Página1
CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PRÉ
H I S T O R I A UNIVERSITÁRIO
REVIDÃO DO ENEM
ALUNO: ........................
Página2
(A) natureza das políticas públicas que priorizam coisas e
não pessoas.
(B) forma como os migrantes são tratados n...
Página3
ideias localizadas ainda no século XIX, entre as quais
pode-se citar:
I – o darwinismo social, expresso na ideia s...
Página4
D - Uma Guerra marcada pelo ideal de uma força tarefa de
promoção da fraternidade entre os povos,
independentement...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pre seed-revisão do enem 12

1.039 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.039
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pre seed-revisão do enem 12

  1. 1. Página1 CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PRÉ H I S T O R I A UNIVERSITÁRIO REVIDÃO DO ENEM ALUNO: ......................................................................... ANO BASE 2013 1) A nacionalidade é o que justifica ou que postula a existência de uma nação. Uma nacionalidade é um grupo humano que aspira a formar uma nação já existente. O falecimento do Presidente Hugo Chaves reabriu essa discussão para os povos latinos americanos ao sugerir: a) unificar os modelos identitários espalhados pela América Latina desde o México até à Argentina. b) a formação de um bloco comunista em toda a América Latina com a finalidade de dar apoio à revolução cubana. c) gerar uma crise no imperialismo americano a partir da criação da OEA (Organização dos Estados Latinos Americanos). d) a criação de uma unidade latino-americana dentro da perspectiva de Pátria Grande como queria Simon Bolívar. e) unificar os modelos identitários espalhados pela América Latina desde o Brasil, passando pela Argentina até o México. 2) No decurso do século XX e XXI, o fortalecimento do capitalismo e da onda neoliberal relaciona-se diretamente com: a) a volta do Estado do Bem Estar Social proposto pelos americanos e europeus após a 2ª Guerra Mundial. b) a crise dos países europeus com o crescimento exponencial de sua dívida externa. c) o fim da soberania absoluta das nações e a excessiva abertura dos mercados mundiais. d) o fim da classe operária como sujeito da história como tinha sugerido o pensamento marxista da História. e) o fim da classe burguesa como sujeito da história como tinha sugerido o pensamento liberal-positivista da História. 3) “O Chile é um país quebrado, onde a distância entre a tristeza inconsolável das vítimas e a arrogância cega de seus perseguidores parece intransponível, nós todos estando possuídos por um abismo que promete durar além da morte de seus múltiplos protagonistas”. (DORFMAN, Ariel. O longo adeus a Pinochet. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. p. 60-61.) No dia 11 de setembro de 2013, lembrar-se-ão os 40 anos do golpe militar que destituiu o Presidente Salvador Allende do poder, no Chile, e instalou no governo uma ditadura que perdurou por longos 17 anos. Até a morte do General Augusto Pinochet, em 2006, o Chile viveu sob a sombra de seu tirano, experimentando uma difícil transição rumo à democracia. Quanto à natureza do governo destituído em 1973, como poderíamos classificá-lo? a) Governo democrático popular. b) Governo socialista autoritário. c) Governo liberal democrático. d) Governo liberal estatizante. e) Governo democrático peronista. 4) “O nome de Bolívar foi apropriado por um sem-número de lideranças e movimentos políticos na América Latina nos quase 200 anos que nos separam de sua morte. Seus seguidores estão espalhados pelas mais diversas vertentes do espectro ideológico. Até que ponto as apropriações de tal legado são fiéis ao pensamento original do chamado „Libertador‟?” (MARINGONI, Gilberto. O Bolívar simbólico. In: Revista História Viva. São Paulo, 2011. p. 98.) Entre os principais países da América Latina que reivindicam o legado político e histórico de Simon Bolívar (1783-1830), podemos destacar: a) Venezuela, Chile, Colômbia, Equador e Peru. b) Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia. c) Venezuela, Argentina, Colômbia, Peru e Bolívia. d) Venezuela, Paraguai, Colômbia, Peru e Equador. e) Venezuela, Cuba, Uruguai, Brasil e México. 5) Disponível em: <http://www2.uol.com.br/angeli>. Acesso em: 01 ago. 2012. A charge do cartunista Angeli (2006) se refere à:
