Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
1
Ligações
Químicas
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
2
Ligações
- Poucos elementos encontram-se naturalmente no es...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
3
Ligação Iônica
A energia requerida para a formação
de liga...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
4
A configuração estável pode ser obtida de
duas maneiras:
L...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
5
Retículos Cristalinos:
 Um sólido iônico é um conjunto de
...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
6
Cl- Na+
Na+ Cl-
Cl- Na+
Na+ Cl-
Cl
Na+
Na+
Cl-
Cl- Na+
Na+ ...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
7
Ocorre geralmente entre METAIS e
AMETAIS com  de eletrone...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
8
Metais:
Eletropositivos
Perdem elétrons
Viram Cátions(+)
Am...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
9
Fórmulas Iônicas
Al
X
x
x
Al
X
x
x
Al2O3
Al+3 O-2
O
O
O
Fór...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
10
Características de compostos Iônicos:
• São sólidos nas co...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
11
Ligação Covalente
 Lewis propôs que uma ligação covalente...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
12
Ocorre geralmente entre AMETAIS e
HIDROGÊNIO ou AMETAIS e...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
13
Ligações covalentes normais
Fórmula de Lewis Fórmula estru...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
14
1) Ligação Covalente Apolar: Ocorre entre
átomos iguais. D...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
15
2) Ligação Covalente Polar: Ocorre entre átomos
diferentes...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
16
Ligação Coordenada (DATIVA)
Só acontece quando um elemento...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
17
A B
Orbitais moleculares
 e 
A B
A B
Um mesmo átomo pode...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
18
Características de Compostos
Moleculares:
• São, em geral,...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
19
H H
X2
Ex.: H2, N2, O2
Geometria: Linear
Ângulo: 180°
Molé...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
20
XY
Ex.: HBr, HCl, HF
Geometria: Linear
Ângulo: 180°
H Cl
M...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
21
XY2
Ex.: CO2, CS2
Geometria: Linear
Ângulo: 180°
C OO
Molé...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
22
Ex.: SO2
Geometria: Angular
Ângulo: 112°
XY2 e
Moléculas
P...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
23
Ex.: H2O, H2S
Geometria: Angular
Ângulo: 105°
XY22e
Molécu...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
24
XY3
Ex.: BF3, BH3
Geometria: Trigonal
Plana
Ângulo: 120°
H...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
25
Ex.: NH3, PH3
Geometria: Piramidal
Ângulo: 107°
XY3 e
Molé...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
26
Ex.: CH4,CCl4
Geometria: Tetraédrica
Ângulo: 109°28’
XY4
C...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
27
POLARIDADE
MOLÉCULAS DIATÔMICAS:
Átomos iguais APOLAR
Átom...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
28
H H
H Cl
C
H
H
H
H
O
H H
N
H H
H
APOLAR
POLAR
POLAR
POLAR
...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
29
FORÇAS
INTERMOLECULARES
Pontes de H
Moléc. Polares
Com H l...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
30
Ocorre entre metais e possui como principal
característica...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
31
Características de compostos Metálicos:
• São sólidos nas ...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
32
Principais ligas metálicas ( Soluções sólidas )
• Ouro 18 ...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
33
Principais ligações no cotidiano
• Elementos do Solo: O2 =...
Professoras Cristina Ferraz, Jane
Moreira e Rosecler Machado
34
Principais ligações no cotidiano
• Mg = ajuda na síntese d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ligações químicas (3)

346 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ligações químicas (3)

  1. 1. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 1 Ligações Químicas
  2. 2. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 2 Ligações - Poucos elementos encontram-se naturalmente no estado atômico, geralmente os átomos dos elementos se ligam entre si. K L M N Hélio 2 Neônio 2 8 Argônio 2 8 8 Criptônio 2 8 18 8 - Configuração estável: com 2 elétrons na camada K, ou com 8 elétrons na última camada.
  3. 3. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 3 Ligação Iônica A energia requerida para a formação de ligações iônicas é fornecida pela atração coulômbica entre os íons de cargas opostas num retículo cristalino. Estes íons formam-se pela transferência de elétrons dos átomos de um elemento para os átomos de outros elementos.
