Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira, edição concluída às 21h50                                      R$ 1,50      ...
02               Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira                                                             ...
[                                                  ]                           Dia do Favelado                            ...
04                Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira                                                            ...
Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira     05                 ENTREVISTA ESPECIAL                           IZABELLA...
06             Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira  Sindicato denuncia                                           ...
Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira          07                     PeloEstado                                   ...
08              Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira                                                              ...
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hora do Sul

967 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
967
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hora do Sul

  1. 1. Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira, edição concluída às 21h50 R$ 1,50 Campanha esquentam No tribunalTJ diz que Samutem que ficar com horário gratuitocom o Estado O Ministério Público deSanta Catarina obteve me-dida liminar para suspendera execução do contratocom a empresa que tercei-rizou os serviços. PÁGINA 11 m A partir de hoje e por 45 dias, os candidatos vão usar o rádio e a tv para buscar votos. PÁGINA 04 FERNANDO RIBEIRO / CEC / HSulm F. MachadoFrei acusado depedofilia vai serjulgado dia 21 Ex-pároco, 69 anos, deForquilhinha está detido nopresídio Santa Augusta des-de o dia 19 de julho acusa-do de abusar de duas víti-mas. PÁGINA 11 “Existem erros e erros. Alguns são primários. Estão na cara como batom vermelho ou óculos de grau. Grafar pesquisa com z ou exceção com ss serve de exemplo”. DICAS DE PORTUGUÊS com Dad Squarisi, PÁGINA 06m Entrevista Tigre AindaTransformarconsciência em não venceuação é desafio Ministra do Meio Ambien-te, Izabella Mônica VieiraTeixeira, fala com exclusivi- o Avaí em 2012dade para os jornais da ADIBrasil sobre o atual momen-to do Brasil. PÁGINA 05 m Depois de perder a liderança da Série B, o Tigre tem chance de quebrar outro tabu hoje às 21h. PÁGINA 14
  2. 2. 02 Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira Conversa com a PeloEstado Móveis mais competitivos Presidenta Dilma RousseffU Envie perguntas à presidenta através do e-mail regional.imprensa@ ma boa notícia para o setor moveleiro catarinense: foi publicado, planalto.gov.br. Os leitores devem ser identificados com nome completo, na edição de ontem do Diário Oficial da União, o decreto que re- idade, ocupação e cidade de residência. duz a zero as alíquotas de IPI sobre móveis, painéis de madeira,laminados de alta resistência e PVC. A medida vale até 30 de setembroe é uma tentativa de estimular a cadeia produtiva, contribuindo para a Sempre vi crianças pobres longe da escola. O governo lmanutenção dos níveis de atividade econômica e de emprego e renda.Segundo o presidente da Mercomóveis 2012, Nivaldo Lazaron Junior, tem condições de cuidar das crianças brasileiras, para queevento que está na oitava edição, a medida vem sendo renovada desde tenham educação e um futuro pela frente? Maria Francisca da Sil-março, mas não teve o impacto esperado nos primeiros meses. “O aque- va, 64 anos, professora aposentada de Recife (PE)cimento em relação a 2011 começou a ser percebido nos meses de junhoe julho. Até aí, a alíquota zero apenas evitou a queda nas vendas”, ex- Presidenta Dilma - Maria Francis- 2014, das quais 3.019 unidades já foramplicou. Para ele, além da redução no preço final do produto servir como ca, cuidar das crianças e garantir acesso aprovadas. O Bolsa Família também nosincentivo para o fechamento de um volume maior de negócios, pesará à educação de qualidade é prioridade ajuda nesta tarefa, pois todas as crian-também a vinda de mais importadores, num total de 24 até agora, três para meu governo. Para as crianças de 0 ças cujas famílias recebem o benefício a 6 anos, temos duas ações muito impor- têm que estar na escola. Caso não este-vezes o número registrado na última edição. “Dezesseis desses compra- tantes. Para as que estão em extrema po- jam, a família é excluída. Cerca de 18,1dores externos virão com subsídio do Projeto Brazilian Furniture, da breza, temos o Brasil Carinhoso, que eleva milhões de crianças de 6 a 17 anos têmAPEX (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimen- a renda per capita de suas famílias para, sua frequência escolar acompanhada, etos) e outros oito virão por conta própria, o que mostra o interesse na no mínimo, R$ 70, e amplia as vagas em no bimestre abril-maio, 95% delas cum-nossa produção. A alta do dólar ampliou a competitividade do móvel creches públicas e em conveniadas para priram a frequência mínima exigida. Combrasileiro em mercados como a Europa e os Estados Unidos. Por isso que estas crianças possam ser cuidadas o programa Mais Educação asseguramosos compradores estrangeiros estão em maior número nesta edição.” A e estimuladas. Para isto, aumentamos em ensino em tempo integral em quase 33 milMercomóveis, com 150 expositores, começa na próxima segunda-feira 50% os recursos repassados às prefeituras escolas, de todos os estados, e cerca de(27), em Chapecó, e segue até a sexta-feira (31). Os organizadores proje- para cada vaga criada para essas crian- 18 mil delas aderiram ao programa nestetam um volume de negócios da ordem de R$ 200 milhões, cerca de 30% ças e em 66% os recursos para a alimen- ano. Essas políticas são alguns exemplos,superior ao realizado na edição 2011. tação escolar. A outra ação faz parte do Maria Francisca, do que estamos fazendo SAMUdevolta Programa de Aceleração do Crescimento