SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
Baixar para ler offline
PNAIC – MATEMÁTICA 
Secretaria Municipal de Educação de Campinas 
2014 
Elaborado por Equipe do PNAIC 
Fontes: Pesquisa PNAIC/SME/2013 e 
Cadernos do PNAIC-Matemática
PAUTA 
Leitura Deleite 
Dinâmica de apresentação : “Figuras” 
Devolutiva da pesquisa avaliativa/2013 : PNAIC 
Apresentação do PNAIC/2014 com foco em 
Matemática 
Tarefa de casa: Leitura do indicado 
Texto complementar
LEITURA DELEITE:
DINÂMICA DAS FIGURAS: 
1- escolher dentre as figuras apresentadas uma que 
represente para você sua relação com a Matemática 
2- apresentar-se ao grupo relatando sobre você, 
suas expectativas e experiências com a Matemática 
e o que espera do curso em questão
DEVOLUTIVA DE PESQUISA: 
AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO DO PNAIC 
REALIZADA PELOS 
DOCENTES PARTICIPANTES DO CURSO 
DEZEMBRO 2013
Alguns números 
230 professores dos anos do ciclo I (censo 2013) 
179 professores cadastrados no PNAIC 
175 professores que finalizaram o curso. 
153 professores que responderam a pesquisa 
Esclarecimentos sobre a tabulação dos dados 
Os dados aqui apresentados foram retirados da tabulação das 
respostas do questionário respondido espontaneamente pelas 
cursistas do PNAIC ao final de 2013. 
Algumas questões são apresentadas com dados de tabulação 
direta elaborada pelo sistema, as questões com respostas abertas 
foram categorizadas As informações sobre o número de pessoas 
que responderam e se são abertas ou fechadas estarão em cada 
slide.
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – 
DEZEMBRO DE 2013 
Expectativas em relação ao curso do PNAIC? 
(Múltipla escola) 
Aprofundamento nas questões teóricas 
envolvendo Alfabetização 
74 
Aprofundamento nas questões práticas 
envolvendo Alfabetização 
117 
Socialização de diferentes práticas de superação 
das dificuldades enfrentadas na alfabetização 
121 
Outros 8
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
A FORMAÇÃO DO PNAIC ATINGIU SUAS EXPECTATIVAS? 
Sim, foi além das expectativas 29 19% 
Sim, atingiu plenamente as expectativas 84 55% 
Atingiu parcialmente as expectativas 38 25% 
Não atingiu as expectativas 2 1%
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
COMO AVALIA OS CADERNOS DO PNAIC? 
(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
Bons, porque trataram de questões teóricas e práticas 114 
Bons, porque trouxeram exemplos de situações 
85 
concretas de trabalho 
Bons, porque trouxeram muitas dicas de leituras 
complementares 
67 
Razoáveis, pois os textos eram muitos teóricos 7 
Razoáveis, pois os textos eram muito densos 1 
Ruins, pois não proporcionaram reflexões sobre o 
0 
trabalho pedagógico 
Outros 4 
Total de respostas 278
DOS TEMAS DESENVOLVIDOS DURANTE A FORMAÇÃO DO PNAIC, 
QUAL(IS) DELE(S) AINDA NECESSITA(M) DE APERFEIÇOAMENTO EM 
FORMAÇÃO? 
(MÚLTIPLA ESOLHA) 
Trabalho diversificado 59 
Heterogeneidade 54 
Projetos e sequências didáticas 48 
Gêneros Textuais 41 
Organização da rotina semanal de trabalho 32 
Planejamento 26 
Currículo 22 
Sistema de Escrita Alfabética 18 
Ludicidade 19 
Nenhum tema 17 
Avaliação 16 
Outros 15 
367 
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
ESSE CURSO CAUSOU IMPACTO EM SUA FORMAÇÃO? 
Sim 80 52% 
Não 15 10% 
Parcialmente 58 38%
SE A RESPOSTA DADA À PERGUNTA ANTERIOR FOI SIM OU 
PARCIALMENTE, INDIQUE EM QUAIS ASPECTOS. (QUESTÃO 
ABERTA, RESPOSTAS CATEGORIZADAS) 
Reflexão teórico prática com modificação/melhorias/reforço de 
práticas pedagógicas com aperfeiçoamento profissional 50 
Aprimoramento da prática propiciado pelo compartilhamento de 
experiências 36 
Impacto parcial sem especificações 21 
Discussão e reflexão sobre trabalho diversificado, gêneros 
textuais, sequências didáticas, intensificação/modificações no 
19 
trabalho com leituras 
Oportunidade de reflexão e embasamento teórico 15 
Abordagem das dificuldades reais de alfabetização / elaboração 
e planejamento de atividades para tratá-las 09 
Dinâmica de trabalho em pares e abordagem de diferentes 
estratégias para superar dificuldades de aprendizagem 03 
Não identificou de forma clara os impactos 03 
Total de respostas 156
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
SE A RESPOSTA FOI "NÃO", INDIQUE O PORQUÊ 
Repetição do que já sabia 8 
Crença na formação inicial 1 
Já segue proposta . 
do material 1 
Considera o curso positivo, mas não impactante 1 
Amplitude dos problemas de alfabetização ultrapassa a 
1 
formação 
Número de professores que responderam 12
QUAIS AS PRINCIPAIS MUDANÇAS OBSERVADAS EM SUA 
PRÁTICA PEDAGÓGICA A PARTIR DA FORMAÇÃO DO PNAIC? 
QUESTÃO ABERTA, RESPOSTAS CATEGORIZADAS) 
Melhor organização da rotina, planejamento, registros e avaliação no que diz 
respeito à jogos, projetos e sequências didáticas , atividades permanentes, 
leitura deleite, ludicidade 
75 
Aprimoramento do trabalho com leituras, produção escrita e gêneros 
textuais 
41 
Melhoria da organização do trabalho em grupos de saberes 28 
Aprimoramento da prática a partir da socialização de experiências e 
22 
trabalho coletivo 
Oportunidade de avaliação e reflexão da prática com embasamentos 
teóricas 
20 
Maior segurança na prática a partir da fundamentação teórica 14 
Poucas mudanças/apenas contato com outras leituras 08
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR HOUVE TEMPO PARA 
DIVULGAR INFORMAÇÕES SOBRE O PNAIC? 
Sim 45 29% 
Não 34 22% 
Ocasionalmente 74 48%
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
HOUVE TROCA DE CONHECIMENTOS NA ESCOLA DE 
MANEIRA SISTEMÁTICA ENTRE PROFESSORES DO CICLO 
I QUE PARTICIPARAM DO PNAIC E OS QUE NÃO 
PARTICIPARAM? 
Sim, nessa escola, todos os professores participaram 
do PNAIC e trocaram informações entre si 
21 14% 
Sim, os professores que participaram do PNAIC 
partilharam suas experiências com os professores que 
não participaram 
34 22% 
Não houve troca entre os professores que 
participaram do PNAIC e os professores que não 
participaram 
26 17% 
Não houve troca entre os professores que 
participaram do PNAIC 
1 1% 
Não houve trocas 17 11% 
Houve trocas ocasionais 54 35%
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
SE A RESPOSTA PARA A PERGUNTA FOI “ SIM”, 
EM QUAIS MOMENTOS OCORRERAM? 
´(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
TDC 67 
RPAI 14 
TDI 18 
Grupos de Trabalho 18 
Conselho de Classe 30 
Reunião com a equipe gestora 5 