  2. 2. Página2 (A) natureza das políticas públicas que priorizam coisas e não pessoas. (B) forma como os migrantes são tratados nos grandes centros brasileiros. (C) discriminação sofrida por negros e nordestinos na cidade de São Paulo. (D) politização da patrimonialização da cultura cosmopolita das metrópoles. (E) qualidade de vida de pedestres e motoristas nas metrópoles brasileiras. 6) Na recente história política brasileira, especi- ficamente aquela que cobre o período da ditadura militar, podemos identificar uma série de acontecimentos que são lembrados frequentemente quando se abordam os difíceis anos de autoritarismo. Assinale a alternativa que contém a série de acon- tecimentos, na ordem cronológica em que ocorreram, entre 1964 e 1985: a) renúncia do Presidente Jânio Quadros; deposição de João Goulart; posse de Castelo Branco; desmantelamento das guerrilhas de esquerda; posse de João Figueiredo. b) posse do General Costa e Silva; auge do “milagre econômico”; posse do General Figueiredo; aprovação da anistia política; promulgação da “Constituição Cidadã”. c) deposição de João Goulart; campanha da Legalidade; fim do AI5; criação do Partido dos Trabalhadores; Campanha das “Diretas Já”. d) promulgação da Nova Constituição; ápice da crise estudantil; promulgação do AI5; posse do General Emílio Garrastazu Médici; greve nas fábricas do ABC paulista. e) renúncia de Jânio Quadros; campanha da Legalidade; posse e deposição de João Goulart; fundação da Central Única dos Trabalhadores; eleição de Tancredo Neves. 7) “Pela primeira vez na história um soldado do papa chega a papa. Pois é esse, em essência, o significado da eleição papal do jesuíta argentino Jorge Mario Bergoglio. Com o novo papa Francisco, a ordem religiosa mais poderosa e numerosa do catolicismo torna-se a esperança da Igreja. A partir de agora, os dois papas, o „papa branco‟ (Francisco) e o „papanegro‟ (Nicolás), como é chamado o geral dos jesuítas, pertencem à mesma Companhia. A dos Companheiros de Jesus e soldados do papa”. (VIDAL, José Manuel e BASTANTE, Jesus. Francisco. O novo João XXIII. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 91.) Sobre a Companhia de Jesus, ordem religiosa de origem do Papa Francisco, é correto dizer: I – criada na primeira metade do século XVI, por iniciativa de Inácio de Loyola, a Companhia de Jesus foi um modelo de ordem religiosa nascida da Contrarreforma. II – Ao lado da divulgação do Evangelho, os missionários da Companhia contribuíram para o estabelecimento do diálogo entre as diferentes culturas, tanto na América do Norte e na América do Sul, quanto na África e no Oriente. III – Antônio Vieira foi um de seus mais destacados re- presentantes no século XVII, notabilizando-se como escritor e orador. Sobre as proposições anteriores, pode-se afirmar que a) apenas I está correta. b) I e II estão corretas. c) I e III estão corretas. d) II e III estão corretas. e) todas estão corretas. 8) Disponível em: <http://domacedo.blogspot.com.br/2011/11/chevron-o- desastre.html>. Acesso em: 01 ago. 2012. Além da poluição dos mares, por exemplo, a exploração do petróleo proporciona royalties, que são: (A) impostos pagos pelos governos de todos os níveis aos cidadãos, como forma de compensar a destruição ambiental dos oceanos e mares. (B) taxas pagas pelas empresas exploradoras dos recursos dos mares aos municípios, como forma de redução da poluição ambiental. (C) compensações financeiras pagas aos governos pelas empresas exploradoras de recursos diversos em territórios variados. (D) recursos tecnológicos repassados pelas empresas aos governos para que eles despoluam a natureza dos espaços explorados. (E) tarifas compensatórias pagas pelo Governo federal às empresas que exploram petróleo na plataforma continental. 9) “Enquanto o liberalismo, o conservadorismo e o socialismo são ideologias do século XIX, o fascismo é filho do século XX, e alguns ainda diriam que especificamente do período entre as duas guerras mundiais. Aliás, o fascismo surgiu sobretudo como uma revolta contra a modernidade, contra as ideias e valores do iluminismo e dos credos políticos dele decorrentes” (HEYWOOD, Andrew. Ideologias políticas. Do liberalismo ao fascismo. São Paulo: Ática, 2010. p. 205-6). Entretanto, muitas das características atribuídas ao fascismo podem ter sua origem ou inspiração em teorias ou
  3. 3. Página3 ideias localizadas ainda no século XIX, entre as quais pode-se citar: I – o darwinismo social, expresso na ideia segundo a qual a competição e o conflito garantem o progresso humano e asseguram que os mais adaptados e os mais fortes prosperem; II – as teorias elitistas e patriarcais, a partir das quais irá se afirmar, no fascismo, a autoridade carismática do líder, o qual é dotado de qualidades excepcionais; III – o ultranacionalismo, o qual, no fascismo, personifica um sentimento de missão messiânica ou fanática: a perspectiva de regeneração nacional e o renascimento do orgulho nacional. Sobre as proposições acima, é possível afirmar que a) apenas I está correta. b) I e II estão corretas. c) I e III estão corretas. d) II e III estão corretas. e) todas estão corretas. 10) Fonte: http://www.juniao.com.br/charges_cartum/. Acesso em 04 de junho de 2013. A charge identifica que a crescente violência nos espaços públicos (cidades e áreas rurais) do Brasil se: a) amplia na falta de ações da sociedade em aumentar o acesso dos criminosos ao ensino. b) banaliza frente à corrupção dos poderes instituídos para a redução da maioridade penal. c) consolida na medida em que a sociedade desqualifica o papel da educação nas mudanças estruturais. d) destaca em uma sociedade cada vez mais analfabeta e sem recursos para pagar pelo ensino básico. e) restringe devido à falta de educação formal, uma vez que o povo brasileiro não gosta e não quer estudar. 