Infraestrutura de TI - Aula Curso de Cisências Contábeis

1.132 visualizações

Publicada em

Infraestrutura de TI aplicada a execução de redes e sistemas empresariais.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infraestrutura de TI - Aula Curso de Cisências Contábeis

  1. 1. INFRAESTRUTURA - TI Prof. Jorge Cavalcante
  2. 2. INFRAESTRUTURA - TI Prof. Jorge Cavalcante
  3. 3. “Refere-se às tecnologias para coletar, processar, armazenar e distribuir a informação com a finalidade de facilitar o planejamento, a coordenação e o processo decisório nas organizações.” LAUDON &LAUDON, 2001
  4. 4. Infraestrutura de TI  Hardware;  Software;  Gerenciamento de dado e informação;  Telecomunicações e redes;  Internet, intranet e extranet.
  5. 5. Infraestrutura de TI
  6. 6. ▪ Hardware: É a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos Integrados e Equipamentos necessários para a coleta, processamento, armazenamento e distribuição da informação. ▪ Softwares: Correspondem aos programas de computadores que desempenham funções específicas de apoio ao usuário final, como coleta, processamento, armazenamento e distribuição da informação Infraestrutura de TI
  7. 7. Hardware | Software
  8. 8. ▪ Gerenciamento de dados: É um recurso de software responsável por armazenar de forma estruturada um conjunto de dados e informações sobre uma determinada organização. ▪ Redes e Telecomunicações: Infra-estrutura para conectar hardware e software. Infraestrutura de TI
  9. 9. Gerenciamento de dados
  10. 10. Telecomunicações e redes É a comunicação por meio eletrônico tendo um conjunto de hardware e software compatíveis e ordenados com a finalidade de enviar informação de um lugar a outro.
  11. 11. ▪ Procedimentos: É um conjunto de instruções como normas e regras para a manipulação e tratamento de informações. ▪ Pessoas: Usuários intermediários e finais utilizam como ferramenta para atingirem objetivos específicos. Procedimentos e Pessoas
  12. 12. Componentes do Hardware Dispositivos de comunicação Armazenamento secundário • Disco Magnético • Disco Óptico • Fita Magnética Unidade central de processamento CPU Armazenamento primário Dispositivos de entrada • Teclado • Mouse de computador • Tela de toque (touch screen) • Leitores de dados Dispositivo de saída • Impressoras • Terminais de vídeo • Plotadoras (plotters) • Saída de áudio
  13. 13. Central de processamento Unidade central de processamento – CPU é parte do processador central. Interpreta as instruções e processa os dados contidos nos programas do computador. Controla os demais elementos do sistema Trabalha estreitamente com o sistema de armazenamento primário, onde se armazenam temporariamente os dados e as instruções durante o processamento. Pega os dados e instruções da memória primária durante o processamento
  14. 14. Tecnologia de armazenamento, entrada e saída ▪ Dispositivos de entrada ▪ Teclado ▪ Mouse ▪ Tela sensível ao toque ▪ Reconhecimento óptico de caracteres (códigos de barras) ▪ Entrada por caneta ▪ Scanner ▪ Entrada de áudio ▪ Sensores
  15. 15. Tecnologias de saída Dispositivos de saída - Monitores - Projetores - Impressoras - Saídas de áudio
  16. 16. Tecnologias de armazenamento ▪ Tecnologia de armazenamento secundário ▪ Disco magnético: Discos flexíveis, disco rígido ▪ Discos ópticos: CD-ROM, DVDs ▪ Fitas magnéticas: (baixo preço, meio mais antigo de armazenamento ▪ Novas alternativas de armazenamento: Redes de armazenamentos de dados internos, memoria flash e nuvem.
  17. 17. Tecnologias de armazenamento
  18. 18. Tecnologias de armazenamento
  19. 19. Telecomunicações e Redes no SI
  20. 20. ▪ Par trançado: é a forma predominante de fiação para comunicações do tipo telefonia. Um fio de pares trançados consistem em um tronco de fios de cobre trançados em pares. Vantagens : barato, amplamente disponível e de fácil manutenção. Desvantagens: interferências elétricas e é relativamente lento. ▪ Cabo coaxial: é formado por fios de cobre isolados e utilizado nas redes de TV a cabo. Vantagens : menos interferência elétrica e velocidade maior que o par trançado. Desvantagem: mais caro e de manuseio mais difícil que o par trançado. A transmissão banda larga é digital e pode transmitir dados em alta velocidade e sinais de televisão. ▪ Fibra óptica: a tecnologia de fibra ótica é a transmissão de informações através de ondas de luz, em vez de corrente elétrica. são filamentos finíssimos de fibra de vidro que conduzem impulsos de luz gerado por laser. Vantagens: menores e mais leves, mais velocidade e transmissão de dados e menor interferência. Desvantagem: custo alto. ▪ Transmissões sem fio: ▪ via satélite: Vantagem grande área de cobertura e alta largura da banda. Desvantagem: caro, retardo na propagação de sinais e precisa de codificação para segurança. ▪ Via rádio: Vantagem: sem fios, largura da banda alta barato e fácil de instalar, sinais atravessam paredes. Desvantagem: suscetível à invasão, precisa de codificação para segurança. ▪ Celular: Vantagem largura da banda media e baixa, sinais atravessam paredes. Desvantagens: Necessidades de torres de transmissão e alta falha nos sinais Telecomunicações e Redes no SI