para cuidar, no presente, de nossas crian- O Juiz de Direito Luiz Antonio Zanini Fornerolli, (PAC 2): vamos construir, com as prefeitu- ças e dos adolescentes, que são o futuro Divulgação MPSC da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, ras, 6 mil escolas de educação infantil até do Brasil. concedeu medida liminar, a pedido da promotora de Justiça Sonia Maria Demeda Groisman Piardi, do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), que suspende a execução do contrato de gestão de todo o Serviço Móvel de Urgência (SAMU) lPresidenta, o governo federal tem algum mecanismo entre Associação Paulista para o Desenvolvimento para que eu possa reclamar de serviços? Eu já conheço o da Medicina (SPDM) e o governo do Estado. O documento aponta uma série de irregularidades e ilegalidades na transferência Procon, mas queria saber se existe outra ferramenta. Cristina do serviço e chama a atenção para a deficiência financeira e técnica da Fernandes, 39 anos, dona de casa em Dourados (MS) organização não governamental (ONG), contratada ao custo estimado de R$ 426 milhões. Na ação, a promotora alega que a Organização Social não possui Presidenta Dilma - Tem sim, Cristina. tisfeita com o atendimento, a reclamação nem mesmo endereço em Santa Catarina e “não apresenta em seus quadros, o São as ouvidorias públicas federais, que também pode ser encaminhada à Ouvido- corpo técnico exigido para a prestação do serviço”. existem nos órgãos públicos, e para as ria-Geral da União, órgão que integra a “ quais os cidadãos podem encaminhar suas Controladoria-Geral da União (CGU), por Para uma família sair da miséria, vários caminhos são possíveis, mas sugestões, críticas e outras manifestações carta ou preenchendo o formulário ele- dois são os mais importantes e necessários. Para os adultos, um emprego ou uma atividade que gere renda; e para as crianças e os jovens, sobre serviços públicos. São cerca de 170 trônico disponível no site http://www.cgu. ” a educação, a educação e mais educação. ouvidorias preparadas para atender aos gov.br/. As ouvidorias, Cristina, ajudam os Presidente Dilma Rousseff cidadãos, instaladas principalmente nos cidadãos a resolverem seus problemas e, órgãos com maior interação com o público, ao mesmo tempo, ajudam a administraçãoIsolamento e foco O governador Rai- crise da suinocultura e afetar também como o Ministério da Previdência Social federal a aprimorar os serviços prestadosmundo Colombo reúne todo o colegia- a avicultura. Deputados Reno Caramo- e o Ministério da Saúde. E se o assunto à sociedade. Portanto, é fundamental quedo no próximo dia 1º de setembro, um ri (PP) e Ronaldo Benedet (PMDB-SC) não for resolvido no órgão para o qual os cidadãos se manifestem às ouvidoriassábado. Cada secretário vai apresen- estão de olho no problema e exigem solução por parte do governo federal. foi encaminhado ou a pessoa não ficar sa- sempre que julgarem necessário.tar os cinco principais projetos de suapasta com vistas à redução de gastose também estará em discussão a folha Cooperativas As vendas externas dasde pagamento do Executivo. A reunião cooperativas brasileiras chegaram avoltará a acontecer na Pousada Rural 3,194 bilhões de dólares de janeiro a ju- l Presidenta, os investimentos do governo em mobilidadedo SESC, em Lages. Motivo: por lá não lho deste ano, com vendas para 129 paí-tem sinal de nenhuma das operadoras ses, colocando em 3,076 bilhões de dóla- urbana são exclusivos para as cidades que irão receber osde celular. res o saldo positivo da balança comercial jogos da Copa? Rildo Jucá Braga, 32 anos, motorista de Teresina (PI) do segmento. Santa Catarina respondeuSuínos Presidente da Associação Ca- por 209,3 milhões de dólares, 6,6% do Presidenta Dilma - Rildo, estamos Veículos Leves sobre Trilhos – VLT); e atarinense de Supermercados, Atanázio total, ficando atrás de São Paulo, Minas fazendo investimentos em mobilidade ur- melhoria do transporte rodoviário (faixasdos Santos Netto, teve audiência ontem Gerais e Rio Grande do Sul. bana em todo o país, além dos previstos exclusivas para ônibus em 36,5 km deà tarde com Colombo. Foi informar o para a Copa do Mundo de 2014, e sua vias, implantação de 8,8 km de vias es-aumento de 30% nas vendas de carne Mas... Teve nova queda a projeção de analistas do mercado financeiro para cidade é uma das contempladas. Com o truturantes, construção de duas estaçõessuína e derivados, resultado de cam- o crescimento da economia este ano. programa Mobilidade Grandes Cidades, e oito terminais e construção da Ponte Av.panha de incentivo ao consumo pro- A estimativa caiu pela terceira sema- do Programa de Aceleração do Cresci- Gil Martins). Iniciamos, em julho, o pro-movida pelo setor a pedido do próprio na seguida, desta vez, de 1,81% para mento (PAC 2) vamos investir, em conjunto cesso de seleção dos projetos que serãogovernador. 1,75%. Entretanto, está sendo mantida com Estados e municípios, R$ 32,7 bilhões apoiados pelo PAC 2 Mobilidade MédiasSolução urgente Aumenta a preocupa- a expectativa de recuperação em 2013, em municípios acima de 700 mil habitan- Cidades, que vai investir R$ 7 bilhõesção com o desabastecimento de milho e com projeção crescimento ajustada de tes. Já foram selecionados 43 projetos de em 75 municípios com população entrefarelo de soja, que pode aprofundar a 4,3% para 4,4%. 22 municípios, que irão beneficiar 53 mi- 250 mil e 700 mil habitantes. Com es-Andréa Leonora ��orianópo�is �� 21Ago12 lhões de brasileiros. Em Teresina, vamos sas ações, Rildo, o governo federal ajuda CENTRAL DE DIÁRIOS investir R$ 234 milhões em dois projetos: as prefeituras e os governos estaduais a .... TRINTA INTEGRADOS PeloEstado .... Um produto CNR .... melhoria e ampliação do transporte fer- melhorar as condições de mobilidade em DIÁRIOS PRESENÇA EM peloestado@centraldediarios.com.br roviário (construção de estações, ponte nossas cidades, beneficiando milhões de INTEGRADOS 62% DE SC www.centraldediarios.com.br ferroviária sobre o rio Poti e compra de brasileiras e brasileiros em todo o país.