Outros 23 
Total de respostas 175
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR HOUVE TEMPO DESTINADO PARA O 
TRABALHO COLETIVO ENTRE OS PROFESSORES QUE 
PARTICIPARAM DO PNAIC? 
Sim 28 18% 
Não 56 37% 
Ocasionalmente 69 45%
SE A RESPOSTA PARA A PERGUNTA ANTERIOR FOI SIM 
OU OCASIONALMENTE, ESCREVA EM QUAIS 
MOMENTOS. 
(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
TDC 57 
Grupos de Trabalho 24 
Intervalos e/ou após término da aula 40 
Aulas “vagas” (Ed Física e Artes) 30 
Outros 6 
157 
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
VOCÊ TEVE ESTAGIÁRIO EM SUA SALA DE AULA? 
Sim 140 92% 
Não 10 7% 
Alguns momentos da semana 3 2%
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
QUAIS ATIVIDADES OS ESTAGIÁRIOS DO PNAIC REALIZARAM? 
(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
Atendimento aos alunos sempre que foi verificada a 
necessidade 
118 
Apoio aos alunos sem dificuldades em atividades na sala de 
aula 
107 
Apoio aos alunos com dificuldades em pequenos grupos na 
sala de aula 
106 
Desenvolvimento de atividades lúdicas e jogos 87 
Apoio aos alunos sem dificuldades nos momentos de trabalhos 
86 
com reagrupamentos 
Leitura para os alunos 80 
Apoio aos alunos com dificuldades nos momentos de trabalhos 
77 
com reagrupamentos 
Correção de tarefas 70 
Preparo de atividades 35 
Aguardava sua solicitação de ajuda 16 
Não tive estagiário 9 
Outros 9
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR HOUVE TEMPO DESTINADO 
PARA PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO ENTRE 
VOCÊ E SEU ESTAGIÁRIO? 
Sim 54 35% 
Não 23 15% 
Ocasionalmente 67 44% 
Não tive estagiário 9 6%
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
SE A RESPOSTA PARA A PERGUNTA ANTERIOR FOI SIM 
OU OCASIONALMENTE, SELECIONE EM QUAIS 
MOMENTOS ACONTECERAM: 
(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
Nas aulas vagas (Ed Física e Artes) 99 
No horário de intervalo 32 
No TDC 5 
Após o horário da aula 6 
Durante a aula 35 
Outros 16 
Total de respostas 193
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
COMO VOCÊ AVALIA A PARTICIPAÇÃO DOS ESTAGIÁRIOS 
JUNTO AO SEU TRABALHO? 
(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
Importante para formação inicial dos estagiários 126 
Necessária para o trabalho com reagrupamentos 97 
Necessária para garantir o atendimento à diversidade 118 
Indiferente 1 
Desnecessária 2 
Não tive estagiário 11 
Total de respostas 355
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
SOBRE REAGRUPAMENTO DOS ALUNOS, VOCÊ: 
(MÚLTIPLA ESCOLHA) 
Trabalhou em sua sala de aula com apoio do estagiário 118 
Trabalhou em parceira com outras professoras do mesmo 
57 
ano 
Acredita que esse trabalho ainda necessita ser discutido e 
estudado na escola 
46 
Trabalhou em sua sala de aula sem apoio do estagiário 39 
Trabalhou em parceria com outras professoras do PNAIC 25 
Trabalhou em parceria com outras professoras do ciclo I 24 
Não trabalhou com reagrupamentos 10 
Não acredita que ele promova melhorias no aprendizado 
3 
dos alunos 
Total de respostas 322
QUAIS AS PRINCIPAIS MUDANÇAS OBSERVADAS EM SUA PRÁTICA PEDAGÓGICA 
A PARTIR DA FORMAÇÃO DO PNAIC? 
QUESTÃO ABERTA, RESPOSTAS CATEGORIZADAS 
Melhor organização da rotina, planejamento, registros e avaliação no que 
diz respeito à jogos, projetos e sequências didáticas , atividades 
permanentes, leitura deleite, ludicidade 
75 
Aprimoramento do trabalho com leituras, produção escrita e gêneros 
textuais 
41 
Melhoria da organização do trabalho em grupos de saberes 28 
Aprimoramento da prática a partir da socialização de experiências e 
22 
trabalho coletivo 
Oportunidade de avaliação e reflexão da prática com embasamentos 
teóricas 
20 
Maior segurança na prática a partir da fundamentação da prática 14 
Poucas mudanças/apenas contato com outras leituras 08 
Melhor exploração dos materiais didático-pedagógicos do PNAIC 07 
Contribuição da presença de estagiários para trabalho com agrupamentos 04
VOCÊ PERCEBEU ALGUM IMPACTO NO PROCESSO DE 
APRENDIZAGEM DE SEUS ALUNOS PROPORCIONADOS PELA 
FORMAÇÃO DO PNAIC? 
Sim 131 86% 
Não 19 12% 
Não sei 01 0,6% 
Parcialmente 02 1,4% 
Não respondeu 01 0,6% 
TOTAL 153 
QUAIS? 
Questão aberta,, respostas 
categorizadas 
 Melhoria do rendimento dos 
alunos: 
PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 
Pelo aprimoramento do trabalho docente 18 
Pela intensificação com leituras, escrita, gêneros textuais e SEA 17 
Pela organização do trabalho com grupos de saberes 09 
Com o uso dos materiais didático-pedagógicos do PNAIC apresentados 16 
Pela melhoria da organização, direcionamento e seleção de atividades 20 
Pela maior segurança na prática docente 04 
Pela contribuição de estagiários no trabalho com as dificuldades 19 
Pelo aumento do interesse dos alunos pela leitura, construção de textos e 
16 
participação em aulas 
Trabalho está n o inicio/impacto não vem apenas do PNAIC 02 
O impacto Poderia ser melhor com apoio da equipe gestora/existência de GE 02 
Sem especificação 30 
TOTAL 153
EXPECTATIVAS... 
UMA CERTEZA UMA DÚVIDA
A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA COMO 
PRINCÍPIO 
 É uma área de pesquisa, sempre enraizada nas 
práticas de sala de aula. 
 É, ainda, uma área de estudo em construção 
para os professores, algo fugidio e dificilmente 
captado, mas que pode estar presente, seja em 
relatos de pesquisa, seja em relatos de 
experiências em salas de aula das diversas 
regiões.
A CONCEPÇÃO SOBRE A FORMAÇÃO 
DOS PROFESSORES 
É uma proposta de formação para 
professores que aborda a alfabetização 
matemática na perspectiva do letramento 
e explicita dois pressupostos 
fundamentais para o trabalho 
pedagógico com as crianças dessa faixa 
etária: 
o papel do lúdico e do brincar; 
e a necessidade de aproximação ao 
universo da criança, respeitando seus 
modos de pensar e sua lógica.
A CONCEPÇÃO DE ALFABETIZAÇÃO: 
RETOMANDO E AMPLIANDO 
A pessoa alfabetizada é aquela que é capaz de ler 
e escrever em diferentes situações sociais, de tal 
forma que isso lhe permita inserir-se e participar 
ativamente de um mundo letrado, enfrentando os 
desafios e demandas sociais. 
Para que isso aconteça não basta apenas o 
domínio dos conhecimentos relacionados à língua 
materna, é necessário também um amplo 
domínio do campo relacionado à matemática, no 
qual os números e o sistema de numeração 