11) Sobre características comuns às independências na América Ibérica, é CORRETO afirmar que: I) tanto a América espanhola quanto a portuguesa foram impactadas pelos eventos que marcaram a conjuntura política europeia – o bloqueio napoleônico, a guerra e a invasão francesa às respectivas metrópoles. II) a intensa luta pela autonomia das províncias nessas Américas se deu a partir do avanço das ideias liberais nas décadas de 1810 e 1820. III) a fragmentação dos vice-reinos hispano-americanos e as lutas por projetos políticos diferenciados nas províncias brasílicas se deram ao longo da década de 1820. IV) o papel exercido pelos britânicos para o rápido reconhecimento dos novos estados soberanos e independentes, tinha em vista a manutenção e expansão do comércio com a Grã-Bretanha. Assinale a alternativa CORRETA: a) Somente as afirmativas II e III estão corretas. b) Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. c) Somente as afirmativas I, II e IV estão corretas. d) Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas. e) Todas as afirmativas estão corretas. 12) A Coreia do Norte tem gerado tensões geopolíticas em decorrência de sua capacidade nuclear, do seu isolamento político e das disputas territoriais com sua vizinha Coreia do Sul. Atualmente separadas por uma faixa desmilitarizada, a divisão que criou as duas Coreias se originou (A) no final da Primeira Guerra Mundial, com o controle da Península Coreana pelo Japão. (B) logo em seguida ao fim da revolução comunista na China, com a expansão de seus domínios territoriais até a Península Coreana. (C) após a Segunda Guerra Mundial, em um conflito regional que envolveu Estados Unidos da América, União Soviética e China. (D) no decorrer da Guerra Fria, com os Estados Unidos da América procurando ampliar sua influência no continente asiático. (E) no final dos anos 1980, com o enfraquecimento da União Soviética e a retirada de suas tropas do território coreano. 13) A Guerra Fria corresponde a: A - Um momento da história mundial (entre 1947 a 1989) em que o mundo se dividiu em dois blocos: o Ocidental, liderado pelos Estados Unidos (capitalista), e o Oriental, liderado pela União Soviética (socialista). Os dois blocos, dentro de um sistema bipolar, disputavam a liderança econômica, política, militar e ideológica das várias regiões do planeta, colocando as em confronto ideológico e/ou armado permanentemente. B - Um mecanismo de “Guerra” voltado para um esforço conjunto de ações para promover o diálogo entre os dois blocos socialista e capitalista, que se estabeleceram após a II Guerra Mundial no mundo contemporâneo, no sentido de que as disputas fossem o mais consensual possível, sem armas. Tudo contra a intolerância. C - Uma forma pacífica de combate à intolerância e o desrespeito às diferenças pelos dois blocos (o capitalista e o socialista) que se constituíram após a II Guerra Mundial, apesar de ter ocorrido uma corrida armamentista no período entre 1947 e 1989.
  4. 4. Página4 D - Uma Guerra marcada pelo ideal de uma força tarefa de promoção da fraternidade entre os povos, independentemente do sistema político adotado, fosse ele de cunho capitalista ou comunista. E - Um projeto visando promover um conjunto de ações voltadas para a paz mundial, onde as tensões políticas, econômicas, sociais e ideológicas poderiam ser resolvidas sem grandes enfrentamentos – por isso, uma Guerra Fria, voltada para a unidade no mundo. 14) O filme “Boa Noite e Boa Sorte” de 2005 é ambientado na década de 1950, momento em que os EUA viviam os dramas do macarthismo. O tema central do filme é a história do repórter Edward Murrow e seus colegas da rede CBS que decidem travar uma verdadeira batalha contra o senador Joseph McCarthy e expor publicamente sua conduta duvidosa. Historicamente, o macarthismo é definido como: A - a disputa entre democratas e republicanos pelo controle do senado norte-americano após a Segunda Guerra Mundial. B - uma política de aproximação entre EUA e URSS liderada pelos senadores democratas. C - a criação no senado norte-americano de um comitê para investigar atividades antiamericanas e passou a perseguir setores intelectuais da sociedade acusados de defenderem ideias comunistas. D - ações do senado norte-americano para impedir que revoluções comunistas tivessem êxito na América Latina. E - campanha à presidência da república do senador Joseph McCarthy que tinha como principal plataforma a defesa das ideias comunistas nos EUA GABARITO 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. D C A B A A C 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. C E C C C A C

×