conceição de Cruz Alta, celebra os 50 anos de vida presbiteral de José Jung- blut, nascido em Monte Alverne, no município de Santa Cruz do Sul, no longínquo ano de 1934. Celebração de 50 anos de uma vida consagrada a Deus a serviço dos irmãos, com uma página de inúmeras missões e responsabilidades assumidas na Igreja Diocesana e em Familiares do Pe. José comunidades de muitas paróquias. Nascido numa família de etnia alemã, sendo seus pais Emílio Leopoldo Jungblut e Joana Wagner, quinto filho entre onze, profundamente ligados à terra como agricul- os eminário tores, igualmente ligados à fé e ao cultivo da religião na Pe. José n Pais do Pad re no seus comunidade. M aria em Santa 25 anos de Jubileu Foi batizado na comunidade paroquial de Venâncio Aires, em Linha Arlindo, a 10 de maio de 1934 e crismado por Dom João Becker, um ano depois, na mesma comunidade. A primeira formação escolar do jubilando acontece, em Criciumal, no Grupo Escolar Rocha Pombo e na escola pa- roquial Três Mártires, de 1941 a 1946. Os estudos secundários aconteceram já no Seminário Menor São José, em Santa Maria, de 1947 a 1953. De 1954 a 1960, fez os cursos superiores de filosofia e teo- logia no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição, Padre José pilchado em Viamão, no contexto da preparação e convocação do Concílio Vaticano II. E no ano de 1963, já como presbítero e exercendo atividade pastoral, diplomou-se em Filosofia, Ciências e Letras, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, obtendo a licenciatura do Ministério de Educação e Cultura para lecionar filosofia, psicologia e sociologia. O jovem e inteligente teólogo, após completar um brilhan- te curso de teologia, veio a ordenar-se na catedral de Santa Pe. José e seu padrinho de Chimarreando Maria Nossa Senhora da Conceição, pelas mãos de Dom Vitor batismo Artur Geller Sartori, no dia 03 de julho de 1960, escolhendo na ocasião a Frase Paulina “Temos este tesouro em vasos de argila” (2Cor. de 25 4,7) na sua ordenação presbiteral, que o acompanha nestes 50 Missa Jubilar Padre José em visita aos familiares na Alemanha anos de ministério. da pelo anos co-celebra O rico ministério presbiteral do Pe. José foi exercido em Bispo Dom Ja có muitas frentes, funções e atividades no âmbito paroquial, diocesano e regional, como também na área da educação em escolas e em universidade. No âmbito paroquial, marcou presença desenvolvimen- to intenso trabalho na animação das comunidades nas se- guintes paróquias: Paróquia Santo Antônio, em Frederico Westphalen, de 17/01/1960 a 14/08/1961. Vigário Paroquial da Par. N. Sª. Dos Navegantes – So- bradinho, de 15/08/1961 a 31/01/1966. Pároco – Paróquia N. Sª. da Natividade/Ijuí e São José Pejuçara, de 1966 a 12/04/1972. Pároco na Paróquia São Pedro Apóstolo/Fortaleza dos Valos, de 12/03/1977 a 22/01/1982; de 01/02/1981 a 31/12/1981 e ainda de 21/12/1992 a 27/02/1999. Pároco na paróquia Nossa Senhora Imaculada Concei- ção, em Cruz Alta, a partir de 06/02/2000. No âmbito diocesano, teve significativa atuação, exercendo sempre gran- de liderança e qualificando a reflexão pastoral e o planejamento pastoral. Sempre irrequieto, rápido no pensamento e agudo na crítica, ajudou na or- ganização da ação pastoral diocesana e contribuiu sobremaneira no projeto de formação de agentes de pastoral. Integrou a equipe dos coordenadores diocesanos de pastoral, ajudando na reflexão e organização das agendas das assembleias do Regional, na avalia- ção da pastoral dos setores e movimentos eclesiais leigos, no encaminhamento de novenas e textos de estudo. E ao celebrar 50 anos de ministério, o Pe. José, com imenso JUBILO, reune familiares e amigos ‘para juntos bem mais forte poder cantar’, agradecer ao Senhor Deus e dar Gloria ao Senhor de quem vem a vida, o dom da fé e o seu ministério presbiteral. Vigário paroquial em Sobradinho, 1968 Paróquia Imaculada Conceição onde atua há de 11 anos
