SlideShare uma empresa Scribd logo

Modelagem de casos de uso e diagramas de sequência

Modelagem de casos de uso e diagramas de sequência

1 de 22
Baixar para ler offline
Modelagem de Casos de Uso e 
Diagramas de Sequência 
Monitoria - Engenharia de Software 
Jorge Linhares - jhcl@ 
Sandrine Ventura - svm2@
Requisitos 
“Os requisitos de um sistema especificam o conjunto de funcionalidades que ele 
deve prover para satisfazer as necessidades de todos os seus stakeholders.” 
SAMPAIO; PRIMO; MARTINO, 2005
Requisitos Funcionais 
● Responsáveis por descrever as 
funcionalidades que o sistema 
deverá oferecer. 
● Descrevem como o sistema deve 
reagir a entradas específicas, 
saídas esperadas e como deve 
ser comportar em determinadas 
situações. 
Exemplo: 
O sistema deve permitir que o usuário 
busque músicas por palavra-chave. 
Requisitos Não Funcionais 
● Referem-se as restrições em que o sistema deve operar 
● Algumas das restrições mais importantes são de: 
desempenho e segurança 
● Podem ser mais críticos do que os Funcionais, pois quando 
não atendidos o sistema poderá ser considerado inútil 
Tipos de Requisitos Não-Funcionais 
● Produto (Eficiência, Portabilidade, Segurança, etc.) 
● Organizacionais (Padrões, Entrega, etc.) 
● Externos (Aspectos Éticos, Legais, etc.) 
Exemplo: 
O sistema será desenvolvido para Android e iOS; 
O sistema processará 8 transações por segundo.
A merda está feita..
Requisitos 
Funcionais 
Inviáveis
Diagrama de Casos de Uso 
"Documento narrativo que descreve a sequência de eventos de um ator que 
usa um sistema para completar um processo". 
Ivan Jacobson

Recomendados

Aula 01 - UML e Padrões de Projeto
Aula 01 - UML e Padrões de ProjetoAula 01 - UML e Padrões de Projeto
Aula 01 - UML e Padrões de ProjetoVinícius de Paula
 
Estrutura de Dados - Conceitos fundamentais
Estrutura de Dados - Conceitos fundamentaisEstrutura de Dados - Conceitos fundamentais
Estrutura de Dados - Conceitos fundamentaisFabrício Lopes Sanchez
 
Aula UML - Unified Modeling Language
Aula UML - Unified Modeling LanguageAula UML - Unified Modeling Language
Aula UML - Unified Modeling LanguageCloves da Rocha
 
Metodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de SoftwareMetodologias de Desenvolvimento de Software
Metodologias de Desenvolvimento de SoftwareÁlvaro Farias Pinheiro
 
Diagrama de Atividades - UML
Diagrama de Atividades - UMLDiagrama de Atividades - UML
Diagrama de Atividades - UMLVinícius Barros
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Analise de Requisitos
Analise de RequisitosAnalise de Requisitos
Analise de Requisitoselliando dias
 
Aula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de DadosAula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de DadosRafael Albani
 
Programação orientada a objetos
Programação orientada a objetosProgramação orientada a objetos
Programação orientada a objetosCleyton Ferrari
 
Aula 02 - UML e Padrões de Projeto
Aula 02 - UML e Padrões de ProjetoAula 02 - UML e Padrões de Projeto
Aula 02 - UML e Padrões de ProjetoVinícius de Paula
 
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 -  Introdução a Engenharia de SoftwareAula 1 -  Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 - Introdução a Engenharia de SoftwareLeinylson Fontinele
 
Uml Diagramas Estruturais
Uml   Diagramas EstruturaisUml   Diagramas Estruturais
Uml Diagramas Estruturaisthaisedd
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosCloves da Rocha
 
Java orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)
Java   orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)Java   orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)
Java orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)Armando Daniel
 
Aula 1 - Introdução a POO
Aula 1 -  Introdução a POOAula 1 -  Introdução a POO
Aula 1 - Introdução a POODaniel Brandão
 
Apresentação mvc
Apresentação mvcApresentação mvc
Apresentação mvcleopp
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoRademaker Siena
 
Python - Introdução Básica
Python - Introdução BásicaPython - Introdução Básica
Python - Introdução BásicaChristian Perone
 
Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)
Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)
Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)Leinylson Fontinele
 

Mais procurados (20)

Analise de Requisitos
Analise de RequisitosAnalise de Requisitos
Analise de Requisitos
 
Aula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de DadosAula1 - Apresentação de Banco de Dados
Aula1 - Apresentação de Banco de Dados
 
