Alimentação complementar - Escola Factum

2.239 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alimentação complementar - Escola Factum

  1. 1. Grupo: John Lennon, Victor, Juliana e Rejane. Turma: TE222 Nutrição Professora: Lilian Bassani
  2. 2.  Alimento complementar entende-se qualquer alimento nutritivo, sólido ou líquido, diferente do leite humano oferecido à criança amamentada. Tambémconhecidos como “alimentos de desmame”.
  3. 3. A Organização Mundial de Saúde (OMS), recomenda que os alimentos complementares sejam introduzidos a partir dos 4 – 6 meses.OBS: O acréscimo de qualquer outroAlimento ao leite materno esteve associadoCom um aumento na mortalidade pordiarréia.
  4. 4.  Com a complementação alimentar antes dos 6 meses, as crianças passam a ingerir menos leite materno, ou seja, o leite é substituido pelos alimentos complementares, mesmo quando a frequência da amamentação é mantida.A introdução de alimentos complementares antes dos 6 meses, pode estar quando a criança não está crescendo satisfatóriamente ou quando apresenta sinais evidentes de fome apesar de ser amamentada frequentemente.
  5. 5.  Uma alimentação adequada deve ser rica em energia, proteínas e micronutrientes (particularmente o ferro, zinco, cálcio, vitamina A, vitamina C).
  6. 6. A capacidade gástrica limitada da criança pequena (30-40ml/kg de peso) Sea criança receber grande quantidade de energia dos alimentos complementares, ela poderá reduzir a ingestão de leite materno e construir uma obesidade.
  7. 7.  Apesarda quantidade de ferro que a criança recebe através do leite materno ser pequena, ela é suficiente para suprir as necessidades desse micronutriente nos primeiros 6 meses de vida.A partir dos 6 meses as reservas de ferro se esgotam, havendo necessidade de complementação de ferro através alimentos complementares ricos em nutrientes.
  8. 8.  Alimentos de origem vegetal contêm quantidade razoáveis de ferro, por exemplo: feijão, lentilha e soja. Vegetaiscom coloração verde-escura. (acelga, couve, brócolis)
  9. 9. 6 a 7 meses 7 a 8 meses 8 a 10 meses 12 mesesManhã Leite materno Leite materno Leite materno Leite materno ou de vaca, pão ou biscoitoIntervalo Suco de frutas Suco de frutas Suco de frutas Suco de frutasAlmoço Papa de fruta Papa salgada Papa salada c/ Papa ou Leite materno legumes refeição básica da famíliaLanche Leite materno Papa de fruta Papa de fruta Papa de fruta Leite materno Leite materno Leite materno ou de vaca, pão ou biscoitoJantar Leite materno Leite materno Papa salgada Para ou c/ legumes refeição básica da famíliaNoite Leite materno Leite materno Leite materno Leite materno ou de vaca
  10. 10.  Ascrianças em determinados períodos do crescimento apresentam pouco apetite, conhecido como inapetência. A inapetência é um processo natural do desenvolvimento de um grande número de crianças.A inapetência é comum nos primeiros anos de vida. Dietas monótonas. Deficiência de micronutrientes, sobretudo o ferro e o zinco. Verminoses.
  11. 11. A viscosidade dos alimentos de transição está relacionada com a sua densidade energética. Assopas batidas no liquidificador, comuns em nosso meio e muitas vezes oferecidas na mamadeira, devem ser evitadas, pois provavelmente apresentam pouca densidade energética.
  12. 12.  Aceitaçãode doces e tendências à rejeição a sabores amargos ou azedos são naturais. As preferências por sabores variados são, então, desenvolvidas por meio de um processo de hábitos familiares e aprendizagem.
  13. 13.  Nutrição Rejane Teixeira Mendonça (autora) ArtigoRecomendações para alimentação complementar da criança em aleitamento materno. Cristina M. G. Monte, Elsa R. J. Giugliani

×