  4. 4. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 4 A configuração estável pode ser obtida de duas maneiras: Ligação Iônica: É o resultado da atração eletrostática de íons com cargas opostas. Ex: NaCl = cloreto de sódio AgCl = cloreto de prata MgO = óxido de magnésio KBr = brometo de potássio LiH = hidreto de lítio MgCl2 = cloreto de magnésio AlF3 = fluoreto de lítio Al2S3 = sulfeto de alumínio Faça as ligações das substâncias acima:
  5. 5. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 5 Retículos Cristalinos:  Um sólido iônico é um conjunto de cátions e ânions empacotados em um arranjo regular. Cl- Na+ Na+ Cl- Cl- Na+ Na+ Cl-
  6. 6. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 6 Cl- Na+ Na+ Cl- Cl- Na+ Na+ Cl- Cl Na+ Na+ Cl- Cl- Na+ Na+ Cl- Cl- Na+ Na+ Cl- Cl Na+ Na+ Cl-
  7. 7. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 7 Ocorre geralmente entre METAIS e AMETAIS com  de eletronegatividade > 1,7. LIGAÇÃO IÔNICA
  8. 8. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 8 Metais: Eletropositivos Perdem elétrons Viram Cátions(+) Ametais: Eletronegativos Ganham elétrons Viram Ânions(-) Al Al+3 + 3e-  S + 2e- S-2
  9. 9. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 9 Fórmulas Iônicas Al X x x Al X x x Al2O3 Al+3 O-2 O O O Fórmula-íon Fórmula de Lewis ou Eletrônica
  10. 10. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 10 Características de compostos Iônicos: • São sólidos nas condições ambientes; • São duros e quebradiços; • Possuem altos P.F. e P.E.; • Conduzem corrente elétrica quando fundidos ou em solução aquosa (não conduzem corrente elétrica no estado sólido ) ; • Formam retículos cristalinos. Na Na+ Na+ Na+ Cl- Cl- Cl- Cl-
  11. 11. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 11 Ligação Covalente  Lewis propôs que uma ligação covalente é um par de elétrons compartilhado por 2 átomos. Ex: H H = H2 Cl Cl = Cl2 O = O2O “Os elementos não metálicos formam ligações covalentes entre si pelo compartilhamento de elétrons”.
  12. 12. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 12 Ocorre geralmente entre AMETAIS e HIDROGÊNIO ou AMETAIS entre si, desde que a  de eletronegatividade < 1,7. LIGAÇÃO COVALENTE (MOLECULAR)
  13. 13. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 13 Ligações covalentes normais Fórmula de Lewis Fórmula estrutural Fórmula molecular H H OO NN H  H O  O N  N H2 N2 O2 Lig. Covalente Simples Lig. Covalente Dupla Lig. Covalente Tripla 1 sigma 1 sigma + 1 pi 1 sigma + 2 pi
  14. 14. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 14 1) Ligação Covalente Apolar: Ocorre entre átomos iguais. Dessa forma, os átomos possuem mesma eletronegatividade e atraem, conseqüentemente, o par eletrônico compartilhado com a mesma intensidade. Ex.: H2, O2, N2 H H O par eletrônico é eqüidistante aos dois núcleos
  15. 15. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 15 2) Ligação Covalente Polar: Ocorre entre átomos diferentes. Dessa forma, o átomo que possui maior eletronegatividade atrai o par eletrônico compartilhado com maior intensidade. Ex.: HCl. O par eletrônico fica mais próximo do cloro pois este átomo atrai mais fortemente os elétrons da ligação covalente (porque é mais eletronegativo). H Cl +  -
  16. 16. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 16 Ligação Coordenada (DATIVA) Só acontece quando um elemento (que não pode ser metal) já fez todas as ligações comuns possíveis (valência). Esse elemento “empresta” um par de elétrons para o outro elemento que ainda precisa receber elétrons. Exemplo: SO2 SO O Não podem mais fazer ligação comum. Ainda não está completo Ligação dativa S OO
  17. 17. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 17 A B Orbitais moleculares  e  A B A B Um mesmo átomo pode fazer até 4 ligações covalentes comuns mas, entre dois átomos, o número máximo de ligas covalentes comuns é 3. Dependendo da quantidade de ligações e dos orbitais em que estas se formam, podemos representá-las por  ou  .      
  18. 18. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 18 Características de Compostos Moleculares: • São, em geral, líquidos ou gasosos nas condições ambientes (se sólidos, fundem-se facilmente); • Possuem baixos P.F. e P.E.; • Não conduzem corrente elétrica (exceção para Ácidos, em solução aquosa e Carbono Grafite) ; • São formados por moléculas.