Programação orientada a objetos
Programação orientada a objetosProgramação orientada a objetos
Programação orientada a objetos
 
Lista de Eventos
Lista de EventosLista de Eventos
Lista de Eventos
 
Aula 02 - UML e Padrões de Projeto
Aula 02 - UML e Padrões de ProjetoAula 02 - UML e Padrões de Projeto
Aula 02 - UML e Padrões de Projeto
 
Algoritmos
AlgoritmosAlgoritmos
Algoritmos
 
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 -  Introdução a Engenharia de SoftwareAula 1 -  Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
 
Diagrama de Classes
Diagrama de ClassesDiagrama de Classes
Diagrama de Classes
 
Uml Diagramas Estruturais
Uml   Diagramas EstruturaisUml   Diagramas Estruturais
Uml Diagramas Estruturais
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
 
Java orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)
Java   orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)Java   orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)
Java orientação a objetos (associacao, composicao, agregacao)
 
Aula 1 - Introdução a POO
Aula 1 -  Introdução a POOAula 1 -  Introdução a POO
Aula 1 - Introdução a POO
 
Apresentação mvc
Apresentação mvcApresentação mvc
Apresentação mvc
 
Modelagem de Dados
Modelagem de DadosModelagem de Dados
Modelagem de Dados
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
 
12 SQL - Junções / Join
12 SQL - Junções / Join12 SQL - Junções / Join
12 SQL - Junções / Join
 
Python - Introdução Básica
Python - Introdução BásicaPython - Introdução Básica
Python - Introdução Básica
 
Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)
Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)
Banco de Dados I - Aula 05 - Banco de Dados Relacional (Modelo Conceitual)
 
Aula 7 - Modelagem de Software
Aula 7 - Modelagem de SoftwareAula 7 - Modelagem de Software
Aula 7 - Modelagem de Software
 
Diagrama de Casos de Uso
Diagrama de Casos de UsoDiagrama de Casos de Uso
Diagrama de Casos de Uso
 

Destaque

Análise Orientada a Objetos - Diagrama de Sequencia
Análise Orientada a Objetos - Diagrama de SequenciaAnálise Orientada a Objetos - Diagrama de Sequencia
Análise Orientada a Objetos - Diagrama de SequenciaCursoSENAC
 
Uml diagrama de sequencia
Uml diagrama de sequenciaUml diagrama de sequencia
Uml diagrama de sequenciaItalo Costa
 
Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...
Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...
Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...Fernando Geraldo Mantoan
 
POO - Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)
POO -  Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)POO -  Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)
POO - Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)Marcello Thiry
 
POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência (versão 1)
POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência  (versão 1)POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência  (versão 1)
POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência (versão 1)Marcello Thiry
 
POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)
POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)
POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)Marcello Thiry
 
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Apresentação
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - ApresentaçãoSistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Apresentação
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - ApresentaçãoGleyciana Garrido
 
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Diagramas
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - DiagramasSistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Diagramas
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - DiagramasGleyciana Garrido
 
Modelagem Aplicações Web com UML
Modelagem Aplicações Web com UMLModelagem Aplicações Web com UML
Modelagem Aplicações Web com UMLClaudio Martins
 

Destaque (18)

Análise Orientada a Objetos - Diagrama de Sequencia
Análise Orientada a Objetos - Diagrama de SequenciaAnálise Orientada a Objetos - Diagrama de Sequencia
Análise Orientada a Objetos - Diagrama de Sequencia
 
Aula9 diagrama de_sequencia
Aula9 diagrama de_sequenciaAula9 diagrama de_sequencia
Aula9 diagrama de_sequencia
 
Uml diagrama de sequencia
Uml diagrama de sequenciaUml diagrama de sequencia
Uml diagrama de sequencia
 
Aula1 astah
Aula1 astahAula1 astah
Aula1 astah
 
Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...
Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...
Estudo de Caso de uma Estrutura de Autenticação Única utilizando o protocolo ...
 