  3. 3. [ ] Dia do Favelado Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira 03 Terça-feira: sol Da Redação com algumas nu- vens. Não chove. @ Você também pode participar da coluna com sugestões, dicas, críticas, elogios ou agradecimentos. Participe: redacao@horadosul.com.br MANHÃ TARDE NOITE 27º Máxima 19º Mínima Forquilhinha alcança marca FONTE: Climatempo do Ideb para a educação DIVULGAÇÃO / HSul O município de Forquilhinha alcançou a meta projetada para 2021 no Índice de Desenvolvimen-to da Educação Básica (IDEB). O índice geral foi de 6.3 nas escolas municipais. Em uma das unida-des, a EEB Waldemar Casagrande o índice chegou a 6.9. A rede estadual obteve índice de 5.6. A Secretária Municipal de Educação Rosemeri De Lucca Minatto credita os excelentes índicesaos projetos realizados como apoio pedagógico, capacitação de profissionais, contratação deprofissionais como fonoaudióloga e psicopedagoga, entre muitos outros. “Cada vez mais a redeestá focada no sucesso do ensino aprendizagem. Com estes resultados estamos colhendo os frutosde um trabalho que envolve pessoas comprometidas e bons projetos”, comenta Rosemeri.m Dia do soladado O 28º Grupo de Artilharia de Campanha, medalhas de tempo se serviço, corpo de tropa Secretário João Matos disse que a medida irá ajudar a manter a qualidade no atendimento públicoGRUPO SEVERIANO MARTINS DA FONSECA, e serviço amazônico e o reconhecimento da For-realizará, no dia 23 de agosto de 2012, forma- ça Terrestre e do 28º GAC à pessoas da nossa Ministério liberatura militar para comemorar o “Dia do Soldado”. sociedade quem vem apoiando suas ações aoNa ocasião serão entregues condecorações, me- longo do tempo. Durante a formatura os solda-dalhas e diplomas. A solenidade tem como ob- dos incorporados no corrente ano prestaram ojetivo homenagear os militares agraciados com compromisso à Bandeira Nacional.m Revestimentos cerâmicos R$ 872 mi para SC A Unesc sedia hoje e amanhã o 4º Congresso quarta-feira, às 9h30 e 10h30. “O evento temda Indústria Catarinense de Revestimentos Ce- como foco a divulgação e o compartilhamento CRICIÚMA público de saúde em San- para transferência direta àsrâmicos, no Auditório Ruy Hülse, sempre a partir de pesquisas no setor de revestimentos cerâmi- ta Catarina, tanto na rede unidades prestadoras Uni-das 8h30. Durante o evento serão apresentados cos. Serão apresentados trabalhos das mais di- estadual quanto na rede versitárias Federais.24 trabalhos de empresas e instituições de ensi- versas áreas, como matérias-primas cerâmicas, O Fundo Estadual de Saú- municipal”, expressou o Além disso, outra por-no sobre experiências e pesquisas na área de processamento e características dos revestimen- de e os Fundos Municipais secretário de Articulação taria (número 1. 60), pu- 7revestimentos cerâmicos. O encontro contará com tos cerâmicos, além de novas técnicas de controle de Saúde de Santa Catarina Nacional, João Matos. Nes- blicada também nestaa participação de um pesquisador do ITC (Insti- de processo e caracterização do produto final”, tiveram seus limites finan- te bloco de investimentos segunda-feira no DOU,tuto de Tecnología Cerámica), da Espanha. Juan comentou um dos coordenadores do encontro, o ceiros reavaliados pelo Mi- estão inclusos os valores estabelece recurso a serBoix Palomero vai apresentar dois trabalhos na professor da Unesc Adriano Michael Bernadin. nistério da Saúde, para os referentes aos incentivos disponibilizado aos Es- serviços hospitalares am- para implementação de tados e Municípios, para bulatoriais e de alta e média Centro de Especialidades incorporação ao teto fi- complexidade. A portaria Odontológicas (CEO) - R$ nanceiro anual de média em Em Içara número 842, que autoriza o 3,5 milhões - e para o Ser- alta complexidade. Santa aumento do repasse anual, viço de Atendimento Móvel Catarina será beneficiada A segunda etapa do quarto Festival de Tênis do excelente trabalho desenvolvido nos núcleos”, foi publicada no Diário Ofi- de Urgência (SAMU) - R$ com R$ 3, mil, enquanto, 7de Mesa de Içara, que aconteceu no final de se- comemora a presidente da Fundação Municipal cial da União (DOU) ontem, 23,6 milhões. em todo o Brasil, o valormana, reuniu aproximadamente 200 praticantes de Esportes, Denise Gomes. A maioria dos parti- assinada pelo ministro Ale- O Fundo Estadual de Saú- liberado ultrapassa os R$no Módulo Esportivo do Município. As disputas cipantes faz parte do dos seis núcleos do projeto xandre Padilha. de receberá, por ano, R$ 3,8 milhões. Já a portariaforam realizadas nas categorias sub12, sub15 “Tênis de Mesa para Todos”, implantado pela Conforme a medida, o 311,8 milhões, enquanto os número 1. 49 contempla o 7e Aberto. Os vencedores desta segunda etapa Administração Municipal, com aulas acontecendo total de R$ 872,3 milhões Fundos Municipais de Saú- município de Joinville comforam: João Batista, na categoria Aberto; Jhona- nos bairros Nossa Senhora de Fátima, Cristo Rei, será destinado anualmente de terão disponíveis o total R$ 75 mil para implantaçãota Nolasco, no Sub15 masculino e Noemi Dias, no Aurora, Jardim Silvana, Jardim Elizabete e Ja- ao estado. “Esta revisão anual de R$ 531,1 milhões. de serviço especializadofeminino; e na categoria sub12 masculino o ven- queline. Assim como na primeira etapa, os vence- dos valores para a saúde é Já o montante de R$ 29, 4 de saúde bucal, Centro decedor foi Otávio da Silveira Joaquim e no femi- dores receberam medalhas. Já a terceira e última fundamental para manter- milhões será retido pelo Especialidade Odontológi-nino, Fabiane Damaceno. “O festival, mais uma rodada acontecerá no mês de novembro quando mos a qualidade do serviço Fundo Nacional de Saúde, ca (CEO).vez, foi um sucesso. A cada ano a modalidade a somatória dos pontos definirá os vencedoresconquista mais adeptos e isso, com certeza, é fruto que serão premiados com troféus. expediente DIRETOR EXECUTIVO: Régis Cristiano S. da Silva FALE CONOSCO: (48) 3430-1530 redacao@horadosul.com.br comercial@horadosul.com.br Representante Central de Comunicação S/S, (48) 3216-0600 Rua Santo Antonio, 680 - Centro - CEP 88811-040 | Criciúma - Santa Catarina