  6. 6. 6 O EXPRESSO SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 ANIVERSARIANTES DA SEMANA Exército apóia muni- cípios atingidos por Aviso sobre o CICA Dia 02 de Julho -1° Sgt Danilo Moro de Mello, 29° enchentes no Nordeste O Campo de Instrução de Cruz Alta é damente no interior do CICA poderão ser D GAC AP. propriedade pública da União sob a adminis- presas em flagrante delito por estarem prati- esde o dia 23 de Dia 02 de Julho - 3° Sgt Renato Rouzado, EASA. tração do Exército Brasileiro, tendo como cando crime militar por invasão de área sob junho, o 2º Ba- Dia 05 de Julho - Gen José Caixeta Ribeiro, CMT finalidade principal o adestramento de tro- administração militar, sem autorização, defi- talhão de Engenharia de da AD/3. pas militares. Existem áreas no interior do nido no Código Penal Militar. In verbis. Construção (2º BEC) e o 71º Dia 05 de Julho - St Zuardi Silva de Oliveira, Dele- CICA que contém engenhos falhados (gra- Art. 302. Penetrar quartel, estabelecimento mili- Batalhão de Infantaria Mo- gado do Serviço Militar de Cruz Alta. nadas que não explodiram) enterradas no tar ou em outro lugar sujeito à administração militar, torizado (71º BIMtz) encon- Dia 06 de Julho - Cap Diogenes Rodrigues da Silva, solo e que poderão explodir ao serem toca- por onde seja defeso ou não haja passagem regular, tram-se apoiando os Municí- EASA. das, causando sérios riscos às pessoas das ou iludindo a vigilância da sentinela ou de vigia: pios de União dos Palmares Dia 06 de Julho - 1° Sgt Gerson Luiz KRÜGER, proximidades. Algumas medidas de segu- Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e Santana do Mundaú, no BCAD/3. rança preventivas foram tomadas para evi- se o fato não constitui crime mais grave. Estado de Alagoas. Os re- Dia 08 de Julho - St Alberto Luiz Filter, 29° GAC AP. tar acidentes, como a demarcação das áreas, Assim, para esclarecer a comunidade dos conhecimentos técnicos e os patrulhamento e divulgação. riscos e da responsabilidade criminal, o Co- levantamentos topográficos Formatura da 3ª Turma de especializados, visando ao Dentro da área do CICA é expressamente mando da AD/3 emitiu esta nota informati- proibido a caça e a pesca, bem como a entra- va, com o intuito de orientar e alertar sobre Sargentos Técnicos Temporários restabelecimento do tráfego da de pessoas não autorizadas. a proibição do ingresso de pessoas estranhas No dia 24 de junho, na Escola de Educação Física do pelas rodovias federais, já Aquelas pessoas que circulam indevi- no Campo de Instrução de Cruz Alta. Exército, foi realizada a formatura de conclusão da 3ª foram iniciados e seguem Turma de Sargentos Técnicos Temporários, atletas de os trabalhos de remoção de alto rendimento. Esta Turma é composta por 47 milita- escombros e retirada de en- res e inclui as atletas que recentemente conquistaram tulhos das áreas afetadas. Já o Campeonato Mundial Militar de Voleibol Feminino à Aviação do Exército, em /2010. A solenidade foi presidida pelo Chefe do Depar- apoio às tropas do Comando tamento de Ensino e Cultura do Exército, General Rui, Militar do Nordeste, encon- e prestigiada pela presença do Presidente da Confede- tra-se operando com quatro ração Brasileira de Voleibol, Sr Ary Graça. aeronaves no Estado de Per- nambuco e três em Alagoas. Os helicópteros proporcio- nam maior mobilidade às tropas, permitindo o envio de alimentos, medicamentos e equipes médicas para as lo- calidades de difícil acesso. ESPAÇO JURÍDICO Relação homoafetiva pode ser equiparada à união estável da união estável, é necessária O