Portal Prof. Jorge - Realismo de Eça de Queirós

513 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
144
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portal Prof. Jorge - Realismo de Eça de Queirós

  1. 1. Especial – Eça de QueirósLITERATURA PORTUGUESAWWW.PROFJORGE.COM.BR
  2. 2.   Acabam os romances de entretenimento e passam a ser usados os romances detese  NARRADOR – Terceira pessoa  ESPAÇO - Leiria, sede do bispado para onde o padre Amaro conseguetransferência. O tempo compreende os anos de 1860 a 1870.  ENREDO - O padre tinha um caso com Joaneira. Se apaixona por Amélia,noiva de João Eduardo; por isso ela perde interesse no noivo. Amaro vê ocônego Dias na cama com Joaneira e passa a viverm pela sexualidade. Apesarde lutar, é vencido pelos instintos naturais de sua espécie. O padre e o sogropassam a se tratar com sogro e genro. João Edurado enciumado publica nojornal anonimamente a imoralidade de alguns padres, inclusive o próprioAmaro. Amélia morre no parto. A criança também e Amaro volta pra sua terra;encontra o conego Dias e chegam à conclusão de que tudo é passado e vivemcomo se nada tivesse acontecido.
  3. 3.   CENAS CHOCANTES  http://www.youtube.com/watch?v=hWLYx6od2xY  RESUMO  http://www.youtube.com/watch?v=zeDmHIgBZTU
  4. 4.   COMENTÁRIOS  http://www.youtube.com/watch?v=g1YKHUW9Bhw  http://www.youtube.com/watch?v=tzyJjNwmEnk&feature=related  CENAS  http://www.youtube.com/watch?v=bUXV4CFIic8
  5. 5.   Romance espacial que relaciona o campo (Portugal) e a cidade(França). A obra critica o estilo francês superficial. Há um elogio danatureza, mas um crítica à mesmice e à mediocridade campestre dePortugal.  Positivista, Jacinto defendia a idéia de que “o homem só ésuperiormente feliz quando é superiormente civilizado”.  Ao longo do romance ele procura provar o engano que as crençascivilizatórias de seu amigo, Jacinto de Tormes, podem conduzir,embora o admire exageradamente.
  6. 6.   Luísa, jovem sonhadora e ociosa da sociedade lisboeta, que acabaenvolvida por Basílio, seu primo, com quem se reencontra, após anos dedistância.Jorge regressa ao lar. Certo dia, chega uma carta do primo para a esposae o marido intercepta a correspondência e toma conhecimento de tudoque ocorrera.Desesperado e sofrendo demasiadamente, ainda assim Jorge resolveperdoar Luísa. Ela, no entanto, piora muito ao saber que o maridodescobrira tudo o que fizera de errado, e vem a falecer. A reação deBasílio, ao saber da morte dela, é de pesar, por ter perdido sua diversãoem Lisboa. Destaca-se, ainda, na obra, a figura do Conselheiro Acácio,amigo do casal, caricatura repleta de formalismo e hipocrisia.
  7. 7.   CENAS  http://www.youtube.com/watch?v=BMaCO_DZ0CE  http://www.youtube.com/watch?v=Ted9GMuIC9k
  8. 8.   http://www.youtube.com/watch?v=CRINxA-oK_E  Afonso da Maia nobre e rico – seu filho Pedro daMaia se casa contra a vontade de seu pai com umanegra que foge com um napolitano, levando a filha.Pedro se mata e seu filho Carlos passa a ser criadopelo avô Afonso. Condessa de Gourvarinho, MariaEduarda era amante de Castro Gomes e passa a seencontrar com Carlos. No final descobrem que sãoirmãos.

×