  4. 4. 04 Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira Mensalão tem condenados DIVULGAÇÃO / HSul Brasília a fornecedores. “A operação, móvel, público ou particular, assim como muitas realizadas de que tem a posse em razão à margem, pelo Banco Rural, do cargo. O ex-diretor de Marketing só foi descoberta quando foi O relator destacou ainda do Banco do Brasil Henrique decretada a quebra de sigilo”, que o fundo Visanet não man- Pizzolato foi considerado on- argumentou. tinha qualquer relação contra- tem culpado pelos crimes de Os R$ 326 mil foram pagos tual com a DNA Propaganda peculato, corrupção passiva a Pizzolato para que ele auto- e só repassou o montante à e lavagem de dinheiro, pelo rizasse o repasse antecipado agência por determinação do ministro-relator da Ação Pe- de R$73 milhões, por meio do Banco do Brasil. “Essas infor- nal 470, Joaquim Barbosa, fundo Visanet, à agência DNA mações são cristalinas. Quem em julgamento no Supremo Propaganda. No entanto, Bar- pagou a DNA foi o Banco do Tribunal Federal (STF). bosa afirma que a agência Brasil, a Visanet foi mera pas- O empresário Marcos Va- de Marcos Valério, que tinha sadora dos recursos que per-Candidado do PSOL, Odelondes de Souza, será o primeiro a falar no horário eleitoral. São 45 dias lério e os sócios dele, Cristia- contrato de publicidade com o tenciam ao Banco do Brasil”. no Paz e Ramon Hollerbach, banco, não comprovou que os Segundo Barbosa, os valo- Campanha começa também foram considerados serviços foram prestados. res eram depositados na conta culpados pela prática e coau- Na sustentação oral, a de- da DNA no Banco do Brasil, toria dos crimes de peculato fesa de Pizzolato alegou que sendo posteriormente transfe- e corrupção ativa, no pro- não houve peculato porque ridos a fundos de investimen- cesso do mensalão. O relator eram recursos privados e, não, tos do próprio banco, mas emhoje no rádio e na tv inocentou o ex-ministro da públicos. No entanto, Barbosa contas distintas. O relator dis- Secretaria de Comunicação disse que Pizzolato detinha o se que essa outra conta servia da Presidência da República poder de dispor sobre os re- para que fossem realizados os Luiz Gushiken, por falta de cursos por ser diretor. O BB fi- saques a fornecedores. provas. gurava como o maior acionis- O relator disse ainda que a prefeito se apresentarão às alguns segundos de propa- Para Barbosa, as provas ta do fundo, juntamente com Pizzolato omitiu os repassesCRICIÚMA segundas, quartas e sextas- ganda gratuita. de peculato, corrupção e la- outra instituição (BB, Brades- à DNA durante depoimentos feiras. Já os candidatos a ve- Além do horário eleitoral vagem de dinheiro contra os co e diversos titulares). prestados à Justiça, tratan- O candidato Odelondes de reador: às terças-feiras, quin- gratuito, os candidatos a pre- réus considerados culpados No entanto, para Barbosa, do apenas do recebimentoSouza (PSOL) será o primeiro tas e aos sábados. feito têm direito a inserções são robustas. Segundo ele, o não há importância se o re- dos R$ 326 mil. “O assuntoa aparecer no programa de Pela legislação eleitoral, é diárias na programação nor- recebimento de dinheiro por curso desviado é público ou só veio à tona após decretartelevisão e no rádio na pro- proibida a propaganda que mal das emissoras de rádio e Pizzolato é considerado van- privado, uma vez que pecula- a quebra de sigilo bancáriopaganda que se inicia hoje. degrade ou ridicularize candi- TV. A quantidade e o tempo tagem indevida e caracteriza to é caracterizado como crime das empresas. Paralelamen-O sorteio foi realizado ainda datos. O partido ou coligação dessas inserções também res- o crime de corrupção ativa de desvio de recursos, por te, a DNA não prestou contano dia 1 deste mês. O maior 1 que descumprir essa regra es- peitarão a proporcionalidade dos sócios da agência DNA. parte de agente público, em da destinação dos recursos,tempo de propaganda será tará sujeito à perda do direito usada para definir o horário Por ter beneficiado a agência proveito próprio ou alheio, de tendo em vista a omissão doda coligação encabeçada por de veicular sua propaganda eleitoral. de publicidade no Banco do valor ou qualquer outro bem senhor Pizzolato”.Clésio Salvaro, do PSDB, (com gratuita no dia seguinte ao Na propaganda dos candi- Brasil, Pizzolato cometeu o DIVULGAÇÃO / HSulo registro indeferido) e Márcio da punição determinada pela datos a prefeito, deve cons- crime de corrupção passiva.Búrigo (PP) com o tempo de Justiça Eleitoral. tar o nome do candidato a De acordo com o relator,12min59s. Em seguida vem a O tempo de propaganda de vice-prefeito, de modo claro o crime de lavagem ocorreucanidadada Romanna Remor cada candidato ou coligação, e legível, em tamanho não quando Pizzolato recebeu a(PMDB) com José Paulo Se- tanto a prefeito como para inferior a 10% do nome do quantia de R$ 326 mil, a tí-rafim (PT) com 10min54s. De- vereador, é definido propor- titular. No caso de haver co- tulode propina, do grupo depois aparece os candidados cionalmente pelo tamanho ligação, deverá ser usado Marcos Valério. Barbosa argu-Londe/Seiji – 2min7seg, Rodri- das bancadas partidárias na também, obrigatoriamente, mentou que o pagamento foigo/Ana – 2min e Cintia/Jonas Câmara dos Deputados. Por as siglas de todos os partidos feito pela DNA Propaganda, e– 2min. O horário eleitoral vai esta razão, muitos candida- que compõem a coligação. Já que o dinheiro foi sacado emdurar 45 dias e será exibido até tos procuram formar alianças na propaganda proporcional espécie, por um emissário deo próximo dia 4 de outubro. com legendas para obter mais para vereador, cada partido Pizzolato, na boca do caixa A propaganda, tanto no tempo no rádio e na TV. deve usar apenas a sua sigla de uma agência do Banco Ru-rádio como na TV, será de se- Os partidos com maior sob o nome da coligação. ral no Rio de Janeiro.gunda-feira a sábado, com a tempo de propaganda eleito- Caberá aos juízes eleitorais Segundo o relator, houveduração de 30 minutos duas ral são o PT, maior bancada tomar todas as providências lavagem porque a DNA Pro-vezes por dia: das 7h às 7h30 da Câmara, PMDB e PSDB. relacionadas à propaganda paganda ocultou quem seriae das 12h às 12h30, no rádio; e Mesmo os candidatos cujo os eleitoral, assim como julgar o destinatário do dinheiro, re-das 13h às 13h30 e das 20h30 partidos não têm representa- as representações e reclama- gistrando que a empresa seriaàs 21h, na TV. Os candidatos ção na Câmara, dispõem de ções relacionadas ao assunto. a própria sacadora para pagar Ministro-relator condenou os primeiros no julgamento histórico IPI zero para os moveleiros CRICIÚMA A medida beneficiando o fiscais para o setor ocorreu setor moveleiro vale até 30 em 29 de junho passado. de setembro de 2012 e o De acordo com a Receita Depois da redução de decreto está publicado no Federal, espera-se, com a impostos para a linha Diário Oficial da União de medida, estimular os se- branca e os automóveis, ontem. tores envolvidos na cadeia agora chegou a vez do se- Esses produtos não ti- produtiva da fabricação tor moveleiro. nham sido contemplados de móveis, contribuindo, O governo reduziu a zero com a desoneração para o inclusive, na manutenção as alíquotas do Imposto setor moveleiro. De acordo dos níveis de atividade sobre Produtos Industria- com a Receita Federal, os econômica e de emprego e lizados (IPI) incidentes itens foram incluídos no renda. A renúncia de recei- sobre painéis de madeira, benefício a pedido dos pró- tas estimada decorrente da laminados de alta resis- prios fabricantes. A última medida é estimada em R$ tência e PVC para móveis. prorrogação de benefícios 116,12 milhões.