  21. 21. Canais de Comunicação
  22. 22. Canais de Comunicações – Cabo traçado
  23. 23. Canais de Comunicações – Cabo coaxial
  24. 24. Canais de Comunicações – Fibra óptica
  25. 25. Canais de Comunicações – Transmissão sem Fio
  26. 26. É um método de transferência de dados de um ponto a outro sem a utilização de cabos. Redes Wireless
  27. 27. Bluetooth é uma tecnologia de rádio de curto alcance criada pela Ericsson em meados da década de 90. Consiste em um sistema wireless desenvolvido para capacitar dispositivos eletrônicos ( PCs, notebooks, PDAs, telefones celulares, modems, impressoras, ...) a se comunicarem a curta distância sem a utilização de cabos.
  28. 28. REDES As redes são fundamentais por três motivos: 1. Flexibilidade: Tornam as organizações flexíveis e adaptáveis para atender condições empresariais em mutação constante; 2. Compartilhamento: As redes permitem que as organizações compartilhem hardware, aplicações de computador e bancos de dados. 3. Sinergia: As redes permitem que pessoas e grupos de trabalho espacialmente distribuídas se comuniquem e compartilhem documentos, opiniões, e discussões que estimulem o trabalho em equipe. Fonte: TURBAN, RAINER E POTTER 2003.
  29. 29. Topologia de Redes TOPOLOGIA DE REDES segundo TURBAN, RAINER E POTTER 2003.)
  30. 30. ▪ TOPOLOGIA DE REDE ESTRELA
  31. 31. ▪ TOPOLOGIA DE REDE POR BARRAMENTO
  32. 32. ▪ TOPOLOGIA DE REDE POR BARRAMENTO
  33. 33. ▪ TOPOLOGIA DE REDE POR ANEL
  34. 34. ▪ TOPOLOGIA DE REDE POR ANEL
  35. 35. Arranjos topológicos ▪ A primeira estrutura está disposta em forma de estrela, na qual sempre existe um equipamento no centro da rede coordenando o fluxo das informações. Na rede em estrela, para "chamar" outro, um micro deve enviar o pedido de comunicação ao controlador, que então passará as informações ao destinatário. Pode ser bem mais eficiente que o em barra, mas tem limitação no número de nós que o equipamento central pode controlar e, se o controlador "sair do ar", sai também toda a rede. ▪ Na topologia de rede em barramento, existe um sistema de conexão (um cabo) que interliga os vários micros da rede. Nesse caso, o software de controle do fluxo de informações deverá estar presente em todos os micros. Assim, quando um micro precisa comunicar-se com outro, ele "solta" na linha de comunicação uma mensagem com códigos para identificar qual micro deverá receber as informações que se seguem. Pode apresentar problemas de eficiência, mas não os problemas do primeiro tipo. ▪ A terceira topologia mostrada na figura é uma rede em anel que pode ser considerada uma rede em barramento, com as extremidades do cabo juntas. Esse tipo de ligação não permite tanta flexibilidade quanto a ligação em barramento, forçando a uma maior regularidade do fluxo de informações suportado por um sistema de detecção, diagnóstico e recuperação de erros nas comunicações mais sofisticado.
  36. 36. REDES
  37. 37. Meios de transmissão ▪ Rede Local (LAN – Local Area Network) ▪ Área geográfica restrita ▪ Cabos ou sinais de rádio ou infravermelhos ▪ Rede Metropolitana (MAN – Metropolitan Area Network) ▪ Linhas de maior velocidade ou fibra ótica ▪ Rede de Longa Distância (Wide – Local Area Network) ▪ Meios de transmissão de longa distância
  38. 38. Modens
  39. 39. Roteadores / Root
  40. 40. Referências Bibliográficas ▪ Laudon, Kenneth C.; Jane Price. Sistemas de Informação com Internet. Rio de Janeiro: LTC 1999. ▪ O’BRIEN, James A. Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na era da Internet. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2004. ▪ TURBAN, Efraim; McLEAN, Ephraim; WETHERBE, James. Tecnologia da Informação para Gestão. 3. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2004 ▪ http://www.di.ufpb.br/raimundo/Tutoredes/redes.htm em 15 de maio de 2014 às 17:24
  41. 41. O planejamento de TI incorpora a gestão de recursos de infraestrutura e seus diversos aplicativos em operação dentro de uma organização. O planejamento é de fundamental importância para o negócio uma vez que uma integração mais estreita das metas de Tecnologia da Informação e os componentes do Planejamento Estratégico da empresa, entre eles a Missão e o lucro, tornam-se cada vez mais importantes. Este interesse atual não é, na realidade, novo. Com base no texto e na aula vista oriente a empresa descrita abaixo, para seu planejamento de estrutura de T.I Empresa: Fictícia Ramo: Fabricação de Refrigerantes Tamanho: Empresa de médio porte Distribuição: Centro de Distribuição – CD e Armazéns de distribuição locais. Problema: A empresa precisa aumentar sua capacidade de distribuição pois a falta de controle e informação está gerando altos estoques no armazém central da empresa. Uma das soluções indicadas por um consultor de negócios, seria: colocar os refrigerantes em maior circulação controlada nas praças já atendidas e gerar novas praças de vendas, utilizando um sistema de entregas baseado em estoque mínimo por região. Ou seja, unir a informação de compra de cada região baseando-se nas vendas locais. Sugira em seu plano de TI a estrutura necessária para essa tarefa.

×