  19. 19. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 19 H H X2 Ex.: H2, N2, O2 Geometria: Linear Ângulo: 180° Moléculas Diatômicas GEOMETRIA MOLECULAR
  20. 20. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 20 XY Ex.: HBr, HCl, HF Geometria: Linear Ângulo: 180° H Cl Moléculas Diatômicas
  21. 21. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 21 XY2 Ex.: CO2, CS2 Geometria: Linear Ângulo: 180° C OO Moléculas Poliatômicas
  22. 22. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 22 Ex.: SO2 Geometria: Angular Ângulo: 112° XY2 e Moléculas Poliatômicas S O O
  23. 23. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 23 Ex.: H2O, H2S Geometria: Angular Ângulo: 105° XY22e Moléculas Poliatômicas O H H
  24. 24. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 24 XY3 Ex.: BF3, BH3 Geometria: Trigonal Plana Ângulo: 120° H H H B Moléculas Poliatômicas
  25. 25. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 25 Ex.: NH3, PH3 Geometria: Piramidal Ângulo: 107° XY3 e Moléculas Poliatômicas N H H H
  26. 26. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 26 Ex.: CH4,CCl4 Geometria: Tetraédrica Ângulo: 109°28’ XY4 C H H H H Moléculas Poliatômicas
  27. 27. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 27 POLARIDADE MOLÉCULAS DIATÔMICAS: Átomos iguais APOLAR Átomos diferentes POLAR MOLÉCULAS POLIATÔMICAS: Sobra é: POLAR Não sobra é: SIMETRIA
  28. 28. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 28 H H H Cl C H H H H O H H N H H H APOLAR POLAR POLAR POLAR SIMÉTRICA = APOLAR
  29. 29. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 29 FORÇAS INTERMOLECULARES Pontes de H Moléc. Polares Com H ligado a FON Muito Fortes Altos PF e PE Forças de Van Der Waals Dipolo- Dipolo (Permanente) Moléc. Polares Médias Dipolo Induzido- Dipolo Instantâneo Moléc. Apolares Muito Fracas Baixos PF e PE
  30. 30. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 30 Ocorre entre metais e possui como principal característica, elétrons livres em torno de cátions e átomos neutros no retículo (Mar de elétrons). Fe2+ Fe2+ Fe Fe2+ Fe Fe Fe Fe2+Retículo Cristalino Metálico LIGAÇÃO METÁLICA •ÁTOMOS •CÁTIONS •ELÉTRONS LIVRES
  31. 31. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 31 Características de compostos Metálicos: • São sólidos nas condições ambientes(Exceção Hg); • Possuem Brilho (Efeito fotoelétrico); • Possuem altos P.F. e P.E.; • Conduzem corrente elétrica no estado sólido ou fundidos (elétrons livres); • São Dúcteis e Maleáveis. fios lâminas
  32. 32. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 32 Principais ligas metálicas ( Soluções sólidas ) • Ouro 18 quilates: (Au e Cu) • Aço: ( Fe e C) • Bronze: (Cu e Sn) •Latão: (Cu e Zn) • Metal monel: (Ni e Cu) •Amálgama de Prata: (Hg e Ag) •Liga leve: (Mg e Al) •Solda: (Pb e Sn)
  33. 33. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 33 Principais ligações no cotidiano • Elementos do Solo: O2 = 46,71%; Si = 27,69% formadores de Al2O e Fe2O3; nitrato e carbonatos do solo •Presença de CaCO3 dureza temporária da água e presença de cloretos dureza permanente. •Nutrientes ligados há: K = cerca de 60 enzimas são ativadas pelo potássio deficiência de K, encurtamento de caule, aparecimento da cor parda e morte dos tecidos (pontas e margens) Ca = ajuda no crescimento das raízes, aumenta a resistência da planta, fixação do N2 na leguminosas deficiência de Ca, raízes pouco desenvolvidas.
  34. 34. Professoras Cristina Ferraz, Jane Moreira e Rosecler Machado 34 Principais ligações no cotidiano • Mg = ajuda na síntese da clorofila, se não tiver não faz fotossíntes •Solos com alto teor de Al afeta o desenvolvimento radicular do milho e afetam as estruturas reprodutivas (Ciclo do N2) •Ciclo do fasfato = ciclo do fósforo = auxilia na manutenção da floração nos campos. •Ciclo do enxofre = aminoácidos = poluição = chuva ácida28

×