  5. 5. Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira 05 ENTREVISTA ESPECIAL IZABELLA MÔNICA VIEIRA TEIXEIRA “O desafio é transformarDivulgação MMA a consciência em ação” Bióloga graduada pela Universidade de Brasília (UnB), mestre e doutora em Planejamento Energético pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é especialista em Instrumentos de Gestão Ambiental nas áreas de Licenciamento Ambiental, Avaliação Ambiental Estratégica e Avaliação de Impacto Ambiental. Servidora do Ibama desde 1984, ocupou vários cargos de direção e assessoramento superior na área federal, onde foi chefe do Departamento de Qualidade Ambiental do Ibama, coordenadora de projetos do Programa Nacional de Meio Ambiente (PNMA-Banco Mundial), coordenadora de Cooperação Técnica Bilateral no Ministério da Habitação, do Programa Nacional de Substâncias Químicas e das negociações, junto ao BID, do Programa Pantanal. É Ministra de Estado do Meio Ambiente desde maio de 2010, mesmo ano em que passou a integrar o Painel de Sustentabilidade da Organização das Nações Unidas (ONU), composto por autoridades de 21 países. Nessa entrevista exclusiva aos diários da rede ADI-BR/CDI, Izabella Teixeira fala um pouco sobre a situação do país na área ambiental e alerta: “O mau uso da terra inviabiliza a produção, é mais caro e degrada o meio ambiente”. A senhora imaginava IT - Que passamos a um de- tos dependem do tempo. Se matamento chegou a 70%. O que está sendo feito que, passados 20 anos bate aberto em busca de po- olharmos para trás, vemos Entre julho de 2010 e agosto para preservar os da ECO 92, estaria no líticas de sustentabilidade na as mudanças dos últimos 20 de 2011, a área desmatada no biomas? comando do Ministério produção e no consumo. De anos como exemplo. bioma foi de 6,4 Km2, a me- IT - A Amazônia brasileira do Meio Ambiente? uma forma geral, a consciên- nor desde 1988, quando co- tem mais de 80% de sua co- cia ambiental vem avançando Código Florestal. Na meçou o monitoramento por Izabella Teixeira - Há 27 queda de braço entre bertura vegetal preservada e anos, quando entrei para o a passos largos. E os núme- satélite. A queda é atribuída à ocupa 60% do território na- ros mostram isso. Divulga- ambientalistas e eficácia do sistema de monito- Ibama, tinha apenas uma ruralistas, os brasileiros cional. Porém, o bioma mais enorme vontade de arrega- mos hoje (quinta-feira, 16 de ramento, à modernização e ao conservado em termos abso- agosto) uma pesquisa sobre podem sair ganhando? rigor da fiscalização, aliados çar as mangas e trabalhar lutos é o Pantanal, com 84,6% pela causa ambiental. Na- “O que o brasileiro pensa do IT - Essa ideia de “queda de às políticas voltadas para o de cobertura vegetal, mas quele tempo as preocupações meio ambiente e do consumo braço” reflete uma visão ul- desenvolvimento sustentável ocupando um território 33 ve- eram outras, o momento era sustentável”. Nela, constatou- trapassada. O Código Flo- das comunidades que vivem e zes menor. A Mata Atlântica, diferente. Visávamos muito se que 99,7% dos brasileiros restal que vai surgir das ne- trabalham na floresta. Na es- que já ocupou toda a região mais a proteção da camada consideram importante cui- gociações com o Congresso teira desse sucesso, alcançado litorânea do país, é a mais de- de ozônio, o banimento dos dar do meio ambiente. Assim precisa assegurar a produção principalmente pelas ações do gradada pela ocupação huma- agrotóxicos e a conservação como 48% já separam o lixo e a preservação. Nesse sen- Plano de Prevenção e Controle na, com apenas 24% da área de algumas espécies da bio- das suas casas e 31% levam tido, todos estão do mesmo do Desmatamento na Amazô- original preservada. O Cer- diversidade. Participei ati- a própria sacola ou carrinho lado. O produtor sabe que a nia Legal, de 2004, o governo rado, fronteira da produção vamente da Rio 92 que, na para o supermercado para utilização dos recursos natu- lançou o Plano de Prevenção agropecuária desde os anos minha opinião, foi um dos não usar sacolas plásticas. O rais sem a preservação só traz e Controle do Desmatamento 70, e a Amazônia são os bio- grandes marcos do ambienta- desafio agora, para governos, e das Queimadas no Cerrado, mas que, na atualidade, mais empresas e, principalmente, adaptado às características do lismo mundial. Havia menos o cidadão, é transformar a “O que se pensou bioma. O PPCerrado integra perdem sua cobertura. Para ambientalistas e o horizonte eles e os demais biomas, o go- de desafios era imenso. consciência em ação. e discutiu em ações de monitoramento e verno tem políticas públicas junho no Rio se controle por satélite e o com- de preservação, conservação e O que mudou nesses Passados dois meses bate ao fogo às políticas de da Rio+20, qual a sua projeta em recuperação. 20 anos? Sociedade, desenvolvimento sustentável. avaliação sobre o evento? empresas e políticos Algo decidido ali já se um horizonte Qual o objetivo? Bovinocultura, biodiesel estão mais conscientes? e conservação ambiental. efetivou? de 20 anos.” IT - Os dois programas, quan- O equilíbrio é possível? IT - O momento agora é ou- tro. A dimensão que a cau- IT - Como a Rio 92, a Rio+20 do somados ao esforço para a IT - Claro que sim. Agrope- sa ambiental tomou é muito marca uma mudança de per- prejuízo financeiro. O mau criação e gestão de unidades cuária e meio ambiente são maior e cheia de novos desa- curso, um ponto de inflexão. uso da terra inviabiliza a pro- de conservação, que já criou interdependentes. Hoje te- fios. O meio ambiente não é O que se pensou e discutiu em dução, é mais caro e degrada 50 milhões de hectares de áre- mos novas técnicas que tra- mais visto de forma isolada. O junho no Rio se projeta em o meio ambiente. As áreas de as protegidas em 10 anos, são zem incrementos constantes que se defende hoje é a inte- um horizonte de 20 anos. Com preservação permanente não instrumentos que visam ga- na produtividade. Não pre- gração entre as políticas am- certeza, governos, pessoas e só protegem a biodiversidade, rantir aos brasileiros o cum- cisamos mais desmatar para bientais e o crescimento da empresas já estão agindo sob como asseguram a qualidade primento da Constituição, produzir. Dá também para re- economia. Incluímos a luta a influência da Conferência. da terra e da água, e uma me- que prevê um meio ambiente cuperar grandes extensões de pela preservação de povos e Em setembro, representantes lhor produção. saudável para as presentes e terra que foram desmatadas comunidades tradicionais, o dos países que participaram futuras gerações. O Brasil não no passado e hoje não produ- da Rio+20 se reúnem para As próximas gerações co- precisa se desenvolver segun- combate à miséria extrema, a nhecerão a Floresta Ama- zem ou produzem pouco. O questão das cidades, a neces- debater os objetivos do de- do o modelo de alguns países, uso dos recursos naturais de senvolvimento sustentável. O zônica, a Mata Atlântica, que enriqueceram nos sécu- sidade de geração de energia, o Cerrado? forma correta é fundamental a segurança alimentar. documento estará pronto em los XIX e XX com um elevado para a sustentabilidade de 2014, para ser implementado IT - Na Amazônia, a redução custo para suas florestas e sua nosso desenvolvimento. O que significa na prática? em 2015. Resultados concre- nas taxas históricas de des- biodiversidade. Edição: Andréa Leonora | ADI-Brasil/CDI | Leia a íntegra da entrevista no site www.centraldediarios.com.br Esta entrevista exclusiva foi disponibilizada para publicação em 120 jornais que formam a rede Associação dos Diários do Interior (ADI Brasil) e Central de Diários do Interior (CDI), somando 4 milhões de exemplares/dia e com potencial para atingir 20 milhões de leitores. A força do interior na integração editorial.