decimal são fundamentais, mas não são os únicos 
aspectos que devem ser abordados na escola.
A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 
SEGUNDO OS AUTORES DO PNAIC 
 A alfabetização matemática na 
perspectiva do letramento foi um 
pressuposto adotado em consonância com 
o material de formação em linguagem. 
É entendida como um instrumento 
para a leitura do mundo; uma 
perspectiva que supera a simples 
decodificação dos números e a resolução 
das quatro operações básicas.
Os autores ressaltam a importância 
das práticas sociais do mundo da 
criança, como os jogos e brincadeiras, 
sejam elas do mundo adulto e de 
perspectivas diferenciadas como 
aquelas das diversas comunidades, 
vindas de diferentes contextos, como 
aquelas que formam o campo 
brasileiro.
A ORGANIZAÇÃO DO CURSO PNAIC – 
2014 ÊNFASE EM MATEMÁTICA 
 O curso, com ênfase em alfabetização 
matemática, integrada à Língua Portuguesa e 
outras áreas do conhecimento, está organizado 
em oito unidades, totalizando 160 horas. 
 Estão previstos 32 encontros ao longo do ano e 
um seminário temático de 8h, além das horas 
para estudo relativos ao curso. 
 Avaliação: 75% de presença nos encontros, 
realização das atividades solicitadas e 
participação no Seminário.
CADERNOS DO PNAIC EM 2014 
Em 2014, serão os mesmos cadernos para todo o 
ciclo I, diferentemente de 2013. São compostos por: 
Caderno de apresentação; 
Oito cadernos de formação 
dois cadernos “de referência” : um sobre Educação 
Inclusiva e outro sobre Educação do Campo 
Um Caderno de jogos
A ORGANIZAÇÃO DOS CADERNOS 
A organização por eixos também conduz a 
distribuição dos temas nos cadernos de formação 
dos professores do PNAIC de Matemática: 
Números e Operações; 
Pensamento Algébrico; 
Espaço e Forma/Geometria; 
Grandezas e Medidas; 
Tratamento da Informação/Estatística e 
Probabilidade.
Em Matemática, assim como em outras 
áreas do conhecimento, adotamos a 
perspectiva do ensino em espiral, 
ou seja, os temas devem sempre ser 
retomados e aprofundados, por isso, 
embora em alguns objetivos haja 
indicação de consolidação no 2º ou 3º 
ano, defendemos que continuem sendo 
retomados e ampliados ao longo da 
escolaridade.
OS CADERNOS DO PNAIC-MATEMÁTICA 
 Caderno 1  Organização do trabalho 
Pedagógico 
Autores da Região Sudeste 
Aborda as diferentes práticas de sala de aula de 
matemática, formas de organização das turmas, 
tarefas (gêneros textuais) 
 Caderno 2  Quantificação, Registros e 
agrupamentos 
Autores da Região Sul. 
 Caderno 3 - Construção do SISTEMA DE 
NUMERAÇÃO DECIMAL 
Autores da região Norte e Nordeste.
OS CADERNOS DO PNAIC-MATEMÁTICA 
 Caderno 4 - Operações na resolução de problemas 
Autores da região Sul. 
 Caderno 5  Geometria 
Autores da região Sudeste. 
 Caderno 6  Grandezas e Medidas 
Autores da região Sul.
OS CADERNOS DO PNAIC-MATEMÁTICA 
 Caderno 7 Educação Estatística 
Autores da região Nordeste. 
 Caderno 8  Saberes matemáticos e outros campos 
do saber 
Autor da região Sudeste. 
 Jogos na alfabetização matemática e 
Encarte
SEÇÕES DOS CADERNOS DE 
FORMAÇÃO 
Iniciando a Conversa. 
Aprofundando o Tema. 
 Compartilhando. 
Para saber Mais. 
Sugestões para os Encontros em 
Grupo. 
Tarefas de Casa e Escola.
O TRABALHO COM OS JOGOS 
No caderno de Jogos na Alfabetização 
Matemática são apresentados vários jogos 
divididos conforme os eixos dos Direitos de 
Aprendizagem: Números e Operações, 
Pensamento Algébrico, Espaço e 
Forma/Geometria, Grandezas e Medidas, 
Tratamento da Informação/Estatística e 
Probabilidade.
CADERNOS DE JOGOS 
Cada jogo é apresentado em várias seções: 
 Aprendizagens : Apresentação dos conceitos 
matemáticos possíveis de serem trabalhados com 
o jogo. 
 Materiais: Indica o material necessário para a 
efetivação do jogo. 
 Número de Jogadores: Indica o número de 
participantes. 
 Regras : Indica o modo de jogar. 
 Problematizando: Apresentação das 
possibilidades de problematizações que podem 
ser realizadas antes, durante ou depois do jogo. 
(Inferências)
O DIÁLOGO COM AS OUTRAS ÁREAS DO 
SABER E COM AS PRÁTICAS SOCIAIS 
 Geografia  Educação Cartográfica (um dos 
Direitos de Aprendizagem), evidencia-se quando 
do trabalho com a construção de esquemas e 
mapas junto com e pelas crianças. 
 História  Mantém-se um diálogo constante 
com a História, tida algumas vezes como fio 
condutor de sequências didáticas, como por 
exemplo, no trabalho com as unidades de medida, 
quando se opta por uma construção que resulta 
na necessidade da criação de “padrões de 
medida”.
O DIÁLOGO COM AS OUTRAS ÁREAS DO 
SABER E COM AS PRÁTICAS SOCIAIS 
 Língua Portuguesa  o diálogo constante com 
gêneros textuais, entre outras questões, perpassa 
muitas discussões e propostas de trabalho. 
 Por vezes, não ocorrem momentos “explícitos” de 
abordagem relacionadas a outras áreas do 
conhecimento, mas uma série de oportunidades 
que favorecem intervenções dos professores para 
que estabeleçam novas relações.
RETOMANDO A CONCEPÇÃO DE AVALIAÇÃO 
DO ALUNO 
 Defende-se a concepção de avaliação preocupada com a 
formação do estudante em termos de aprendizagens 
significativas, onde o erro deixa de ser apenas uma resposta 
a ser analisada e passa a ser uma questão desafiadora que o 
aluno coloca ao professor, ou seja, um elemento 
desencadeador de um amplo questionamento do ensino 
(PINTO, 2000). 
 Registro e análise de processos de aprendizagem e de ensino 
que orientam ao atendimento mais eficaz aos alunos em seus 
percursos de aprendizagem. 
 Avaliação da aprendizagem com caráter formativo. 
 Instrumentos variados e permanentes, de caráter 
diagnóstico e descritivo.
COMBINADOS DO GRUPO
TAREFA PARA CASA 
Leitura dos textos: 
 Alfabetização Matemática 
Maria da Conceição Ferreira Reis Fonseca 
Caderno de Apresentação do PNAIC – Pág. 26 a 31.
LEITURA COMPLEMENTAR 
 Educação Matemática e letramento, textos 
para ensinar Matemática, Matemática para 
ler o texto 
Maria da Conceição F. R. Fonseca e Cleusa de 
Abreu Cardoso. Pág. 63 a 76. In Lopes, Celi Ap. 
E. e Nacarato, Adair M. (orgs). Escritas e leituras 
na Educação Matemática. 1ª ed. Belo Horizonte: 
Autêntica, 2009. (Seguirá por e-mail, em pdf)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdf
Atividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdfAtividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdf
Atividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdfVitória Koki
 