Diagrama sequencia
Diagrama sequenciaDiagrama sequencia
Diagrama sequencia
 
Diagrama UML Pergamum
Diagrama UML PergamumDiagrama UML Pergamum
Diagrama UML Pergamum
 
POO - Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)
POO -  Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)POO -  Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)
POO - Unidade 1 (complementar) - Introdução a Java e UML (versão draft 01)
 
Aula8 diagrama sequencia
Aula8 diagrama sequenciaAula8 diagrama sequencia
Aula8 diagrama sequencia
 
POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência (versão 1)
POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência  (versão 1)POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência  (versão 1)
POO - Unidade 2 (parte 3) - Diagrama de Sequência (versão 1)
 
POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)
POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)
POO - Unidade 1 (parte 2) - Orientação a Objetos com Java e UML (versão 4)
 
Análise de Sistemas Orientado a Objetos - 08 - Diagrama de Sequência
Análise de Sistemas Orientado a Objetos - 08 - Diagrama de SequênciaAnálise de Sistemas Orientado a Objetos - 08 - Diagrama de Sequência
Análise de Sistemas Orientado a Objetos - 08 - Diagrama de Sequência
 
Diagrama de sequência
Diagrama de sequênciaDiagrama de sequência
Diagrama de sequência
 
Ferramentas Case - fase de análise e projeto
Ferramentas Case - fase de análise e projetoFerramentas Case - fase de análise e projeto
Ferramentas Case - fase de análise e projeto
 
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Apresentação
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - ApresentaçãoSistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Apresentação
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Apresentação
 
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Diagramas
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - DiagramasSistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Diagramas
Sistema de Gerenciamento de Locadora de Vídeo - Diagramas
 
Principais diagramas da UML
Principais diagramas da UMLPrincipais diagramas da UML
Principais diagramas da UML
 
Modelagem Aplicações Web com UML
Modelagem Aplicações Web com UMLModelagem Aplicações Web com UML
Modelagem Aplicações Web com UML
 

Semelhante a Modelagem de casos de uso e diagramas de sequência

Aulas de análise
Aulas de análiseAulas de análise
Aulas de análiseFrank Lira
 
Aulas de análise
Aulas de análiseAulas de análise
Aulas de análiseFrank Lira
 
REA- Diagramas de Casos de Uso da UML
REA- Diagramas de Casos de Uso da UMLREA- Diagramas de Casos de Uso da UML
REA- Diagramas de Casos de Uso da UMLIFFar - SVS
 
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfAula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfGreiceSilva21
 
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfAula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfGreiceSilva21
 
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfAula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfGreiceSilva21
 
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de UsoProf. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de UsoRenato Augusto
 
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de UsoProf. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de UsoRenato Augusto
 
Fluxo de Requisitos (RUP).pdf
Fluxo de Requisitos (RUP).pdfFluxo de Requisitos (RUP).pdf
Fluxo de Requisitos (RUP).pdfmmarolla1
 

Semelhante a Modelagem de casos de uso e diagramas de sequência (20)

4 casos-de-uso
4 casos-de-uso4 casos-de-uso
4 casos-de-uso
 
Aula3 casos de uso
Aula3 casos de usoAula3 casos de uso
Aula3 casos de uso
 
Parte6 casos de uso
Parte6   casos de usoParte6   casos de uso
Parte6 casos de uso
 
Aulas de análise
Aulas de análiseAulas de análise
Aulas de análise
 
Aulas de análise
Aulas de análiseAulas de análise
Aulas de análise
 
AOO - Diagrama de Caso de Uso
AOO - Diagrama de Caso de UsoAOO - Diagrama de Caso de Uso
AOO - Diagrama de Caso de Uso
 
REA- Diagramas de Casos de Uso da UML
REA- Diagramas de Casos de Uso da UMLREA- Diagramas de Casos de Uso da UML
REA- Diagramas de Casos de Uso da UML
 
Diagramas de casos de uso - aula 2
Diagramas de casos de uso - aula 2Diagramas de casos de uso - aula 2
Diagramas de casos de uso - aula 2
 
Modelo caso uso
Modelo caso usoModelo caso uso
Modelo caso uso
 
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfAula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
 
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfAula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
 
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdfAula 05 - Caso de Uso.pdf
Aula 05 - Caso de Uso.pdf
 
Aula 05 .pdf
Aula 05 .pdfAula 05 .pdf
Aula 05 .pdf
 
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de UsoProf. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
 
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de UsoProf. Renato Nunes   aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
Prof. Renato Nunes aula 04 - Modelagem de Sistemas - Caso de Uso
 
Aps caso uso
Aps caso usoAps caso uso
Aps caso uso
 
Linguagem de Modelagem Unificada (UML)
Linguagem de Modelagem Unificada (UML)Linguagem de Modelagem Unificada (UML)
Linguagem de Modelagem Unificada (UML)
 
Fluxo de Requisitos (RUP).pdf
Fluxo de Requisitos (RUP).pdfFluxo de Requisitos (RUP).pdf
Fluxo de Requisitos (RUP).pdf
 
