Falar Verdade a Mentir - Introdução

25.018 visualizações

Publicada em

Falar Verdade a Mentir - Introdução

Publicada em: Turismo
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.018
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18.218
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
332
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Falar Verdade a Mentir - Introdução

  1. 1. TEXTO DRAMÁTICO Falar Verdade a Mentir Almeida Garrett
  2. 2. O AUTOR <ul><li>João Baptista da Silva Leitão e mais tarde visconde de Almeida Garrett. </li></ul><ul><li>Nasceu no Porto , a 4 de Fevereiro de 1799 . </li></ul><ul><li>Faleceu em Lisboa , a 9 de Dezembro de 1854 ). </li></ul><ul><li>Foi um escritor e dramaturgo romântico , orador , Par do Reino , ministro e secretário de Estado honorário português . </li></ul><ul><li>Grande impulsionador do teatro em Portugal , propôs a edificação do Teatro Nacional de D. Maria II e a criação do Conservatório de Arte Dramática. </li></ul>
  3. 3. FALAR VERDADE A MENTIR <ul><li>ESTRUTURA </li></ul><ul><li>A acção desta comédia desenrola-se no século XIX, em Lisboa, onde foi representada pela primeira vez em 7 de Abril de 1845. </li></ul><ul><li>A peça contém apenas um acto (acto único) que é composto por dezassete cenas. </li></ul><ul><li>A obra era uma crítica cómica à sociedade da altura, e ainda hoje conserva o seu humor refinado. </li></ul>
  4. 4. AS PERSONAGENS…
  5. 5. ENREDO <ul><li>A peça conta a história de dois criados, José Félix e Joaquina, que se vão casar. Joaquina veio com os seus patrões do Porto para Lisboa, onde vive José Félix, o que lhes deu a oportunidade de estarem juntos. </li></ul><ul><li>Joaquina revela então a José Félix que Amália, a filha do seu amo, prometeu-lhe que lhe iria dar um dote de cem moedas quando se casasse. </li></ul><ul><li>Mas Joaquina disse que havia um problema: Duarte, o noivo de Amália, era um mentiroso compulsivo, e o pai de Amália (Brás Ferreira) disse-lhe que se o apanhasse numa mentira, acabava com o seu casamento. </li></ul><ul><li>Interessado no dote, José Félix disse a Joaquina que tinham que dizer isso a Duarte, pois senão ele iria ser apanhado, o casamento iria ser cancelado e Joaquina nunca receberia o dote de Amália. </li></ul><ul><li>Mas demasiado tarde! Duarte já tinha começado a contar mentiras ao pai de Amália, que após algumas histórias extraordinárias, começou a desconfiar dele. </li></ul>
  6. 6. ENREDO <ul><li>Quando Amália finalmente contou as exigências do seu pai a Duarte, este ficou muito baralhado, e começou a confundir as suas mentiras. </li></ul><ul><li>Numa tentativa de socorrer Duarte, José Félix, fez-se passar por pessoas que Duarte mencionara nas suas mentiras, como por exemplo Tomás José Marques e Milorde Coockimbrook. </li></ul>
  7. 7. ENREDO <ul><li>Mas no fim do dia, o pai de Amália descobriu que o seu futuro genro tinha mentido, apesar das suas mentiras terem acabado por ser verdade. </li></ul><ul><li>Como agradecimento pela sua ajuda e pela &quot;lição&quot; que ele lhe deu, Duarte oferece um saco de dinheiro a José Félix. </li></ul><ul><li>Com o &quot;vício&quot; de Duarte emendado e com o desejo de José Félix pelo dinheiro, satisfeito, a peça acaba com um final feliz. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Falar Verdade a Mentir é uma comédia de Almeida Garrett, e uma das mais representativas do seu tempo. </li></ul><ul><li>Duarte é um mentiroso compulsivo. É através das suas repetidas mentiras que a acção vai avançando no sentido de se ocultarem as ditas “aldrabices”. </li></ul><ul><li>O grande problema que se põe é o do casamento de Duarte com Amália, filha do negociante portuense Brás Ferreira. </li></ul><ul><li>A personagem de José Félix (coadjuvada pela criada Joaquina, sua noiva) marca uma posição importante, visto que as encenações de diversas personagens que vai apresentando vão dando cobertura às mentiras de Duarte perante Brás Ferreira, seu futuro sogro. </li></ul>FALAR VERDADE A MENTIR resumo

×