Gestão da sala de aula 2
Gestão da sala de aula 2Gestão da sala de aula 2
Gestão da sala de aula 2Elsa Videira
 
Gestão de sala de aula – dicas
Gestão de sala de aula – dicasGestão de sala de aula – dicas
Gestão de sala de aula – dicaspso2510
 
PNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemasPNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemasElieneDias
 
Avaliação diagnóstica relatório
Avaliação diagnóstica   relatórioAvaliação diagnóstica   relatório
Avaliação diagnóstica relatórioMoniz Maria
 
Jornada pedagógica ii semestre pauta geral
Jornada pedagógica    ii semestre pauta geralJornada pedagógica    ii semestre pauta geral
Jornada pedagógica ii semestre pauta geralSimone Lucia
 
Relatório de autoavaliação discente - Educação e Saúde
Relatório de autoavaliação discente - Educação e SaúdeRelatório de autoavaliação discente - Educação e Saúde
Relatório de autoavaliação discente - Educação e SaúdeAndréa Thees
 
Planejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis PedagógicaPlanejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis PedagógicaIvanilson Lima
 
Reunião sarem matemática
Reunião sarem matemática Reunião sarem matemática
Reunião sarem matemática Rosemary Batista
 
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaClaudia Elisabete Silva
 
Gestar ii matematica
Gestar ii    matematicaGestar ii    matematica
Gestar ii matematicapso2510
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula mtolentino1507
 
Avaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliação
Avaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliaçãoAvaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliação
Avaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliaçãowilkerfilipel
 

Mais procurados (20)

Atividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdf
Atividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdfAtividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdf
Atividades de Matemática - Ensino Fundamental - Anos Finais.pdf
 
Gestão da sala de aula 2
Gestão da sala de aula 2Gestão da sala de aula 2
Gestão da sala de aula 2
 
Aula nota 10
Aula nota 10Aula nota 10
Aula nota 10
 
Formador de formadores
Formador de formadoresFormador de formadores
Formador de formadores
 
Professor nota 10
Professor nota 10Professor nota 10
Professor nota 10
 
Gestão de sala de aula – dicas
Gestão de sala de aula – dicasGestão de sala de aula – dicas
Gestão de sala de aula – dicas
 
PNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemasPNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - Operações na resolução problemas
 
Avaliação diagnóstica relatório
Avaliação diagnóstica   relatórioAvaliação diagnóstica   relatório
Avaliação diagnóstica relatório
 
Jornada pedagógica ii semestre pauta geral
Jornada pedagógica    ii semestre pauta geralJornada pedagógica    ii semestre pauta geral
Jornada pedagógica ii semestre pauta geral
 
Relatório de autoavaliação discente - Educação e Saúde
Relatório de autoavaliação discente - Educação e SaúdeRelatório de autoavaliação discente - Educação e Saúde
Relatório de autoavaliação discente - Educação e Saúde
 
Resumo aula nota 10
Resumo   aula nota 10Resumo   aula nota 10
Resumo aula nota 10
 
Planejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis PedagógicaPlanejamento e Práxis Pedagógica
Planejamento e Práxis Pedagógica
 
Reunião sarem matemática
Reunião sarem matemática Reunião sarem matemática
Reunião sarem matemática
 
Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.
Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.
Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.
 
Dicas de gestão da sala de aula
Dicas de gestão da sala de aulaDicas de gestão da sala de aula
Dicas de gestão da sala de aula
 
Pauta
PautaPauta
Pauta
 
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
 
Gestar ii matematica
Gestar ii    matematicaGestar ii    matematica
Gestar ii matematica
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 
Avaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliação
Avaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliaçãoAvaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliação
Avaliação no pea o medo e afobação que os alunos tem na realização da avaliação
 

Destaque

Questionário equipe diretiva PNAIC
Questionário equipe diretiva PNAICQuestionário equipe diretiva PNAIC
Questionário equipe diretiva PNAICDaniela Menezes
 
Pnaic perguntas frequentes
Pnaic   perguntas frequentesPnaic   perguntas frequentes
Pnaic perguntas frequentesAline Caixeta
 
Expectativas Matematica Seesp
Expectativas Matematica SeespExpectativas Matematica Seesp
Expectativas Matematica SeespVanessa Crecci
 
Pnaic slide o que e pnaic e organizaçâo curso
Pnaic slide  o que e pnaic e organizaçâo cursoPnaic slide  o que e pnaic e organizaçâo curso
Pnaic slide o que e pnaic e organizaçâo cursotlfleite
 
Comparativo expectativas atual
Comparativo expectativas atualComparativo expectativas atual
Comparativo expectativas atualleilatutora
 
PNAIC 2014 - Educação no campo
PNAIC 2014 - Educação no campoPNAIC 2014 - Educação no campo
PNAIC 2014 - Educação no campoAna Macanario
 
Objetivos Gerais PNAIC- Unidade 1 2 3
Objetivos Gerais PNAIC-  Unidade 1 2 3  Objetivos Gerais PNAIC-  Unidade 1 2 3
Objetivos Gerais PNAIC- Unidade 1 2 3 Rosalia Rocha
 
Expectativas de aprendizagem dos 2º anos power
Expectativas de aprendizagem dos 2º anos powerExpectativas de aprendizagem dos 2º anos power
Expectativas de aprendizagem dos 2º anos powerClaudia Ortolan Ortolan
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014Claudio Pessoa
 
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)educacaodetodos
 
Apresentação pnaic
Apresentação   pnaicApresentação   pnaic
Apresentação pnaicAline Caixeta
 
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICRELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICServiço público
 
3º encontro pnaic vânia 2015
3º encontro pnaic  vânia 20153º encontro pnaic  vânia 2015
3º encontro pnaic vânia 2015Wanya Castro
 

Destaque (14)

Questionário equipe diretiva PNAIC
Questionário equipe diretiva PNAICQuestionário equipe diretiva PNAIC
Questionário equipe diretiva PNAIC
 
Pnaic perguntas frequentes
Pnaic   perguntas frequentesPnaic   perguntas frequentes
Pnaic perguntas frequentes
 
