Jorge Ávila
NÚCLEO (KERNEL)
 É importante que fique claro que um computador pode
funcionar sem um Sistema Operacional instalado.
 (E...
NÚCLEO (KERNEL)
 O núcleo (ou Kernel em inglês) é a parte central do
Sistema Operacional na maioria dos computadores, ele...
SISTEMAS MONOLÍTICOS
 São sistemas que todas as aplicações
funcionam a nível núcleo.
 Monolítico, etimologicamente falan...
SISTEMAS MONOLÍTICOS
 Estes sistemas são mais dinâmicos porque cada
componente do núcleo pode acessar outros
componentes ...
SISTEMAS MONOLÍTICOS
SISTEMAS EM CAMADA
 De uma forma mais organizada, o SO com
sua arquitetura em camadas tem seu núcleo
dividido em camadas ...
SISTEMAS EM CAMADA
SISTEMAS EM CAMADA
 As camadas são bem organizadas e como dito, cada
uma com uma função dentro do núcleo.
 Este modelo a...
SISTEMAS MICRONÚCLEO
 Baseado no sistema em camadas, os projetistas
retiraram do núcleo todas as gerencias e
colocaram em...
Aula 8 semana
Aula 8 semana
Aula 8 semana
Aula 8 semana
Aula 8 semana
Aula 8 semana
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 8 semana

304 visualizações

Publicada em

aula 08

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
304
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 8 semana

  1. 1. Jorge Ávila
  2. 2. NÚCLEO (KERNEL)  É importante que fique claro que um computador pode funcionar sem um Sistema Operacional instalado.  (ENIAC, Colossus, Z3 e outros) não possuíam SO, os programas eram projetados e escritos para depois serem inseridos na máquina e esta executa-lo repetidamente até acabar a programação
  3. 3. NÚCLEO (KERNEL)  O núcleo (ou Kernel em inglês) é a parte central do Sistema Operacional na maioria dos computadores, ele que fica em contato direto com o Hardware da máquina.
  4. 4. SISTEMAS MONOLÍTICOS  São sistemas que todas as aplicações funcionam a nível núcleo.  Monolítico, etimologicamente falando mono vem de único e lítico de pedra  É como se o núcleo fosse uma “solida pedra” de rotinas que se interagem sem restrições justamente porque o código no nível núcleo tem acesso total a todos os recursos e áreas da memória.
  5. 5. SISTEMAS MONOLÍTICOS  Estes sistemas são mais dinâmicos porque cada componente do núcleo pode acessar outros componentes diretamente e com isto, os sistemas podem se tornar mais compactos.  Em compensação, o sistema se torna mais robusto, a chance de colapso (travamento, reinicialização ou funcionamento errado) do sistema é maior.  Exemplos comuns de sistemas monolíticos são os Sistemas Operacionais mais antigos como o MS- DOS e o UNIX.
  6. 6. SISTEMAS MONOLÍTICOS
  7. 7. SISTEMAS EM CAMADA  De uma forma mais organizada, o SO com sua arquitetura em camadas tem seu núcleo dividido em camadas de abstração. Cada camada tinha uma importância dentro do núcleo
  8. 8. SISTEMAS EM CAMADA
  9. 9. SISTEMAS EM CAMADA  As camadas são bem organizadas e como dito, cada uma com uma função dentro do núcleo.  Este modelo apresentou problemas substanciais. Quando uma operação precisaria começar na primeira camada e seguir até o hardware ela obrigatoriamente teria que passar por todas as outras camadas aumentando a possibilidade de erro ou inconsistência das informações.  Por estes motivos, este modelo não foi muito aplicado e hoje em dia é implementado parcialmente nos sistemas.
  10. 10. SISTEMAS MICRONÚCLEO  Baseado no sistema em camadas, os projetistas retiraram do núcleo todas as gerencias e colocaram em nível de usuário.  É interessante entender que o núcleo sólido do sistema monolítico e o núcleo organizado do “em camadas” foi dividido em vários pequenos núcleos independentes (daí o nome micronúcleo), caso um chegue a causar algum defeito este pode ser restaurado sem causar um colapso geral no sistema.

×