0040 casos de uso
0040 casos de uso0040 casos de uso
0040 casos de uso
 
UML1.pdf
UML1.pdfUML1.pdf
UML1.pdf
 

Último

01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 

Modelagem de casos de uso e diagramas de sequência

  • 1. Modelagem de Casos de Uso e Diagramas de Sequência Monitoria - Engenharia de Software Jorge Linhares - jhcl@ Sandrine Ventura - svm2@
  • 2. Requisitos “Os requisitos de um sistema especificam o conjunto de funcionalidades que ele deve prover para satisfazer as necessidades de todos os seus stakeholders.” SAMPAIO; PRIMO; MARTINO, 2005
  • 3. Requisitos Funcionais ● Responsáveis por descrever as funcionalidades que o sistema deverá oferecer. ● Descrevem como o sistema deve reagir a entradas específicas, saídas esperadas e como deve ser comportar em determinadas situações. Exemplo: O sistema deve permitir que o usuário busque músicas por palavra-chave. Requisitos Não Funcionais ● Referem-se as restrições em que o sistema deve operar ● Algumas das restrições mais importantes são de: desempenho e segurança ● Podem ser mais críticos do que os Funcionais, pois quando não atendidos o sistema poderá ser considerado inútil Tipos de Requisitos Não-Funcionais ● Produto (Eficiência, Portabilidade, Segurança, etc.) ● Organizacionais (Padrões, Entrega, etc.) ● Externos (Aspectos Éticos, Legais, etc.) Exemplo: O sistema será desenvolvido para Android e iOS; O sistema processará 8 transações por segundo.
  • 4. A merda está feita..
  • 6. Diagrama de Casos de Uso "Documento narrativo que descreve a sequência de eventos de um ator que usa um sistema para completar um processo". Ivan Jacobson
  • 7. Atores: Representam as entidades que se relacionam com o sistema. Exemplo: cliente, usuário, gerente, etc. Atores são papeis e não pessoas! Ex.: Se existe um cliente do sistema chamado Bira, existe um ator chamado “cliente”, e não um ator chamado “Bira”. Casos de Uso
  • 8. Como identificar casos de uso e atores? Ler a descrição em linguagem natural do sistema, buscando. . . – Casos de uso candidatos: verbos – Atores candidatos: substantivos Exemplo – O cliente entra na loja para comprar produtos... – O porteiro registra [a chegada de] encomendas... Casos de Uso
  • 9. Diagrama de Casos de Uso Ator Participação de um ator em um caso de uso Caso de Uso
  • 10. Diagrama de Casos de Uso Relacionamento entre casos de uso e entre atores: ● Relação “é um” entre atores ● Relação “é um tipo de” entre casos de uso
  • 11. Diagrama de Casos de Uso Relacionamento de inclusão ● Se um caso de uso inicia ou inclui o comportamento de outro, dizemos que ele usa o outro. ● A seta aponta para o caso de uso solicitado ● Ocorre quando um caso de uso precisa de recursos de outro
  • 12. Diagrama de Casos de Uso Relacionamento de extensão ● Ocorre quando um caso de uso precisa de recursos de outro ● A seta aponta para o caso de uso solicitante ● Relacionamento onde um caso de uso pode usar os recursos de outro, não sendo obrigatório esse uso.
  • 14. Diagrama de Sequência • Apresenta a colaboração dinâmica entre os vários objetos de um sistema; • Através deste diagrama é possível perceber a sequência de mensagens enviadas entre os objetos; • Mostra o que ocorre em pontos específicos da execução do sistema; • Apresenta as interações entre atores e sistema.
  • 17. Bora praticar de leve?! - Tenho opção? NÃO :D
  • 18. FERRAMENTAS StarUML - http://staruml.io/download Astah - http://astah.net/download
  • 19. Praticando... Casos de Uso Rojeferson aposta toda semana os mesmos números na loteria em jogos como quina, megasena, lotomania, etc. São vários cartões por semana. Na hora de conferir é uma loucura. Certa vez, quase que ele confere o cartão errado. Para resolver isso, ele quer desenvolver uma aplicação que cadastre a aposta, o tipo de jogo (quina, megasena, lotomania), registre o resultado dos jogos e guarde esse resultado para cada tipo de jogo (quina, megasena, lotomania).
  • 21. Praticando... Diagrama de Sequência Represente um sistema de login simples com inserção de um username e uma senha, verifique se os dados estão corretos, caso esteja dê permissão de acesso a uma página inicial. ● Desconsiderar possibilidade de inserção de username e senha incorretos