Expectativas Matematica Seesp
Expectativas Matematica SeespExpectativas Matematica Seesp
Expectativas Matematica Seesp
 
Pnaic slide o que e pnaic e organizaçâo curso
Pnaic slide  o que e pnaic e organizaçâo cursoPnaic slide  o que e pnaic e organizaçâo curso
Pnaic slide o que e pnaic e organizaçâo curso
 
Comparativo expectativas atual
Comparativo expectativas atualComparativo expectativas atual
Comparativo expectativas atual
 
PNAIC 2014 - Educação no campo
PNAIC 2014 - Educação no campoPNAIC 2014 - Educação no campo
PNAIC 2014 - Educação no campo
 
Objetivos Gerais PNAIC- Unidade 1 2 3
Objetivos Gerais PNAIC-  Unidade 1 2 3  Objetivos Gerais PNAIC-  Unidade 1 2 3
Objetivos Gerais PNAIC- Unidade 1 2 3
 
Expectativas de aprendizagem dos 2º anos power
Expectativas de aprendizagem dos 2º anos powerExpectativas de aprendizagem dos 2º anos power
Expectativas de aprendizagem dos 2º anos power
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
 
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC (2013)
 
Apresentação pnaic
Apresentação   pnaicApresentação   pnaic
Apresentação pnaic
 
Expectativas de aprendizagem 2013
Expectativas de aprendizagem 2013Expectativas de aprendizagem 2013
Expectativas de aprendizagem 2013
 
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICRELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
 
3º encontro pnaic vânia 2015
3º encontro pnaic  vânia 20153º encontro pnaic  vânia 2015
3º encontro pnaic vânia 2015
 

Semelhante a PNAIC Matemática

Pnaic retomada e diagnóstico
Pnaic retomada e diagnósticoPnaic retomada e diagnóstico
Pnaic retomada e diagnósticoClaudio Pessoa
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
AvaliaçãoMirao
 
OBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptx
OBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptxOBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptx
OBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptxDANIELEAGNERBEDIN
 
Slides planejamento matematica 2015
Slides planejamento matematica 2015Slides planejamento matematica 2015
Slides planejamento matematica 2015Claudio Pessoa
 
Estudo e reflexão sobre avaliação biologia 2013
Estudo e reflexão sobre avaliação   biologia 2013Estudo e reflexão sobre avaliação   biologia 2013
Estudo e reflexão sobre avaliação biologia 2013Fernanda Rezende Pedroza
 
Planejamento - Reflexões e Subsídios
Planejamento - Reflexões e SubsídiosPlanejamento - Reflexões e Subsídios
Planejamento - Reflexões e SubsídiosCÉSAR TAVARES
 
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...josihy
 
Saberes pedagógicos e práticas docentes no ensino de
Saberes pedagógicos e práticas docentes no ensino deSaberes pedagógicos e práticas docentes no ensino de
Saberes pedagógicos e práticas docentes no ensino deUFMA e UEMA
 
Modelo de relatório
Modelo de relatório Modelo de relatório
Modelo de relatório Ana Alves
 
Modelo de relatório meramente exemplificativo
Modelo de relatório meramente exemplificativoModelo de relatório meramente exemplificativo
Modelo de relatório meramente exemplificativoAna Alves
 
Atpc 29 de setembro site
Atpc 29 de setembro  siteAtpc 29 de setembro  site
Atpc 29 de setembro siteWilson Barbieri
 
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfMaterial-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfGalbertoGomesOliveir1
 
Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021Claudinei Silva
 
Cefet mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na ept
Cefet   mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na eptCefet   mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na ept
Cefet mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na eptEduardo Barbosa
 
Atpc 20 de outubro wilson rose lia
Atpc 20 de outubro wilson  rose liaAtpc 20 de outubro wilson  rose lia
Atpc 20 de outubro wilson rose liaWilson Barbieri
 

Semelhante a PNAIC Matemática (20)

slides_efafem_mat_31.8 (1).pptx
slides_efafem_mat_31.8 (1).pptxslides_efafem_mat_31.8 (1).pptx
slides_efafem_mat_31.8 (1).pptx
 
Pnaic retomada e diagnóstico
Pnaic retomada e diagnósticoPnaic retomada e diagnóstico
Pnaic retomada e diagnóstico
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
OBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptx
OBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptxOBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptx
OBSERVAÇÃO SALA DE AULA_ METODOLOGIAS ATIVAS_ OFICINA_FINAL 2022 (1).pptx
 
Slides planejamento matematica 2015
Slides planejamento matematica 2015Slides planejamento matematica 2015
Slides planejamento matematica 2015
 
Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018Questionario Pais 2018
Questionario Pais 2018
 
Estudo e reflexão sobre avaliação biologia 2013
Estudo e reflexão sobre avaliação   biologia 2013Estudo e reflexão sobre avaliação   biologia 2013
Estudo e reflexão sobre avaliação biologia 2013
 
Planejamento - Reflexões e Subsídios
Planejamento - Reflexões e SubsídiosPlanejamento - Reflexões e Subsídios
Planejamento - Reflexões e Subsídios
 
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
 
Saberes pedagógicos e práticas docentes no ensino de
Saberes pedagógicos e práticas docentes no ensino deSaberes pedagógicos e práticas docentes no ensino de
Saberes pedagógicos e práticas docentes no ensino de
 
Modelo de relatório
Modelo de relatório Modelo de relatório
Modelo de relatório
 
Modelo de relatório meramente exemplificativo
Modelo de relatório meramente exemplificativoModelo de relatório meramente exemplificativo
Modelo de relatório meramente exemplificativo
 
Atpc 29 de setembro site
Atpc 29 de setembro  siteAtpc 29 de setembro  site
Atpc 29 de setembro site
 
Profissional cptagd
Profissional cptagdProfissional cptagd
Profissional cptagd
 
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfMaterial-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
 
Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021Análises de resultados SARESP 2021
Análises de resultados SARESP 2021
 
Ppt replanejamento 2015
Ppt  replanejamento 2015Ppt  replanejamento 2015
Ppt replanejamento 2015
 
Slides workshop resapes_2021
Slides workshop resapes_2021Slides workshop resapes_2021
Slides workshop resapes_2021
 
Cefet mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na ept
Cefet   mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na eptCefet   mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na ept
Cefet mg - 2013 - métodos e tecnicas de ensino na ept
 
Atpc 20 de outubro wilson rose lia
Atpc 20 de outubro wilson  rose liaAtpc 20 de outubro wilson  rose lia
Atpc 20 de outubro wilson rose lia
 

Mais de Joelma Santos

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosJoelma Santos
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialJoelma Santos
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Joelma Santos
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoJoelma Santos
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosJoelma Santos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosJoelma Santos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)Joelma Santos
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaJoelma Santos
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaJoelma Santos
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contarJoelma Santos
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IJoelma Santos
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoJoelma Santos
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaJoelma Santos
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroJoelma Santos
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoJoelma Santos
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIJoelma Santos
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalJoelma Santos
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalJoelma Santos
 

Mais de Joelma Santos (20)

