O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Painel didatico logica

328 visualizações

Publicada em

Painel didatico logica

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Painel didatico logica

  1. 1. Lógica - Falácias A falácia é um tipo de raciocínio incorreto, apesar de ter a aparência de correção. A falácia Contra o homem (Argumenum ad hominem) têm duas interpretações: (1) Ofensiva - essa falácia tenta refutar o argumento apresentado atacando a pessoa nao o argumento. “O doutor Marcelo descobriu a cura de uma doença, entretanto, foi demitido do seu cargo de diretor geral da empresa Y por desonestidade. Logo, sua descoberta é indigna de confiança, pois ele é desonesto.” (2) Circunstancial - diz respeito às relações entre as convicções de uma pessoa e suas circunstâncias. (COPI, 1997). “ - Pedro, o senhor é um bárbaro, pois caça animais inocentes para seu próprio divertimento!” Argumento dirigido ao Povo (Argumentum ad Populum) ocorre quando se apela para uma grande quantidade de pessoas visando a aceitação do argumento. “Milhares de pessoas votaram no candidato X, que outra evidência você quer para ver que este candidato é o melhor para o Brasil? Apelo à Piedade (Argumentum ad Misericordiam) comete esta falácia quando se apela para a compaixão ou piedade a fim de conseguir que uma determinada conclusão seja aceita. Argumento de Autoridade (Argumentum ad Verecundiam) apelo a autoridade. Para aceitação de determinado argumento se apela ao conhecimento ou admiração de uma autoridade. “Claro que existe vida em Marte, pois o presidente dos USA acredita, então existe.” VELASCO, Patrício Del Nero. Educando para a argumentação. Autêntica, B. Horizonte 2010, p.119 Solte-me seu guarda. Tenho prova hoje. Se meu pai souber estou frito. http://simplesmentejp.blogspot.com/2010/09/liberdade-de-expressao.html. FilosofiaFilosofia Falsa causa é uma falácia em que o argumento tenta estabelecer uma relação causal, sendo esta relação errônea. "Gabriela foi curada de câncer, graças a um chazinho caseiro". " Então este chazinho vai curar todos os que tem câncer". Falácia Apelo à tradição (Argumentum ad Antiquitatem) toma algo como verdadeiro só porque é antigo. “O doutor Meirelles disse a verdade, afinal ele tem 60 anos.” Argumento pela ignorância (Argumenum ad Ignorantiam) é cometido sempre que uma proposição é sustentada como verdadeira na base, simplesmente, de que não foi provada sua falsidade. (COPI, 1997). “Jamais um sopro de escândalo tocou o Senador. Portanto ele deve ser incorruptivelmente honesto.” Recurso à Força (Argumentum ad Baculum) ocorre quando alguém apela à força ou ameaça para força ou tenta forçar alguém a fazer o que ela queira. *ARANHA, Maria Lúcia de Arruda, MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando - Introdução à filosofia. Editora: Moderna. Pág, 159. COPi, Irveing. Introdução a ´Lógica. Ed. Mestre Jou.

×