magistrado enfati- tendo como objetivo funda- Registrou o relator que nheiro ou companheira ho- Dr. Marcos Adriano Vargas a diversidade de sexos. Ale- zou a consonância da de- mental construir uma socie- “o Sistema Geral de Previ- mossexual”. E concluiu: “de A 1ª Turma do TRF gou também ausência de pre- cisão com a interpretação dade justa, livre e solidária, dência do País editou a IN igual maneira, em respeito da 1ª Região man- visão legal e obediência ao jurisprudencial contemporâ- bem como promover o bem nº 25 - INSS, na qual são ao princípio da isonomia, teve inclusão do companhei- princípio da legalidade. nea a respeito da matéria, de de todos, sem preconceitos estabelecidos procedimen- devem-se aplicar aos servi- ro de um funcionário público Em seu voto, o Relator haver aplicação, na espécie, de origem, raça, sexo, cor, tos a serem adotados para dores públicos federais, por aposentado como beneficiá- Juiz Federal convocado An- de diversos preceitos consti- idade e quaisquer outras for- a concessão de benefícios analogia, as disposições des- rio da pensão vitalícia. tônio Francisco Nascimen- tucionais, tais como o “exer- mas de discriminação”. previdenciários ao compa- se ato normativo.” Alega o funcionário to, esclarece que a relação cício dos direitos sociais e que vive há mais de 20 anos homoafetiva, para efeitos individuais, a liberdade, a em união homoafetiva, que previdenciários, pertencente segurança, o bem-estar, o a relação com o compa- ao gênero “união estável”. desenvolvimento, a igualda- nheiro é pública, contínua Tendo em vista a ausência de e a justiça como valores e duradoura, à semelhança de norma específica no or- supremos de uma socieda- de verdadeira união estável. denamento jurídico regulan- de fraterna, pluralista e sem Defende o direito de indicar do a relação entre casais do preconceitos, fundada na o companheiro ao benefício, mesmo sexo, necessário é harmonia social, assim con- conforme disposto no art. partir para uma interpretação sagrada na CF/1988 (Preâm- 217 da Lei nº 8.112/90. sistêmica da Constituição e bulo), bem assim o princípio A fonte pagadora susten- adotar critérios de integra- republicano da cidadania e da tou que, para a caracterização ção pela analogia. dignidade da pessoa humana,
  7. 7. SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 O EXPRESSO 7 ESCOLA ESTADUAL DE ENS. FUND. SONHO DE Nossa Velha UM MENINO “ESCOLA ABERTA” Nova Cruz Alta Uma proposta diferente Bancos de Cruz Alta – Parte 1 desenvolve uma proposta dades para este fim. 5ª série até a 8ª série, fazen- Em meados diferenciada denominada Também buscamos do um total de três turmas do Século 19, o Escola Aberta e tem por fi- parcerias com entidades que multisseriada. Os professo- Rio Grande do nalidade atender crianças e nos ajudam com doações, res que trabalham na escola, Sul contava com grandes áreas de adolescentes, em situação tanto na complementação todos completam sua carga acumulação de de risco e vulnerabilidade alimentar, como campa- horária em outro Estabeleci- capitais: social, incluindo a todos e nhas de agasalho, pois os mento de Ensino. - O pólo char- oportunizando atendimen- recursos vindos do Estado No quadro de funcioná- queador-pastoril- to individualizado, tendo são poucos, e em relação a rios dois trabalham na secre- escravista do sul como meio básico o do- alimentação, insuficientes, taria que também auxiliam do estado, cujos mínio da leitura, escrita pois os alunos recebem três na monitoria dos alunos, eixos econômico- Banco da Província e cálculos. O processo refeições na Escola, café, duas merendeiras e duas au- políticos se concentravam em Rio Grande e Pelotas; ensino-aprendizagem almoço e lanche e a Escola xiliares de serviços gerais. - A