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
 
Pobremas VI Enigmas
Pobremas VI EnigmasPobremas VI Enigmas
Pobremas VI Enigmas
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numérico
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contar
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato Bueno
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escola
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiro
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
 
Fichas sobrepostas
Fichas sobrepostasFichas sobrepostas
Fichas sobrepostas
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
 

Último

Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturagomescostamma
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 

Último (20)

Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literaturaPizza_literaria.pdf projeto de literatura
Pizza_literaria.pdf projeto de literatura
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 

PNAIC Matemática

  • 1. PNAIC – MATEMÁTICA Secretaria Municipal de Educação de Campinas 2014 Elaborado por Equipe do PNAIC Fontes: Pesquisa PNAIC/SME/2013 e Cadernos do PNAIC-Matemática
  • 2. PAUTA Leitura Deleite Dinâmica de apresentação : “Figuras” Devolutiva da pesquisa avaliativa/2013 : PNAIC Apresentação do PNAIC/2014 com foco em Matemática Tarefa de casa: Leitura do indicado Texto complementar
  • 4. DINÂMICA DAS FIGURAS: 1- escolher dentre as figuras apresentadas uma que represente para você sua relação com a Matemática 2- apresentar-se ao grupo relatando sobre você, suas expectativas e experiências com a Matemática e o que espera do curso em questão
  • 5. DEVOLUTIVA DE PESQUISA: AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO DO PNAIC REALIZADA PELOS DOCENTES PARTICIPANTES DO CURSO DEZEMBRO 2013
  • 6. Alguns números 230 professores dos anos do ciclo I (censo 2013) 179 professores cadastrados no PNAIC 175 professores que finalizaram o curso. 153 professores que responderam a pesquisa Esclarecimentos sobre a tabulação dos dados Os dados aqui apresentados foram retirados da tabulação das respostas do questionário respondido espontaneamente pelas cursistas do PNAIC ao final de 2013. Algumas questões são apresentadas com dados de tabulação direta elaborada pelo sistema, as questões com respostas abertas foram categorizadas As informações sobre o número de pessoas que responderam e se são abertas ou fechadas estarão em cada slide.
  • 7. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 Expectativas em relação ao curso do PNAIC? (Múltipla escola) Aprofundamento nas questões teóricas envolvendo Alfabetização 74 Aprofundamento nas questões práticas envolvendo Alfabetização 117 Socialização de diferentes práticas de superação das dificuldades enfrentadas na alfabetização 121 Outros 8
  • 8. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 A FORMAÇÃO DO PNAIC ATINGIU SUAS EXPECTATIVAS? Sim, foi além das expectativas 29 19% Sim, atingiu plenamente as expectativas 84 55% Atingiu parcialmente as expectativas 38 25% Não atingiu as expectativas 2 1%
  • 9. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 COMO AVALIA OS CADERNOS DO PNAIC? (MÚLTIPLA ESCOLHA) Bons, porque trataram de questões teóricas e práticas 114 Bons, porque trouxeram exemplos de situações 85 concretas de trabalho Bons, porque trouxeram muitas dicas de leituras complementares 67 Razoáveis, pois os textos eram muitos teóricos 7 Razoáveis, pois os textos eram muito densos 1 Ruins, pois não proporcionaram reflexões sobre o 0 trabalho pedagógico Outros 4 Total de respostas 278
  • 10. DOS TEMAS DESENVOLVIDOS DURANTE A FORMAÇÃO DO PNAIC, QUAL(IS) DELE(S) AINDA NECESSITA(M) DE APERFEIÇOAMENTO EM FORMAÇÃO? (MÚLTIPLA ESOLHA) Trabalho diversificado 59 Heterogeneidade 54 Projetos e sequências didáticas 48 Gêneros Textuais 41 Organização da rotina semanal de trabalho 32 Planejamento 26 Currículo 22 Sistema de Escrita Alfabética 18 Ludicidade 19 Nenhum tema 17 Avaliação 16 Outros 15 367 PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013
  • 11. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 ESSE CURSO CAUSOU IMPACTO EM SUA FORMAÇÃO? Sim 80 52% Não 15 10% Parcialmente 58 38%
  • 12. SE A RESPOSTA DADA À PERGUNTA ANTERIOR FOI SIM OU PARCIALMENTE, INDIQUE EM QUAIS ASPECTOS. (QUESTÃO ABERTA, RESPOSTAS CATEGORIZADAS) Reflexão teórico prática com modificação/melhorias/reforço de práticas pedagógicas com aperfeiçoamento profissional 50 Aprimoramento da prática propiciado pelo compartilhamento de experiências 36 Impacto parcial sem especificações 21 Discussão e reflexão sobre trabalho diversificado, gêneros textuais, sequências didáticas, intensificação/modificações no 19 trabalho com leituras Oportunidade de reflexão e embasamento teórico 15 Abordagem das dificuldades reais de alfabetização / elaboração e planejamento de atividades para tratá-las 09 Dinâmica de trabalho em pares e abordagem de diferentes estratégias para superar dificuldades de aprendizagem 03 Não identificou de forma clara os impactos 03 Total de respostas 156
  • 13. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 SE A RESPOSTA FOI "NÃO", INDIQUE O PORQUÊ Repetição do que já sabia 8 Crença na formação inicial 1 Já segue proposta . do material 1 Considera o curso positivo, mas não impactante 1 Amplitude dos problemas de alfabetização ultrapassa a 1 formação Número de professores que responderam 12
  • 14. QUAIS AS PRINCIPAIS MUDANÇAS OBSERVADAS EM SUA PRÁTICA PEDAGÓGICA A PARTIR DA FORMAÇÃO DO PNAIC? QUESTÃO ABERTA, RESPOSTAS CATEGORIZADAS) Melhor organização da rotina, planejamento, registros e avaliação no que diz respeito à jogos, projetos e sequências didáticas , atividades permanentes, leitura deleite, ludicidade 75 Aprimoramento do trabalho com leituras, produção escrita e gêneros textuais 41 Melhoria da organização do trabalho em grupos de saberes 28 Aprimoramento da prática a partir da socialização de experiências e 22 trabalho coletivo Oportunidade de avaliação e reflexão da prática com embasamentos teóricas 20 Maior segurança na prática a partir da fundamentação teórica 14 Poucas mudanças/apenas contato com outras leituras 08
  • 15. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR HOUVE TEMPO PARA DIVULGAR INFORMAÇÕES SOBRE O PNAIC? Sim 45 29% Não 34 22% Ocasionalmente 74 48%