  6. 6. 06 Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira Sindicato denuncia Dicas de desvio no Fundeb Português * Dad SquarisiCRICIÚMA car mos a devida aplica- ção da lei do piso neste “Siderópolis, por exemplo, entre janeiro a julho deste Tropeços que roubam o emprego dois municípios, que inte- ano, recebeu mais de R$ Existem erros e erros. Alguns são primá- Tropeços em flexões, concordâncias, pontuação, Os professores munici- gram nossa base territo- 120 mil além do que havia rios. Estão na cara como batom vermelho regências, colocação de pronomes, coesão etc. epais de Sideróp olis e Co- rial”, explica a presidente recebido no ano passado ou óculos de grau. Grafar pesquisa com z tal pedem estudo de morfologia, sintaxe e lógi-cal do Sul, representados do Siser p, Maria Bárbara e Cocal do Sul teve incre- ou exceção com ss serve de exemplo. Am- ca. Um dos critérios na avaliação do candidato ap elo Sindicato dos Servi- Teixeira Righetto. Os pre- mento de R$ 298 mil em bos denunciam pouca familiaridade com emprego é o domínio da norma culta. O exami-dores Municipais de Cri- feitos destes dois muni- sua receita de Fundeb”, a língua escrita. Para se safar, conjugue nador espera ler e ouvir uma língua correta. Cor-ciúma e Região (Siser p), cípios f ir maram acordos ilustrou Bárbara, acompa- três verbos – ler, ler, ler. E, sempre que a reta não significa rebuscada ou exibida. Significarequerem junto ao Mi- coletivos, mas não cum- nhada do assessor jurídico dúvida bater, consulte o dicionário. Outros apenas o elementar respeito à gramática. Deslizesnistério Público Federal priram o compromisso, do sindicato, Aroldo Bez tropeços são sofisticados. Exigem algo mais na pronúncia, nos plurais, na conjugação verbala ab ert ura de Inquérito alegando rest rições da Batti Filho. do que uma espiadinha no injustamente não passam despercebidos. Ao contrário. Ecoam.civil público para apu- legislação eleitoral. “Esta A Lei do Fundeb (Fundo chamado pai dos burros. Eis escorregões que você pode evitar:rar o desvio da aplicação tese também está com- de Manutenção e Desen-de recursos do Fundeb, provadamente refutada volvimento da Educaçãoneste ano. Os professo- p or nossa assessoria ju- Básica e de Valorização a nível de – a forma é ao nível de (= à altu- interviu – intervir deriva de vir: ele veio, eleres não tiveram em seus r ídica”, adverte Bárbara. dos Profissionais da Edu- ra de): Recife fica ao nível do mar. interveio.salários o reajuste pre- O inquérito civil públi- cação), estabelece que, novisto p ela lei federal que co, segundo a dirigente mínimo, 60% do valor re- adéquo – adequar só se conjuga nas formas manter o mesmo – manter só pode ser oinstit uiu o piso nacional sindical, terá objetivo de passado deve ser aplicado em que a sílaba tônica cai a partir do u: mesmo. Se não é o mesmo, escolha outro ver-do magistério, mas as investigar qual o fim dado em salários dos professo- adequamos, adequais, adequei, adequarei. bo. Que tal trocar? Ou mudar?prefeit uras tiveram seus pelas duas prefeituras aos res, o que não vem ocorren- (Na dúvida, substitua-o por adaptar.)repasses ampliados em recursos recebidos neste do; “queremos saber onde medio – mediar se conjuga como odiar:22,22%. ano, em especial o dife- estes valores estão sendo colocar uma questão – fique com fazer uma odeio (medeio), odeia (medeia), odiamos “Este é um movimento rencial entre os valores empregados”, conclui a observação, fazer uma pergunta. (mediamos), odeiam (medeiam).em via judicial para bus- recebidos em 2011 e 2012. presidente do Siserp. correr atrás do prejuízo – nós corremos atrás meio-dia e meio – a concordância nota 10 é DIVULGAÇÃO / HSul do lucro, mas corremos do prejuízo. meio-dia e meia (hora). criar novas – só se cria o novo. Basta criar. obrigado – ele diz obrigado; ela, obrigada; eles, obrigados; elas, obrigadas. Todos res- de formas que, de maneiras que – locuções pondem por nada. conjuntivas se usam no singular: de que forma que, de maneira que. o óculos – óculos, como férias e pêsames, é substantivo plural: os óculos, óculos escuros, de menor – use menor de idade ou diga a meus óculos. idade: 4 anos, 12 anos,16 anos. pequeno detalhe – todo detalhe é pequeno. duas milhões de pessoas – milhar, milhão, Basta detalhe. bilhão são masculinos: os milhares de crian- ças, dois milhões de pessoas, muitos bilhões plano para o futuro – todo plano é para o de meninas. futuro. Basta plano. esteje – a forma é esteja. possue – não confunda a terminação dos verbos terminados em -uir: a 3ª pessoa do estrear novo – só se estreia o novo. Basta singular do presente do indicativo termina estrear. com i — ele possui, ele contribui, ele retri- bui, ele diminui, ele atribui (não: possue, extorquir alguém – extorquir é arrancar: ex- contribue & cia. indesejada). torquir dinheiro de alguém, extorquir infor-Protocolo junto ao Ministério Público Federal foi realizado na tarde de ontem pelo Siserp mações de alguém. probrema — não troque sons: problema (não: probrema), estupro (não: estrupo), Adesão de três empresas e fazem dois anos – fazer, na contagem de mendigo (não: mendingo), encapuzado tempo, é invariável. Só se conjuga na 3ª (não: encapuçado). pessoa do singular: faz dois anos, fez cinco meses. rúim – a palavra é dissílaba – ru-im. A mais de 400 metalúrgicos sílaba tônica: im. gratuíto – gratuito se pronuncia como fortuito e circuito. O ui forma ditongo, sem acento. se eu caber, se eu deter, se eu pôr, se eu trazer, se eu ver – olho no futuro do há dois anos atrás – baita pleonasmo. Há subjuntivo: se eu couber, detiver, puser,CRICIÚMA res na região, grande par- negociações e aguardando indica passado. Atrás também. Fique com um trouxer, vir. te atuando nas seis maio- posição dos empresários”, ou outro: Há dois anos terminei o curso. Ter- res empresas. A greve foi explica Francisco Pedro minei o curso dois anos atrás. seje – a forma é seja. No primeiro dia de para- aprovada em Assembleia dos Santos, presidente dolisação, mais de 400 traba- dia dia 17 de agosto. Eles Sindicato dos Trabalhado- houveram – no sentido de existir ou ocor- subzídio – pronuncie o s como em subsolo.lhadores das metalúrgicas rejeitaram a proposta do res Metalúrgicos de Crici- rer, o verbo é impessoal. Só se conjuga na 3ªIcon de Criciúma e CMC Sindicato Patronal – Sin- úma e região (Sinmetal). pessoa do singular: Houve distúrbios. Houve vítima fatal – fatal significa que mata. Ae Cardal de Cocal do Sul dmaq de 7% de aumento Francisco afirma que os três acidentes. vítima não mata. Morre. Diga morto.aderiram ao movimento. O geral para todos, sendo trabalhadores não abremmovimento deverá ganhar 4.9% de INPC e 2.1% de mão de um índice melhor, intermedia – intermediar se conjuga como vou estar mandando & similares – vouforça com a paralisação da ganho real e R$ 340,00 pois produziram e geraram odiar: odeio (intermedeio), odeia (interme- mandar.Metalúrgica Pagé de Ara- de abono. Reivindicam 14, lucros as empresas. A ulti- deia), odiamos (intermediamos), odeiam (in-ranguá a partir de hoje. São 9% entre inflação e ganho ma greve do setor do Sin- termdeiam). Ufa!cerca de 1. 00 trabalhado- 4 real. “Estamos aberto para dmaq foi em 2010.