área colonial-camponeza, na serra e depressão cen- tral, estreitamente ligada à província. É histórica a preocu- pação da socieda- de brasileira em relação a Essa forte atividade mercantil e o intenso giro de capitais no estado tornou necessária a cria- infância pobre e mais recen- ção de agências temente observa-se também financeiras, para grandes depósitos a preocupação de crianças, e financiamentos. jovens, adolescentes e adul- Assim começa tos que vivem nas ruas. a história do sis- Os meninos estão na tema bancário rua e, em lugar de somente gaúcho, iniciando questionar a quem cabe a com o surgimen- culpa, cabe reunir esforços to do Banco da Banco da Província-1960 para rever este quadro, ou Província do Rio pelo menos minimizá-lo, fa- Grande do Sul em 1858. Cruz Alta zendo com que estes jovens recebeu sua agên- tenham ocupação, ganhem cia em 1906. confiança, resgatem sua prevê a organização em Eta- mesmo sendo de turno inte- A escola é destinada Em 1973, du- identidade e recuperem seu pas, correspondendo o Ensi- gral não é enquadrada como a crianças e adolescentes rante crise ban- direito a cidadania. no Fundamental, sem carga tal e não recebe verba com- de baixo poder aquisitivo e cária, o Banco da Diante desta consta- horária estabelecida para plementar. A essência do queremos oportunizar uma Província fundiu- tação, torna-se necessário cada Etapa, não obedecendo projeto é a permanência da maior qualidade de ensino, se com o Banco a realização de práticas pe- ao sistema de seriação con- criança e do adolescente na do Comercio e o na medida em que são traba- Santander - hoje dagógicas inovadoras, que tínua. Cada Etapa é flexível, Banco Comercial escola, assistindo-o integral- lhados em todas as áreas do por sua vez, não resistiu ao capital es- e Industrial do resgatem essa população oportunizando ao aluno livre mente em suas necessidades conhecimento, ampliando, Sul, formando o trangeiro e, em 2000, foi vendido ao infanto-juvenil excluída e trânsito tanto em uma quan- básicas e educacionais, am- com metodologias diver- Banco Sulbrasilei- grupo espanhol Santander, que pas- desassistida, oportunizando to em outra, dependendo do pliando o aproveitamento sificadas, os conteúdos da ro. Em 1985 este sou a atender até os dias atuais. An- uma proposta pedagógica seu avanço, interesse e nível escolar, resgatando a auto- base curricular e manter os fundiu-se com o tes, porém e infelizmente, em 1982, adequada a realidade em que de aprendizagem. estima e capacitando-o estudantes com atividades Banco Habitasul, o prédio antigo foi demolido para dar vivem , sem paternalismo ou A escola atende apro- para atingir efetivamente a diversas, no instante em que surgindo o Banco lugar a outro mais moderno, mas nem assistencialismo. Uma esco- ximadamente 40 crianças aprendizagem. seus pais estão buscando o Meridional. Este, de longe tão belo quanto o original. la que lhes ofereça, além da e adolescentes, com idades A Escola dentro de suas sustento da família no mun- Alfredo Roeber - roeber@comnet.com.br informação, uma ocupação entre 7 a 17 anos, que par- possibilidades vinculada as www.unimedplanaltocentralrs.com.br/cruz-alta do do trabalho. sadia, cujo objetivo e em- ticipam de atividades peda- atividades pedagógicas às penho seja de resgatar o seu gógicas no período da ma- rotinas diárias de alimen- direito a cidadania. nhã e, durante as tardes, de tação, higiene, recreação A partir desta realida- atividades práticas com ofi- e saúde, com o auxílio do de foi elaborada a Proposta cinas de geração de renda. Agente de Saúde do bairro. Alternativa Escola Aberta, Hoje, diz a diretora, a E da equipe escolar, que pro- aprovada pelo Conselho escola encontra dificuldades cura suprir a falta de opções