  • 16. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 HOUVE TROCA DE CONHECIMENTOS NA ESCOLA DE MANEIRA SISTEMÁTICA ENTRE PROFESSORES DO CICLO I QUE PARTICIPARAM DO PNAIC E OS QUE NÃO PARTICIPARAM? Sim, nessa escola, todos os professores participaram do PNAIC e trocaram informações entre si 21 14% Sim, os professores que participaram do PNAIC partilharam suas experiências com os professores que não participaram 34 22% Não houve troca entre os professores que participaram do PNAIC e os professores que não participaram 26 17% Não houve troca entre os professores que participaram do PNAIC 1 1% Não houve trocas 17 11% Houve trocas ocasionais 54 35%
  • 17. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 SE A RESPOSTA PARA A PERGUNTA FOI “ SIM”, EM QUAIS MOMENTOS OCORRERAM? ´(MÚLTIPLA ESCOLHA) TDC 67 RPAI 14 TDI 18 Grupos de Trabalho 18 Conselho de Classe 30 Reunião com a equipe gestora 5 Outros 23 Total de respostas 175
  • 18. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR HOUVE TEMPO DESTINADO PARA O TRABALHO COLETIVO ENTRE OS PROFESSORES QUE PARTICIPARAM DO PNAIC? Sim 28 18% Não 56 37% Ocasionalmente 69 45%
  • 19. SE A RESPOSTA PARA A PERGUNTA ANTERIOR FOI SIM OU OCASIONALMENTE, ESCREVA EM QUAIS MOMENTOS. (MÚLTIPLA ESCOLHA) TDC 57 Grupos de Trabalho 24 Intervalos e/ou após término da aula 40 Aulas “vagas” (Ed Física e Artes) 30 Outros 6 157 PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013
  • 20. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 VOCÊ TEVE ESTAGIÁRIO EM SUA SALA DE AULA? Sim 140 92% Não 10 7% Alguns momentos da semana 3 2%
  • 21. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 QUAIS ATIVIDADES OS ESTAGIÁRIOS DO PNAIC REALIZARAM? (MÚLTIPLA ESCOLHA) Atendimento aos alunos sempre que foi verificada a necessidade 118 Apoio aos alunos sem dificuldades em atividades na sala de aula 107 Apoio aos alunos com dificuldades em pequenos grupos na sala de aula 106 Desenvolvimento de atividades lúdicas e jogos 87 Apoio aos alunos sem dificuldades nos momentos de trabalhos 86 com reagrupamentos Leitura para os alunos 80 Apoio aos alunos com dificuldades nos momentos de trabalhos 77 com reagrupamentos Correção de tarefas 70 Preparo de atividades 35 Aguardava sua solicitação de ajuda 16 Não tive estagiário 9 Outros 9
  • 22. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR HOUVE TEMPO DESTINADO PARA PLANEJAMENTO DO TRABALHO PEDAGÓGICO ENTRE VOCÊ E SEU ESTAGIÁRIO? Sim 54 35% Não 23 15% Ocasionalmente 67 44% Não tive estagiário 9 6%
  • 23. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 SE A RESPOSTA PARA A PERGUNTA ANTERIOR FOI SIM OU OCASIONALMENTE, SELECIONE EM QUAIS MOMENTOS ACONTECERAM: (MÚLTIPLA ESCOLHA) Nas aulas vagas (Ed Física e Artes) 99 No horário de intervalo 32 No TDC 5 Após o horário da aula 6 Durante a aula 35 Outros 16 Total de respostas 193
  • 24. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 COMO VOCÊ AVALIA A PARTICIPAÇÃO DOS ESTAGIÁRIOS JUNTO AO SEU TRABALHO? (MÚLTIPLA ESCOLHA) Importante para formação inicial dos estagiários 126 Necessária para o trabalho com reagrupamentos 97 Necessária para garantir o atendimento à diversidade 118 Indiferente 1 Desnecessária 2 Não tive estagiário 11 Total de respostas 355
  • 25. PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 SOBRE REAGRUPAMENTO DOS ALUNOS, VOCÊ: (MÚLTIPLA ESCOLHA) Trabalhou em sua sala de aula com apoio do estagiário 118 Trabalhou em parceira com outras professoras do mesmo 57 ano Acredita que esse trabalho ainda necessita ser discutido e estudado na escola 46 Trabalhou em sua sala de aula sem apoio do estagiário 39 Trabalhou em parceria com outras professoras do PNAIC 25 Trabalhou em parceria com outras professoras do ciclo I 24 Não trabalhou com reagrupamentos 10 Não acredita que ele promova melhorias no aprendizado 3 dos alunos Total de respostas 322
  • 26. QUAIS AS PRINCIPAIS MUDANÇAS OBSERVADAS EM SUA PRÁTICA PEDAGÓGICA A PARTIR DA FORMAÇÃO DO PNAIC? QUESTÃO ABERTA, RESPOSTAS CATEGORIZADAS Melhor organização da rotina, planejamento, registros e avaliação no que diz respeito à jogos, projetos e sequências didáticas , atividades permanentes, leitura deleite, ludicidade 75 Aprimoramento do trabalho com leituras, produção escrita e gêneros textuais 41 Melhoria da organização do trabalho em grupos de saberes 28 Aprimoramento da prática a partir da socialização de experiências e 22 trabalho coletivo Oportunidade de avaliação e reflexão da prática com embasamentos teóricas 20 Maior segurança na prática a partir da fundamentação da prática 14 Poucas mudanças/apenas contato com outras leituras 08 Melhor exploração dos materiais didático-pedagógicos do PNAIC 07 Contribuição da presença de estagiários para trabalho com agrupamentos 04
  • 27. VOCÊ PERCEBEU ALGUM IMPACTO NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE SEUS ALUNOS PROPORCIONADOS PELA FORMAÇÃO DO PNAIC? Sim 131 86% Não 19 12% Não sei 01 0,6% Parcialmente 02 1,4% Não respondeu 01 0,6% TOTAL 153 QUAIS? Questão aberta,, respostas categorizadas  Melhoria do rendimento dos alunos: PESQUISA AVALIATIVA DO PNAIC –QUESTIONÁRIO PARA OS PROFESSORES – DEZEMBRO DE 2013 Pelo aprimoramento do trabalho docente 18 Pela intensificação com leituras, escrita, gêneros textuais e SEA 17 Pela organização do trabalho com grupos de saberes 09 Com o uso dos materiais didático-pedagógicos do PNAIC apresentados 16 Pela melhoria da organização, direcionamento e seleção de atividades 20 Pela maior segurança na prática docente 04 Pela contribuição de estagiários no trabalho com as dificuldades 19 Pelo aumento do interesse dos alunos pela leitura, construção de textos e 16 participação em aulas Trabalho está n o inicio/impacto não vem apenas do PNAIC 02 O impacto Poderia ser melhor com apoio da equipe gestora/existência de GE 02 Sem especificação 30 TOTAL 153
  • 29. A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA COMO PRINCÍPIO  É uma área de pesquisa, sempre enraizada nas práticas de sala de aula.  É, ainda, uma área de estudo em construção para os professores, algo fugidio e dificilmente captado, mas que pode estar presente, seja em relatos de pesquisa, seja em relatos de experiências em salas de aula das diversas regiões.
  • 30. A CONCEPÇÃO SOBRE A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES É uma proposta de formação para professores que aborda a alfabetização matemática na perspectiva do letramento e explicita dois pressupostos fundamentais para o trabalho pedagógico com as crianças dessa faixa etária: o papel do lúdico e do brincar; e a necessidade de aproximação ao universo da criança, respeitando seus modos de pensar e sua lógica.