  7. 7. Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira 07 PeloEstado O Brasil é uma das nações que menos investe em renda per capta na saúde. Entrevista VICENTE PACHECO DE OLIIVEIRA “O médico precisa conhecerDivulgação Cremesc bem o seu Código de Ética” Natural de Araranguá, formou-se na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 1978. Especializado em hanseonologia e dermatologia pela Universidade de São Paulo, integra o Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (Cremesc) desde outubro de 2003, quando se tornou conselheiro suplente. Em 2004, assumiu a coordenação da Câmara Técnica de Acupuntura. No ano seguinte, atuou como presidente da Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos (Codame). Três anos mais tarde assumiu o cargo de tesoureiro. Já a partir de 2008, passou a ser conselheiro efetivo e corregedor. Em 2010, esteve à frente como primeiro secretário e, por fim, atuou como vice-presidente do Conselho. Atualmente, além de responder pela presidência da instituição, Oliveira atua como médico dermatologista em sua clínica em Florianópolis. [PeloEstado] - Qual o da saúde pública do país. O dos hospitais convivem com [PE] - Além das reuniões [PE] - O Conselho realiza papel que o Conselho problema da saúde oferecida imensas dificuldades para com a Secretaria de Saú- ações com a finalidade Regional de Medicina pelo governo vem em função manter suas portas abertas. de, como o Cremesc, jun- de orientar a classe mé- exerce para a sociedade dos recursos destinados à É importante ressaltar que o to com outras organiza- dica e oferecer melhores catarinense? área. O Brasil é uma das na- médico também acaba sendo ções, atua para cobrar as serviços de saúde. Que Vicente Pacheco - A fina- ções que menos investe em vítima desse sistema falido, mudanças necessárias? atividades são essas? lidade do Conselho é defen- renda per capta na saúde, por pois atende os pacientes, VP - Estamos atuando e tra- VP - Nós realizamos várias der a boa prática da Medi- exemplo. O grande proble- muitas vezes em situações balhando em favor da socie- atividades, entre elas a Jor- cina. Entre as competências ma está na Constituição. Por desfavoráveis, e acaba se dade, orientando e, às vezes, nada das Delegacias (regio- da entidade, está a atividade isso, é preciso assegurar re- expondo profissionalmente. punindo médicos devido ao nais de Medicina), que são do registro do médico, da cursos e financiamentos pra Por exemplo, um médico que mau exercício da profissão. realizadas em todo o estado. fiscalização do exercício pro- a saúde, o que não acontece. esteja sozinho numa porta de O objetivo do Conselho não O Cremesc aproveita para fissional e, também, dos es- emergência, e se depara com é punitivo e, sim, de orien- debater os principais proble- tabelecimentos de saúde que [PE] - E qual a sua ava- uma gravidade maior, que tação. Existem diversas pu- mas da categoria e orientar prestam serviço à população. liação sobre o Sistema necessita da participação blicações do Conselho, que os médicos, sempre de for- Prestamos ainda a atividade Único de Saúde, o SUS? dos colegas, com os quais são enviadas aos médicos, ma ética, sobre as dificulda- judicante quando existe al- VP - O SUS, na teoria, é tido não pode contar, estará se no sentido de como deve ser des enfrentadas no cotidia- gum tipo de denúncia, rela- como um dos melhores sis- expondo e comprometendo a prática da boa Medicina, no de cada região. Também cionado ao mau exercício da temas públicos do mundo, todo o seu trabalho. enfatizando a relação entre disponibilizamos inúmeras Medicina. mas está vivendo uma crise médico e paciente, os cuida- publicações, como revistas, imensa. Existe um subfinan- dos com os anúncios, a ne- boletins e livros. O médico [PE] - Entre as compe- [PE] - O que se faz quan- ciamento e por isso os hospi- cessidade de manter o Con- precisa conhecer muito bem tências do Conselho, do esses casos ocorrem? tais e estabelecimentos que selho informado a respeito o seu Código de Ética e aces- está zelar pela qualidade VP - Nos casos de denún- dependem do sistema para a dos problemas que aconte- sar com frequência o site do na prática da Medicina. cias, o Conselho realiza uma sua subsistência vivem pra- cem nas unidades hospitala- Conselho. Lá ele encontrará averiguação através de sin- Que projetos e ativida- res. O médico tem o direito e todas as informações neces- ticamente sem condições de des estão sendo desen- dicância. Essa sindicância funcionar adequadamente. o dever de denunciar as más sárias para a prática da Me- pode evoluir para um pro- volvidos nesta gestão? condições de trabalho. dicina ética e de qualidade. Em Santa Catarina, o que VP - O Conselho tem, na me- cesso ético-profissional, em está acontecendo nos hospi- que o médico pode ser ab- dida do possível, feito todos tais públicos é a questão da os esforços, conversado com solvido ou ainda condenado falta de recursos humanos e os diretores técnicos, dire- O Conselho com base nas penalidades de leitos nas UTIs. tores clínicos dos hospitais, previstas na mesma lei que Os Conselhos Regionais de Medicina criou o Conselho. É impor- conversado com a Secretaria [PE] - Quais as ativida- foram criados através da Lei 3.268, de tante enfatizar que estamos da Saúde. Nessa semana, o des em que a situação é secretário Dalmo de Olivei- 1957. Mas foi apenas em 1959 que lutando para que se tenha se constituiu o primeiro corpo de uma modernização da lei, mais crítica? ra se reúne com a Cremesc