Estadual de Educação atra- em manter as oficinas fun- oferecidas pela família no vés do Parecer nº 123/89 de cionando diariamente, pela campo social, cultural, es- 23/01/1989 e criada pelo Go- falta de recursos humanos, portivo e tecnológico. verno do Estado pelo Decre- na escola existe equipamen- Atualmente a Escola to nº 33.196 de 31/05/1989. tos para treinamento e ensino possui no quadro adminis- A Escola Estadual de das noções básicas de mar- trativo somente a Diretora, Ensino Fundamental So- cenaria, costura e construção duas professoras que aten- nho de Um Menino, com- de uma horta, como trator e dem duas classes de currí- pletou 21 anos, tem como alguns equipamentos, mas culo, deste a alfabetização diretora a Professora Eroni não estão sendo ocupados até a 4ª série e um classe Nascimento de Oliveira e pela falta de pessoas habili- com alunos que vão deste a
  8. 8. 88 OO EXPRESSO 8 EXPRESSO | HOJE: DOMINGO: SEGUNDA: ÚLTIMA Min.: 14ºC Min.: 14ºC Min.: 13ºC SÁBADO, 03 DE JULHO DE 2010 PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO E SÁBADO Máx.: 25ºC Máx.: 25ºC Máx.: 25ºC 03 DE JULHO DE 2010 Sol com algumas nuvens. Não chove Sol com algumas nuvens. Não chove Sol com algumas nuvens. Não chove CONVITE PARA MISSA DE 7ª DIA Juarez, Fernanda, Da- Cruz Alta recebe ‘Debates do Rio Grande’ niele e Giovani, esposo, filhas e genro participam, com pesar, o falecimento Eventos da CCGL Regional de Desen- esteve lotado na volvimento (CORE- ocorrido dia 26 de junho quarta-feira (30) à DE), Vitor Marasca – de 2010, da sempre ama- noite, onde foi reali- empresário agrícola. da e querida zado ‘Gaúcha Deba- tes do Rio Grande’, Elisabeth Dornelles – Reitora da Unicruz Anna Maria Tondolo Martins com a participação e Darci Hartmann – de lideranças, agri- Vice Presidente da cultores e comuni- CCGL. Os debatedo- dade em geral para res tiveram 10 mi- e convidam para a celebração da missa de 7ª dia a ser reali- acompanharem as nutos para expor ao zada dia 2 de julho, às 18h30min, na Catedral Metropolitana, falas dos debatedo- público a realidade Rua Duque de Caxias, 1047, Porto Alegre e sábado, dia 03, às 16 res que foram José local sendo media- horas na Capela do Asilo Santo Antônio, em Cruz Alta. Antecipam agradecimento. N uma promoção e da Rede Gaúcha- Gaú- Severo – represen- dos pelo Jornalista do Grupo RBS cha Sat, o Centro de tando o Conselho Lasier Martins. Porto Alegre, 1º de Julho de 2010. Bate-papo com Lasier Martins E m passagem por Cruz Alta, o jornalista e radialista do grupo RBS, Lasier Martins, mediou quarta- diz Lasier. Ao chegar à cidade, o jornalis- ta disse que constatou muitas coi- feira (30), o “Debates do Rio Grande”, sas boas em expansão, divulgação criado para estimular discussões e e projetos. “Fiquei impressionado apontar caminhos que possam impul- com a potência que é a CCGL, vem sionar o crescimento das principais leite de tudo que é lado para ser in- regiões do Estado. dustrializado aqui. Eu me arrisco a O Jornal O Expresso conversou dizer que Cruz Alta se tornará uma com Lasier, no Rosmer Palace Hotel, metrópole, como um centro empre- que falou dos debates realizados no endedor, mas precisa cuidar de uma RS, com a finalidade de discutir as re- coisa, preparar a mão-de-obra”, en- giões sob o ponto de vista econômico fatiza ele. e social. “A Rádio Gaúcha tem a con- Lasier Martins diz que sentiu-se cepção de que o meio de comunica- muito satisfeito com a cidade, já que ção tem que ser social, contribuir para tem uma ligação sentimental com melhoria das pessoas e instituição. Já Cruz Alta, pois os seus pais mora- fomos a 16 cidades polos, chegando a ram aqui nos seus primeiros dois vez de discutir a região de Cruz Alta”, anos, sendo batizado na Catedral.

×