  • 31. A CONCEPÇÃO DE ALFABETIZAÇÃO: RETOMANDO E AMPLIANDO A pessoa alfabetizada é aquela que é capaz de ler e escrever em diferentes situações sociais, de tal forma que isso lhe permita inserir-se e participar ativamente de um mundo letrado, enfrentando os desafios e demandas sociais. Para que isso aconteça não basta apenas o domínio dos conhecimentos relacionados à língua materna, é necessário também um amplo domínio do campo relacionado à matemática, no qual os números e o sistema de numeração decimal são fundamentais, mas não são os únicos aspectos que devem ser abordados na escola.
  • 32. A ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA SEGUNDO OS AUTORES DO PNAIC  A alfabetização matemática na perspectiva do letramento foi um pressuposto adotado em consonância com o material de formação em linguagem. É entendida como um instrumento para a leitura do mundo; uma perspectiva que supera a simples decodificação dos números e a resolução das quatro operações básicas.
  • 33. Os autores ressaltam a importância das práticas sociais do mundo da criança, como os jogos e brincadeiras, sejam elas do mundo adulto e de perspectivas diferenciadas como aquelas das diversas comunidades, vindas de diferentes contextos, como aquelas que formam o campo brasileiro.
  • 34. A ORGANIZAÇÃO DO CURSO PNAIC – 2014 ÊNFASE EM MATEMÁTICA  O curso, com ênfase em alfabetização matemática, integrada à Língua Portuguesa e outras áreas do conhecimento, está organizado em oito unidades, totalizando 160 horas.  Estão previstos 32 encontros ao longo do ano e um seminário temático de 8h, além das horas para estudo relativos ao curso.  Avaliação: 75% de presença nos encontros, realização das atividades solicitadas e participação no Seminário.
  • 35. CADERNOS DO PNAIC EM 2014 Em 2014, serão os mesmos cadernos para todo o ciclo I, diferentemente de 2013. São compostos por: Caderno de apresentação; Oito cadernos de formação dois cadernos “de referência” : um sobre Educação Inclusiva e outro sobre Educação do Campo Um Caderno de jogos
  • 36. A ORGANIZAÇÃO DOS CADERNOS A organização por eixos também conduz a distribuição dos temas nos cadernos de formação dos professores do PNAIC de Matemática: Números e Operações; Pensamento Algébrico; Espaço e Forma/Geometria; Grandezas e Medidas; Tratamento da Informação/Estatística e Probabilidade.
  • 37. Em Matemática, assim como em outras áreas do conhecimento, adotamos a perspectiva do ensino em espiral, ou seja, os temas devem sempre ser retomados e aprofundados, por isso, embora em alguns objetivos haja indicação de consolidação no 2º ou 3º ano, defendemos que continuem sendo retomados e ampliados ao longo da escolaridade.
  • 38. OS CADERNOS DO PNAIC-MATEMÁTICA  Caderno 1  Organização do trabalho Pedagógico Autores da Região Sudeste Aborda as diferentes práticas de sala de aula de matemática, formas de organização das turmas, tarefas (gêneros textuais)  Caderno 2  Quantificação, Registros e agrupamentos Autores da Região Sul.  Caderno 3 - Construção do SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL Autores da região Norte e Nordeste.
  • 39. OS CADERNOS DO PNAIC-MATEMÁTICA  Caderno 4 - Operações na resolução de problemas Autores da região Sul.  Caderno 5  Geometria Autores da região Sudeste.  Caderno 6  Grandezas e Medidas Autores da região Sul.
  • 40. OS CADERNOS DO PNAIC-MATEMÁTICA  Caderno 7 Educação Estatística Autores da região Nordeste.  Caderno 8  Saberes matemáticos e outros campos do saber Autor da região Sudeste.  Jogos na alfabetização matemática e Encarte
  • 41. SEÇÕES DOS CADERNOS DE FORMAÇÃO Iniciando a Conversa. Aprofundando o Tema.  Compartilhando. Para saber Mais. Sugestões para os Encontros em Grupo. Tarefas de Casa e Escola.
  • 42. O TRABALHO COM OS JOGOS No caderno de Jogos na Alfabetização Matemática são apresentados vários jogos divididos conforme os eixos dos Direitos de Aprendizagem: Números e Operações, Pensamento Algébrico, Espaço e Forma/Geometria, Grandezas e Medidas, Tratamento da Informação/Estatística e Probabilidade.
  • 43. CADERNOS DE JOGOS Cada jogo é apresentado em várias seções:  Aprendizagens : Apresentação dos conceitos matemáticos possíveis de serem trabalhados com o jogo.  Materiais: Indica o material necessário para a efetivação do jogo.  Número de Jogadores: Indica o número de participantes.  Regras : Indica o modo de jogar.  Problematizando: Apresentação das possibilidades de problematizações que podem ser realizadas antes, durante ou depois do jogo. (Inferências)
  • 44. O DIÁLOGO COM AS OUTRAS ÁREAS DO SABER E COM AS PRÁTICAS SOCIAIS  Geografia  Educação Cartográfica (um dos Direitos de Aprendizagem), evidencia-se quando do trabalho com a construção de esquemas e mapas junto com e pelas crianças.  História  Mantém-se um diálogo constante com a História, tida algumas vezes como fio condutor de sequências didáticas, como por exemplo, no trabalho com as unidades de medida, quando se opta por uma construção que resulta na necessidade da criação de “padrões de medida”.
  • 45. O DIÁLOGO COM AS OUTRAS ÁREAS DO SABER E COM AS PRÁTICAS SOCIAIS  Língua Portuguesa  o diálogo constante com gêneros textuais, entre outras questões, perpassa muitas discussões e propostas de trabalho.  Por vezes, não ocorrem momentos “explícitos” de abordagem relacionadas a outras áreas do conhecimento, mas uma série de oportunidades que favorecem intervenções dos professores para que estabeleçam novas relações.
  • 46. RETOMANDO A CONCEPÇÃO DE AVALIAÇÃO DO ALUNO  Defende-se a concepção de avaliação preocupada com a formação do estudante em termos de aprendizagens significativas, onde o erro deixa de ser apenas uma resposta a ser analisada e passa a ser uma questão desafiadora que o aluno coloca ao professor, ou seja, um elemento desencadeador de um amplo questionamento do ensino (PINTO, 2000).  Registro e análise de processos de aprendizagem e de ensino que orientam ao atendimento mais eficaz aos alunos em seus percursos de aprendizagem.  Avaliação da aprendizagem com caráter formativo.  Instrumentos variados e permanentes, de caráter diagnóstico e descritivo.
  • 48. TAREFA PARA CASA Leitura dos textos:  Alfabetização Matemática Maria da Conceição Ferreira Reis Fonseca Caderno de Apresentação do PNAIC – Pág. 26 a 31.
  • 49. LEITURA COMPLEMENTAR  Educação Matemática e letramento, textos para ensinar Matemática, Matemática para ler o texto Maria da Conceição F. R. Fonseca e Cleusa de Abreu Cardoso. Pág. 63 a 76. In Lopes, Celi Ap. E. e Nacarato, Adair M. (orgs). Escritas e leituras na Educação Matemática. 1ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009. (Seguirá por e-mail, em pdf)

Notas do Editor

  1. novo