criada há 55 anos. VP - Cada vez temos mais para tomar conhecimento conselheiros em Santa Catarina. problemas, sobretudo, nos da gravidade da situação da cuidados emergenciais. Nes- Desde então, o Cremesc atua como uma Autarquia [PE] - A saúde catari- saúde no estado. No último te aspecto, existe a falta de encontro com o secretário, Federal, voltada para o registro profissional e para a nense vive dias difíceis. Faça um diagnóstico da leitos, com poucos investi- foi assegurado novas contra- normatização da prática médica. situação da saúde em mentos. E o problema mais tações. E isso já está aconte- agudo é a carência de recur- Em Santa Catarina, cerca de 18 mil médicos estão Santa Catarina. cendo. O primeiro hospital inscritos, dos quais 13 mil em atividade. A entidade VP - O diagnóstico não pode sos humanos. E a situação a receber o novo quadro de ser feito isoladamente, sem está tão crítica que chegamos funcionários é o Hospital conta com um quadro de 60 funcionários e 17 que se tenha uma visão global ao ponto em que determina- Regional de São José. delegacias em todo o território catarinense. Camila Latrova (Edição: Andréa Leonora) �lorian��oli�� �� 20Ago12 CENTRAL DE DIÁRIOS PeloEstado TRINTA INTEGRADOS TRINTA INTEGRADOS peloestado@centraldediarios.com.br DIÁRIOS PRESENÇA EM www.centraldediarios.com.br INTEGRADOS 62% DE SC
  8. 8. 08 Criciúma, 21 de agosto de 2012 l Terça-feira ‘’Como tudo na vida, um dia Destilando veneno! Nelson Rubens A Grande Família também vai Você pode acompanhar o Nelson Rubens na Rede TV!, no programa TV Fama, de segunda a sexta, às 19h50’ e, aos sábados, às 20 horas acabar’’, diz Marieta Severol Sucesso l Reataram? l E agora? Marieta Severo mostrou fazer a mesma coisa duran- peças de teatro, mas revela bom-humor ao falar de dona te 12 anos. Isso não te assus- que no futuro pretende fa- A volta da Ritinha: Mel Maia Vai ter volta? Zilu e Zezé Pode parecer maldade, Nenê , seu personagem em taria? “, disse rindo. “Mas os zer outro papel na televisãojá está escalada para 2013 - Di Camargo realmente se mas na moral: Pedro Bial A Grande Família durante anos foram passando, o se- e investir em cinema. “Que-novela das 6 de Thelma Gue- separaram. Mas continuam não ficou muito encantado o Criança Esperança, que riado tem muita qualidade ro fazer coisas diferentesdes e Duca Rachid - “O pe- se chamando de “Bem”. In- ao entrevistar a Mulher Me- aconteceu na noite do último e muita história para contar. na televisão, sim e tambémqueno Buda”. clusive em público. lão? Ele gosta da fruta! sábado (18). “Se me per- Eu adoro e quero continuar”, vou lançar um filme no ano guntasse há doze anos atrás disse. Ela confirmou que o que vem, será uma comédia se eu faria uma personagem programa segue na grade chamada Vendo ou Alugo. que durasse tanto tempo eu da TV Globo para 2013. Assim como tudo na vida, eu não aceitaria. Imagina só Paralelamente ao seria- sei que A grande Família um alguém falar que você vai do, Marieta tocou algumas dia vai acabar”, completou. Nem passados alguns dias do fim das Olímpiadas serviram para César Cielo ficar mais animado. Dia des- ses, comeu 6 lanches em fast-food só para afogar as mágoas! l Não quero! Cauã Reymond até rasga a proposta para novo en- saio nu de Grazi Massafera! “Não pretendo dividir a Grazi com mais ninguém. Quem viu, viu...” Não adian- ta nada! A internet está aí para essas coisas... Que novela que nada! Milena Toscano faz tudo na Globo, menos novela! Depois de participar do “Dança dos Famosos”, agora está no “Super Chef ”, do “Mais Você”. malhação 17h30 Amor, eterno amor 18h Fatinha fica assustada com atitude de Lia. Dinho Angélica se sente mal perto de Melissa. Fer- não acredita que ele seja a causa da briga entre nando tenta provocar Rodrigo se aproximando as meninas. Mario leva Tico para o seu trabalho. de Miriam. Jacira deixa Tobias enciumado. Lau- Orelha se desculpa com Rafael. A assistente social delino vê Angélica ferida e corre para levá-la fica satisfeita com o trabalho de Mocotó na praça ao hospital. Começa o casamento de Antônio e l Processo e decide fazer uma festa para homenageá-lo. Ro- Deolinda. Laudelino afirma que Rodrigo atirou bson conta para Mathias que Mocotó se apresen- em Angélica. Virgílio encontra sangue em sua Jennifer Lopez vai ta em um show de comédia. Rita chega à escola e casa e se desespera. Valéria implica com Elisa. até o fim no processo Mathias a leva para conhecer sua turma. Marlene sofre por Laís ter perdoado Eduardo. contra um ex-motoris- ta. Motivo? Extorsão. A cantora alega que cheias de charme 19h avenida brasil Hakob Manoukian pe- diu cerca de US$ 2,8 Tom afasta Rosário de Inácio/Fabian. Epi- Nina tenta impedir Jorginho de brigar com milhões para não re- fânia avisa a Voleide que Máslova não é Max. Todos no Divino tentam evitar que Suelen confiável. Elano convida Stela para jantar faça as fotos para a revista. Tessália diz a Olenka velar segredos da can- em sua casa. Lygia pensa no beijo que tro- que desconfia de Leleco. Muricy flagra Zezé mas- tora e de sua família cou com Gilson. Inácio/Fabian beija Rosário. sageando Adauto. Leleco finge indignação ao ouvidos enquanto ele Sandro paga a pensão de Padrick. Cida faz pegar Tessália tentando ouvir sua conversa. Os trabalhava para ela. uma festa na piscina e a família Sarmento fica homens do Divino invadem o campo onde Suelen incomodada. Branca procura Sandro e Sônia faz suas fotos. Jimmy leva um contrato para Cadi- não gosta. nho assinar enquanto se exercita com Noêmia.

×